DESTACAMENTO BLOOD é mais um filme essencial de Spike Lee

Não é novidade que o diretor Spike Lee usa boa parte de suas obras para, dentre outros assuntos, falar sobretudo sobre desigualdade e racismo. Na esteira do sucesso do ótimo “BlacKkKlansman” de 2018, Lee retoma nesse não menos excelente “Destacamento Blood” (disponível na Netflix), os temas centrais de sua filmografia para, no contexto dos traumas da guerra do Vietnã, tratar de amizade, cumplicidade e companheirismo e também para expor, com muita energia e urgência, o racismo estrutural e as contradições de um país que oprime sua população negra dentro de casa e a usa para oprimir outros fora dela. Nesse contexto, embora “Destacamento Blood” use o passado para contar as origens de sua história, é no presente do movimento “Vidas Negras Importam” que ele faz ecoar sua mensagem mais fundamental e pujante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Envie seu comentário!
Escreva seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.