Mobisódio #10 – Jack meet Ethan

Via Lost Spoilers está no ar o 10º mobisódio de Missing Pieces. Nesse novo segmento uma pequena surpresa (ou não) sobre o passado de Ethan vém à tona durante um curioso encontro entre ele e Jack.

E aqui você confere o transcript feito por Susan.

[Jack está mexendo nas bagagens. Ethan aparece]

Ethan – Você é o médico, certo?

Jack – Sim. Sou eu.

Ethan – Bem, fiquei sabendo que você está recolhendo remédios, então imaginei que você fosse querer isso.

[Ele abre uma maleta.]

Jack – Uau.

[Risos]

Ethan – Faturamos o prêmio, certo?

Jack – O cara deve ter sido um hipocondríaco ou algo assim. Onde você encontrou isso?

Ethan – Na floresta.

Ethan – A propósito, sou Ethan.

[Os dois se comprimentam]

Jack – Jack.

Ethan – Obrigado, Jack.

Jack – Pelo que?

Ethan – Reunindo tudo isso, ter uma perspectiva, você sabe. [Ethan diz algo ininteligível] A maioria deles ainda pensa que vamos ser resgatados a qualquer momento.

Jack – E você acha que eu também não?

Ethan – Não, acho que você é esperto. E eu acho que você está observando aquela garota, [referindo-se a Claire] sabendo que você na verdade tenha que fazer o parto aqui. Sei que é isso que estou pensando.

Jack – Bem, é bom saber que não estou sozinho.

Ethan – [Risos.] Definitivamente você não está sozinho.

Jack – Se ela realmente entrar em trabalho de parto, pelo menos sei que terei um assistente. [Ethan olha para ele e depois para longe.] Me desculpe, eu não quis dizer…

Ethan – Tudo bem. Não se preocupe. De qualquer forma estou feliz pelos remédios.

Jack – Obrigado.

[Ethan levanta para sair.]

Ethan – Jack, minha esposa morreu durante o parto. E nosso uh, nosso bebê não sobreviveu também. [Jack olha para ele, mas não diz nada.] Bem, vamos torcer para que ambos estejam errados e que o barco de resgate esteja a caminho agora.

Jack – Vamos torcer.

[Ethan se afasta.]

*-*-*-*-*-*

Interessante notar que se já sabíamos os motivos que explicavam porque Ethan agia sorrateiramente nos bastidores tanto para ganhar a confiança de alguns desde os primeiros momentos do acidente (vale lembrar que o vimos se aproximando de Paulo e Nikki), quanto para identificar quais eram os possíveis líderes do grupo, ainda não haviam indicações claras sobre seu interesse em Claire. Óbvio que até então a explicação mais plausível passava pela necessidade dos Outros em fazer experiências com grávidas, mas ao lembrar o que Ethan fizera naquele 15º episódio da segunda temporada, ficava no ar a dúvida sobre as reais motivações daquele personagem. A resposta não poderia ser melhor, Ethan (como a maioria dos losties) também carregava uma tragédia pessoal e viu em Claire uma chance ainda que irreal em recuperar o que perdera na ilha. Isso para mim é mais uma evidência de que até mesmo aqueles personagens que julgávamos superficiais, tem (ou tinham) relevância e que definitivamente não dá para julgá-los e qualificá-los como bons ou maus sem antes entender quem são, e isso amigos, é na minha humilde opinião mais uma pequena prova da excelência do que a série propõe.

Por Davi Garcia

10 COMENTÁRIOS

  1. Davi!!! Muito interssante este seu comentario no finalzinho, quando diz que a excelencia do que a série propoe, é exatamente enxargar o “interior” de cada personagem de maneira especifica e global ao mesmo tempo. Vendo assim, nao da pra tirar conclusoes precipitadas sobre um personagem, mas apenas a continuar observando-o no seu crescimento e superaçao individual ou não. Adoro Lost por causa disto, desde o inicio, percebi que Lost estava focado nas pessoas e em seus carateres e experiencias vividas, e que a ilha, a situaçao em si, lhes proporcionava oportunidades unicas de superar problemas interiores. é mais ou menos como na nossa vida, as vezes coisas fatidicas, servem pra nos fazer superar problemas, mas nem sempre enxergamos estas oportunidades…Acompanhamos os personagens em suas ações e esperamos por mudanças de atitudes provocadas pelo meio em que estão. Assim também ocorre conosco no dia a dia, esperamos mudanças nos outros e em nos mesmos.
    Lost é ficticio, muitas coisas completamente irreais, mas no lado humano, Lost imita a vida.

    Abraços

  2. Adorei esse mobi 10, por ser do JACK hehe e tb porque mostrou um lado do Ethan que não conhecíamos e que mostram pq ele queria tanto o bb da Claire.
    A única coisa estranha é o cabelo do Jack que está mais comprido e na época dessa cena, ele estava com o cabelo bem mais curtinho. É da 1ª temporada ainda, qdo ele estava com os machucados no rosto.

  3. Nossa Rafael é mesmo! Esse lance do barco é sinistro, pode ser uma escorregada dos roteiristas, mas que fica meio louco, fica.

    Seria o comentario dele profetico ou ele era um espião do povo que ainda vai chegar?

    E o lance do cabelo do Jack eu tbem reparei. Mas com certeza, o cara não ia cortar o cabelo só pra fazer essa cena, qdo as cenas da 4 temporada ele com certeza vai estar com o cabelo mais compridinho.

  4. Exatamente Gisper, obrigado pela correção 😉

    Olá City, mencionei o aspecto pessoal justamente porque também é um dos aspectos que mais me interessam na série e sempre gosto de destacá-la quando posso 🙂

    Rafael e Lilica, quanto ao lance do barco, creio que não exista qualquer relação com o transporte da equipe que chega à ilha agora. Naquela ocasião seria o mais óbvio a se dizer mesmo e Ethan o disse.

    Abraços pessoal!

    Davi Garcia

  5. Na boa…
    Que outra série tem TANTO material extra assim?
    Mobisódios, lost experience, sites falsos, cross-media até cansar…
    Incrível o trabalho da produção.
    Aliás, é o tipo de coisa que me faz acreditar que a s´´erie não irá descambar, como aconteceu com Alias, do mesmo JJ Abrams…

  6. Com certeza maurício… o diferencial de lost são esses materiais extras que eles disponibilizam. Lost é uma série que tem vida própria na Internet, mesmo quando os episódios não estão no ar!!!
    Isso é mto legal!
    E Davi, corretíssimo seu comentário. Existem mtos mistérios em Lost, com certeza… mas a série é um grande exemplo de psicologia social, onde analisamos atitudes, motivações, sensações, emoções e essa idéia de que as pessoas não são 100% boas e nem más é fantástica pq essa é a realidade.
    Nenhum personagem de Lost, nem os “others” podem ser classificados, só podem ser compreendidos quando analisados num conjunto muito complexo de atitudes, histórias e comportamentos.
    Gostei!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Envie seu comentário!
Escreva seu nome aqui