Ai que Saudades da Amélia

Nunca vi fazer tanta exigência
Nem fazer o que você me faz
Você não sabe o que é consciência
Não vê que eu som um pobre rapaz
Você só pensa em luxo e riqueza
Tudo o que você vê, você quer
Ai meu Deus que saudade da Amélia
Aquilo sim que era mulher
As vezes passava fome ao seu lado
E achava bonito não ter o que comer
E quando me via contrariado dizia
Meu filho o que se há de fazer
Amélia não tinha a menor vaidade
Amélia que era a mulher de verdade.
(Ataulfo Alves / Mário Lago, 1941)
Artigo anteriorAstro de Lost em novo filme
Próximo artigoDia da Mentira

3 COMENTÁRIOS

  1. Oh véio como seis arranjam essas fotos?
    caramba! Vcs são paparazzis de verdade? amigo deles? hhauhauauauuauah!
    ta foda o blog! to passando todo dia por aqui show de bola

DEIXE UMA RESPOSTA

Envie seu comentário!
Escreva seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.