22/04/2010

Ep. 6x13 “The Last Recruit” – Easter Eggs, curiosidades e repercussão

Preparatório ou não, “The Last Recruit” faz o que precisa e cumpre o que promete: empolga na construção do grande conflito que se desenha e escancara de vez o cenário que abre o último arco da complexa trama de seis anos. E se a história é sobre aquelas pessoas, nada melhor que poder ver suas resoluções vindo no meio de uma rixa ideológica histórica carregada de perguntas e mistérios.



Na constante das revelações que surgem através de simples diálogos, Jack finalmente descobre que era o monstro o responsável pelas aparições de Christian Shepard que tanto o assombravam. “Fiz isso para ajudá-lo, Jack”, disse (F)Locke, e se nem o médico pareceu acreditar naquelas palavras, por que deveríamos?

E na afirmação do monstro sobre Locke, a quem se refere como um idiota, uma pausa para uma teoria: Seria Eloise Hawking, a primeira recruta do monstro?

Leia mais...

    Se desde o episódio centrado em Desmond já podemos imaginar que a realidade paralela é tipo uma Matrix, ou seja, um mundo irreal e ilusório que teria sido criado pelo monstro como forma de responder às promessas feitas na ilha, será que dá para acrescentar mais um elemento à mistura dizendo que Eloise Hawking tenha sido há muito tempo atrás a primeira e maior colaboradora do plano daquela entidade?

    Explico. Imaginem que depois do trágico evento em que acabou matando o próprio filho, Eloise tenha de alguma maneira feito um acordo com o homem de preto, que prometendo lhe dar Daniel de volta, montava ali o 1º passo rumo ao plano de um dia sair da ilha. Que acordo ela teria feito? Arranjar o candidato perfeito que funcionasse como a tal brecha que o MIB procurava para matar Jacob.

    Agora, quem seria esse proxy? Locke. E quem foi que disse a Jack categoricamente que era de suma importância que Locke (então morto fora da ilha) voltasse à ilha nas mesmas condições em que seu falecido pai? Pois é, Eloise, que na ocasião ainda ressaltou que era importante que o corpo de Locke tivesse algo que fora usado pelo pai de Jack. Coincidência ou a senha que o monstro precisava para saber exatamente quem deveria usar para por em prática seu plano de matar Jacob?

    Perguntas que nascem na revelação de que o monstro se fez passar por Christian esse tempo todo – Se o monstro não podia sair voando sobre as águas, o que era o Christian Shepard que apareceu para Michael no final da 4ª temporada dentro do cargueiro, hein?

    E aquele Christian que Jack viu num flash forward? Também era o monstro? Óbvio que não porque sabemos que o monstro não podia sair da ilha, portanto naquela ocasião só dá para imaginar que influenciado por remédios pesados, o que Jack teve foi uma alucinação de seu pai.

    “Meu nome é John.” Se ainda pudermos levar adiante a especulação de que a realidade paralela é um mentira e que aquele Locke na verdade seria o homem de preto/monstro, o momento em que Locke desperta na ambulância temendo pelo pior poderia representar, quem sabe, o desespero de alguém que viveu e acreditou na mentira que criou e temia perder as conquistas humanas e emocionais que há muito havia perdido na ilha. Viagem? Pode ser, mas dá para descartar totalmente?

    Com relação à cena em que Sun supostamente reconhece Locke, seria razoável imaginar que em função do evento traumático do qual saiu vítima, a coreana tenha adquirido alguma escala de consciência de tudo o que acontece na realidade da ilha, não? Alguma outra leitura disso?

    Uma incosistência temporal dos fatos que levaram Sun e Locke ao hospital?

    Não que isso afete o desodobramento da trama na realidade paralela, mas não ficou estranho que Sun e Locke tenham chegado juntos ao hospital? Digo isso porque desde a chegada do Oceanic 815 a Los Angeles, muito mais coisas parecem ter acontecido com Locke do que com Sun. Vejamos:

    Locke desembarca no dia 23 de setembro de 2004. Conversa com Jack no aeroporto, vai para casa onde fala sobre o casamento com Helen, volta ao trabalho é demitido, encontra com Hurley que o pede para ir à sua agência de empregos, arruma emprego como professorr substituto, chega na escola, dá uma aula, conversa com Ben, o incentiva a buscar a posição de diretoria e termina (em algum outro momento) atropelado por Desmond no estacionamento. Dá para dizer que tudo isso aconteceu no intervalo de 2 dias? Sim, mas parece improvável, não?

    Já Sun ficou retida no aeroporto com Jin por algumas horas, foi para o hotel, passou a noite com Jin, que na manhã seguinte é levado para o restaurante onde no fim do dia se liberta (com a ajuda de Sayid) e depois de trocar tiros com Bakunin, vê Sun baleada no chão da cozinha.

    Como eu disse, inconsistente, mas afeta decisivamente alguma coisa daquela trama? Não.

    Não sei vocês, mas achei que a cena que marcou o reencontro entre Jack e Claire na ilha podia ter um pouquinho mais de emoção, o que de forma alguma afetou a dinâmica da cena que acabou servindo mais para reafirmar um aparente poder de influência/manipulação que (F)Locke possa desempenhar sobre as pessoas. “Você está com ele agora”, diz Claire ao irmão.

    “Mas há sempre uma chance de trazer as pessoas de volta do lado negro.” Em mais uma divertida referência à saga Star Wars, Hurley lembra da história de Anakin Skywalker quando Sawyer (depois de revelar seu plano ao dude) diz que Sayid passou para o lado negro.

    “É ótimo ter todo mundo reunido de novo.” Uma simples afirmação de (F)Locke que via seu plano ficar mais perto de ser concluído? E a real intenção dele em reunir os candidatos de Jacob? De fato tirá-los da ilha ou simplesmente acabar com todos que pudessem ser um empecilho para ele de uma vez só?

    Já vimos que todos os losties tiveram suas vidas modificadas de alguma forma na realidade paralela, mas e a da Kate que continua como foragida da justiça? Será que a tal diferença para ela se deva ao fato de realmente não ter matado ninguém como afirmou a Sawyer na delegacia? Faria sentido, não? Afinal, todos ali tiveram a chance de experimentar outros caminhos, mas ainda assim vivem as frustrações da realidade que vemos como original.

    Ainda daquelas cenas, destaque para mais um dos passos que acidentalmente(?) reuniria os personagens quando Miles e Sawyer identificam Sayid como o responsável pela matança do restaurante.

    Claramente descrente da promessa feita por (F)Locke de levar todos com ele para fora da ilha, Jack conversa com Kate no exato momento em que Zoe surge no acampamento exigindo (ainda que não de forma nominal) a devolução de Desmond. Seu argumento? Ameaçar com uma demonstração de bombardeio, o que provoca uma imediata reação de (F)Locke, que soltando um “Bem, aí vamos nós”, marca o início da grande guerra que se desenha.

    Tudo bem que a gente sabe que o principal papel de Desmond na trama da realidade paralela agora é a de reunir aqueles personagens, mas chegou a ser engraçado vê-lo dando uma de stalker, na insistente tentativa de convencer Claire a buscar ajuda de uma advogada antes de decidir entregar seu futuro filho para adoção. Da situação, curioso ver Ilana ressurgindo na paralela (será que veremos Alpert em algum momento também?) como aquela que pouco depois reuniria a loirinha a seu irmão, Jack Shepard.

    De toda a sequência que mostrou Sawyer contando a Jack sobre seu plano de deixar (F)Locke para trás, o destaque fica mesmo para a cena em que Sayid vai até o poço para matar Desmond. Ao questionar o iraquiano sobre o que ele diria à mulher que amava quando ela perguntasse o que ele teve que fazer para ficar junto dela de novo, o escocês parece ter despertado alguma reflexão em Sayid, que até ali julgava a promessa de (F)Locke coerente por entender que fora salvo da morte por ele. Curiosamente, não vimos o desfecho da cena, mas se o Desmond da paralela quer fazer com que os losties tenham consciência da ilha, será que na da ilha ele quer mostrar a Sayid, por exemplo, que a tal promessa do monstro é na verdade mais falsa que nota de R$3? Afinal, na realidade paralela, Sayid tem Nadia viva, mas não pode ficar com ela, uma verdade que ganha contornos ainda mais fortes na cena em que ele diz à amada que teria que partir para nunca mais voltar pouco antes de ser capturado por Sawyer.

    Das cenas que culminariam na reunião de Jack, Sun, Hurley, Lapidus, Sawyer e Kate no barco, destaque para Claire, que temendo ser deixada para trás de novo, segue o grupo e ameaça o plano de Sawyer, só para ser convencida por Kate de que ela de fato só havia voltado à ilha para tirá-la de lá a fim de poder criar seu filho, Aaron. Foi uma cena breve é verdade, mas que serviu para explicar em parte todo o comportamente errático e irrascível da loirinha, que influenciada por (F)Locke, realmente nutriu um ódio sem sentido de Kate e dos demais por entender que fora abandonada na ilha.

    Ainda daquela longa sequência, vale comentar a cena em que (F)Locke interpela Sayid por conta de sua demora e vê o iraquiano (ali já nem tão zumbi assim) explicando que precisava de um tempo depois de ter matado um homem desarmado, o que pode ser um bom indício de que ele não fez o que o monstro pediu e que talvez tenha ouvido algum argumento bem convicente de Desmond, já que desde sua ‘ressureição’ parecia simplesmente não se importar com nada. E cá entre nós, alguém realmente acha que Sayid tenha matado Desmond?

    “Tenho uma surpresa para você. Acredita em destino?” diz Ilana em dado momento da sequência que mostrou Jack falando brevemente com a misteriosa mãe de David (cuja identidade descobriremos antes do fim da série) pouco antes dos dois chegarem para a leitura formal do testamento de Christian. A ocasião serviu também para marcar o encontro entre Claire Littleton e seu irmão médico, que àquela altura ainda não sabia quem era o segredo de Christian que fora mencionado no documento encontrado por sua mãe no episódio “Lighthouse”.

    Ao assumir de vez a postura do Locke verdadeiro, Jack tenta sem sucesso convencer Sawyer de que a ilha ainda não havia acabado com eles, e decide voltar para descobrir qual é o propósito dele ali naquele lugar. E se alguém questiona, ‘ah, mas ele não precisava ter ido até o barco se tinha intenção de ficar’ e aí eu digo: e se ele quis só ter certeza que os demais tivessem a chance de ficar longe do (F)Locke, hein? Pois é.

    Agora, uma breve observação: dentre todos os personagens da trama da ilha, Lapidus continua sendo um dos poucos cuja função não está claramente definida. Ou está? Ficar vivo só para poder pilotar o avião, talvez?

    Não sei se tiveram essa mesma impressão, mas com a cena em que Jin diz a Sun que o bebê e ela estavam bem, dava até para dizer que os coreanos poderiam ter seu final feliz ali, não? Possível, mas improvável.

    Na insistência de mostrar como a nova relação amistosa e companheira de Jack com seu filho, me parece que os roteiristas querem evidenciar que o peso das escolhas/atitudes que aqueles personagens terão quando finalmente tomarem ciência da outra realidade será infinitamente mais dolorsa e difícil. Nesse panorama, como Jack por exemplo, reagiria ao descobrir que a realação que conseguiu reconstruir com o filho (e o próprio) é uma mentira?

    Aliás, por falar de eventos que devem levar aqueles personagens a terem seus choques de conciência, será que é razoável imaginar que durante a operação que fará em Locke, Jack possa acabar tendo flashes da ilha? Digo isso, porque no início dessa temporada, o médico meio que dá uma de homem de fé quando diz a um incrédulo Locke que nada era irreverssível. Faz sentido? Seria esse o evento catalisador para Jack, talvez?

    Na nem tão longa sequência que finalmente marcou o emocionado reencontro entre Sun e Jin na ilha da estação Hidra, Zoe domina Sawyer e cia, diz que o acordo que ele tinha com Widmore estava desfeito e autoriza o primeiro disparo do grande conflito que tomará corpo no derradeiro arco da série. Na ilha principal, uma bomba cai na praia e Jack escapa por pouco (com um ferimento no pescoço curiosamente parecido com aquele que sua contraparte observa no espelho dentro do Oceanic na abertura da temporada) ao ser salvo por (F)Locke, que interpreta na atitude de Jack de voltar ao seu grupo, como a certeza que parecia lhe faltar: o último recruta estava com ele.

    Repercutindo o episódio

    “LOST provou mais uma vez (como se precisasse) que é uma série que jamais se perdeu e que os eventuais tropeços em sua trajetória serviram para um incomensurável crescimento. The Last Recruit trouxe a grande traição de Widmore, a explicação definitiva sobre os fantasmas da ilha (como Christian Sheppard), a esperada reunião de Jin e Sun e finalmente abriu alas para o início histórico do fim de um dos maiores e mais bem contados dramas do nosso tempo.”

    Bruno Carvalho – Ligado em Série

    ***

    “The Last Recruit é o tipo de episódio que nós estamos acostumados a ver em Lost. Muitas tramas tendo de se mover desesperadamente, eventos sendo armados, pequenos detalhes inseridos sutilmente para confundir ou realmente trazer algo significativo à trama principal… Mas ao contrário dos seus antecessores recentes, ele conseguiu encaixar tudo de uma maneira tão leve, tão orgânica e com algumas cenas fortes e altamente esperadas, que mesmo não sendo o melhor de todos, é sem sombra de dúvida o ápice da explosiva sexta temporada..”

    Mateus Borges – Série Maníacos

    ***

    “Finalmente, depois de uma dúzia de episódios, Carlton Cuse e Damon Lindelof justificaram todo o desenvolvimento da temporada: de certa maneira, Lost estava apenas preparando um grande reencontro de todos os personagens principais em função de choques pessoais ou de epifanias provocadas pelo amor ou pelas intervenções de Desmond. Mas, mais do que isso, estava conduzindo esta narrativa paralela enquanto, na ilha, os incidentes transcorriam em ritmo perfeito para levar a uma confluência paradoxal das duas linhas paralelas.”

    Pablo Villaça – Cinema em Cena

    ***

    “O diálogo entre Jack e "Locke" no início me fez pensar em toda a série em apenas alguns segundos. Sério, quando Jack perguntou se "Locke" tinha se passado por Christian e a resposta foi um "sim", muita coisa passou pela minha cabeça e fiquei feliz por um motivo: mesmo já tendo assistido cada episódio uma dúzia de vezes, será bem interessante rever toda a série conhecendo alguns elementos como conhecemos hoje!”

    Leco Leite – Teorias Lost

    ***

    “Se ‘The Last Recruit’ não foi tão elegante em alguns aspector, foi satisfatório em tantos outros e certamente atiçou meu apetite para o que está por vir. Foi de maneira geral, agradável ver as pontas soltas em ambas as linhas narrativas sendo amarradas de uma maneira tão firme.”

    Maureen Ryan – The Watcher Chicago Tribune

    ***

    “Pela primeira vez desde a estreia da temporada, não nos focamos em apenas um personagem ou casal, mas em vez disso ficamos saltando de pessoa a pessoa, de história para história à medida em que todos se reunem tanto no mundo real quanto no da paralela. Vimos desfechos de alguns arcos e/ou mistérios – o monstro admitiu que aparecera como monstro ao longo desses anos, Jin e Sun finalmente reunidos, Kate fazendo as pazes com Claire – e algumas belas atuações de praticamente todo o elenco.”

    Allan Sepinwall – What’s Allan Watching

    ***

    “Jack é um homem de Fé agora: Dr. Jack Shepard deu um giro de 180 graus partindo de onde começou na série como o ‘homem da razão’, dando (tanto física, quanto emocionalmente) seu salto de fé como Sawyer descreveu, ao pular do barco para descobrir o que a ilha precisa dele. A cada episódio, Jack está assumindo cada vez mais a postura daquele que será o substituto de Jacob – o que, claro, provavelmente significa que esse papel não caberá a ele. Ainda que o Locke monstro acredite que Jack esteja com ele agora, eu aposto uma grana que Jack vai se manter firme e não cederá a ele.”

    Kristin dos Santos – Watch with Kristin

    ***

    “The Last Recruit não me impressionou. Algumas coisas realmente me incomodaram na verdade, mas ele foi um necessário episódio preparatório para o arco final da temporada (e da série!), e não vou julgá-lo de forma radical. Mas posso apenas dizer que a fala de Lapidus “Parece que alguém recuperou a voz” pode ter sido a mais melodramática da história de Lost?! ”

    Jeff Jensen – EW

    ***

    “Só eu fiquei me perguntando se Jack morreu na explosão e foi trazido de volta a vida pelo homem de preto? Afirmo essa teoria dizendo que seria uma história perfeita de ver: Jack, agora tomado pela escuridão, lutaria contra ela, mostrando que apesar do destino estar formado, até lá somos nós que fazemos nossas escolhas, sendo possível escolher um lado bom, lutando arduamente contra o ladro negro. Vai dizer que não seria épico?”

    Caio Mello – Apaixonados por Séries

    ***

    “Já que o series finale está ali na esquina em 23 de maio, que tal acelerar a narrativa? Em vez de gastar 45minutos com um único personagem enchendo linguiça, que tal misturar tudo? A tal descentralização dos flashsideways será elogiada por todos pelo simples motivo de que finalmente a história parece andar a passos apressados e ir direto ao assunto.”

    Camila Saccomori – Fora de Série

    ***

    “Lost chegou a um ponto em que não há mais foco em um ou outro personagem, e as atitudes de cada um se fazem fundamentais e decisivas para o desfecho da trama. São atitudes que cativam e chamam a responsabilidade da situação... gora que todos estão reunidos (no caso de alguns, posicionados no local de destino de todas as equipes) a ordem é lutar pela passagem de saída da ilha. Apenas Jack parece perceber que há algo errado neste objetivo, e cogita permanecer ali. Talvez os demais candidatos acabem tomando consciência e 'façam coro' ao doutor neste salto de fé.”

    André Gomes e Natália Camilo – Previously on Lost

    ***

    “Se na realidade paralela “The Last Recruit” começou a fazer a costura definitiva unindo as histórias individuais dos losties, em suas reviravoltas e acontecimentos na ilha provoca uma reflexão sobre o verdadeiro sentido de tudo aquilo. Resumindo, é um episódio que, explosões e armas apontadas à parte, promove novamente a velha discussão de fins e meios junto a alguns dos envolvidos nestes momentos que já se anunciam finais.”

    Carlos Alexandre Monteiro - Lost in Lost



Dudecast #50(!) vem aí...

158 comentários:

Lightning0512 disse...

Galeira, a mulher do jack na realidade paralela, na qual ele aparece falando no telefone com ela, é a Juliet. SO pode ser ela !

Talles Brito disse...

"Um mundo irreal e ilusório que teria sido criado pelo monstro como forma de responder às promessas feitas na ilha"

Tipo discordo, acho que a realidade paralela foi "pensada" por Jacob para tentar se salvar da espetada que levou de Ben no último episódio da 5º temporada.

Em outras palavras, a detonação da bomba era em pró do Jacob e não do Flocke.

Talles Brito disse...

A não ser que não saibamos quem é realmente "O MONSTRO", o bem e o mal não está definido ainda... pelo menos pra mim.

FM disse...

Já que você citou Matrix, espero que Lost não termine como Matrix terminou. Uma guerrinha de homens e máquinas.

Galdir Reges disse...

"Seria Eloise Hawking, a primeira recruta do monstro?" Excelente pergunta gente!!!! :) O monstro compraria ela facil com a promessa de trazer Daniel de volta!

Quéroul disse...

o destaque da cena de Sayid e Desmond fica por conta de ser uma coisa completamente 'descolada' do episódio. quero dizer, me pareceu tão descabida com tudo que acontecia que eu ignorei mesmo.
me emocionei horrores e chorei na hora que Sun vê Locke na maca; aliás, chorei mais aí do que no reencontro de Sun e Jin, que foi bonito, mas foi meio 'frio' pra mim.

amei Jack nesse episódio.

ah, que tristeza que tá acabando.
esse episódio foi lindo demais.

Doraemon disse...

Por partes:

1- Christian fora da ilha = Claire fora da ilha... = Charlie fora da ilha? Esses "espíritos" estão em outra categoria.

2- Não entendo essa insistência em achar que o John da paralela é o fumaça. Elen teria reconhecido.

3- A única brecha que consegui pensar para a distância temporal entre os coreanos e John é a demora que foi para Bakunin chegar até o casal. Não se sabe de onde ele veio. Pode ter demorado para ele pegar um vôo e chegar até lá. Até então, Keamy pode ter passado uma noite lá no hotel.

(Suponhamos que o casal passou a noite no aeroporto e saíram bem cedo. E lembremos que Locke foi demitido logo que chegou no serviço. Ou seja, ele teve o dia inteiro livre.)

(Kwon) Dia do voo. Dia do sexo. Dia do Keamy. Dia do Bakunin / Banco / Restaurante.

(John) Dia do voo. Dia da demissão e agência de empregos. Primeiro dia na escola. Segundo dia na escola.

Os eventos de Dr. Linus teriam acontecido em um curto espaço de tempo. Mas ainda assim vão casar.

Fernando disse...

CA, interessante a teoria: "será que dá para acrescentar mais um elemento à mistura dizendo que Eloise Hawking tenha sido há muito tempo atrás a primeira e maior colaboradora do plano daquela entidade?"

entretanto, acho pouco provável.

mesmo que tenha fortes indícios (eloise mandando trazer o corpo de locke que, posteriormente, seria tomado pelo próprio MIB), entendo que esse embate bem x mal era imprescindível para os planos de jacob.

ou seja, para que a ilha fique, de fato, protegida, os candidatos teriam que ser submetidos a esta prova moral....prova esta que somente foi oportunizada com a volta de todos os personagens, incluindo-se o cadáver de locke

Doraemon disse...

4- Se Alpert aparecer, isso é confirmação de que se trata de uma ilusão, e não uma realidade paralela. Uma realidade paralela seria paralela do começo ao fim dos tempos. Alpert deveria estar em sua época normal, sem ganhar vida eterna.

5- Desmond tem modus operandi diferente do de Jacob. Ele insiste. Ele é mais assertivo. Ele tenta argumentar e convencer. Coisa que Jacob jamais fez. Ele dava a opção e queria que as pessoas fizessem escolhas.

6- Jack prometera à Sun que ia tirar ela da ilha. Afinal, ela tem uma filha fora de lá. Mas enquanto estava no barco, ele voltou a pensar (aliás, ele está pensando muito, isso é bom). E só estava conversando com Sawyer. Foi o Sawyer que o mandou pular do barco. Tanto que Jack solta um "Whaaaaat" quando Sawyer fala para ele saltar fora.

Hugo_O disse...

Sobre a aparente inconsistência de tempo na paralela entre o que foi vivido por Sun e Jin depois da aterrissagem e os outros, o SuperHiperUltraMega foi um dos primeiro a levantar a bola, lá nos comentários do sneak peek. Realmente me chamou a atenção, porque a edição do episódio dá a entender que Keamy chegou no dia seguinte do strip da coreana. E em Last Recruit tivemos uma dica na cena da delegacia em que Sawyer diz a Kate sobre passar mais ou menos uma semana desde que o voo chegou. Podemos concluir a inconsistência? A meu ver ainda não, pq se as mesmas roupas dos Kwon nos mostram que antes de irem p/ cama e funhanharem aquele é o dia do voo, a falta delas (roupas) no take seguinte dá a entender (mas não garante) que aquele fosse o dia seguinte. Mas meu ponto (um pouco forçado, mas possível) p/ tentar explicar a situação é: e se Sun e Jin resolveram viver uma pequena lua de mel e passaram mais tempo no Hotel? É possível ainda, já que não lembro de outros indícios temporais.

Quanto ao MIB/Christian. Eu acho muito plausível, até porque era uma das principais suspeitas. Fator pró: barraca do Jacob habitada por 'FChristian' e pasmem, Claire! em temporadas passadas. Suspeito a um tempo que foi ela que abriu o circulo de cinzas lá.
Fatores contra: aparições em lugares off-island. P/ isso podemos pensar em outras hipóteses: alucinações (pouco provável); outras entidades assumindo o papel dos mortos; os próprios mortos; e uma coisa pouquíssimo provável: MIB fora da ilha em 'condicionais'?? afinal: sabemos que ele não pode voar sobre as águas, mas num meio de transporte ele pode (vide barco). A questão volta: 'mas e como ele estaria fora, se uma das teorias é que ele é quem estava preso na barraca?'. Bom, também sabemos que em vários momentos ele já estava solto na ilha (em 'condicional'??). Será que é possível imaginar que durante convocações ou outros ele ficasse fora da barraca (e talvez se conseguisse, até mesmo fora da ilha?) e algo o 'convocasse' ou o obrigasse/atraísse de volta p/ barraca/ilha? Eu mesmo acho um pouco forçado e lancei isto mais p/ instigar também, mas agora estou procurando argumentos contra.
Vou parando por aqui e mais p/ frente comento os outros pontos.

Hugo_O disse...

@Doraemon: sobre Locke/FLocke da paralela - seu argumento 2 pode não estar certo: afinal, como Helen poderia saber se Locke é FLocke na paralela se talvez (segundo teorias) nem FLocke sabe que é FLocke (ele acha que é Locke, mas não sabe que não é).
Eu também estou inclinado a acreditar que Locke é Locke na paralela, mas talvez isso esteja mais contaminado pela vontade de ver Locke vivo em algum lugar do que por fatos. Eu ainda não concluí quem é aquele da paralela.

Sobre os Kwon, já estávamos levantando umas hipóteses lá no post dos sneak peeks p/ esse capítulo e concordo com vc: a edição corta do strip/making out dos dois p/ 'café da manhã na cama', mas apesar de induzir muito forte que seja o dia seguinte, não lembro nada que garanta isso na cena.

Fagner disse...

Bom, antes de qualquer coisa, gostaria de elogiar o sempre excelente trabalho do Dude we are Lost. Não terminei de ler o post inteiro (que está estenso e, aparentemente, incrivelmente bom), mas gostaria só de comentar uma coisa por enquanto:

E aquele Christian que Jack viu num flash forward? Também era o monstro? Óbvio que não porque sabemos que o monstro não podia sair da ilha, portanto naquela ocasião só dá para imaginar que influenciado por remédios pesados, o que Jack teve foi uma alucinação de seu pai.
------------------------------

Nisso aqui eu discordo... Até porque, na minha opinião (OPINIÃO), ficou bastante claro que os produtores colocaram aquele "Alerta de incêndio" como dica, e não como uma "pegadinha". Não sabemos ainda (ao certo) todas as propriedades do smoke m... portanto, acredito que podemos afirmar sim que aquilo poderia ser ele, assim como o que apareceu para o Michael.

Importante destacar que, em ambas situações, o monstro ficou apenas alguns segundos (2 ou 3) aparecendo, então, pode ser apenas uma ilusão provocada por ele (alguém gritou holografia?) ou alguma aparição ultra rápida... Enfim... Acredito realmente que o Christian que apareceu para o Michael e para o próprio Jack, na sala de espera, era o monstro.

Hugo_O disse...

Sobre Eloise: sabemos que ela de fato contribuiu p/ que o LoopHole fosse criado - vide mandar todos de volta da ilha com o corpo de Locke.
Mas acho que o quanto disso foi intencional ainda está em questão.
1-Ela pode ter feito deliberadamente, a partir de um contato com MIB;
2-Ela pode ter sido enganada por MIB (pouco provável, pq a 'véia' parece quase onisciente);
3-Ela foi forçada de alguma forma pelo MIB (isso pelo menos não tiraria o fator consciência dela).

A n.o1 a meu ver parece bastante consistente com a aparente motivação dela segundo o próprio post do Davi e de fato, no último FlashSideway seu comportamento foi muito suspeito.

Comentei lá no post principal do epi, mas vou colocar os links novamente sobre a diferenças dos broches de Eloise na realidade original e paralela p/ quem não viu:

Broche do Happilly Ever After:
http://gallery.lost-media.com/albums/ep-caps/season6/6x11/happily228.jpg

Broche do Flash Before Your Eyes:
http://photogallery.longlostlist.net/albums/userpics/flashes-cap580.jpg

Na realidade dita normal, aparentemente temos o símbolo da eternidade, ou ciclo,'∞' e na paralela, retas paralelas //com estrelas de oito pontas? ** (ou estrelas do caos?)
A diferença entre os símbolos seria afinal um indício da consciência de Eloise das duas realidades? Meu chute é que sim.

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

Davi concordo com vc que a cena do reencontro da Claire e jack podeira ser mais emocionanete, mas mesmo que não tenha tido aquela emoção que teve por exemplo no reencontro de jin e sun , eu chorei, heheh
Ansiosa pelo dudecast 50!!

Hugo_O disse...

@Fagner-quem medera ser um peixe. (heheh foi mal, não pude resistir)
É, cara... tenho pensado sobre isso também. Se puder, dá uma lida no meu post acima. P/ mim, não acho que toda e qualquer aparição de mortos tenha sido pelo MIB, mas ultimamente tenho repensado algumas coisas.

Mariana Gurgel disse...

Concordo plenamentecom a teoria de Hawking ter algum pacto com MIB.

Já havia pensado nisso também desde que foi levantada a hipótese de a realidade paralela ter sido criada como forma de Eloise ter seu filho de volta, já que eu já tinha me posicionado a respeito de essa realidade paralela ter sido criada realmente pelo MIB.

E se formos pensar bem, tal como explicou o Davi no post, todos os fatos que desencadearam na morte de Locke, na volta dos losties para a ilha e, consequentemente, no assassinato de Jacob (já que o MIB só conseguiu isso pelo fato de ter assumido a forma de Locke e, com isso, influenciado Ben a fazê-lo) tiveram o dedo da Eloise!!

Acho muitíssimo provável que tal teoria se confirme! Só vou ficar triste porque não vai ser uma surpresa pra mim :P

silviaHelena disse...

Curioso como Kate continua sendo a mesma na realidade paralela, seria pelo fato de que o MIB não precisar dela? ou seria pq essa é a verdadeira natureza dela e nem ela mesma deseja modificar? ou seria ainda pq foi a unica a não cair na lábia do MIB?
Kate é a personagem menos confiável, não que ela seja malévola, eu diria extremamente egoísta. Ela poderia querer o cara do aviãozinho de volta ao menos RsRs

Airton disse...

Acredito que a realidade paralela mostrada hoje é uma realidade paralela que irá acontecer depois ( haja visto o machucado no pescoço do Jack ) ou seja, poderemos interpretar uma realidade paralela com a detonação da bomba uma outra realidade, talvez os flash backs até hoje mostrados.....

Catu disse...

Ninguém achou estranho o poço (que antes era fundo e terminava num caminho que ia dar na "roda", e inclusive o (F)Locke joga uma tocha para demonstrar ao Desmond como era fundo) ser raso e cheio dagua?

Hugo_O disse...

@Catu: sim... eu tinha pensado nisso também, mas achei q simplesmente valorizaram muito a cena/questão antes do Desmond ser jogado (tanto que naquela altura cheguei a pensar: 'Como será q vão justificar Desmond vivo depois? Será que parecido com Locke no poço perto da orquídea'). Eu simplesmente deixei quieto achando novamente que foi de certa forma recurso narrativo, colocar a vida do Desmond em dúvida p/ todos os espectadores, talvez?

Fagner disse...

Ufa... Excelente Post de Easter Egg, turma do Dude... parabéns... Achei que tudo ficou muito bem explicado.
Agora, minhas opiniões:

------------------------------
1 - Nem me preocupo mais com a relação tempo/espaço/lógica de LOST... Sério... desde aquela gafe MEDONHA dos produtores na quarta temporada (que fazem o Michael voltar, chegar a ilha, voltar para os EUA, romper com o filho, tentar se matar, etc, etc) em 15 dias, parei de me preocupar com isso.

Como muitíssimo bem destacou a equipe do Dude no post de Easter Eggs, É completamente ilógico analisar a trajetória do Locke e da Sun, com os dois chegando ao mesmo tempo no hospital, assim como não faz sentido nenhum o Sawyer dizer a Kate que eles se viram há uma semana atrás no vôo da Oceanic, pois logo em seguida ele vai atender a ocorrência do Saiyd, que também só havia chegado há dois dias.

Erro de continuidade é com Daman Lindelof e Carlton Cuse...rs... Não tem jeito mesmo não...

Mas é importante destacar, no meu ponto de vista, que no fundo, LOST é só uma série de TV... Então apesar de destacar os erros, acho que a atitude do Dude é exatamente a correta a se fazer: Os erros existem? De fato? SIM!!!

Isso prejudica o entretenimento como um todo? NÃO!!!

Só pra mulecada chata que não tem o que fazer, e fica enchendo o pessoal do Dude de "abobrinhas"

XD

Mais uma vez, parabéns pelo excelente post.

Wellington Oliveira disse...

Aquele não era o poço que levava a Roda. O que levava a roda foi contruido pela Dharma e fechado na contrução da Orquidea. Esse parece ter sido construído antes. E de noite não havia meios para se analizar sua profundidade. Vimos que era sufiente para aprisionar o Desmond.

JOHN disse...

Davi, um easter egg que não mencionaste :

Na cena entre Sawyer e Kate na delegacia, mostram bem duas maçãs, uma que ele come e especialmente a que oferece pra ela, e que fica em cima da mesa toda a cena.

Alusão á Adão e Eva? Talvez.

Seriam os dois um só candidato, 15 e 51, para enganar o MIB?

Li num site que a bolsinha preta que Jack encontra com os cadáveres é parecida com uma bolsinha que Sawyer guarda numa caixinha na casa dharma, e na qual ele está mexendo quando Kate chega, após saírem do templo.Sinceramente, não lembro.

Concordo com o Fagner, e também não acho ''óbvio'' que a aparição de Christian fora da ilha não seja o MIB.

''Eloise, que na ocasião ainda ressaltou que era importante que o corpo de Locke tivesse algo que fora usado pelo pai de Jack. Coincidência ou a senha que o monstro precisava para saber exatamente quem deveria usar para por em prática seu plano de matar Jacob?''

Acho que o fato dele estar morto e num caixão seria o suficiente para o MIB reconhecê-lo e dispensaria qualquer senha adicional.

Fagner disse...

Ainda falando dos erros do episódio... Como tudo foi corrido nesse 6X13, não? O reencontro do Jin e da Sun ainda ficou bom, mas o do Jack e da Claire ou do Saiyd e do Des, ou ainda do Dude com a Claire (PS: Como o Hurley é um cara que vê beleza em tudo... ao ver a Claire, o gordinho me solta "Você está ÓTIMA"... Por essas e outras o Hurley é um personagem tão legal e descontraído no mundo de LOST).

A impressão que dá é a mesma das temporadas passadas... quando vai se aproximando do final, LOST vai meio que "atropelando" pra colocar as peças em ordem. Foi assim na tericeira e na quarta, e não seria diferente agora.

Automaticamente, me vem a cabeça a imagem do puppet dizendo "Theres no time for..."

Enfim, o episódio não foi brilhante, mas também está muitíssimo longe de ser decepcionante... Achei um episódio, como foi o 6X12, simplesmente bom.

Hugo_O disse...

@Fagner: eita, cara... o pessoal só tá comentando sobre a possível inconsistência de tempo porque o próprio Davi colocou um parágrafo grande sobre o tema, sendo que isso nem desmerece a série. Quem é meio fissurado em Lost presta atenção em tudo, até em pequenos deslizes (vide Lostpedia. Os caras lá são completamente malucos por Lost).
Se vc acha que alguma coisa dita aqui é abobrinha, eu gostaria que você apontasse, por ex.

@Wellington: veja o que é a falta de atenção minha, no caso: nem prestei atenção ao Catu falando sobre a tal roda e acabei só falando sobre a questão da altura do poço, tanto que comparei com o outro poço e situação, da Orquidea. É, eu realmente preciso prestar mais atenção antes de postar. ahaha

Fagner disse...

Seria Eloise Hawking, a primeira recruta do monstro?

Já pensou? A impressão eu tenho é de que a sra Hawking é uma pessoa inteligente pra caramba na trama... Mas será que foi ela a recruta em troca da vida de Daniel? Pois tudo leva a crer que, na paralela, ela é uma das personagens cientes do que está acontecendo por alí (aparentemente, ao menos). e como muitíssimo bem destacou o Hugo, os broches dela são o tipo de dica que os produtores adoram dar.

Não leio spoilers... sou completamente anti-spoiler (do tipo que não vê nem o script de quem vai participar do episódio ou o resumo oficial da ABC), mas se você, Davi, pensou nisso da Eloise sem se basear em nenhum spoiler... cara... meus parabéns... que capacidade de análise f*dida... rs... sério mesmo... Não imaginaria a Heloise como uma recruta do MiB...

Fagner disse...

Não Hugo, não cara... de forma alguma quis dizer isso em relação aos posts que estão aqui agora... Quem só fala abobrinha são os Throlls que aparecem por aqui, e começam: "A série está um lixo, nada presta, os produtores não sabiam nada e tão inventando agora, pessoal do dude só elogia os produtores da série, mimimimimi".

Esses comentários que eu critico, não os que estão analisando (como é o caso dos que estão aqui nesse momento).

Não leve pro lado pessoal Dude, não foi a intenção

=D

Hugo_O disse...

@John: sobre a questão do que o Davi falou sobre 'senha' pode ser também o seguinte (me corrija se eu estiver errado, Davi): o monstro tem um conhecimento absurdo sobre os acontecimentos da ilha, desde os tempos remotos até os mais atuais (vide o timing dele no importante momento em que leva Richard e Ben para que Alpert remova a bala de Locke e o convença que ele tenha que morrer).
Mas e fora da ilha? Será que era importante que alguém desse alguma dica de acontecimentos que estivessem fora do seu alcance de conhecimento p/ abrir o tal loophole? Seria a relação dos dois mortos (Christian-Locke) importante p/ tal? Aparentemente sim. Estamos analisando a linha de tempo linearmente, mas se imaginarmos em termos de loops, universos paralelos ou qualquer outra viagem, talvez precisássemos de uma relação entre um fato anterior (corpo de Christian) com um posterior (corpo de Locke) p/ saber da relação dos dois p/ abrir o loophole. E de fato, ao longo da série, os encontros entre os dois foram bastante decisivos p/ desencadear essa sequência (e isso acho que vai ser um dos principais fatores p/ refutar que os produtores não sabiam de absolutamente nada quando criaram os mistérios).
Pensando nisso tudo, contribui ainda mais p/ que Eloise tenha ajudado o MIB (voluntariamente ou de maneira forçada).

Hugo_O disse...

@Fagner: não posso ganhar os créditos p/o broche. Achei isso em um outro post sobre easter eggs em outro site. Achei interessante pq eu mesmo não tinha prestado atenção nisso, e de fato em quase toda a cena, o close em Eloise é suficiente p/ mostrar claramente o broche (e por isso de eu não achar q era uma mera coincidência).

ze das couves disse...

Só uma hipótese para explicar o MIB fora da ilha como o pai do Jack: pode ser que ele consiga "projetar" uma imagem, mas não sair "fisicamente". É uma explicação boba, mas já seria satisfatória.

Davi Garcia disse...

@Fagner, não levo nada pro lado pessoal aqui. Todo mundo pode e deve discordar quando entender que deva fazê-lo ;)

@Hugo, quem sou eu para corrigir alguém. Teus apontamentos fazem todo sentido também. Essa discussào que se levanta aqui nos comentários é essencial para expandir uma ou outra ideia que eu tenha levantado no post.

Abraço a todos!

Fagner disse...

Não Davi, não falei pra você não levar pro lado pessoal, falei pro Hugo

=D

Perdão se me espressei mal

Roger disse...

Como eu disse, inconsistente, mas afeta decisivamente alguma coisa daquela trama? Não.

eu nem vejo isso como o Hugo e o Fagner falaram, de erro de produção

pra mim isso é uma dica sobre o tempo, q o tempo de lost não é igual ao tempo da vida real

ja teve muitos dessas dicas, a do medico do cargueiro q morreu antes de morrer (huashusahu, vai entender isso), o lance do chopper do frank sair de dia e derepente virar noite, essas coisas

eu acho q o tempo deles é só O DA CABEÇA DELES, não é possivel q o darlton cometa um erro infantil desse, é muito idiota

eu sempre critiquei o seriado por causa dos erros e das entrevistas dos caras, mas isso aí já é muito de proposito na minha opinião

o q eu acho é q ao manipular as pessoas na ilha, elas seja "arrastadas " na outra realidade, como se tivessem ligadas por algo invisível, um imã invisivel, pra ilustrar a ideia

essa ligação parece q passa por cima do tempo e do espaço, talvez por isso tenha tantos erros desse tipo

Hugo_O disse...

@Fagner e Davi: blz, caras!
Bom, acho que (como usual) escrevi demais.. hehehe vou deixar o espaço p/os outros comentarem também, queria saber o que acham de tudo o que já foi levantado.
Aguardando o dudecast!
Abraço

[小沢]

JOHN disse...

Hugo, já que mencionaste, defina pra mim o que é loophole. Não literalmente, mas o que seria na trama. Tenho visto vários entendimentos sobre o que seria, e gostaria de saber o teu. Abraço.

Fagner disse...

Só uma pergunta Davi: Você acha, na sua opinião mesmo, que os numbers vão ser citados ainda? Ou o que vai ficar vai ser a equação de Valenzetti mesmo e boas?

Porque caso seja, gostaria de sugerir uma matéria explicando os Numbers, pois muita gente (eu, por exemplo) não teve tempo / oportunidade de acompanhar os Args da série referentes aos Bad Numbers.

Parabéns pelo excelente trabalho de sempre

Abraços

griin disse...

Esse blog é phodástico! haha

Sobre o broche, também acho que não é coincidência. O figurino não pode ter feito isso sem querer...

Também concordo de Lapidus só está ai para pilotar o avião... isso se pilotar né...

E o Bernard e a Rose? E o Vincent? Será que serão esquecidos na série?

Davi Garcia disse...

Fagner, sinceramente acho improvável que a trama ainda vá abordar os números de novo. Para quando a série acabar, a ideia é levantar esses pontos que eventualmente ficarão um pouco mais soltos ;)

Abraço!

JOHN disse...

Davi, afinal de contas, por que os oceanic six tinham que voltar pra ilha?

Seria porque o MIB precisava deles lá para fugir? No fim o Aaron nem voltou...

Aliás, foi o MIB na cabana que primeiro disse pro Locke que ele tinha que mover a ilha, não foi?

Seria teoricamente pra protegê-la do Widmore, mas na verdade acho que MIB queria era que Locke saísse da ilha e morresse pra depois voltar e pegar seu corpo, mas Ben girou a roda em seu lugar e bagunçou tudo, tanto que Locke teve que girá-la de novo.

João Paulo disse...

ABC has found more time to say goobye to "Lost."

The network has decided to supersize its farewell to the iconic drama, expanding a previously announced one-hour pre-show to two full hours. The special is now expected to air from 7-9 p.m. on Sunday, May 23, right before the two-hour "Lost" finale.

Add in a special "Jimmy Kimmel Live" -- "Lost: After the Final Rose"-- airing that Sunday, and ABC is now planning to devote no less than five hours of airtime to the "Lost" swan song.

That's really showing some (Dharma) initiative!

OMFG!!!

Jô Domingos disse...

Davi escreveu:"dentre todos os personagens da trama da ilha, Lapidus continua sendo um dos poucos cuja função não está claramente definida. Ou está? Ficar vivo só para poder pilotar o avião, talvez?"
Olha Davi, possa que a função de Lapidus seja essa, mas penso que sua participação ainda na estória é apenas para criar o mistério sobre a saída ou não dos losties da ilha. Afinal, eliminando a personagem do piloto, elimina-se tb a possibilidade de o avião decolar. O que vc acha ?

Gustavo disse...

Sei lá... pra mim Eloise recomendou que voutassem com o corpo de Locke pra criar uma condição o mais parecida possível com a primeira queda do avião... garantindo assim o sucesso da viajem, que pelo visto envolvia muito mais que fatores físicos ou geográficos...

Existem regras... pra sair da ilha, pra voutar pra ilha... assim como Ben e Widmore parece que Eloise tem algum conhecimento de como funciona essas regras.

Falando em regras... existem outras como as que tratam da culpa por matar alguém (tipo o gurizinho que aparece diz: "vc não pode mata-lo", Flocke usou Ben, Dogen tentou usar Sayde...)

E ai eles constumam falar "a ilha não terminou com vc"... Mas o que rege a 'vontade da ilha', quem ou o que está por trás dessas regras? Aguardo a resposta.

Ainda não comprei essa idéia de Matrix... a realidade paralela não me parece uma ilusão... mesmo estando em linhas temporais diferentes da impressão que certas ações em uma realidade causam um reflexo ou uma reação na outra...
Não acho que tudo é por acaso, tem sim um grande propósito envolvendo a ilha (ou podemos nos contentar em saber que uma é rolha e pronto?) Mas quando se trata da realidade paralela penso que deve ser unicamente fruto da intervenção de Faraday, não foi planejada ou predestinada, ela não deveria existir ... mas existe e não é uma ilusão.
Resta esperar pra ver como essa realidade (a paralela) entra no contexto do grande propósito envolvendo a ilha.

Aliás, ainda acredito que a ilha fez de Jacob e Flocke o que eles são... entender a origem deles nos ajudará a entender como a ilha e suas regras funcionam. Por que certas coisas foram predestinadas, qual é exatamente o grande objetivo? Salvar o mundo? seria isso simplesmente salvar a realidade paralela? acho que não é tão simples assim.

Gustavo disse...

Quanto a Eloise a velha realmente sabe demais, mas isso não é de se espantar... Se o pai de Ben trabalhou na Dharma, as coisas com Eloise não devem ter mudado na paralela... ela viveu na ilha, fez parte na iniciativa Dharma (não sabemos o nível de conhecimento da Dharma sobre a ilha na paralela) ... e ainda tem o diário de Faraday ou o prórpio Faraday (da realidade'verdadeira') que de alguma forma pode ter lhe dado informações especiais. E outra parece que o Widmore sabe tanto quanto ela.
Ela sabe muito mas não deve ser a grande mentora por trás de tudo ou a criadora da realidade paralela.

Talles Brito disse...

@Fernando

E aquele Christian que Jack viu num flash forward? Também era o monstro? Óbvio que não porque sabemos que o monstro não podia sair da ilha, portanto naquela ocasião só dá para imaginar que influenciado por remédios pesados, o que Jack teve foi uma alucinação de seu pai.
------------------------------

Nisso aqui eu discordo... Até porque, na minha opinião (OPINIÃO), ficou bastante claro que os produtores colocaram aquele "Alerta de incêndio" como dica, e não como uma "pegadinha". Não sabemos ainda (ao certo) todas as propriedades do smoke m... portanto, acredito que podemos afirmar sim que aquilo poderia ser ele, assim como o que apareceu para o Michael.


O melhor de Lost é ver o povo teorizando, teorizando, discutindo, escrevendo teorias e fan-fics.

Aí vem o Carlton e o Damon e TCHAN:

PEGADINHA DO MALANDRO!!!!

Wellington disse...

uhauahuahuahuahauhauhahua! tem gente mandando post pro Carlos Alexandre aqui! uahuahauhauhauhau


ah! e ô povo sem memória heim? o que mais leio aqui é gente com teoria pra coias que já foram respondidas como quem é o monstro de fumaça.

Tarcisio disse...

nao vou negar que a unica coisa que ficou na minha cabeça depois de ver o episodio foi justamente pensar se a Eloise pode ser uma ajudante do Flocke!

Andre disse...

perceberam que o dia da exibiçao do ultimo episodio sera 23, sera algum indicio de que o Jack sera a chave de tudo no final?

Ugly Betty disse...

Será que (F)Locke sabia que o John Locke fora da ilha estava preso a uma cadeira de rodas? Será que Eloise Hawking sabia?

Luciano SC disse...

"“Fiz isso para ajudá-lo, Jack”, disse (F)Locke, e se nem o médico pareceu acreditar naquelas palavras, por que deveríamos?"

Concordo com você Davi; tanto é verdade que antes de Jack encontrar água ele por pouco não morreu quando foi atraído pelo monstro e quase despencou de um desfiladeiro, o que só não aconteceu porque "ironicamente" Locke o salva.
Eu acho que a verdadeira intenção do MIB era matar Jack.

O que você acha Davi?

Dennis disse...

Na promo desse episódio o Sayid atira no Desmond!!!!

Danilo disse...

Eles tão deixando essa temporada cheia de furos pra pdoer resolver tudo

Paula disse...

"ilha principal, uma bomba cai na praia e Jack escapa por pouco (com um ferimento no pescoço curiosamente parecido com aquele que sua contraparte observa no espelho dentro do Oceanic na abertura da temporada)" ==> Isso pode ser um indicio q a realidade paralela, na verdade não é tao paralela assim.. O evento q causou essa realidade nao foi a bomba, q pra mim nunca foi detonada, mas sim um evento q vai ainda ocorrer!!!! Esta parecendo o final de Donnie Darko...

Rico Bacelar disse...

Pergunta: ficou esclarecido que o pai de Jack na 1ª Temporada era o Homem de Preto, mas onde foi parar o cadáver de Christian Shepard ??? O do Locke apareceu...

gg disse...

Para quem gosta da atriz Elizabeth "Libby" Smith, ela aparece no House 06x18 como ex/atual mulher do Wilson!

SuperHiperUltraMega disse...

Concordo quanto ao Mundo paralelo ter sido criado por Flocke, desde o episódio THE SUBSTITUTE, afinal, é algo q evidência o locke da Ilha,s endo substituto do monstro...

E ao mesmo tempo fora da ilha ele ganha o cargo de prof. Substituto, achei que poderia haver algo relacionado.

E tlavez o nome do MIB seja JOHN, como o locke falou na ambulância...será??

E quanto a Mss. Hawking, tb acho q ela ta de acordo com o monstro, tlavez por isso, fora da Ilha, na realidade normal, ela naum fosse próxima ao Widmore.

Tudo isso pelo Daniel vivo!

(até discuto num antigo comentário essa teoria, queria me crucificar...hehe)

Legal, gostei mto do modo como levou o texto dessa vez.
Foi uma análise beeeem mais detalhada do q das outras vezes, levado em conta LOST INTEIRO, e não apenas fatos do episódio, adorei mtão!

Robson disse...

Essa colocação do Davi sobre a Eloise seria 1a "recruta" do (F)Locke faz sentido...E gostaria de parabenizar por mais um excelente Easter Eggs e pela acertada escolha das repercussões.

Ludovictor disse...

Querem saber? pra mim o (f)Locke nunca precisou de fato dos outros Losties, ele precisava deles pra conseguir seu ultimo recruta = Jack, esse sim importa pro cara, dai pra frente só o tempo dirá.

Robson disse...

Davi eu poderia dar uma sugestão? Já que teremos uma semana sem lost vc poderia fazer um podcast na semana que vem só de spoiler's? Quem apóia levanta o braço aí! hehehe...abraços

RicardolbSdA disse...

[i]Se desde o episódio centrado em Desmond já podemos imaginar que a realidade paralela é tipo uma Matrix, ou seja, um mundo irreal e ilusório que teria sido criado pelo monstro...[/i]

essa sua teoria de a realidade paralela não existir tem consistencia mas não convence até porque não surgiu nada na trama que levasse a crer nisso, é ainda mais absurdo dizer que o monstro a criou.

[i]reencontro entre Jack e Claire na ilha podia ter um pouquinho mais de emoção[/i]
como se pode ter algum sentimento sobre uma irmã que você numca teve?

quando jack salta do barco e decide ficar por conta própria, estava ali o momento mais foda do episódio e provado porque este personagem é insuperavel e mil vezes melhor que o tão aclamado sawyer.

messiah disse...

Só sei que o Dude sempre está certo... Lado negro nem sempre é o lado perdido.. depois desse episódio, o "Lado Negro" nem é tão negro... dá pra trazer o Sayid e a Clarie pro nosso lado... mas a que custo?
ainda bem que tou começando a entender lost... rsss....
bjos, melica... hehehehe...

Juliana disse...

por onde andarão Penny e Charlie Hume?? a titia Elô em um episódio perguntava para Penny a idade do guri, lembram-se??? vai saber dos planos dela né....

Sâmea disse...

A conversa de Jack com (F)Locke para mim mostrou que Locke em sendo um homem de fé só conseguiu servir de marionete do MIB.
Será que para Jack ser esse homem de fé terá outro final?
Por isso torço para que o Locke da paralela seja o verdadeiro, porque mesmo tendo ficado com uma raiva imensa dele quando explodiu o submarino e as outra vezes que tentou impedir a saída dos losties da ilha, ele é o que tem a história de vida mais triste, talvez com exceção do Sawyer.Toda a fé que ele colocava na ilha não pode ter sido em vão.
Quanto a Eloise, muitos insistiram no retorno do Oceanic 6 para ilha...Tá certo que o Widmore o fez antes do Locke morrer, mas Jacob falou da necessidade de todos voltarem quando Locke já estava morto.A não ser que isso fizesse parte dos planos dele, afinal de contas, muitos já disseram que aparentemente ele não fez nada para impedir Ben de matá-lo de próposito

Juliano disse...

O mais legal de lost é que, quem assiste a série, nunca mais verá os episódios anteriores com a mesma idéia que tinha quando viu pela primeira vez, pois a cada episódio nossa percepção sobre o passado e o futuro de lost muda...

Namaste!
http://twitter.com/JulianoOliveira

DioSoft disse...

Parabéns Davi, um dos melhores comentários do Dude... E olha que o episódio nem foi tão bom! Nota 9, porque sempre acho que a opinião da Juliana bate mais conosco, vou sentir mais falta dos posts do Dude, que dos personagens Sayid, Eloise,Widmore e Lapidus.

Um abraço e um afago no Guri!!!

Hugo_O disse...

Bom, acabei de chegar e ler os outros posts. Como deu uma acumulada, vou tentar ir respondendo a quem se referiu de alguma forma aos poucos.. ehehe

Daniel disse...

Demorei mas apareci...rs

Seguinte, não sou um daqueles "fãs" malas q fica cornetando a série por qqr merdinha ou solução que me desagrade. Não sou mesmo.

Mas to achando a coisa toda muito "introdutória"...um episódio de preparação atrás do outro. E a coisa vai se enrolando. Ta ficando parecido com novela da globo, que deixa pra resolver TUDO no último episódio.

O mistério da cabana não é mais abordado em momento nenhum... q é uma parada super intrigante. Chris Shepard, A Roda do time-loop...Tem muita coisa maneira q eles n estão desenvolvendo. Se disser q a série tá EXPLODINDO minha cabeça como eu queria vou estar mentindo. E na verdade todos sabem q não está arrancando os cabelos de ninguém essa 6ª. Continuo com fé...vamos ver.

Hugo_O disse...

@Fagner: vixi, cara.. nem levei p/o lado pessoal. Até pq estou longe de ser um moleque (muito longe, apesar de fazer minhas molecadas as vezes. Aliás, se vc se ofendeu por eu ter brincado com a musica, me desculpe.)
Só pedi p/ vc apontar sobre o que falava pq eu e outros caras comentavam exatamente sobre a possibilidade ou não de erros de tempo/continuidade, assunto que foi tratado no seu post.

Sobre essa questão (tempo/continuidade), sempre acabo dando q uma de advogado dos produtores, até que o último argumento seja questionado.
Quanto a esta questão, só mais um ponto: as roupas são indícios, mas não comprovações sobre a questão dos dias que se passaram desde o voo. Sayid, por exemplo, parece usar pelo menos três mudas de roupa, enquanto os Kwon só duas (e a 'camisola do amor'). Mas repito: apesar de edição dar a entender que foi na manha seguinte, nada impede deles (alias, do Kwon e da Paik, na paralela) terem passado mais dias. Quem quiser mais detalhes sobre o q eu acho do assunto, por favor leia os posts passados, pq senão polui muito. Um contra-argumento: 'e se uns personagens são extremamente porcos (usam a mesma roupa) e outros extremamente asseados? (trocam de roupa varias vezes ao dia)'. Pois é.. espiral infinita... e ponto final. ahaha

Hugo_O disse...

@JOHN: fala, cara.. sempre que acompanho comentários alheios, gosto de ler os teus. Vc é de RS ou de Portugal? Só curiosidade, pq você tem um jeito peculiar de escrever.. Legal.
Então: prefiro usar o termo loophole porque esse é o termo original e acho que fenda ou brecha não traduz a intenção original. É complexo, mas acho que o ponto chave da questão foi a geração de um cenário favorável a toda a sequência que levou a morte de Jacob e aos próximos passos do MIB. Eu geralmente evito falar de teorias (evito também ler, se elas começam a mostrar elementos não vistos na série) pq acho que podem chegar a ser um certo tipo de spoiler (vide lostpedia, q tem uma seção a parte p/ tal), mas o quanto isso tem a ver com a criação da paralela não está totalmente claro (já a volta no tempo, creio que sim.. vide a confiança que Alpert ganha em Locke com seus encontros quando adulto). Algumas mais viajantes dizem que várias realidades (sendo da ilha ou fora) podem ter sido 'rodadas' (ou corridas, no português de Portugal) até q uma ideal fosse encontrada. Eu não gosto muito dessa.. acredito que o MIB e quem quer que esteja com ele conseguiram acertar o cenário favorável meio que de primeira.
Não sei se consegui me fazer claro. Eu mesmo não tenho uma idéia totalmente fechada ainda (graças a Deus. eheheh)

Hugo_O disse...

@João Paulo: putz, cara... eles tinham que lançar um especial p/ essas semanas de gap! P/o Battlestar Gallactica os caras criaram uns especiais assim. Alguém viu o 'Catch the Frak Up'??? Caras, muito cômico! É uma retomada geral da série preparando p/os últimos capítulos, mas falado e editado em um ritmo alucinante cheio de comentários ambíguos e ácidos.. (é uma minazinha que narra).
Putz... acho que o pessoal de Lost até evitaria fazer algo no formato p/ evitar comparações, mas eu não me importaria nem um pouco pq é hilário!!! haha

Hugo_O disse...

@RicardolbSdA e Gustavo: ainda sobre a paralela (e Matrix). A meu entender, vejo que não é que ela não seja real, mas talvez não seja a original, afinal: se vejo, ouço e sinto, não vivo? Mesmo em Matrix, sabendo que a realidade virtual não é real (diga-se, material), ela não chega a invalidar algumas experiências pessoais totalmente. Digo, independente das nossas crenças: o que ou quem somos nós realmente, só o corpo? Mas discussões do plano 'espiritual' a parte, quais são os indícios p/ essa teoria?
Fala de Daniel; gráficos relativísticos de Daniel; considerações de Charlie;
Vejam: não estou necessariamente defendendo um ponto de vista ou outro, só levantando pontos p/ pensar juntos.

Prof. Marcio Bezerra disse...

Post de easter eggs mais uma vez excelente david/juliana.

Parabéns mesmo.

Continuo encucado com o smokezilla sendo o pai do jack e talvez outros fantasminhas por aí...

Se nem o jack acreditou, por que não a gente?

Estou neste time aí!!

2 coisas pra finalizar (ao meu ver já esgotaram as explanações que eu faria - ótimo por sinal...)

1 - cadê o corpo do crhistian? (um leitor anterior tb perguntou!)
o do locke tá lá...

2 - já que na semana que vem não tem episódio novo, poderia fazer um dudecast só de spoleirs (idéia q eu gosto!) ou FAZER um de recapitulação da temporada até aqui - O QUE EU ACHO MAIS JUSTO - pois todos o que curtem o blog poderiam ouvi-lo, pois não conteria spoilers, só duvidas e comentários do que JÁ VIMOS ATÉ AQUI!!

e aí david, juliana?
Topam? (pq não, vamos cair pra dentro ... hahahahahaha - ZINA = MITO)

Abraços dudes!

Hugo_O disse...

@Talles Brito: PEGADINHA DO MALANDRO!!!!

ahahahahaha RÁ! GLU GLU!
Cara... eu queria mais é que eles me surpreendessem mesmo, mas claro de uma forma que fizesse o sentido... minha esperança é q realmente isso aconteça. Mas eu tbm adoro quebra-cabeças... ehehe

Aliás: alguém lembra da Porta dos desesperados, no SBT? (ou ainda era TVS?) hahah PÁRA!!!

Vitor disse...

Eu dou é o meu nariz se eles nao sairem da ilha..
Com ctz saem..
Esse lance do Lapidus tá vivo e o ferimento no Jack foram só a gota d'água...

Bruno disse...

Quem será a ex de Jack e mãe de David na paralela? Só vem na minha mente um nome: Juliet. Pois ela tem uns traços parecidos com Sarah, e até o próprio Ben na terceira temporada comentou com Jack sobre essa semelhaça. Outros nomes secundários veio em minha mente com Shannon e Ana Lucia, mas acho pouco provavel, aposto muito que é Juliet, ela até afirmou que apareceria antes do fim de Lost. Me corrijam se estiver errado, mas creio que essa ideia faça sentido.

Hugo_O disse...

@Robson: isso seria em relação à retirada do comentário da Claudia Croitor? Fiquei curioso p/ saber o que ela falou (apesar de ter quase certeza sobre o que foi .ahahaah).
De certa forma ela fazia o contra-ponto aqui. Dá até impressão que a mina era a Ombudswoman ou ouvidora oficial contratada pela emissora. ahahah

Sobre o podcast sobre spoilers, acho que vai ser o único que não vou ouvir, mas acho que seria uma forma legal de preencher o gap p/ quem tiver na fissura. Só pediria p/ colocar uns Disclaimers, 'Viewer Discretion is Advise' ou o que seja gigantes p/ pessoal não 'poluir' os outros posts.

@Ugly Betty: Se FLocke tinha consciência da condição de Locke na paralela, isso ainda não sabemos. Mas sobre ele saber da condição do mesmo na original, achamos que sim (aparentemente o MIB pode ler a mente dos vivos e ter lembranças dos mortos que ele 'clonou').

Agora ficou a dúvida: depois que Jacob morreu, o MIB ainda pode ler a mente dos vivos? Pq ou ele não usou o artifício quando perguntou ao Sayid, ou ele só está o testando ou ainda fazendo um migué.

Ah, pulei um:
@Roger: como vc pode ler em meu comentário anterior, não afirmei que havia um erro, só falei que é possível. Eu ainda cheguei a dar um exemplo que justificasse a suspeita da diferença (p/os Kwon).
E aparentemente a questão da diferença de tempos só acontece de fora da ilha p/ ilha ou vice-versa. (não lembro de nenhuma passagem ilha-ilha ou off-off.. Aí tbm ficaria fácil justificar qualquer furo).

Bom... chega, né? Acho que já escrevi muito de novo. Se não respondi alguém, foi mal. Me chame a atenção que amanhã a gente volta. ahahah

Abraço

Alan DB disse...

Um ponto que não sei se foi levantado... Quando (F)Locke tenta falar com Sun e ela diz que ele fez aquilo com ela, ele desmente. Pista falsa? Ou era outra pessoa perseguindo Sun?

Wellington disse...

sei que a gente fã fica tentando defender a série a qualquer custo mas no caso da aparição do pai do jack no hospital não dá mesmo!!


simplismente porque naquela época o jack não sabia nada sobre monstro de fumaça assumir forma humana e assim não poderia ter uma "viagem" com o detector de fumaça buzinando né..

é isso mesmo, o detector de fumaça apita naquela cena, logo..


mas já que o assunto é viagem, mais alguém já teve a impressão que jacob pode ser esquizofrênico e não ter nenhum irmão,meio-irmão ou coisa do tipo?

e se for ele sozinho o tempo todo?

uma vez vi um lance aqui da cristin dos santos dizendo que muita gente acha que lost é sobre a eterna dicotomia do bem e o do mal mas que na verdade não se tratava de uma moeda mas sim de um diamante, com vários lados e blá blá...

se realmente não se trata de lados e a série já mostrou à exaustão que o bem não é tão bom e o mal não é tão mau.. então essa teoria poderia funcionar pra fazer um daqueles finais à la M. Night Shyamalan, não?

tomara que não.. uahuahuahhuauha

Doraemon disse...

Ok... reassistindo The Package, minha defesa pelo não erro de continuidade está perdendo força. Mas vamos para os últimos suspiros.

Na realidade alternativa, eles desembarcaram no dia 22 de outubro de 2004 (uma sexta-feira).

Kwon perdeu a reunião de sexta. Passou o fim de semana no hotel a espera da segunda, dia útil. Na segunda, Keamy apareceu. (o que comprova isso é que os bancos não abrem de fim de semana).

===========

Locke chegou na sexta e foi trabalhar depois do almoço. Demitido e alocado na mesma sexta. Teve aquela conversa emocionante com a Helen no fim de semana. Teve sua bagagem entregue no fim de semana. Na segunda ele estreia no colégio. Conhece o Ben no primeiro intervalo. Apoia seu motim na hora do almoço. É atropelado no fim do dia.

===========

Na segunda-feira, Ben é ordenado a supervisionar a detenção pelo resto da semana. Locke o apóia no refeitório. Locke é atropelado. Ben janta com o pai. No dia seguinte acontecem os rolos com o diretor e sua jogada para tentar assumir o poder.

===========

Sayid vai a LA para passar o fim de semana com o irmão. No domingo, o irmão fala de seus problemas. Na segunda, ele é abordado pelo capanga do Keamy e levado ao restaurante (lembrando que as crianças vão ao colégio nesse dia).

===========

Ae... agora acho que fiz algo consistente. O que acham?

Doraemon disse...

Ah, complementando:

Jack chegou na sexta. O velório do pai foi no sábado ou na sexta mesmo. O recital do filho pode ter sido no sábado ou no domingo. (O pai só passa alguns fins de semana por mês com o filho).

Na segunda eles se dirigem ao escritório de advocacia para a leitura do testamento. Na segunda, Jack é chamado para fazer a cirurgia em Locke.

Doraemon disse...

Ah, Davi, Juliana, Mal ae estar floodando. É que a teoria está se encaixando aqui.

Sawyer: ele chega em LA na sexta. Passa a noite com a Gretchen de sexta pra sábado. Policiais fazem plantão. Daí que no sábado Miles fala para ele sair com a Charlotte. Eles jantam e dormem de sábado pra domingo. No domingo a noite ele vai pedir desculpas e é chutado. Come aquela janta fria de microondas. Na segunda, ele conta onde foi para o Miles e encontra a Kate. No mesmo dia fica sabendo do tiroteio no restaurante.

Kate: Kate ajuda Claire na sexta. Fica fugindo durante o fim de semana para segunda-feira bater no carro do Sawyer.

Claire: tem seu tour atrás dos pais adotivos na sexta. Passa o fim de semana no hospital. Na segunda, vai procurar o serviço de adoção.

Desmond: Chega na sexta. Vai falar com Widmore. Pega o Charlie na delegacia. Perde ele. Encontra Eloise. Encontra Faraday. Encontra Penny a noite. O motorista teve o fim de semana inteiro para conseguir a lista de passageiros.

Hurley: chega na sexta. À noite, recebe o prêmio. No sábado, tem o blind date que acaba culminando com o encontro com a Libby. No domingo, Desmond o encontra na lanchonete. No mesmo dia, Hurley vai até o Santa Rosa. Convida-a para o picnic na segunda-feira. Desmond vê a cena e parte para levar Claire até o escritório de advocacia. Para depois ir atropelar Locke.

Marreta disse...

olá , Juliana e Davi

Sobre a teoria do acordo entre Eloise e MIB

Na cena da 5temp. em que Sun e o piloto chegam na vila Dharma e o pai de jack (MIB) mostra o quadro de 1977 com a turma , logo em seguida Lock (mib tambem) aparece do lado de fora da casa , não ? isso seria possivel MIB estar presente em 2 corpos ao mesmo tempo ??? acho q nao ... pq na cena q ele encarna a filha do BEN eles fazem certinho e o lock some do local da cena antes ...

me corrigam se errei em algo , mas talvez isso tenha sido uma falha na cena de Sun e o Piloto ???

DarkFenix disse...

Sempre desconfiei q Eloise fosse alguem muito importante para trama. Pois se ela sabia como voltar a ilha pq nunca o tinha feito? E ao q me lembro nao foi contado como e pq ela saiu da ilha, ou foi?? Sera q MIB nao quer sair da ilha justamente pra ir atras dela? ou de outra pessoa? ou ate msm de sua mae?(se eh q ela ta viva)

Fagner disse...

Semana que vem não tem episódio????

Droga!!!!!!!!!!

Sério?

lucas disse...

Só para constar o andar em que a illan trabalha é o 15

Letícia disse...

@Doraemon
Caramba, acho q vc matou a charada! Realmente faz muito sentido a sua cronologia!

"A cada episódio, Jack está assumindo cada vez mais a postura daquele que será o substituto de Jacob – o que, claro, provavelmente significa que esse papel não caberá a ele."
Mais uma vez, a Kristin dos Santos mandou bem: é exatamente isso que eu acho, porque, em Lost, parece q toda vez que a gente tem certeza de alguma coisa, acontece o contrário... (estou sempre batendo nessa tecla, mas farei eco ao meu último comentário mais uma vez) É por isso que eu penso que o substituto de Jacob é o Desmond... além do mais, adoro o Bróthaa ;)
E não acho mais, como muitos haviam dito antes, que haverá um substituto para o MIB também, já que parece que a função da ilha é conter a tal entidade fumacenta.

Pra terminar, é realmente impossível não perceber a sensação de encaminhamento, de "cartas na mesa" que esse ep. deu. E realmente estou em dúvida sobre que é o último recruta: se o Jack, unindo-se ao FLocke, se a Claire, indo com os candidates, ou se o reencontro dos Kwon tem algo mais importante do que parece, e os dois são um só candidato.

Robson disse...

@Hugo_O cara exatamente isso...hehehe...Eu fui lá no blog dela ouvir o podcast. Ela comentou que o pessoal que gosta de lost tem hostilizado, que tem receio de ir ao evento de lost no RJ e etc..esse tipo de bobagem..Não aguentei e parei de ouvir. Não tenho nada pessoal contra ela, o problema que ela é citada como uma crítica de séries, então como leitor tenho tb o direito de criticar o que ela escreve. É no mínimo patético dizer que ela é a unica que tem "coragem" de criticar a série (parece papo de político), veja o Jeff Jensen – EW não gostou do episódio, o Davi não gostou do Episódio "What Kate Does".. é super natural, nem todos os episódios são sensacionais (no mínimo são bons episódios)...o problema é a intenção por traz da crítica que é de debochar, mostrar que os fãns de Lost são alienados, sem senso crítico e etc. Há muito exageros por parte dos fãns? Com certeza! Mas não há como negar que a série é sensacional!

Joana disse...

mais ng acha estranho o filho de jack... é o unico personagem que existe apenas em 1 realidade...

comenta ai davi

Davi Garcia disse...

Oi Joana, dentre todos os personagens na paralela, Jack inegavelmente é o que encara a maior diferença na vida, o que, como destaquei no post, pode tornar uma decisão futura dele muito mais complicada quando (e se) tiver consciência da realidade da ilha, supostamente a única verdadeira. Boas expectativas para ver o desfecho desse pedaço da trama ;)

Abraço a todos!

Felipe disse...

Me respondam uma coisa, na semana que vem NÃO TEM episódio é?
Só em maio? Isso significa que o episódio 16 e o 17/18 serão exibidos na mesma semana?

Davi, esclareça isso ai que estou Lost

Brunno disse...

Vou ter que desenhar pra dizer que Eloise Hawking não é a favor do MIB?

Rê Costa disse...

Engraçado eu tive a mesma impressão de que o Jack morreu na explosão e o (F)Locke "ressuscitou" ele...

DioSoft disse...

Quase todos temos uma opinião dos acontecimentos e supostas aparições de (F)Locke como Christian Sheparp na ilha e fora dela, conforme afirmação do próprio a Jack, mas sabemos que ele mente e manipula, na minha opinião ele está mentindo, creio que ele também mente quando afirma que quer sair da ilha, para mim ele quer matar todos, só não o fez porque algo o impede. Por outro lado, quem afirmou que ele não pode sair da ilha ou atravessar a água? Se for assim, como ele matou todos os tripulantes restantes do vôo da Ajira?

DarkFenix disse...

O q o Desmond esta fazendo se parece muito com o q Jacob fez com os Losties antes de cair na ilha.
Será q eh um grande indicio de q Desmond pode ser seu substituto??
Acho q a vida paralela dos Losties vao nos dar uma grnade lição de vida, no sentido de q algumas vezes pensamos, " ah se isso tivesse acontecido diferente hj estaria melhor...".
Mas na verdade nossas vidas sao feitas de escolhas e as escolhas q tomamos sao as q deveriam ser tomadas.
E penso q será algo desse tipo.
Jack vai conseguir um milagre e fazer Lock andar na vida paralela. Mas acho q em algum momento ele vai ter q escolher em viver uma vida q sempre sonhou mas "ilusoria" ou voltar a vida na ilha e continuar na cadeira de roda.
Eu sei q viajei, as seria uma cena emocionante ver Lock andando, casado, e ter q abandonar isso para ,talvez, salvar os demais .

Davi Garcia disse...

@ Felipe, tudo o que você precisa saber sobre a pausa e o cronograma da reta final está neste post: http://dudewearelost.blogspot.com/2010/04/6-temporada-de-lost-tera-pausa-de-1.html

Abraço!

Clécio disse...

Quando Jack ve o pai no flashforward ele ainda não tomava os remedios pesados...logo apos a visao ele pede pra uma medica (?) uma prescriçao do remedio...logo, nao foi alucinaçao...

Gustavo disse...

o pessoal vive falando: "o substituto é Jack, não não o substituto é Desmond..."

A questão é pra quê um substituto? tem que haver um objetivo; ou não?
Flocke disse que esse lance de substituto é viagem do Jacob (como sabemos se ele não falou a verdade?)... e mais, na minha opnião ou o Flocke sai da ilha ou ele é morto lá... será que faz mesmo sentido ficar um guardinha na ilha se não tem mais prisioneiro?...

ai alguém diz: "não! a ilha precisa ser protegida por um substituto." ... mas se fica Jack ou Desmond sozinho lá, e aparece uns Widmores da vida querendo explorar a ilha? e ai o que o substituto faz? manipula todo mundo até que morram? é isso que Jacob fazia...
Ou sei lá... digamos que o monstro fique lá... quem vai ser o vigia dele?... tem que ser no mínimo alguém que não morre tipo o Richard, mas acho isso muito pouco provável...

Sei que os losties não estão ali apenas por pura manipulação do Jacob... tem um motivo maior que isso.

Pelo menos é isso que eu espero.

Davi Garcia disse...

@ Clécio, estando ou não sob efeito de remédio, uma alucinação não seria tão impossível assim e naquela ocasião serviu como mais um recurso narrativo para alimentar em Jack a necessidade de ter que voltar à ilha. Já o lance do alarme de fumaça, à essa altura entendo mais como uma 'piada' do roteiro para levantar toda a discussão à época (e ainda agora) se aquele era ou não o monstro.

Abraço!

Cadu disse...

Não sei se falaram mas a aparição do pai do Jack pro Michael pode ser representada como sendo o proprio. Pois, ouvimos os sussuros e o cargueiro estava proximo a ilha portanto podia ser uma das almas q vagam pela ilha assim como o proprio Michael acabara se tornando.

Viagem ?!

Abraços

DioSoft disse...

Analisando bem o post do "Dark Fenix", há algum sentido. O substituto de Jacob deve ser mesmo Desmond, Jack servirá como oposição a (F)Locke (Que também pensa assim)que fará tudo para impedi-lo de o ser e no final... sacrifíco e o Brother assume o papel de Jacob! se é que Jacob fala a verdade, que bom seria se no final ele fosse o grande manipulador e o verdadeiro mal!

DioSoft disse...

Davi, que tal você a juliana e o CA do "Lost in Lost" fazerem um especial em conjunto para o último episódio de Lost? Seria maravilhoso!!! Há alguma possibilidade?

JOHN disse...

Hug_o, sou de Porto Alegre.

Sobre o loophole no contexto da série, do MIB em relação ao Jacob, eu diria que seria fazer com que um elemento do time adversário , de livre e espontânea vontade, matasse o Jacob. No caso foi o Ben.

Mas é um conceito em aberto, e envolve diversos outros fatores além destes, porque o MIB não pôde ser morto mesmo indiretamente, por Sayid. Existem mais premissas a serem cumpridas.

Parece que a escolha do Locke , e talvez do Ben, não foram aleatórias.Há indícios disso.

No caso do Locke, não sei por que o MIB escolheu especificamente o seu corpo, diante de muitos outros que poderia. Talvez envolva o fato de sair da ilha e voltar morto ou algo que não sabemos.

Não sei também por que o MIB queria que o Locke girasse a roda, e não o Ben, tanto que depois que o Ben girou o MIB(Christian) disse ao Locke que deveria ter sido ele.E foi só aí que mencionou a necessidade de Locke fazer um sacrifício, isto é, morrer, e de visitar Ms. Hawking.

Por fim, quanto ao fato de não deixar que Jacob ou MIB falem antes, isto não funcionou quando Ben matou Jacob.

Davi Garcia disse...

DioSoft, vai rolar o evento do dia 29 reunindo os 2 blogs. Detalhes ali na página que criamos (link no menu lateral) ;)

Galdir Reges disse...

@Davi e demais dudes brothas... ainda acho q o monstro tenha conseguido interferir na vida fora da ilha para ver Jack e etc... Algo q imagino é que os que sairam da ilha naquele helicoptero se tornaram uma brecha indidual no tempo... eles estavam viajando no tempo com ilha(há indicios e eles nao sabiam disso) e desceram fora do "ponto", permitindo assim a interferencia do monstro usando eles como ancoras. Isso não é o mesmo que sair da ilha, por isso o monstro precisava continuar seu plano e fuga, e por outro lado já era perigoso o bastante levando os Losties a serem perseguidos para voltarem para a Ilha.

raposa disse...

A pergunta que tem que ser respondida é essa:

O que a ilha representa de tão importante a ponto de precisar de entidades divinas para protegê-la?

Ou, simplificando a questão: o que é a ilha?

Will disse...

Caramba ! Esse texto me fez abrir a mente em relação a esse episódio, pois pra mim, antes de ler esse texto, o episódio foi apenas um episódio sem sal. Por isso gosto muito do trabalho de voces. Abraços

JOHN disse...

Davi, sabes algo sobre esse papel que acharam em um restaurante do Havaí, e que traria fortes spoilers acerca do season finale?

Será que é verídico? Nem quis ler pois não gosto de spoilers, mas estou curioso pra saber se é verdadeiro ou só uma farsa.

Davi Garcia disse...

John, eu li, mas são apenas brevíssimas descrições de cenas soltas sem qualquer contexto. Por isso que eu ainda nem repercuti aqui no blog.

Além disso, há suspeitas de que possa ser uma jogada da ABC para despistar ;)

Hugo_O disse...

@Doraemon: muito boa sua compilação! Bom, eu mesmo não sabia o quanto o sistema bancário no exterior é igual aqui, mas partindo da questão do fim de semana, tem tudo a ver mesmo! Isso dá margem p/ hipótese dos coreanos funhanhando o fds inteiro heheeh (tão achando que o Jin é bobo??) Acho isso muito mais provável, pq um Keamy impaciente não ficaria tomando chá com eles o fds inteiro esperando pelos bancos.

@Robson: pode ser que o suposto receio da Claudia nem seja tanto com hostilizações, mas com a série terminando bem ela ter que ouvir argumentos racionais de como ela se precipitou ou não foi paciente (ou mesmo comentários como 'ch*pa','engole' mesmo heheh). Mas nem reprimo totalmente a impressão dela sobre a série, já que essa é pessoal (ela tem o direito).

@John: legal, cara.. as vezes acho que os gaúchos são os que tendem a falar mais próximo do português original, correto. Conheço muita gente daí, mas enfim..
Acho que você colocou de uma forma mais clara e se atendo a fatos da realidade original, que é o que mais conhecemos de fato. Tudo o que está na paralela, a meu ver, ainda está muito no campo da especulação.

@Wellington: muita gente já falou sobre essa interpretação à lá 'Clube da Luta', sendo o MIB um Tyler Durden a parte.. Mas considerando que MIB é FLocke a um tempo (acho que é consenso, né?), como justificar a cena da morte de Jacob. FLocke era material e Jacob também (e de fato Ben conversou e interagiu com os dois).

@Clécio: não estou defendendo o ponto de que era uma alucinação, mas um psiquiatra provavelmente tenderia a achar que é mais fácil uma pessoa que não está bem emocionalmente ter alucinações sem estar sob efeitos de anti-psicóticos do que o contrário.
De qualquer forma, ainda tenho pensado sobre a questão com outras hipóteses (vide meu post lá em cima).

Hugo_O disse...

@John e Davi: não leio spoilers. Torço p/ q pelo menos metade deles seja mentira hahahah!!!!
Mas depois de ver Last Recruit fui testar essa questão vendo o post anterior sobre o casting e convidados p/o episódio. Pelo menos esse tipo de informação aparentemente é totalmente embasada...

luiz caneta disse...

Caverna do dragão seria o nome ideal para lost, dia 23 chega logo kkk

silviaHelena disse...

Torcendo muito para que Jack não seja o substituto, pois coitado, ficar na ilha tomando conta do MIB não é nada legal, é castigo. Tinha que ser o Locke, mas o cara morreu né. Gosto do Desmond, mas tb não acredito que seja ele, se parece obvio p/ alguns o Jack estar tomando a posição de sustituto tb acho que está obvia a posição do Desmond caminhando para isso e se for para contrariar o óbvio não poderia ser nenhum dos dois.

Doraemon disse...

Caraca... essa discussão sobre loophole me deu uma epifania.

Pelo plano do MIB, os Oceanic Six sairiam da ilha (Sun, Sayid, Jack, Hurley). James também sairia. Locke sairia rodando a roda.

Ben ainda líder dos outros mataria Jacob. Task Accomplished.

Massss... Ben saiu da ilha. O plano do MIB foi pro saco.

O próprio Ben reuniu os candidatos para voltarem à ilha, apesar de ter feito algumas burradas no caminho (matar o Locke e atirar no Desmond).

moliver disse...

olá a todos.
tenho três perguntas que acho interessantes e que ainda não forama explicadas...
01 - se os sussurros são dos que já morreram, como o hurley só os escutou agora? não existiam desde o início? o david era um deles?
02 - quem realmente é o mal, o flocke ou o jacob? afinal, quem está manipulando quem? essa da illana defender alguem ficou bem chinfrim! jacob é bem bobo, ou tudo isso tem uma resposta bem diferente do que achamos.
03 - se o floke aparece usando as formas de quem já morreu, como explicar o walt? e os que aparecem fora da ilha? não é meiop estranho a resposta do flocke que não pode sair da ilha?
então, só pra criar uma polemica... será que os caras vão explicar as pontas soltas deixadas, ou no final vão por a culpa nas midclorians?????
namaste

Hugo_O disse...

@silviaHelena: já pensou se fosse Locke que virasse o guardador de FLocke?
Imagina a cena da praia, com os dois:
F-Morning.
L-Morning.
F-Do you know how much I want to kill you?
L-You can't do that...
F-Don't tell me what I can't do!
Now, leave me alone!
L-Leave you alone??? Don't tell me what I should do!

hahah

@Doraemon: é... no fim e no fim MIB manipulou o manipulador Ben. Por isso penso: quem mais ajudou/foi induzido a ajudar o MIB a criar toda essa situação?

@Bobolhando disse...

Como disse o @Lightning0512, acredito piamente q a ex do Jack, mãe do filho dele é a Juliet. Agora, o lance todo é o Desmond. Ele não quis apertar mais o botão e o avião caiu, agora, ele quer consertar. Por enquanto, é isso...

Anônimo disse...

no ultimo episódio de Fringe 2.18, apareceu uma cena deletada da 1ª temporada de Lost http://1.bp.blogspot.com/_n3eH1jI8AZ8/S9H2OfEwMAI/AAAAAAAARZI/9_yVbmGKJjQ/s1600/Fringe218_LOST+EE.JPG

Juliana disse...

pq vcs tem tanta certeza de q a mãe do filho do Jack é a Juliet?

André disse...

Amigo, entrei aqui para falar exatamente isso, a tal mulher é a Juliet.

caco mr disse...

Não esqueçam de que Jacob também faz promessas (vide Dogen, o japa do templo com relação ao filho), e por isso o discurso de Flocke e Jacob sempre foi muito similar.

Percebam os pedidos feitos por ambos, relacionando os acontecimentos e ações nas histórias, por exemplo, de Richard, que é mandado pela fumaça até a estátua para matar Jacob. O mesmo discurso usa Dogen para com Sayid "Enfie a faca no peito antes que ele fale alguma coisa". (Essa nem com Desmond funcionaria)

Estive vendo os primeiros episódios da primeira temporada e, de cara, as ações já demonstram uma similaridade com esses episódios finais (como se o final culminasse com o inicio, ou como se fosse um espelho do inicio, algo do gênero).
Locke já aparecia em locais onde Jack percebia a presença do pai (F)Christian. Falando nele, é bizarro observar que, se a fumaça usara o corpo de Christian e Jack observara que não havia corpo no caixão, porque a Fumaça usa Locke e mesmo assim existe um corpo do mesmo, morto?
E mesmo Locke, em um estado "normal" (existem dúvidas), já nos brindava em alguns momentos com uma sabedoria e 'experiência" de vida na ilha fora do comum (um dos primeiros a ter contato direto com a fumaça)
A realidade paralela por enquanto, ao meu ver, está intrínseca à bomba feita por Faraday e detonada por Juliet no fim da 5a.

São apenas teorias, mas dava pra ficar escrevendo aqui por horas, tentando destrinchar toda a idéia, ou então tentando exercitar a imaginação sobre tudo o que ainda pode, poderá ou poderia acontecer.
Tenho certeza de que o que vier daqui pra frente será o mais justo para a série.

Juliano disse...

eu ainda acredito que o jacob seja o bem do daniel faraday, e o mib, seja o seu mal, a ilha um meio de deixar o daniel são.

Por isso a Eloise e o widmore tem tanto interesse na ilha.

Juliano disse...

Jacob não apareceu mais, onde ele está no flashsideway?

Seria desmond?

pelas atitudes serenas, saber que está morrendo (quando ben estava matando ele igual à cena em que o flocke joga desmond no poço)

Marco Aurélio disse...

"Se desde o episódio centrado em Desmond já podemos imaginar que a realidade paralela é tipo uma Matrix, ou seja, um mundo irreal e ilusório que teria sido criado pelo monstro como forma de responder às promessas feitas na ilha"

Davi, acho que vc se equivocou nessa suposição. Não temos nenhuma evidencia pra supor ela, temos? A partir da explosão foi criado outra linha do tempo-espaço, tão real quanto a nossa querida e bem conhecida. E pensei em outra coisa, se Flock não tem nem a capacidade de fazer uma jangada e sair logo da ilha, imagina fazer surgir outro universo... Ou outra dimenção daqle universo.

J.K. disse...

Sou fã de Lost desde o primeiro episódio transmitido pela ABC 6 anos atrás, sempre relevei algumas viagens dos produtores, mas essa última temporada está muito insatisfatória e inconsistente, com poucos episódios sobrando estão jogando algumas respostas pra nós de qualquer maneira e querem que engulamos sem reclamar. Sou tão fã de Lost quanto vocês que escrevem o "Dude", mas acho difícil se fazer de cego pras inúmeras falhas dessa última temporada. Espero que pelo menos o final seja satisfatório, caso contrário milhões de fãs se sentirão desrespeitados depois de todos esses anos acompanhando a série.

J.K. disse...

Aproveitando o espaço pra fazer uma pergunta; como vocês explicam essa teoria de que a realidade paralela foi criada pelo MIB se os eventos que estamos vendo acontecer na Ilha agora acontecem em paralelo aos dos flash sideways??

A realidade paralela não teria sido criada no momento em que a bomba foi explodida??

Corrijam-me se eu estiver errado.

Blog do Meleka disse...

Na minha opinião a realidade paralela foi criada por Jacob, para tentar manter os personagens presos a uma realidade que não existe, impedindo-os assim de sair da ilha. Juliet já sabia disso, tanto que quando morre ela fala algo como "funcionou" pro Sawyer. Desmond (o brother com seus poderes mutantes hehe) é o primeiro a sacar que está vivendo em uma realidade de mentira por causa dos flashs, e começa a tentar convencer os outros disso. Mas por que Jacob não iria querer que eles saíssem da ilha? Já deu pra sacar que Jacob representa o bem e o homem de preto representa o mal. O mal só pode coexistir se o bem também existir. O homem de preto não conseguiu deixar a ilha porque o bem não deixou de existir depois que Jacob é morto porque ele na verdade já havia escolhido seu substituto, que seria Jack (por isso ao sair da ilha jack sentiu um vazio dentro de si, como se faltasse algo e disse que precisava voltar. Porque ele já estava predestinado a ser o substituto de Jacob). Os nomes na caverna com os números só serviram pra enrolar o homem de preto, que está tentando levar todos os seis para fora da ilha porque não sabe qual deles é o escolhido, e levando os seis ele teria certeza de que entre eles estaria o escolhido por Jacob e assim ele poderia sair da ilha.

Ulyver Bravoo disse...

Davi, preciso concordar com o post acima de que houve uma precipitação. Em nenhum momento realmente ficou claro que essa paralela seria uma dimensão criada por (F)Locke, no entanto, também não podemos garantir que esta realidade foi criada a partir da explosão da bomba pq na verdade nem temos certeza se isso realmente aconteceu. Os próprios produtores afirmaram que isto é um dos grandes mistérios.

Acredito que o start dessa paralela ainda desconhecemos, visto pela ferida que vc observou no pescoço de Jack, mas não a acreditar que se trata de uma ilusão criada por (F)Locke. Não acho que ele possa fazer isso, e mesmo que pudesse, qual a intenção dele em manter-se paraplégico num mundo criado por ele?

Quanto a Eloise Hawking, foi uma observação bastante interessante. Seria uma peça de fácil manipulação visto que ela ficou muito abalada ao descobrir que o homem que ela matou era seu filho, mas ainda penso nela como algo a mais, afinal de contas ela parece ser a única que tem consciência de tudo na paralela.

Hugo_O disse...

@J.K.: fala, cara.. Blz? Vc tem o direito de não gostar de uma coisa. Mas um ponto que eu sempre pego é: por que? Mostre os pontos dos quais vc não goste ou ache que há furos e talvez você fique surpreso com o que outras pessoas falem aqui. Eu também não posso falar que tudo é perfeito (e meu exemplo é sobre a resposta dos sussurros: gostei da resposta, não da forma como ela foi dada).

Mas ok: qualquer ficção envolvendo viagem de tempo é confusa mesmo, ainda mais porque naturalmente nós temos uma visão bastante linear do tempo. Mas veja: se todos os acontecimentos que aconteceram contribuíram p/ queda do avião, p/ morte de algumas pessoas específicas e finalmente a de Jacob e também a viagem no tempo dos losties (ou loop temporal, se quiser assim), o quanto disso tudo teve a mão de algumas pessoas? É isso que temos tentado pensar juntos aqui e provavelmente (por mais que as vezes deem a impressão que não) é isso que vai ser o 'mote' dos próximos episódios: a resolução disso.
P/ mim as realidades de fato divergiram a partir do momento do incidente/bomba. Agora considerando o tempo não linearmente, qual é o evento que disparou toda a sequencia de eventos?
Temos discutido sobre isso sob esse mesmo post. Se tiver a fim, procure por loophole e outros termos ligados que tem algumas coisas interessantes (e viajantes) que já foram escritas sobre o assunto.

Hugo_O disse...

@Blog do Meleka: Jacob criando a paralela? Hm.. não sei cara.. Tudo tem dado a entender que não, e sim o MIB (vide papo dos dois e o tão comentado aqui loop-hole).
Qual seria o real interesse de Jacob em criar todo o cenário? E só pelo o fato de Juliet ter falado que funcionou, não está nada relacionado com Jacob (a meu ver).
Se essa fosse uma das surpresas p/ fim, seria uma reviravolta imensa e acho pouco tempo p/ que conseguissem amarrar com o que já passou de uma forma coerente. (outro argumento além-Lost: a atriz de Juliet já saiu do elenco e está fazendo outro seriado - V. Não creio que alguém de suma importância teria um fim assim).

Rodrigo disse...

VOCÊS VIRAM ISSO???

Roteiro do último episódio de ‘Lost’ é encontrado em restaurante no Havaí

http://migre.me/zj7d

Roberta Durán disse...

Para mim, o mais intrigante e que aponta para entender que a bomba realmente explodiu é o fato da ilha estar no fundo do oceano qdo o avião passa por lá. Tb qdo o físico (esqueci o nome dele) fala pro Desmond que ele já explodiu uma bomba e, ao que parece, ele viu que foi uma decisão errada, assim como o Jack percebeu... Acho que, qdo for operar o Locke na realidade paralela, Jack vai se dar conta pois vai lembrar da cirurgia que fez no Ben. Isso, realmente, lembra Matrix, hehe!

Lucius disse...

Eloise matou o filho na ilha e ficou com o diário dele. Então conheceu muitos dos eventos futuros, principalmente sobre Desmond, uma vez que o Daniel tinha escrito que ele seria sua constante.
Nesse momento, o MIB pode ter feito uma proposta para ela: Eloíse o ajudaria e ele traria seu filho de volta. Dessa forma, os dois podem ter trabalhado para criar o tal loophole.
Eu acredito que o MIB, Jacob e até o Richard viajam no tempo.
Naquela cena em que o MIB mandou o Richard entregar a bússola pra o Locke eu fiquei com a impressão que teria ocorrido em 2004, porque o Locke estava do lado do avião do irmão Eko, que já havia caído do morro, mas não tinha sido queimado (lembro que o Locke chegou a entrar nele).
Outra cena estranha foi quando o Richard encontra o Jack na floresta, antes de irem ao Black Rock. Richard fala que não pode dizer ainda de onde vinha.
Jacob espera no banco o Locke cair do prédio; a amada do Sayid ser atropelada etc.
E também desconfio que o MIB manipulava a Dharma.

Leonardo disse...

Fala galera,

Uma dúvida.

Rose e Bernard voltaram junto com os outros Losties para o presente? ou fiaram por lá em 1977?

Caso tenham ficado, provavelmente já morreram e como fifcará na outra realidade? Se lembrarão de utdo já que na realidade da ilha já morreram?

Majo Siloz disse...

Realmente muito interesante tudo o que diz no artigo, mas não tem jeito, eu também acho que a realidade alternativa e criada pelo Jacob, quem sabe para perservar algum tipo de conciencia dos que estão vivos e mantela longe do MIB, ele também e um grande articulador de açoes e consecuencias.

Juliana disse...

li isso e acho que faz sentido....veja se é possível "postar"


Jack parece mais velho no premiere porque ele realmente é mais velho.
Do mesmo jeito que a Charlotte murmurou sobre chocolate quando estava morrendo, a Juliet tá falando sobre café e sobre dividir a conta (go dutch). A mente dela está indo para outro período no tempo ... Eu acho que nas cenas fora da ilha vamos ver a resolução de muitos personagens. Juliet vai encontrar o Sawyer, eles vão paquerar e ela vai perguntar se ele não quer ir tomar um café, por exemplo.
Basicamente a idéia é que o fora da ilha que estamos vendo agora será o resultado do que vai acontecer na ilha nesta temporada, e não o resultado da Juliet batendo na Jughead.
O que eu quero acrescentar a teoria é o seguinte: Eu acho que sei como Jack vai resetar tudo e como a ilha vai acabar no fundo do oceano.
Nós sabemos que essa é a última temporada e que os escritores prometeram responder a todas as perguntas importantes pros personagens. Uma pergunta de importância óbvia para os losties é como a ilha pode se mover no tempo e espaço.
Eu acho que em algum ponto nesta temporada, provavelmente entre os episódios. 12-14, Jack vai descobrir o que é a ilha e como ela pode se mover e qual a natureza de sua viagem no tempo. Enquanto isso, acredito que muitos personagens vão morrer. De fato, eu não ficaria supreso se no final Jack fosse o único vivo.
Eu acho que Jack, o homem obcecado em consertar tudo o tempo todo, vai chegar a conclusão que explodir a energia acumulada em baixo da Swan não foi suficiente para mudar tudo. Eu acho que a grande batalha que estamos predizendo para a 6a temporada, entre Bom e Mau involverá Jack decidindo que a ilha inteira deve ser destruída.

Jack vai mover a ilha, e desta vez ele irá move-la pra onde não possa causar a queda do vôo 815. Ele vai move-la pra o fundo do oceano (espaço) em algum ponto da década de 70 (tempo).
Isso explica porque a ilha estava no fundo do oceano, mas tudo parecia normal lá, não parecia que uma bomba havia explodido. Não parecia com a erupção de um vulcão. Simplesmente parece que a ilha foi parar ali.

Eu acredito que foi colocada ali em algum ponto da década de 70 porque acho que Ben vai ser visto fora da ilha, o que quer dizer que ele nunca foi pra ilha em 1973. Mas a Dharma village estava lá, então foi movida em um período de tempo depois da chegada da Iniciativa Dharma.

Como Jack vai mover a ilha pro fundo do oceano neste ponto no tempo, todas as pessoas por quem JAck se importa vão ser salvos, inclusive Juliet já que ela nunca vai ter ido pra ilha. Ele pode salvar o Ben de ir pra ilha, levar um tiro, virar um outro. Ele pode até se tornar alguém decente quando o vermos fora da ilha.

A série vai acabar com Jack, cujo pescoço foi ferido na batalha final, no vôo 815 rumo a LAX. Neste ponto, acredito que Jack se lembra de tudo que aconteceu. É por isso que desta vez ele está assustado com a turbulência, é por isso que ele olha pra todo mundo com curiosidade e parecia confuso quando primeiro vemos ele na cena. Eu acho que ele perguntou pro Desmond se ele o conhecia para avaliar se ele é realmente o único que se lembra do que aconteceu.

É por isso também que Jack disse pro Locke que "Nada é irreversível". Os flashes fora da ilha que vemos nesta temporada vão ser o verdadeiro final de Lost. Todo o resto será o progresso pra chegar


faz sentido isso ñ faz?

River Rage disse...

Estou lendo muitos comentarios dizendo que a realidade paralela seria um tipo de 'matrix', em que é um mundo inventado.
Discordo totalmente.
Afinal, foi Jacob que mudou o destino de todos, mudando pontos chave de suas vidas. Se não fosse ele, provavelmente a realidade paralela existiria!
Acho que a grande reviravolta no final da série seria como essa, a realidade paralela seria a vida deles, sem a intromissão do Jacob.

Juliana disse...

Se em todas as aparições de Christian, se tratava do MIB...TIPO, deixando de lado as dúvidas sobre as aparições fora da ilha...
fazer uma "tour" por toda a série e todas as aparições, penso que na verdade não foi a "lha" que fez o Locke andar novamente mas o próprio MIB, a vida na ilha sempre foi tudo que o titio careca quis não é? eu acho que ele foi o "primeiro" dos losties a cair na lábia do cara...
afz, de tanto pensar nisso já estou com idéias absurdas na cabeça!

Alex Mota disse...

Uma pergunta que eu não sei se já fizeram, mas ainda não faz sentido para mim: como os Outros, mais precisamente o Ben, controlava o Monstro, então?

Eduardo disse...

Será que o monstro de fumaça é a Juliet??

E mais: acho que esse cara aí não é mais o Locke hein! O cara parece estar possuído!

Ps: todo mundo tá se encontrando agora nos flashbacks e ninguém se lembrou quando caíram na ilha?!

Estranho...

Ana Paula disse...

Ninguém mais achou estranho o Sawyer não incluir o Miles no grupo de pessoas que iam sair da ilha com ele? Poxa, fiquei chateada com Sawyer...

River Rage disse...

O miles tá com o richard... ele quer destruir o avião...

Juliana disse...

Ana Paula, caso não se recorde o Sawyer não incluiu o seu parceiro da "paralela" porque este, está com o Richard, lembra-se? a caminho do Black Rock!

Ted disse...

Ao assumir de vez a postura do Locke verdadeiro, Jack tenta sem sucesso convencer Sawyer de que a ilha ainda não havia acabado com eles, e decide voltar para descobrir qual é o propósito dele ali naquele lugar. E se alguém questiona, ‘ah, mas ele não precisava ter ido até o barco se tinha intenção de ficar’ e aí eu digo: e se ele quis só ter certeza que os demais tivessem a chance de ficar longe do (F)Locke, hein? Pois é.
________________________

Não concordo. Há incosistência sim. 1)se ele tentou como vc diz convencer ao Sawyer, então não tinha o plano de deixar eles ficarem longe do Flocke, não faz sentido! 2)se na verdade não tentou exatamente convencer e só estava explicando os sentimentos, deve-se lembrar que Jack não tomou a decisão, Sawyer é que lhe obrigou a tomá-la...

Quanto a todo o resto, me pareceu plausível! Embora ache que Desmond pode ser o tal Substituto por estar agindo igual ao Jacob. E que a Kate é a tal mãe do filho do Jack... ou seria Juliet???

Myka disse...

Durante todos esses anos de Lost eu sempre li aqui os melhores comentários sobre os episódios assistidos... Dessa vez não foi diferente, um post cheio de sentimentos, alguns até melancólico com o final tão próximo. Elucidações, deduções e divagações na medida certa para compor cada interpretação pessoal. Adorei os trechos de outros grandes losties. Muito bom!

DarkFenix disse...

Eu acho q essa vida paralela poderia ser visto como reencarnação. Uma cena q alimenta essa ideia eh a do Desmond e do Jack no estadio ond ele fala "No vemos em outra vida brother!"
E oq eh a outra vida? A realidade paralela. Acredito (ou melhor, temo)que todos na ilha irao morrer e a ilha realmente terminara submersa, a vida pararela sera assumida como a vida real e os Losties terao lembranças da ilha, e as encararão como se fosse lembranças de outra vida, assim como Libby disse a Hurley. E essas pessoas se ligariam novamente mas apenas por essas "sensações de outra vida" e não com a certeza. Pois pra mim o único q tera certeza das lembranças eh Desmond.

Pedro disse...

Não sei... nafaz muito sentido pra mim DarkFenix essa sua teoria de outras vidas passadas e reencarvação, penso que é uma vida diferente mas nao a alma encarnada novamente, ainda mais em um corpo igual.
não sei... não vejo assim!

lucas disse...

hoje reassisistindo o episódio é que percebi que o barco em que sawyer parte é o barco Elizabeth, que libby deu a desmond

caco mr disse...

É muito bom ver o pessoal elaborando teorias, trazendo constatações e buscando explicações. É bem provavel que tenhamos as indicações para as respostas - e tenho certeza que muita gente ainda vai pensar quando tudo acabar no "eu sabia, mas não falei" - mas que elas ainda não sejam precisas, afinal a "desculpa", o "direcionamento" da história apenas rumará para o lado que os produtores (equipe LOST) desejar.
Mesmo assim, mesmo sabendo disso, não quero desistir e compartilhar um pouco mais das inumeras probabilidades.
Uma delas, e isso já venho pensando desde as primeiras "idas e vindas" de Desmond é a teorida do fisico Hugh Everett que, aproveitando da física quântica, elaborou a idéia de mundos paralelos, ou seja, "para cada escolha ou decisão que se é tomada, para cada evento na vida que pode ocorrer de muitas maneiras, o universo divide-se em diferentes direções. Cada nova decisão tomada, nos dividimos em duas diferentes versões de nós mesmos."
Isso poderia explicar a bomba de Juliet (mesmo esta explodindo ou não), a volta dos Losties para ilha (uns direto a dec. de 70 e outros para outro espaço), as intenções de Widmore e a onisciencia e onipresença de Desmond.

SEI LÁ!

Gilbertto disse...

eu nao entendo nisso da eloise, pq q o monstro nao virou o pai do jack, jah q ele tbm entrou mortinho da silva na ilha? onde perdi o entendimento disso? ehehehe
alguem me ajuda?

Tiago disse...

sou fã do dude, de mais, muito bom o trabalho de vc's, parabéns.
só que tem um negócio, gostaria que vc me esclarecesse pq o Faraday diz, no momento da morte, para a mãe dele que ela sabia de tudo e que mesmo assim o enviou para a ilha?!lógico que essa é uma pergunta de retórica, o lance é o pragmatismo da Eloise, ela é capaz de matar o proprio filho ou de perder a vida, pela ilha.Por isso ela enviou o filho, mas talvez no fundo ela esperasse que ele conseguise mudar os resultado, daquela vez, a ilha não é um continum temporal, o eterno retorno impera ali geral.grande abraço.homemazul@ig.com.br Tiago

Tiago disse...

Como foi sugerido pelo meu amigo Marcos Roberto em comentário enviado, segundo a teoria dele quem aparece para Jack é o Jacob se fazendo parasar pelo cristian, assim essa propriedade trasforma seria pertinete ao Jacob também e pq não!? "se vc acredita que um cara é capaz de falar com os mortos" grande abraço. homemazul@ig.com.br (Tiago)"E aquele Christian que Jack viu num flash forward? Também era o monstro? Óbvio que não porque sabemos que o monstro não podia sair da ilha, portanto naquela ocasião só dá para imaginar que influenciado por remédios pesados, o que Jack teve foi uma alucinação de seu pai." Como foi sugerido pelo meu amigo

Gilbertto disse...

ow, só queria acrescentar que se vc reparar, todos os que são chamados de candidatos, tem algo dificil para deixar na outra realidade q eles não tinham na realidade normal!

Priscilla disse...

Gente, acredito q a única possibilidade para o Christian ter aparecido fora da ilha algumas vezes é que o Jacob tb se passe por ele. Só que o Jacob aparece na pele dele para o bem, sei lá..e o homem de preto para o mal. Acho, né.

Priscilla disse...

Aliás, minha mente está tão perturbada com esse mistérios q já cogitei até mesmo que o espírito encarnado no Locke não seja o homem de preto. Já imaginei até o Jacob muito perverso... E vcs? hauhuahua

Deiwid Guenther disse...

Aposto que, na realidade paralela, o Jack enfrentará o mesmo dilema de matar ou não o Locke durante a cirurgia, assim como já ocorreu com o Ben no início da série (primeira temporada?).

River Rage disse...

Acabou de passar pela minha cabeça que talvez estejamos um pouco mal acostumados com tudo "preto no branco": Jacob do bem, MIB do mal...
Talvez nao seja bem por aí... Acho que em nenhum momento na série ficou claro que o Flocke é o MIB. E pra mim também nao está claro que o Jacob é do Bem, afinal de contas ele manipulou todos ali pra eles acabarem caindo na ilha.
Até agora temos somente a palavra dele que diz ser do bem...

Pede Pano disse...

Não sei daonde que tiraram a certeza de que esta é uma realidade paralela,ou seja, uma mentira! Falam como se no episódio centrado em Desmond deu p saber que tudo estava acontecendo ao mesmo tempo e tudo na "paralela" é mentira... como vimos anteriormente o Desmond pode relacionar as coisas em tempos diferentes, quem garante que qdo ele estava sob a ação da radição ele não pôde ver o futuro? E daí pode-se explicar o fato de o Alpert não ter aparecido na paralela ainda, pois ele viveu mto antes do presente dos outros losties!!

pedro paulo disse...

Poxa, que loucura é essa da realidade paralela ser coisa o Flock?! Vocês acham mesmo que com um poder absurdo de criar uma OUTRA DIMENSÃO, ele não conseguiria sair da ilha? Oras, se fosse assim, ele criaria uma dimensão em que ele seria o deus supremo do universo e tá ok, sem mais brigas. :S

Eugenia disse...

Davi, o Christian aparecendo pro Jack em L.A., fumando, ñ pode ter sido uma alucinação, pq o alarme de incêndio disparou.