10/02/2010

Comentários do ep. 6x03 “What Kate Does”

Arrastado em sua narrativa e falho na tentativa de criar tensão quando deveria (ou poderia), “What Kate Does” passa longe da lista dos melhores da série confirmando uma tradição de Lost: episódios centrados na bela sardenta interpretada por Evangeline Lilly geralmente são decepcionantes, o que infelizmente ocorre aqui mais uma vez. Obviamente, enquanto fãs sedentos por resoluções das histórias daqueles personagens e, claro, dos maiores mistérios da série, chega a ser preocupante que tenham desperdiçado tempo justamente quando ele fica cada vez mais curto. Dito isso, fixemo-nos nos (poucos) bons pontos do episódio e bola para frente!

Leia mais...

    Dos recursos mais interessantes que o advento da realidade paralela trouxe à série, um que tem me chamado atenção diz respeito à exposição da essência de quem aquelas pessoas são. Independente de vivenciarem outras situações e terem a possibilidade de fazer novas escolhas, invariavelmente parece que veremos cada uma delas repetindo atitudes e ações cujo destino final não deve ser muito diferente do que já vimos antes. Dessa forma, ao mesmo tempo em que vemos a Kate dos flash sideways (termo oficialmente adotado pelos produtores) em contínua fuga da justiça, nos deparamos com uma jovem incapaz de negar ajuda à uma indefesa, confusa e então grávida Claire, estabelecendo assim um dos aspectos mais fascinantes da série a meu ver: sua capacidade de negar o maniqueísmo na construção e desenvolvimento de seus personagens. Em Lost, como já foi amplamente debatido, ninguém é só bom ou só mal.

    Na realidade da ilha, as grandes questões que o episódio levanta dizem respeito ao ‘retorno’ de Sayid do mundo dos mortos e à tentativa de Kate em consolar o abaladíssimo Sawyer. E se a subtrama envolvendo o iraquino, sua tortura (que ironia, não?) e todo aquele papo desnecessariamente alongado de Dogen com Jack falando em infecção, esfriava à medida e que o tempo passava, a de Kate indo atrás de Sawyer por sua vez, evidenciou um lado egoísta da sardenta (vide sua conversa com Jin), mas que culminou num momento belíssimo e por que não dizer emocionante dela com o outrora golpista no pier da vila Dharma. Enquanto Sawyer (em mais uma atuação inspirada de Josh Holloway, diga-se) se penitenciava pela morte de Juliet, Kate reafirmava o real motivo de seu retorno à ilha: encontrar Claire, também ela uma infectada segundo Dogen.

    Em suma, o que esse irregular terceiro episódio parece querer nos dizer, é que quer esteja na ilha ou fora dela na realidade paralela, o que Kate faz é sempre a mesma coisa: peregrinar novos passos em sua jornada de busca por redenção de seus pecados, traumas e fantasmas através do ‘salvamento’ dos outros. Contraditória, mas essencialmente boa, quem é a Kate que chegará ao final dessa história? A heroína ou a egoísta?

    Mais sobre a suposta infecção de Sayid e a atitude de Jack; as reaparições de Aldo (o Outro que lidera Kate e Jin na saída do Templo) e de Ethan no flash sideway e, claro, sobre o assustador ressurgimento de Claire virão no post de easter eggs, curiosidades e repercussão que sobe no fim do dia e também no dudecast. Enquanto isso, o espaço de comentários é todo de vocês.


Lost Untangled - What Kate Does (vídeo recap bem humorado do episódio)
Vídeos promocionais e Sneak Peek do episódio 6x04, "The Substitute"

160 comentários:

musashi_sw disse...

Alguem pode reproduzir +- o dialogo do jack com o dogan no final? travou bem nessa hora nao sei se peguei tudo

Piada disse...

A primeira metade é bem light, mas no final minha cabeça explodiu!

Gustavo Rizzo Prux disse...

jesus, o que foi aquilo??

Marvin disse...

Episódio bom, mas trouxe mais perguntas e poucas respostas. Preciso assistir amanhã legendado pra entender melhor.
Valeu por ver a Claire denovo. xD

Juliana disse...

FOI DEMAIS... a claire no final qq foi isso

rafaeul disse...

não gostei muito... mas teve um mistério a mais para os produtores resolverem... Onde fica a joalheria dharma?
e o mac apareceu de novo, dessa vez para falacer... pobre mac

Ganso disse...

Ao invés de responderem os mistérios, eles criam mais e mais.

Um cheiro de final de Arquivo X se prenuncia no ar.

Abraços

Ganso

Juliana disse...

nao eh flooder soh pra constar hehhe... PRIMEIRO COMENTARIOOO... e o veneno q o sr. miagy quer dar pro sayd... q FDP querendo matar nosso iraquiano

ferds disse...

Meu comentário (primeirão?): sério concorrente a um dos piores episódios da série, certamente o pior se considerarmos a expectativa. Lotes de perguntas sem resposta. Historinha besta e sonolenta, coincidências imbecis... tudo totalmente desnecessário. Mas o chat foi divertido!

Felipe disse...

Uma porcaria de episódio...

Tarcisio disse...

Eduardo

o japa falou que era veneno!

minieri_2009 disse...

Sim, mas pelo que foi o 6x02 falto ação agora mais uma semana ate o 6x04

Alex disse...

Pra quem acompanha direto aki pelo blog ja tinha visto a Claire no melhor estilo Danielle... n foi muito impactante, mas, como sempre, episodio muito bom...

Ramon Bittencourt disse...

a claire é a nova Daniele Rousseau...rs....fazendo armadilha e tudo.
será que ela está morando onde morava a francesa?

gostei do episódio

-Beto disse...

nao sei se gostei. foi tudo tão monótono que deu sono.
única parte boa foi o Jack engolindo a pilula. pq até a Claire no final ja tava previsivel

Caroline disse...

Achei o episódio fraco, com um final bacana.

Kate sofrendo (vaaai burra) foi legal.

Jin preso na armadilha (tadinhooo)

E Claire e Sayid infectados? Deixaram de amar? hahaha. Perderam a ingenuidade?

Enfim... Ethan bonzinho, Kate querendo dar uma de BOAZONA como sempre.. Nao me convence.

Bejooos!

V!tor disse...

Episódio pavorosamente fraco... isso não podia acontecer a essa altura... os caras tão se arriscando demais... espero que melhore e que melhore MUUUUUUITO!

Bruno disse...

achei meio fraco
so aumentam os misterios

Felipe Ribeiro disse...

maravilha. fiquei um pouco na seca - pois o q apareceu no sneak peak -tipo o jack falando porque meu nome esta escrito na pedra não apareceu.

mas a ultima cena (em q ela aparece) é muito boa.

os caras são bons MESMO.

episódio um pouco enrolão, mas mostra detalhes importantes- kate e claire + médico no hospital.

enfim. daqueles que nao sao bombasticos, mas importantes na trama.

bjus e abraços,

felipe ribeiro, sp, vl mariana.

V_ Leal disse...

Tv na cara que a Claire ia aparecer nesse, lá na ilha.

Mas os roteiristas são compulsivos, não conseguem responder nada sem criar outra pergunta.

E agora, vai nascer um alien da barriga do Sayid?

O que será que vive agora no lugar do Sayid e na Claire. Vou ali assistir o Hospedeiro.

Mas duvido que quando Claire aparece na Cabana pro Locke, era essa Claire que vimos com Jin.

Atoledo disse...

Ethan? PQP!

Pena que meu inglês é muito fraco, não entendi algumas falas, principalmente com sotaque dos Orientais (Jin e o chefe dos Others Others)... hahahhaha

V_ Leal disse...

Pra quem não entendeu o diálogo do Dogen com Jack no final, em suma foi assim:

- Seu amigo já era, se foi, tudo que era ele não existe mais. Se apossaram dele, a mesma coisa que aconteceu com sua irmã.

Cleyton disse...

Foi um bom episódio. Mantendo sempre aquele ritmo dos episódios centrado em kate. Até dando pra imaginar a cena final!

Rodrigo Fávaro disse...

"Onde fica a joalheria dharma?"
hahahahahaha...mandou bem!

É , não foi um episódio 100% , mas foi bom até!
Senti falta da galera que está com o falso Locke!

Juliana disse...

ltodos episodios de lost sao demais... pode ser q nao foi tao bom qnt algum outro mais pra mim... ultima temporada... nao tem nd de ruim... pra quem nao entendeu talvez nao tenho sido tao bao... com a legenda talvez mude o modo q interpretou... foi bom sim...

Kate oq vc vai fazer?????

Dan disse...

alguém pode dizer o que o Sawyer disse exatamente pra Kate, por favor. ele fala mto rápido e eu n entendo aquele sotaque dele Oo

ૐ ..:: Renatão ::.. ૐ disse...

A melhor atuacao do episodio foi do Sawyer. Afinal, é Valentine's por la :D. Kkkk Eh serio, curti bastante o episodio e o mais louco é q falta pouco pra responder mais misterios. Se nao terminarem mesmo como Arquivo X ta valendo! Ate a proxima semana!

AninhaBlank disse...

Pois eh, nao restara nada dos valores, so por isso tem q morrer?
sera?
vão quere sair matando td mundo q nem o time françes?
achei muito boa a atuaçao do josh(sawyer)..
a realidade fora da ilha ta m dando nos nervos.
mas gostei do episodio, q venha um muito melhor para aumenter meu vicio

Atoledo disse...

Dogen... Lostpedia rápida demais:

http://lostpedia.wikia.com/wiki/Dogan

Para quem não gostou do episódio, os episódios da Kate são sempre os mais fracos, ela tem a história menos interessante de todos, para vcs terem uma idéia o que ajudou na realidade alternativa dela foi a Clarie...

ze disse...

Ei, a infecção da Claire e do Sayid é a mesma que afetou o grupo da Rousseau... Ela mesmo disse que eles estavam infectados.
Episódio bom e só. Enrolou muito, mas essa parte sobre a infecção pode estar perto de ser revelada.

Lylo disse...

Episódio OK, não trouxe nada de muito impactante, mas que é necessário para o bom andamento da série. É assim mesmo, não dá para esperar uma surpresa a cada cena. Que venha o próximo!

Deiwid Guenther disse...

Não entendam essas novas perguntas como novos mistérios, mas sim como respostas se formando. Se fosse simplesmente responder e jogar tudo na cara eles não precisariam de mais do que 15min para a temporada inteira, bastaria um diálogo.

Achei o episódio enrolado, mas temos alguns pontos:

- O que aconteceu com a Claire começará a ser respondido.

- A infecção da Claire e Sayid começa a explicar o que o Evil-Jacob pretende, e consequentemente o que ele é.

Atoledo disse...

Desculpem, errei.. é realidade paralela...

Apesar de ser mais fraco que os anteriores, eu gostei muito do episódio...

Muito Obrigado Davi e Ju, pelo Videocast e a cobertura do Episódio... Continuem assim!

ૐ ..:: Renatão ::.. ૐ disse...

Nao sei se parece meio obvio agora mas temos uma relacao entre Jacob e a fumaca. Não sei se é uma relacao antagonica ou nao mas se tivermos mesmo um looping na ilha, acho que Claire ja esteve antes de todos e eh mae de Jacob.

Deiwid Guenther disse...

[continuação]

- O pai do Jack parece ter uma participação muito grande, estão afunilando a história para ele e, principalmente para o Aaron, cujo nome foi dado "intuitivamente" pela Claire também na realidade alternativa.

Bem, e uma dúvida que me surgiu é: Jacob sabia/provocou que mais uma linha de tempo seria criada. Creio que esta é a grande estratégia dele para combater o Evil-Jacob, que não faz idéia desta estratégia.

DioSoft disse...

Episódio previsível e repleto de dúvidas. Como Dogen sabe que Claire e Sayid infectados? Será o monstro de fumaça? Ou Jacob?

V_ Leal disse...

O Dogen fez o teste pra saber se ele não era o MIB, pois bem. Não era.
Mas infectou, então pq. o querido Dogen já não deu o veneno pro Sayid? Afinal, parece que tudo depende das atitudes do Jack e o Jack só tem tomado atitudes erradas.

Claire teria sido banhada nas águas tb? Ben é um infectado?

Os roteiristas fazem surgir mais perguntas só para esquecermos das velhas.

Rick Franco disse...

Pra quem ainda não viu, mas está lendo aqui, o EZTV já botou no ar o episodio para download.

Ellen Gonçalves disse...

Episódio ruim, mas já era de se esperar,afinal, episódio da Kate né?
Mas eu acho que os proprios produtores ja sabiam disso, por isso colocaram bem no comecinho da temporada.

Alexandre disse...

Aos críticos uma sugestão,

que aguardem para assistir com as legendas antes de emitir uma opinião fechada.

Acho que é necessário mais respeito com quem se dedica uma vida de trabalho para fazer um produto de tamanha qualidade e repercussão que é Lost.

Cito aqui apenas as atuações do Josh e do Matthew se alguém as contestará.

Quanto as personagens femininas, eu compreendi ali uma mensagem: Tanto no tempo da ilha como fora dela as personagens buscaram ali a manutenção e preservação da vida e da solidariedade ao próximo, mesmo que isso se pareça para a maioria apenas demonstração de egoísmo...

Ótimo episódio pela atuação dos personagens, afinal Lost também é uma série sobre pessoas!

Me desculpem o desabafo... "...it´s just progress!"

Mister Ale

Deiwid Guenther disse...

Talvez os infectados não possam mais ser "candidatos".

José Estelita disse...

O segredo de Lost é a teoria da Interpretação de Everett dos mundos paralelos.

samongo disse...

se acham episodios centrados em kate ruins,,,,, esperem ate ver episodios centrados em sun e jin. e pra min esse tal homem de preto é o aaron bebe da claire

Deiwid Guenther disse...

Concordo com você, José Estelita. Lembra que o Michael não conseguia/podia se matar? http://pt.wikipedia.org/wiki/Imortalidade_quântica

Lylo disse...

Pessoal, só pra avisar, o Lost Untangled de "What Kate does" já está disponível no site da ABC e hilário como sempre!

Gustavo disse...

Vcs nao imaginam a minha felecidade, ao vir aqui e descobrir q nao fui o unico q acho o episodio ruim...kkk

Deiwid Guenther disse...

E é por essa mesma teoria que Ben e Charlie, Jack e James, Jacob e Evil-Jacob não podem se matar: http://pt.wikipedia.org/wiki/Imortalidade_quântica.

Neste caso, diferente do que citei sobre o Michael, não está tão claro para mim, porém creio que a resposta seja da mesma natureza teórica.

Deiwid Guenther disse...

Lembram do Coelho?
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gato_de_Schroedinger


Trecho principal (simples):

O Gato de Schrödinger: Um gato, junto com um frasco contendo veneno, é posto em uma caixa lacrada protegida contra incoerência quântica induzida pelo ambiente. Se um contador Geiger detectar radiação então o frasco é quebrado, liberando o veneno que mata o gato. A mecânica quântica sugere que depois de um tempo o gato está simultaneamente vivo e morto. Mas, quando olha-se dentro da caixa, apenas se vê o gato ou vivo ou morto, não uma mistura de vivo e morto.

Deiwid Guenther disse...

Davi, ótima observação sobre o maniqueísmo.

Quer saber? Jacob sempre foi bonzinho? Talvez seu "irmão" não quisesse matá-lo apenas porque Jacob queria provar que ele estava errado. Creio que Jacob, num passado longínquo já tenha prejudicado muito o Esaú.

Eliéser Giovani disse...

Duvido MUITO que o nome do Flocke seja Esaú.

tIAGO PC disse...

Ao contrário da maioria, gosto muito dos episódios centrados na Kate, de longe uma das minhas personagens favoritas, o que apenas solidificou-se nesse episódio. O que achei péssimo foi a cena da Claire pedindo pra mulher que acabou de sequestrá-la acompanhá-la na casa da ex-futura-mãe do Aaron. E pior ainda foi a desculpa tosca da mulher: "Meu marido me deixou, não te liguei, beijo se vira". Pontos fortes do episódio, IMHO foram a aparição do Ethan e a revelação de que os outros outros sabem do paradeiro da Claire, mas mesmo eu que não acompanho spoilers deduzi que ela apareceria no final. Enfim, episódio médio (principalmente devido às expectativas nessa última temporada), mas como disseram há pouco, "Se fosse simplesmente responder e jogar tudo na cara eles não precisariam de mais do que 15min para a temporada inteira, bastaria um diálogo."

Amenar Neto disse...

De fato achei o ritmo do episódio um pouco regular, mas eu JURO que não vejo o tempo passar. Não tem sono, não tem tédio, não tem nada.

Um capítulo bastante sutil, com dois diálogos – Jack e Dogan – e – Kate e Sawyer – FANTÁSTICOS. E olha que nem tivemos aqui Locke, Ben e companhia para servir de adendo.

Minha impressão é a seguinte: Lost está fechando ciclos menores, e aos poucos se expandindo. O tempo é EXTREMAMENTE precioso aqui, e espero que o mesmo seja devidamente aproveitado. Mas nesse episódio, por exemplo, faz-se uma conexão na relação Kate/Claire/Ethan que a série demorou mais da metade de uma temporada para estabelecer. Ou seja, estamos indo em um bom ritmo. E espero que continuemos assim.

ps: Giacchino reiventando sua trilha é algo lindo de se ver. Toques mais dramáticos e nostalgicos. Daqui pro finale esse cara mata a gente.

dudulespaul disse...

No final das contas é isso, eles são bonecos dos deuses, que estão numa disputinha...

e pra mim o Locke já tava de certo modo contaminado desde o começo...

"Eu olhei no olho da ilha, e o que eu vi foi lindo..."

sempre que o monstro da fumaça aparecia, o Locke desaparecia, parecia o mestre dos magos...

dudulespaul disse...

NO FINAL DAS CONTAS, NO FIM DA 4 TEMPORADA, A CLAIRE MORREU, TANTO É QUE ELA DIZ: EU ESTOU BEM, E O MILES DIZ: EU NAO TERIA TANTA CERTEZA... ELA MORREU E FOI TOMADA PELO MONSTRO

dudulespaul disse...

TÁ PARECENDO TWIN PEAKS, QUANDO O ESPIRITO DO MAL FICA TOMANDO O CORPO DAS PESSOAS...

Kadú disse...

Não achei o episódio fraco... Achei apenas a parte centrada em Kate fraca. Não sei pq eles insistem em contar a história dela. Já deu o que tinha que dar. O Sawyer podia ter afogado ela no caes da Dharma aquela hora que ia ser muito massa! Ela e o Jack realmente se merecem: dois idiotas!

A parte do episódio passada na ilha foi muito boa! Ver a Claire no final não tem preço!

Fagner disse...

Fraco... Como bem destacou o David no Post de comentários...

Episódio bem +/-... Não deu resposta nenhuma, o final foi mais que óbvio (mas pelo menos foi legal :D) e, a única cena que compensou foi a do James falando sobre o romance com a Juliet, com o anel em mãos e nitidamente abaladíssimo

Próximo episódio é baseado em quem?

UtarefsoN disse...

Sinceramente, gostei bastante do episódio. Um dos personagens mais curiosos para mim agora é o Dogen, e pudemos ver algo mais sobre ele. A atitude do Jack em engolir a pílula me surpreendeu.

Sobre "perder tempo", acredito que o diálogo "arrastado" dos personagens não seja o problema, mas sim os próprios flash sideways. OK, é legal ver o que teria sido feito deles em uma vertente diferente, mas a meu ver (e de muitos, creio eu) o personagem principal sempre foi e continua sendo a ilha. Portanto, eu tenho interesse em saber sobre a ilha e o que acontece lá, não fora dela.

Claro, ao que tudo indica há relevância no que se mostra nos flash sideways, como a ilha submersa e etc, mas sei lá... eles são realmente tão necessários para ocupar metade do episódio?

Ronaldo Brito disse...

Um episódio que lembra realmente o inicio da série... onde visavam de certa forma as relações interpessoais...

Que se dane... quero é ação e respostas! Rsrsrs

Episódio bonzinho...

Eugenia disse...

Independente de ser bom ou ruim, o episódio trouxe pouquíssimas respostas - isso, perto do final da série. Ou seja, se os produtores já tinham dito q ñ explicariam todos os mistérios, agora temos a CERTEZA de que eles explicarão POUQUÍSSIMOS mistérios. Simplesmente pq NÃO HAVERÁ TEMPO, são mistérios demais! Saberemos apenas os mais importantes: quem são MIB e Jacob, pq os losties foram parar lá, o q aconteceu com Claire, Sayid e Christian... Agora, aqueles mistérios "menores" não serão elucidados (tipo, pq Walt era daquele jeito, como sua mãe morreu, o q era aquele quarto em que acharam o Karl, o q Mr. Eko qria dizer com suas metáforas...) Mesmo assim, amo a série, a melhor de todas...

Letícia disse...

Como eu (acho que) já comentei, penso que agora Lost esteja virando pro lado da Física (o que faz meu lado nerd pular de alegria), com teorias parecidas com o suicidio quântico, gato de Schrodinger e talz =], como algumas pessoas tb disseram aí em cima... O Howstuffworks tem uma página bem legal sobre isso (http://ciencia.hsw.uol.com.br/quantum-suicidio.htm)... quanto ao episódio, não pude baixar ainda, então não vou opinar por enquanto =/ rs

Eugenia disse...

Palpites:
1) Claire: lembram qdo ela aparece na cabana com o Christian? Aí ela diz pros losties: "tudo bem, estou aqui com meu pai..."? Eu acho q ali ñ eram ela e Christian, e sim Mib e Jacob...tendo um diálogo amistoso, como aquele da praia...
2) Qdo Hurley está na realidade paralela, ele namora Libby. Provavelmente a conheceu no hospício qdo estava internado. Foi para a Austrália apenas para resolver problemas ligados ao Mr. Cluck (lembram do diálogo no aeroporto, ele qria usar o nome "Outback"...

V_ Leal disse...

Acontece a mesma coisa da temporada anterior. A maioria de saco cheio querendo saber o q. Acontece na ilha e não fora. E agora nem ilha pra voltar tem, já que afundou. Mas os flashes paralelos aos eventos de 2007 deve serivir pra sabemos como terminará a vida deles, após a
guerra que vai ter na ilha e matar a maioria. Não vou ficar surpresa se os flashes paralelos forem o final de lost após o reset q ainda vai ter em 2007. Com alguns losties felizes e outros nem tanto, lembrando do que poderia ter sido caso não afundassem a ilha em 2007 e n resetassem.

Eugenia disse...

aproveito para criticar a Net, que ontem passou o primeiro episódio da temporada com legendas em PORTUGUÊS DE PORTUGAL!!! um desrespeito!!!! Como se concentrar na trama com os personagens falando "malta", "agarro-te" etc.?

Léo & BeL disse...

Davi e Ju... espero que consigam ler o meu comentário !!! Não me recordo se o Iraquiano recebeu a visita do Jacob fora da ilha ??? Igual os que foram "tocados" por ele ??? Será que o toque não pode ser um tipo de "infecção" ??? Ficaria muito feliz se vocês comentassem no Podcast e se possível mandassem um "oi" para eu e minha esposa, somos fãs de vcs !!! Ass. Leonardo e Isabel de São Leopoldo/RS

PC disse...

Vocês prestaram atenção na cascata do AXN? O segundo episódio só vai passar dia 23! Vão repetir o primeiro na semana que vem. É brincadeira não?

E.T. Music System disse...

essa kate ja passou da hora de morrer ...nem a morte da juliet ela respeita ...é uma pilantra bandida
e vulgar ... nem sabe pa qual dos dois ela que mais morra kate morra kate morra kate ...jack tbm ja passou da hora de ir visitar os mortos ...esses dois so atrapalham ....sawyer é o melhor ...

Eugenia disse...

Leo e Isabel: sim, o Jacob aparece para o Sayid, qdo a esposa dele, Nadia, é atropelada... Agora, se vc perguntou se aparece qd ele era criança, não, isso não.

mvc14 disse...

Não acho que o episódio foi tão fraco e irregular assim. A questão é que vocês preferem episódios centrados em Desmond, Locke e Ben, porque geralmente estão relacionados com grandes mistérios da ilha. No entanto, vocês sabem muito bem que a série não é apenas sobre a ilha. Lógico, que o episódio não fica no hall dos melhores da série, mas também é melhor do que muitos outros episódios já passados

Luiza disse...

Eu gostei muito do ep., para mim fica claro que as perguntas começam a ser respondidas,pelo que já mostrou não me parece que os franceses foram infectafos,pelo menos não o Montand,pode ser os que foram a procuram do Montand tenho sido usados pelo monstro da fumaça,mas isso não foi mostrado.A performace do sawyer foi maravilhosa,qd. ele fala"claro é um torturador...merece uma chance..."meu coração partiu e a cena do cais foi de matar,chorei mesmo...antes dele falar lembrei da cena dele e Juliet lá...como a Kate é bicht,com certeza agora ela vai querer transar com o sawyer na cama dele com a Juliet.Também achei muito forçado a Claire aceitar entrar no táxi com a Kate??Tudo bem ninguém na vida real é só maldade ou bondade,mas também é verdade que você não vive impunimente no submundo, o Sawyer era só um golpista,mas o que ele acabou fazendo na Austrália??Matou um cara.Kate sempre foi mais individualista que gente boa,um verdadeiro tratar passando por cima das pessoas muitas vezes por puro capricho...torço para ele morrer mas duvido que isso vá rolar,como já ficou claro em lost só os melhores e coração é que morrem.

zomb1tch disse...

Não entendo como certos objetos viajaram no tempo de volta com eles ¬¬
Por que diabos a Kate chorou aquela hora?
Achei o episódio bom, não maravilhoso como costuma ser.
Gostei de ver a Claire, claro, o Ethan..
E grande atuação do Josh Holloway mesmo :D

regismoura disse...

Bem mais ou menos. Centrado na Kate também...
Muito sem graça essa história toda no templo, enrolação demais. As vidas continuam se cruzando na realidade alternativa, bacana isso, até certo ponto.
Claire voltou mesmo, até que enfim. O que chinezinho estava se referindo quando disse aquilo pro Jack? Que a Clair se tornou o que o Sayid irá se tornar caso não seja envenenado? Deu a entender isso.

Espero que esse seja o pior dessa temporada, episódios assim na reta final não dá.

Marlony disse...

Não sei se passou desapercebido, ou se foi voluntário, mas não vi nenhum comentário a respeito do que o justin disse. Quando eles estão atrás do Sawyer, e encontram uma armadilha, o justin fala pro jin que a armadilha não poderia ser da rosseau, pois ela está morta há anos. Como assim, anos ? Ele não sabia que ela tinha sobrevivido ? Ou seria a rosseau o monstro de fumaça ?

Alan DB disse...

Calma, Isabel... ehehehe Pra mim, a Kate entendeu o lado do Sawyer. E sofre por ele no momento final. Pode ser que ela respeite isso daqui pra frente.

Não consegui ver o episódio inteiro, perdi o início... Mas deu para entender. E acho que ele começa sim a responder algumas coisas. Não vi como um episódio ruim, mas como um mediano. E aceitável. Nem todos serão reveladores ao ponto esperado.

Mais uma vez bato na tecla: deixem a história vos levar. Não tentem escrever a história. Isso é decepcionante em Lost ou em qualquer trama. E mais... Nem sempre a nossa teoria seria também a melhor pra série. (já ouvi cada versão merda por aí...)

No mais, não acho que o flash sideway seja desnecessário... Lost inovou por querer mostrar motivações de personagens, paralelas aos mistérios da vida na ilha. O que eles estão fazendo é mostrar a justificativa para os personagens. O como a ilha transformou a vida de cada um, e o que tem a ver com a ilha e o que não tem... em cada atitude. E continuo achando o que, pra mim, seria a versão mais óbvia. Todo o flash sideway está nos mostrando o real final de cada personagem. O que será feito da ilha no final e o para que realidade eles serão levados. Se visto assim, acredito que estejam fazendo o certo. Postergando respostas e mistérios para o grand finale, sem deixar de mostrar o que seria dessas pessoas depois.

Alan DB disse...

Calma Isabel? De onde tirei isso? Calma Luiza! hehehe

ferds disse...

Minha tese é que os roteiristas queriam que a série durasse uns 50 anos, porque eles criaram perguntas sem respostas, então ficaríamos velhos e esqueceríamos das perguntas...
Como isso não foi possível, voltaram a criar mistérios (ou misturar mistérios gerando outros) sem responder os anteriores, para que não fique apenas uma ou duas perguntas sem respota, mas várias. E eventualmente, vão aparecer com a alegação de que não houve tempo para explicar tudo... isso me irrita só um pouquinho, mas ainda tá divertido saber claramente que estou sendo enrolado!
Ah, e o anel do Sawyer a Eolise Hawking provavelmente enviou pela FedEx, já que o Desmond deixou lá na loja há 3 temporadas...

Erik Trovão disse...

Antes de assistir ao episodio estava com receio, pois vi apenas comentários negativos!

O problema é que tivemos um início de temporada eletrizante, mas, obviamente, não tem como manter o mesmo ritmo até o final! E aí começam a surgir as comparações entre os episódios!

Foi, sim, irregular em alguns momentos (até um pouco arrastado) e não teve a mesma direção firma do primeiro episódio! Mas o diálogo entre Sawyer e Kate (que me emocionou! Josh merece aplausos!) e os destinos de Claire e Kate se cruzando na outra realidade só confirmaram como estes personagens são ricos e como esta história é bem construída!!

Muitos estão reclamando que uma fugitiva não voltaria para ajudar Claire! Será? O esteriótipo de fugitiva exclui o sentimento de solidariedade?? Kate sempre foi uma personagem ambígua!! E isso se tornou claro desde o episódio 3 da primeira temporada, quando ela só é presa, pois, após causar o acidente do fazendeiro que a denunciara, decide, mesmo assim, ajudá-lo!! Esta é Kate!!!

E as respostas? Talvez, elas tenham ocorrido de forma sutil (para mim, Claire e Sayid são agora infectados pelo falso Locke, assim como ocorreu com a equipe da francesa, como forma de mover peças para o seu lado na guerra que se aproxima!!! E essa infecção só acontece qd a pessoa quase morre! Afinal, tudo indica que o falso Locke representa o deus egípcio da cura e da morte!).

Poderia ter ocorrido mais respostas? Sim, eu concordo!
Mas, talvez, seja essa necessidade incontrolável dos fãs por respostas mastigadas (e que correspondam exatamente ao que eles imaginaram como certo) que no, no fim, se torne o grande carrasco de uma série que, ironicamente, obteve da paixão destes mesmos fãs a força para se tornar um dos maiores fenômenos da TV!!

Eric Arantes Corrêa disse...

Sei lá, os roteiristas cada vez mais dão saltos exagerados na trama. Essa história de infecção, os "losties" serem tomados por uma entidade pouco antes de morrer ou no momento da morte, não estou gostando do rumo que as coisas estão tomando. Forçado demais. Posso me enganar, mas cade vez mais a narrativa é conduzida para explicações místicas em que qualquer argumento pode servir para qualquer coisa...

Alan DB disse...

Boa, Erik Trovão!

leo disse...

Episódio chatíssimo. Se cinco minutos se salvarem dele é muito. Foi porco e desnecessário. Esses hippies do templo dão nos nervos, são péssimos; e o mestre Myiagi não convence nem q tem descendência oriental. Eu já não tinha lá gostado muito desses flash-sideways no epi passado (acho q só quiseram inventar mais um flash-alguma-coisa pra depois dizer q foi usado pela 1ª vez em Lost); mas agora fiquei seriamente preocupado. Fora o Man in Black nada mais me empolgou nesse começo de temporada. Tudo muito desinteressante e sem ritmo. Palmas pra atuação do Josh Holloway; único momento excelente do epi... aliás o "previously" pode ser contado tb como um dos pontos altos desse "what Kate does", pq teve umas ceninhas de LaFleur. Eh, espero q o próximo epi seja um de lost, e bola pra frente neh, fazer o q?

Luu disse...

Posso FALAR?
LOST TÁ UM BOSTA.

E O JACK ESTÁ INCRIVELMENTE VELHO!
ELE JÁ ERA CHATO, AMIS ERA BONITO... AGORA ESTA CHATO E VELHO.

não aguento :X

Gilbertto disse...

acho q fica meio explicado o porque da claire estar meio com aparencia de drogadona naquela cena q lock e o pai do jack se encontram na cabana! o sayid tbm está com os mesmos efeitos, pq ele está passando pelo que a claire passou!(era pra entender isso ou nada haver? =P)

Bruno disse...

Calma, quem não gostou do episódio e tá meio "assim" sobre a temporada, lembrem-se...

O final vai ser FOD@, o que acontece antes disso... é só progresso.

Carla disse...

Em primeiro lugar:

"Blogger zomb1tch disse...
Por que diabos a Kate chorou aquela hora?"

Blogger zomb1tch, este foi o momento mais importante de todo o episódio, e parece que a maioria não entendeu. Ela não chorou pq "perdeu o amor do Sawyer" como algum (verdadeiramente perdido) escreveu lá no orkut. Ela chorou pelo que o Sawyer disse, e que é a realidade que mais dói em Kate: "parece que alguns de nós estão destinados a ficarem sozinhos!"

O trio "kate/saywer/jack" não tem nada a ver com um trio romântico, como tantos falam. Kate é a personagem que foge terrivelmente de si mesma pq ela acredita que o quê ela é, é algo que não vale nada (como era o seu pai, a quem ela matou, e como ela vê o Sawyer, que é alguém que ela tenta salvar).
Pq ela diz que pode convencer o Sawyer de qualquer coisa? Não é pq ela acha que o Saywer está apaixonado por ela, e sim pq ela acha que o Sawyer é um reflexo dela mesma, e por isso ela sabe como ele funciona, ela o conhece, ela o entende como nenhum outro da ilha.
Isso tudo os autores deixaram claro para nós na terceira temporada em “What Kate Did” (olha lá, nos 36 minutos do episódio, que vc vai entender).

Enquanto o Sawyer é o vigarista que “não vale nada” (o reflexo do que a kate pensa que ela é), a kate vê o Jack como o oposto: a pessoa perfeita, o médico bem sucedido, aquele que faz as coisas certas, como ela mesmo diz em “what Kate Did” (“me desculpe se eu não sou perfeita como vc”). Por isso ela seguiu o Jack tão fielmente por aquela ilha. De certa forma, a kate vê o Sawyer como algo que ela é, e o Jack como algo que ela gostaria de ser. Esta é a dualidade da kate. Ela é prisioneira dela mesma, deste perfil que ela traçou de si mesma, e é disso que ela foge.

Como disse o Davi, a Kate vive num loop contínuo procurando a redenção de si mesma. É isso que a Kate “Does”.

O mais engraçado é que isso é a verdade da Kate, mas não é a verdade que as outras pessoas vêem nela. O Jack, por exemplo, a quem ela vê como o herói, não acha que a kate seja uma vigarista, bem pelo contrário. Ela foi e é a força mor de tudo o que ele fez na ilha. É com ela que ele conta em todos os momentos, é nela que ele confia, é dela que ele precisa para seguir em frente. Ele tem uma certa obsessão por ela que não tem nada a ver com amor, e sim com o fato de que o Jack admira a força/determinação da Kate com o mesmo olhar heróico que ela admira a pseudo-perfeição que vê nele.

Esta relação dos 3 personagens, que a maioria acha que é romance da novela das 8, é um dos “fenômenos” mais interessantes que existe em LOST.

Quantos caracteres cabem aqui nos coments?! rsrsrs

Marília Teive disse...

Previously on lost... Será que vai mostrar quem fala essa frase???? Sempre fui curiosa pra conhecer o "lombardi" de lost.
Mas enfim, episodio chatinho (já esperava) mas legal ao ver o Sawyer em outra transformação na ilha. Já esperava ver a Claire - sem surpresas. Agora estou pau da vida com a AXN. Que baboseira foi aquela de que "novo episodio em 23 de fevereiro"???? Só para ajudar a alavancar flashforward que estréia nesse dia????

Carla disse...

Continuando a análise do episódio:

2) quer dizer que os autores continuam na filosofia do “embromation” e a culpa é da Kate? Gente, se os episódios estão lentos, a culpa é dos autores, né?! Parem de culpar a Kate por todos os males do mundo. Ela já carrega culpas demais! rsrs

3) eu realmente não achei que o Jack iria dar aquela pílula de veneno para o Sawyer. Durante toda a série, nós temos visto o Lock clamando para que o Jack largasse a razão para se “deixar levar” pelos mistérios da ilha. E a maioria de nós achava que o Locke estava certo. Muitos pensavam: Jack, deixa de ser chato, deixe de ser o homem da razão (e da ciência) e se deixe ser o homem da emoção (e da fé). Mas agora nós estamos vendo que não é bem assim e que, ter sido o “homem da razão”, pode ter sido muitas vezes importante naquela ilha. Afinal, parece que o Locke foi enganado mais uma vez (ou não?!).
Enfim, apesar de tudo o que aconteceu, o Jack ainda é o “mesmo homem” que chegou na ilha e que tende a creditar nas suas convicções mais do que seguir cegamente aquilo que lhe mandam fazer.
Se isso é bom, ou não, nós ainda não sabemos até pq ainda não sabemos o que ali é verdade e o que é mentira; o que é o bem e o que é o mal; “who is the bad guys” e “who is the good guys”. Neste caso, então, a opção do Jack de não seguir cegamente a ninguém talvez seja a mais acertada. Ele vai cometendo erros pelo caminho, mas pelo menos são erros que ele mesmo assume, e não joga a culpa em ninguém, como fazem tantos outros.
De qualquer forma, o Jack, como a kate, também vive em loop tentando se encontrar.

4) bem, eu acho que já escrevi demais, né?!

OBS: eu gostei do episódio! ;o)

Marcos Rangel disse...

melhor comentário:
"sempre que o monstro da fumaça aparecia, o Locke desaparecia, parecia o mestre dos magos"

Carla disse...

Opa, é melhor corrigir, né?!

“who are the bad guys” e “who are the good guys”.

Alexandre disse...

Episódio bem sem sal e açucar...
Assim como o flash-sideways, apesar de ser interessante mostrar a essencia dos personagens, ainda assim não parece algo muito fundamental, fica mais no quesito "curiosidades" ou "jogo dos sete erros", e como disse o leo acima, parece que colcoam isso só pra falar que agora tem flash-alguma-coisa.

Esse episódio deu medo dos rumos tomados, mesmo.

Concordo com o leo também de as coisas ficarem muito místicas e sem lógica.

Reafirmando: o que todo o projeto de MiB e a "batalha" com o Jacob tem a ver com trazer tantas pessoas para a Ilha (como diz Dogen), e com toda os argumentos das outras temporadas...para isso, interesse principal da série, esse expisódio trouxe muito pouco.

Alexandre disse...

@Erik Trovão

Acredito que o erro deste episódio foram justamente as respostas mastigadas, que além de tudo foram muito poucas, não teve nem o lance de pensar "será que é isso?!".

A frase mais interessante é o acompanhante do Aldo que diz "Não, ele é um deles". Isso sim foi a parte mais interessante.

Eduardo disse...

O episodio foi legal, exatamente isso, legal, e apenas isso. Acho que nessa altura do campeonado, episodios não deveriam ser mornos como esse.

Vi esse post em um blog da net e achei muito maneiro. Trouxe pra dividir com vocês.

John Locke não se impressionou com AVatar. Veja pq:
http://www.oversodoinverso.com/locke-nao-se-impressionou-com-avatar/

Abraço a todos.

Carlos Frederico disse...

parece que estão seguindo a ordem da primeira temporada quanto à quem é centralizado o episódio.

o episódio 1 e 2 tinham flashes (backs e sideways) referentes ao vôo 815, e o episódio 3 de ambas temporadas centrado em kate.

O próximo episódio, pelos sneak peeks, vai ser centrado em John locke, como foi walkabout, o 4o. da 1a.

digo isso para assim, de certa forma, prevermos como os flashsideways se desenrolarão, considerando que temos menos episódios nessa temporada, porém temos menos personagens principais.

brasilinteligente disse...

Olá!
Adoro Lost e acredito que é a melhor série da atualidade.

Fiz um resumão de Lost preparando para a temporada final!
Quem quiser conferir, é só entrar lá!

http://brasilinteligente.wordpress.com/

Abraço!
Brasil Inteligente

Mr. X disse...

Ainda estou curioso é pra saber onde o Desmond reaparece nessa historia.

Eis o misterio!!!

Vinicius disse...

Eu gostei do episódio por um motivo muito simples: eu não me senti enganado como em tantos outros episódios ditos "expetaculares".
Claro que a história não andou muito mas foi um alento não criarem novos mistérios.

Agora, coisas de LOST que odeio que rolaram nesse espisódio:

1) Dogen diz que Sawyer não deve ir embora mas deixa ele ir. Se era tão importante que Sawyer ficasse eles poderiam:

a) usar o mesmo tipo de emboscada usado tantas outras vezes na selva para capturar o Sawyer.
b) O China poderia explicar a situação dizendo "Olha, mataram o Jacob e o monstro de fumaça tá furioso".

Outra coisa curiosa: A Kate tem mais experiência em andar na selva e rastrear trilhas do que os Outros? Forçação de barra de novo.

E o Hurley fez a redenção da coisa toda dizendo o que sempre penso:
"Conversas privadas me assustam pois normalmente me levam a fazer algo que nao entendo".

Abraço,
Vina

lucas disse...

Discordo de você Davi e achei o episódio bom, muito legal ver os relacionamentos da sardenta e da claire se repetirem e mais, digo que esse episódio foi centrado em kate e claire. A presença de Ethan me fez esperar encontrar juliet naquele hospital, será ela que fará desta vez o parto de claire? E gostei que pelo visto explicarão a infecção que a Rousseau tanto falava, e a claire tão parecida com a Rousseau nos indicaria que a Rousseau também estava infectada, eu sempre quis saber o que era essa doença, pois todos que a tiveram morreram, seria esse o destino de claire?
Enfim gostei, não esperava que dessem muitas respostas e muito satifastório, é ótimo não ler spoilers

lucas disse...

ah esqueci de dizer, parece que tanto a kate como a claire quando disse o nome do Aaron tiveram um Deja vu. Os olhares foram como se elas já tivessem vivido aquela cena.

ferds disse...

Alguém postou que a série poderia ser explicada em 15 minutos. É vero. "Everything else is just... embromation" diria o MIB. Na verdade, a questão é simples: as pessoas em Lost não conversam.
O Myiagi podia simplificar tudo contando ao Sawyer por que não sair do templo. O Miles poderia dizer se o Sayid estava ou não morto. Myiagi quer conversar com Jack, Jack dá chilique. Myiagi quer conversar com Sayid, Jack dá chilique. Myiagi conversa com Jack e o maldito resolve tomar a pílula que já supunha que era veneno. Kate chora e Sawyer tem crise de consciência... mas ninguém fala com ninguém! As terceira e quarta temporadas giraram em torno das perguntas do Locke sem resposta do Ben. Tudo que começa em diálogo termina em um kit: monólogo + novo mistério.
Parece reunião do PT, poxa! rsrsrs Postei isso aqui porque não sei se sou o único que se aborrece com essa falta de interação... E não acho que um mínimo de coerência nos diálogos "mastigaria" o roteiro...

Cadu disse...

@Carla ... Parabéns pela sua analise sobre a Kate ... tudo bem q foi uma defesa mas mesmo assim resumiu bem a personagem ... E achoq a ideia doi final da serie vai ser essa pois os produtores dizeram q o q interessa são os personagens ...

libélula disse...

Tem uma coisa q esta me deixando mt confusa... No capitulo anterior e em espisodios anteriores vimos a fumaça preta como algo ruim. No episodio 6x01/02 podemos ver a fumaça associada ao falso locke (MIB)e já vimos a msm fumaça no templo matando os franceses e tal.
Se a fumaça é o carinha ruim, antagonista do jacob, como ela estava presente no mesmo templo q estamos vendo agora na 6ª temporada como um lugar protegido desse carinha ruim (MIB), q ao meu entender é a fumaça preta tbm? entenderam o q a minha duvida? rs

Eu devo ter esquecido algum detalhe importnate da serie, ou devo ter entendido errado.

zakarewicz disse...

Eu tenho que dizer que adorei esse episódio. Gosto de vez em quando dessas paradas com histórias leves e bacanas.

Gian disse...

Nem vi ainda, mas episódios centrados em Kate (ou sempre que eles vem com aquela baboseira de "lost é sobre pessoas"), já tenho certeza que vai ser um dos mais fracos da temporada...

Bruno disse...

Sério, é FOD@.
Porque no começo de Lost, TUDO era místico, entende. E o pessoal adorava.

Tanto, que MUITA gente reclamou quando vários mistérios foram explicados cientificamente, como o Urso Polar, por exemplo. As explicações da Dharma desmistificaram muito a Ilha, e muitos não gostaram disso.

Mas sabíamos que algumas coisas iriam continuar místicas. E agora que entramos nos misticismos da Ilha, ninguém gosta.

Pow, assim fica difícil né?!
Eu to gostando bastante.

Acho que muitos também tão esquecendo que muitos episódios são assim mesmo, sem nada incrivelmente bombástico, ainda mais esses de começo/meio de temporada. A coisa sempre começa quente, esfria, e depois ferve no final!

Portanto, tendo fé nos produtores da série, sei que Lost vai ter um desfecho FENOMENAL!

Quevedo disse...

até que enfim,descobrimos pra que serviam as injeções inetadas em claire na 2ª temporada...
elas serviam para retardar o nascimento do bebê!
forte abraço davi ;D

zomb1tch disse...

libélula, acho que o Templo é tal casa que o MiB quer voltar.. e ai vamos descobrir ainda porque ele não pode voltar lá..

Minha opinião.

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

è não foi dos melhores eps,mas foi legal a volta da Claire, será que ela e Sayid não tem salvação?? e quando será que ela e jack vão se encontra?? ah Lost é Lost!.

libélula disse...

Valeu zomb1tch ... n tinha pensado nisso..

abç

Eugenia disse...

Marlony, a Rousseau morreu em 2004, e todos agora estão em 2007. Por isso o carinha diz que "ela está morta há anos".

Libélula, o lugar onde a fumaça julgou o Ben ñ foi exatamente o tempo, e sim um anexo do templo, uma espécie de antecâmera.

martins disse...

O DarkUfo já tinha divulgado um ranking de notas para os 9 episódios de acordo com o que suas fontes já tinham visto sobre esses episódios:

1º) “Ab Aeterno” (episódio 9, centrado em Richard Alpert) – 9.60
2º) “Dr. Linus” (episódio 7, centrado em Ben) – 9.25
3º) “The Subsitute” (episódio 4, centrado em Locke) – 9.10
4º) “LA X” (episódios 1 e 2, centrados em diversos personagens) – 9.00
5º) “Lighthouse” (episódio 5, centrado em Jack) – 8.75
6º) “Sundown” (episódio 6, centrado em Sayid) – 8.40
7º) “Recon” (episódio 8, centrado em Sawyer) – 7.10
8º) “What Kate Does” (episódio 3, centrado em Kate) – 6.70

E concordo com o pessoal daqui que achou o episódio mediano. O bom é que o próximo episódio será centrado em Locke.

Leandro Campos disse...

soh eu naum vi ainda :( pobre!


I love you Kate!

I don't understand.

ivo_nik disse...

O que fizeram com a Claire? Era tão bonitinha!

Será que aqueles que morreram na ilha reencarnam nos corpos dos "infectados"? A Rousseau voltou...

Eugenia disse...

Gente, o Ben (q sabe muito sobre a ilha), quando dizimou a galera da Dharma, fez questão de deixar os corpos expostos... numa grande vala comum... lembram disso? Seria só pra sacaneá-los ou isso tinha alguma importância vital? E lembram q qdo existia a Dharma, ela tinha um trato com os Hostis de que se um matasse um membro do outro o corpo tinha q ser devolvido? Acho que isso tudo terá alguma importância no que diz respeito ao corpo do Sayid (q certamente MORREU) e ao da Claire (q eu ñ sei ainda se morreu ou ñ).

OBS: escrevi q ele morreu pq é impossível um médico renomado como Jack examinar uma pessoa, dizer q ela tá morta e ela ñ estar.

OBS2: será q os franceses foram infectados pq, ao descer no buraco, viram a fonte e beberam da sua água, num momento em q o Monstro a tinha deixado turva?

Luciana Rodarte disse...

Oi pessoal, acompanho os comentários, mas está é a primeira vez fazendo um!
Ontem assisti no Veetle, perfeito, sem nenhum estresse. Estou querendo baixar o episódio legendado e não estou conseguindo, já tentei o Lost Download e o Baixar TV e nada, só a legenda está disponível... Alguém já conseguiu ?
Obrigada por compartilhar !

rupert disse...

hsauhsaushaushaua!!!
sensacional o comentário do ferds!
concordo plenamente.

Mariana Azevedo disse...

A infecção que o Dogen falou provavelmente é do grupo da Rousseau depois de terem entrado no templo, naum? Agora temos que saber como a Claire ficou infectada tb...

O episodio não foi tão tenso quanto o primeiro e o segundo, ficou devendo bastante, mas adorei a Claire ter metido bala naquele Outro chatissimo que queria matar o Jin.

Marquinhos disse...

Primeiro comentário no blog ^^


HAHAHA
Fizeram um trabalho de "Monster" na Claire, pena que não chega nem aos pés da Charlize Theron.

O desligamento total com o que está acontecendo na praia, quebrou o bom ritmo que o LA X deixou... Mas parece que é uma "marca" da série. Uma sequencia ótima de eventos em um ou mais episódios, para ter depois um epi. que quebra totalmente o arco.

*
Libelula, acho que os franceses foram atacados antes de chegarem no templo propriamente dito(naquela muralha que cerca o templo).
E o templo só está protegido do monstro de fumaça agora em 2007, após os outros ficarem informados que Jacob havia morrido.

O flash sideway deste episódio, apesar de confirmar todo o elo dos personagens e o fato de que independente das escolhas que tomarem o destino se encarregará de uni-los, foi bastante sem graça.

*
Os flash sideways só vão ter mesmo importância na série se de fato as duas realidades se confrontarem de alguma forma. Se o caminho seguir em separado, acho que só foi tempo perdido mostrar uma realidade paralela que evidência uma coisa que estava, ao menos um pouco clara, todos as historias dos persongaens se interligam em algum ponto, independente das suas escolhas.

Com relação ao Jack, fica claro que nesse momento da história o melhor a se fazer é desconfiar de tudo e de todos, inclusive deles mesmos. Tomar aquela pilula foi um dos pontos altos do epi. juntamente com o ressurgimento da Claire \o/

Proporção Àurea Design disse...

Decepcionante

Poxa a essa altura do campeonato eles (produtores) já deveriam estar "vacinados" contra esses episódios enrolados e arrastados. A mensagem que queriam passar poderia ser feita em umas três cenas tomando ums 5 minutos no máximo.... Pô produtores vão reduzir a marcha agora? pffff......

OBS: Só de olhar para aquele Dogan ja me da raiva. Personagem fora do contexto total e chato pra Ca#2%*lho!!

dudulespaul disse...

A CLAIRE MORREU NO FIM DA QUARTA TEMPORADA, O PROPRIO MILES JA DESCONFIAVA DISSO NO EPISÓDIO, QUANDO DISSE NAO TER CERTEZA SE ELA ESTAVA BEM.

SOBRE A INFECÇÃO NAO ERA SO O GRUPO DA ROUSSEAU, MAS TAMBEM QUANDO O DESMOND CHEGA NA ILHA, O CARA QUE TA NA ESCOTILHA COM ELE, MANDA O DESMOND PRA QUARENTENA COM RISCO DE INFECÇÃO.

zomb1tch disse...

Só eu to nem aí pra Claire?XD
Sempre achei ela chatinha chorando e falando "my babbbie".
E tem esse líder super clichê do Templo que me dói quando ele aparece, e ainda fica falando em outra língua e não explica nada.
Só quero ver qual é da dessa infecção. :S

fernanda disse...

Esse episodio serviu para construir a ligação entre a Claire, a Kate e o aaron na realidade paralela, mas os roteiristas podiam ter criado uma historia melhor. Foi muita forçação de barra a claire ser sequestrada pela kate e meia hora depois aceitar pegar carona com a propria sequestradora, alem de pedir para a kate ir com ela na casa do ex-casal de pais adotivos e ainda entregar o cartao de credito (falo isso porque mesmo q a claire seja uma pessoa bondosa, ela está prestes a ter um filho num país que não é o dela, onde ela não tem emprego, nem ninguem que conheça, e por isso não tem a mínima condição de ajudar financeiramente quem quer q seja, e menos ainda uma pessoa q ela acabou de conhecer).

Mas pelo menos agora a claire esta de volta na ilha. Mas eu fiquei com uma duvida, entre os anos 2005-2007 a ilha ficou sem os sobreviventes do voo da Oceanic (pois uns saem da ilha e outros viajam no tempo). Mas e a claire, ela ficou esses tres anos sozinha na ilha? A cindy tambem parece ñ ter viajado o tempo, pois em LA X ela parece ser membro do grupo do templo. Mas porque as duas não viajaram no tempo se elas são sobreviventes do voo? Mesmo o bernard e a rose depois de se separarem do grupo principal de losties foram parar em 1977 do mesmo modo. E o que aconteceu com a claire, a cindy, o richard alpert e os Outros nestes 3 anos?

Ah e quanto ao anel do sawyer acho q ñ tem misterio.Naquela epoca o submarino funcionava, e era possivel sair da ilha qnd necessario. Era só o sawyer sair ou pedir para os q iam buscar os novos recrutas para comprar o anel.

Darlisson disse...

Muito fraco. Bem como disseram, acho que esse epi foi muito gasto de tempo... tipo, todo mundo louco enjaulado e os caras bota muita falação e pouca ação (respostas)!

Jefferson disse...

Não creio q a infecção da Ecotilha cisne, tenha envolvimento com a infecção dos francesses e do Sayid.. acho q aquela só era pretexto pro Desmond nao sair da escotilha e segui-lo.. oq deu certo por algum tempo e se demorasse mais algum tempo daria ainda mais certo, já que o homem prajenava fugir no barco do Des

zomb1tch disse...

libélula, acho que o Templo é tal casa que o MiB quer voltar.. e ai vamos descobrir ainda porque ele não pode voltar lá..

Minha opinião.

ૐ ..:: Renatão ::.. ૐ disse...

Porra mas como tem gente que reclama hein!!!! afff qta gente sem paciência putz...já pensaram como seria sem misterios??? afff

Gabriel Anderson disse...

bom... pra variar ruim neh...

eu só não falo q foi o pior, pq desde a 3ª temporada eu já aprendi q os centrados em Kate eram péssimos, então já esperava q fosse se repetir... única coisa legal foi o Sr Miagy haha

leo disse...

Tive q comentar de novo...

"What Kate teachs"

Esse episódio nos ensinou q se alguém é torturado e grita de dor, é porque está infectado.

Melhor comment: dudulespaul
"sempre que o monstro da fumaça aparecia, o Locke desaparecia, parecia o mestre dos magos..."

É vdd, mas é improvável. Acho q o Locke sempre foi o Locke até morrer.

Tiagoga disse...

a claire nao tinha morrido muito tempo atras quando a cabana da dharma desmoronou???

tsvr disse...

O Jacob e MIB são extraterrestres. O templo é a nave. Há muito tempo ETs têm estado em contato, tanto com os maias e, também, os egípcios. Por isso, tantas referências ao antigo Egito. No final, o MIB quer pegar a nave e vazar e o Jacob continuar fazendo experimentos para que a raça humana evolue mais rápido; pronto, de um lado o MIB querendo deixar o pau comer, o livre arbítrio, e do outro, o Jacob, manipulando, controlando as pessoas, como marionetes, rumo a um final que ele julga conveniente, a incapacidade de escapar do destino.

HOTYUGIOH disse...

tenho uma teoria sobre a fumaça , acho que ela so pega o corpo das pessoas que não foram enterradas, depois desse eposidio eu tenho certeza que a Claire morreu naquela explosão da casa na 4 temporada, e que os franceses morreram todos quando foram no buraco do templo e por isso a Rousse disse que eles estavam infectados e matou todos depois,

todos que morreram e não foram enterrados, foram infectados por ex. Locke, pai do Jack, irmão do Mr. Eko, Claire e agora o Sayid que sendo a explicação vai ser infectado aos poucos,

todos que morreram na ilha e foram enterrados não foram infectados pela fumaça, por isso a preocupação na 5 temporada de enterrar os outros que foram mortos pela Juliet e Sawyer logo no começo da temporada


abraços


ANDRÉ

Nathy Leandro disse...

Acho que a contaminação que se referem na escotilha é a causadora da Purgação causada pela Tempestade será q não?

AninhaBlank disse...

O templo deveria salvar o Sayid mas a agua estava escura.

nao acredito q o Ben seja infectado, mas realmete as consequencias q eles falam e a perda da inocencia(sabe-se la o q mais) agora o q aconteceu com a Claire para ser infectada?
o japa segura no colar denovo qnd o hippye fala q o sayid ta vivo.
concordo total com o Davi sobre a importancia do episodio.
o josh holloway nao e so um rostinho lindo maravilhoso. ta fazendo muito bem seu trabalho

A-do-ro qnd a Kate fala "scape". e isso q ela faz!

episodio ruim tem varios, mas eu amo mesmo assim

Fred Hiroshi disse...

Não vejo egoísmo em nenhuma atitude de Kate. Apenas se recusou a voltar ao Templo por não acreditar que eles podiam ajudá-los.

Fred Hiroshi disse...

Vocês notaram que contruíram as condições para que a Claire tomasse o lugar da Rousseou na ilha? Montando armadilhas, atirando com carabina e com um filho perdido?

dudulespaul disse...

E o Adão e Eva? acho que são Rose e Bernard...mas o que aconteceu com eles..se os losties voltaram para 2007, eles tem que ter voltado tambem, e não morrido...

Quando a juliet se despede deles em "The Incident", lembrem-se, que ambos são uma dualidade Rose (negra) e Bernard (branco), e o jeito que eles olham pra Juliet, é enigmático...parece ate que foram contaminados também...

A.A. disse...

Eu achava que aquela coisa de "é a sua chance de se redimir" significava algo mais legal. Enfim, valeu por ver a Claire e o Ethan

Thiago Branger disse...

Eu gostei do episódio...

Estou com medo do final da série... E se for decepcionante?

Oh Noes! disse...

eu gostei do episódio, foi de partir o coração a cena de Sawyer e Kate no píer....
Sawyer não merece ficar sozinho, sendo Juliet ou Kate, o que eu mais quero ver é esse cara feliz ao final de Lost, não o matem please!!

intratecal disse...

Gostei do episódio. Não acho que um episódio para ser bom precise ter ação, responder mistérios e ter um ritmo frenético.

Pq é irregular o episódio? Não entendi.

Achei um bom episódio.

Stéfan R. Simon disse...

Gostei do episódio... não teve nada de mais, pois eu já supus que a Claire apareceria no final, assim que a Kate a viu no táxi.
Mas a Kate e o Jack decepcionam a cada temporada que passa... a Kate se encrencando e colocando o Jin em problemas, quase fez o coreano perder um pé, levar tiro, etc. Discutir com o Jin, que queria apenas procurar pela esposa??? Francamente... a Kate queria ajudar, sim, mas a ela mesma; a Sun não acrescentaria nada a ela, então ela foi direto atrás do Sawyer... e a cena do píer foi ótima, agora sim o Sawyer mostrou que com ele não tem mais conversa da Kate.
O Jack, por sua vez, sempre com aquele temperamento esquentado e ignorante, não liga para o que os outros dizem, por mais verdade que seja. Uma guerra por vir, monstros, doenças, ameaças por toda a parte, e parece que o doutor não está nem aí.
E se o bom e velho Locke viesse atrás dele, procurando ajuda ou cobrando uma resposta, garanto que o Jack ainda sairia com aquela resposta ridícula: "Eu os tirei da ilha"...

Catapan disse...

Eu não sei, por mais irregular que um episódio seja, eu não consigo dizer que ele tenha sido ruim. O problema é que nessa temporada estamos todos tão ansiosos por respostas que esperamos que num episódio respondam todo. Acredito que não deve ser fácil criar uma trama envolvente que consiga dar todas respostas esperadas. É verdade que os produtores não possuem mais tempo para bobear, mas eu ainda confio nos caras e não tenho medo do final que a série possa tomar. Afinal, como a @jramanzini disse no Dudecast, Lost é uma série que vale a pena ver até o final só pelo que mostrou na primeira temporada.

Orcinéia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor disse...

Não sei se ja comentaram sobre isso, mas uma coisa bem curiosa que aconteceu em Lost e nunca vi falarem sobre foi o curioso incidente do final da 2ª temporada em que um passaro "grita" o nome de Hurley! Alguem tem alguma ideia do que pode ser aquilo? Seria alguma forma que talvez o Jacob transforme? Um avatar talvez? kkkk
Especulaçoes a parte, achei o episodio bem abaixo do nível de Lost, ja estou acostumado com episodios como esse sobre a Kate, mas esperava que esse fosse melhor por estarmos na ultima temporada da série. Mas enfim, que venha o próximo episodio.

Kleber Anderson disse...

Aqui em casa, a impressão que ficou foi de que algo estava faltando. O ritmo do episódio (bem mais lento do que o anterior) e a falta de novas revelações bombásticas acabaram deixando um gostinho amargo. Claro que considero a importância do episódio como ponte para os eventos futuros, mas o excesso de mistério e desentendimento entre a turma do Jack e os Outros Outros poderiam ser evitada.

Ah! Só quero comentar o acerto, por parte dos roteiristas, em criar esta realidade paralela. Estou mais entusiasmado com estas histórias do que as que estão acontecendo dentro da ilha. A curiosidade pelo relacionamento das duas histórias está alto.

Fico tranquilo pois Lost é assim: depois de um episódio morno, sempre vem um para explodir nossas cabeças! =)

Leandro Ricardo disse...

Gostei do episódio. Gostei até por saber que vem coisa melhor pela frente.
Talvez o que tenha faltado nesse episódio foi a presença do falso locke (por mim, ele poderia aparecer em todos).

"O Jacob e MIB são extraterrestres" Uma das coisas que eu mais gosto em Lost são das teorias (ou viagens na maionese). A do tsvr nos comentários por exemplo foi bem interessante (e louca)! =D

Babs disse...

A análise da @Carla está realmente ótima, parabéns! Eu confesso que nunca gostei muito da Kate, mas ao fazer minha própria maratona LOST (revendo todos os episódios antes da estréia da 6ª temp) passei a gostar da Kate e compreender toda essa dualidade e a relação Jack/Kate/Sawyer.

Não sei por quê as pessoas ficam reclamando tanto que o episódio foi fraco! Vocês acham que eles vão entregar o "doce" assim tão fácil?!

Achei muito legal a caracterização da Claire, tô doida pra saber o que realmente aconteceu com ela! Minha única tristeza é considerar que Sayid talvez esteja mesmo morto, puxa vida, um dos meus personagens preferidos! :(

Daniel disse...

Acredito ter visto no podcast oficial os produtores comentando algo a respeito de não revelar todos os mistérios.

Como fã, também esperava muito mais. Mas o que mais me instiga nessa série é a repercussão que causa entre seus "fiéis".

Acho que a serie, apesar das supostas embromações, nos dá elementos pra que cada um construa uma própria interpretação da história, ao contrario de séries que mais parecem formulas aritméticas tipo 2+2=4.

Olhei varios posts e vi coisas muito interessantes que acrescentaram muito a minha compreensão da séria, tipo a análise da Kate (entre o que pensa ser - Saywer e o que almeja - Jack), entre a fé incondicional de Locke (que "aparentemente" tem o traído), a infecção que tanto Roasseu falava...enfim, muita coisa está sendo construída por aqueles que assistem a série e críticas a parte, sei que todos estamos ansiosos pelo proximo epi.

Que venha o 6X04

RicardolbSdA disse...

a cena em que kate chora ao lado de sawyer no lago ficou bem intensa, a atriz é ótima e é uma pena que ela vá abandonar as telas e não seja possível ver seu trabalho em outras películas.

Fernanda disse...

Episodio fraco.
TUDO tem o seu lado positivo. Mas, sendo a última temporada, acho que foi um episódio que não revelou muita coisa, e a trama e a levada não empolgaram .
O lance do japonês mestre samurai eu acho tosco.
Para mim, o episodio valeu só pelo Sawyer e pela aparição de Claire na ilha , no final.

usuariocompulsivo disse...

Josh Holloway detonou na cena do pier Dharma. Fiquei impressionado com a atuação dele. Um dos pontos altos deste episódio, sem dúvidas....

[]'s
Compulsivo

Romário disse...

Eu adorei o episódio! Humano, emocionante... Exatamente o que Lost é. Nada de revelações profundas, mas, e daí? Esse tipo de coisa é só o tempero para aquilo que faz de Lost uma obra de arte: a capacidade de partilhar sentimentos, emoções e estados de espírito genuínos e contagiantes!

allan disse...

Esse final de Lost está se encaminhando p um dos maiores fracassos de audiencia e uma das maiores presepadas de todos os tempos na televisão... Nunca vi um episódio tão ruim...que triste!!!

Jackson Good disse...

Esse ep me irritou num nível que nem dá pra descrever... e me deu MEDO. Eu sempre defendi, exaltei e paguei pau pro planejamento dos caras, mas agora parece que eles simplesmente não tem mais história pra contar! Como não podem dar as respostas logo, ficam enrolando...

Outra coisa escancarada agora, mas que já tive a impressão no LA X, foi o altíssimo fator WHATEVER dos flashsideways. Entendo o conceito da coisa, de mostrar que mesmo fora da ilha os personagens se encontram, as coisas acontecem quase da mesma forma, o destino se cumpre. Mas o desenrolar da coisa é muito inútil, não acrescenta nada... quero ver qual vai ser o grande motivo da realidade paralela, se vai haver um cruzamento mesmo, ou se eles acabam indo pra Ilha (isso seria foda pra caralho). Porque se a utilidade dos flashs for apenas mostrar que o destino é inevitável, vai ser a maior enrolação da história da humanidade.

E sejamos francos: última temporada. Alguém ainda tem qualquer interesse nos dramas pessoais? Acho que não, né? O que todo mundo quer ver (eu pelo menos quero) são as respostas, as coisas acontecendo NA ILHA, o templo a mitologia, o monstro de fumaça, Jacob, Evil Locke, Richard Alpert... e o 6x03 mostra pouco ou nada disso. Só o Shang Tsung (me recuso a chama-lo de qualquer outra coisa) enrolaaaaaaaaaaannnnnnnnnnnnnnnnnndo o Jack, sem responder NADA, sem acontecer NADA! Basicamente revelou que o Sayid tem a "doença" mencionada desde o início da série, que foi o que afetou a galera da Rousseau. Quem levou eles pra dentro de templo foi o monstro de fumaça, então é obvio que ele tem algo a ver. Mas e os Outros, já não estavam no templo naquela época? Será que traíram o monstro e o aprisionaram, e agora ele vem pra botar pra fuder?

Sei lá. Tomara que o próximo episódio seja mais revelador, e esse sentimento de enrolação suma. Mas... MEDO.

Gabriel Anderson disse...

Jackson, concordo um poko com vc, mas como disse os produtores Lost é sobre pessoas, e não sobre a ilha e seus mistérios

Humberto Deveza disse...

Diferentemente do que disse o David no dudecast e nos últimos posts, eu não achei incoerente o fato de Claire ter aceitado pegar carona com a Kate logo depois dela tê-la ameaçado com uma arma. Apenas repetiu-se a circunstância de "lembrança inconsciente" de uma personagem para com a outra. Assim como aconteceu com Jack e Brotha no avião, Kate e Claire também notaram algo de comum entre elas e até alguma relação de confiança que mantinham na ilha. Do mais, gostei do episódio e percebi uma boa dosagem de mitologia. É claro que ficou muito confuso a história da tentativa de matar Sayid, mas deixar a indefesa Claire "tomada" vagar tranquilamente pela ilha... Ah, e outra coisa que já não estou suportando mais é o Mestre Yoda falando nesse dialeto esclusivo dele. Teve até um momento em que ele estava falando em inglês mas ai ia revelar algo muito importante e mudou o dialeto. Muita sacanagem conosco e totalmente desprezívelpara o enredo da série.

Jackson Good disse...

Gabriel Anderson, eu sempre detestei esse discurso dos produtores. Acho que o que faz Lost ser o que é, sem dúvida é a mescla das duas coisas. Com maior mérito aos mistérios.

Não sei se vc já ouviu essa história, mas parece que no começo da produção, os caras queriam fazer uma série totalmente focada nos personagens, e sua luta por sobrevivência. Seria uma série como qualquer outra... tanto que ABC recusou o roteiro desse piloto. Quem salvou a parada foi o J.J.Abrams, que veio com todo o universo dos mistérios.

Desde que ele saiu, Cuse e Lindelof vivem com esse papinho de "série sobre pessoas", o que é um tremendo retrocesso. Quem sou eu pra falar, mas eles estão ERRADOS. Lost nunca se tornaria o fenômeno que é se não fosse pelos mistérios.

Bruno disse...

@Jackson Good

Concordo 100%. :D
Gosto das tramas pessoais, mas os mistérios da Ilha é que me mantém preso à série desde o começo!

Caio Marcos Rabbi disse...

Não foi um epi "CACILDIS, QUE ISSO!!!?"?"?!?!!?!?" mas passa longe de ser decepcionante...

e Emile de Ravin RULEZ!

Gabriel Anderson disse...

apesar de eles falarem isso, eu concordo com vc tbm!!

Dança Shekinah disse...

Só não entendo a cara do miles olhando pro saiyd desde o episódio passado!!!

Jamille Ramos
Salvador-Ba

andre disse...

gosto é gosto, cada um tem o seu

mas qdo um gosto mais geral fica aparecendo mais nos comentarios é sinal q pode ter uma coisa errada

eu acho q lost errou muito em enrolar 2 temporadas praticamente a toa com viagens no tempo e aquilo de ficar vendo os bobocas da harma, mas passa, já foi mesmo

o problema é q o tempo q eles perderam dando essas enroladas, podiam fazer episódios mais centrados e menos enrolados, q nem o da kate

e nesse capitulo do locke foi uma porcaria aquela falsa suspense da escada de corda, muita bobeira ficar fazendo de conta q ele ia morrer bem no meio do capitulo e perder um gancho pro proximo

mas pra mim o pior nem é os erros e enrolação do seriado é ver o povo ficar puxando saco a toa e defendendo coisa q já causa perdida

tem muitas metaforas no lost exatamente sobre essas coisas de errar e de superação, a gente tem mais é q aprender com isso