31/03/2009

Novo vídeo promocional do episódio 5x11 "Whatever Happened, Happened" (Com legendas)

Via Lost Spoilers, mais um vídeo promocional do próximo episódio de Lost, 5x11 "Whatever Happened, Happened".


Veja a transcrição

    Com um dos momentos mais chocantes já vistos em Lost...
    Kate: Isso é culpa nossa. Nós causamos isso...
    Tudo o que eles esperavam ao retornar à ilha...
    Jack: Voltamos para cá porque queríamos salvar vocês.
    Juliet: Nós não precisamos ser salvos!
    ... se fora.
    Miles: Qualquer um de nós pode morrer.
    Nessa quarta:feira, voltar...
    Jack: Vocês está dizendo que estámos em prisão domiciliar?
    ... coloca em risco a vida de todos eles.
    Sawyer: Fique de boca calada e pare de fazer perguntas

3 Sneak Peeks do episódio 5x11 "Whatever Happened Happened"

Via Lost Spoilers, 3 sneak peeks do episódio 5x11 "Whatever Happened, Happened".



*Legendas em breve.

Mais Sneak Peeks...

    Sneak 1 

    Miles: O que diabos você está fazendo, Tubby?
    Hurley: Vendo se estou desaparecendo. 
    Miles: O quê?
    Hurley: “De Volta Para o Futuro”, cara. Nós voltamos para o passado da ilha e mudamos as coisas. Então, se o pequeno Ben morrer, ele nunca crescerá para se tornar o grande Ben, que nos fez voltar aqui em primeiro lugar, o que significa que não podemos estar aqui. E aí, cara, não existimos.
    Miles: Você é um idiota.
    Hurley: Sou?
    Miles: É. Não funciona assim. Você não pode mudar nada. Seu amigo maníaco iraquiano atirou em Ben, e isso foi o que sempre aconteceu. É que… nós nunca vivenciamos como tudo termina.
    Hurley: Isso é realmente muito confuso.
    Miles: É, bem, acostume:se. Mas a boa notícia é que Linus não morre. Então, isso significa que o garoto também não morre. Ele ficará bem.
    Kate: Não parecia que ele ficaria bem. E se você estiver errado?
    Miles: Bem, se estiver errado, todos vamos deixar de existir e isso não irá importar de qualquer forma, né? 



    Sneak 2

    Sawyer: Doutor, preciso que venha comigo.
    Jack: Ir com você aonde?
    Sawyer: Juliet disse que o garoto está perdendo sangue, e não temos como repôr. Então, ela precisa de você para fechar o vazemento.
    Jack: Não.
    Sawyer: O quê?
    Jack: Não, eu não vou com você.
    Sawyer: Se você não vier comigo, Jack, aquele garoto vai morrer.
    Jack: Então, ele vai morrer.


    Sneak 3

    Juliet: Mais gaze. Não estamos conseguindo parar a hemorragia e vamos ter que fechar o buraco.
    Sawyer: Aonde está o médico?
    Juliet: Na estação Looking Glass até sexta.
    Sawyer: Como ele está?
    Juliet: Nada bem. Espera.
    Juliet: Ele ainda está esperando lá, em algum lugar. Não consigo dar um jeito.
    Sawyer: Está tudo bem.
    Juliet: Não, não está tudo bem. Alguém tem que ir lá e achar o estrago feito pela bala e arrumar. Ele precisa de um cirurgião de verdade.
    Por Fernanda Reple

30/03/2009

Produtor fala sobre mortes na série e dá dicas sobre importante evento do final da 5ª temporada

Na coluna Spoiler Chat dessa semana no Watch With Kristin, o produtor executivo e roteirista de Lost, Eddy Kitsis disse o seguinte sobre morte de personagens na série: “Nós sempre traçamos um arco para os personagens, portanto sabemos quem vai morrer e quando. Posso dizer que às vezes quando chegamos nesse momento, às vezes é difícil nos despedirmos do personagem e começamos a pensar, ‘hey, sabemos que planejamos a morte do Charlie ao longo de toda a temporada, mas e se ele não morresse?’ E é assim que concluimos que a história do personagem foi boa, porque se estávamos tendo essa reação com a iminência de perder o personagem, é provável que o público também a tenha.

Daqui para baixo há spoilers, portanto continue a leitura por sua conta e risco.

Leia mais...

    Agora falando da anunciada grande morte que acontece no final dessa 5ª temporada, Kitsis afirma que ela acontece no mesmo nível emocional da despedida do Charlie. Segundo ele haverá choro e lamentação generalizada. Uma dica sobre quem morre? “Charlie Pace e o grande personagem que morre nessa temporada são extremos opostos em pelo menos um atributo físico chave”, encerrou Kitsis.

    E aí, arrisca um palpite? Eu só consigo imaginar que seja o Faraday, e você?

2 novos spoilers para o final da 5ª temporada de Lost

Só leia se não quiser manter as surpresas, ok?

Leia mais...

    Mais uma vez via Lost Spoilers, surgem informações quentinhas para o final da temporada. São pequenas, mas relevantes. Confiram:

    - Sayid vai se ferir.

    - A cabana voltará a aparecer.

    Sobre o contexto do ferimento de Sayid, arriscaria dizer que eventualmente ele será caçado pelos Dharma pelo que fez ao jovem Ben. Já sobre a reaparição da Cabana, nada mais coerente que voltemos a vê-la uma vez que sabemos que finalmente veremos Jacob em ação, concordam?

Novos flagrantes de bastidores do final da 5ª temporada

Com óbvios e GRANDES spoilers, incluindo foto e vídeo das gravações.

Leia mais...

    Quando comentei sobre o impacto da anunciada aparição de Jacob no final da temporada, especulei (e tenho certeza que muitos de vocês fizeram o mesmo) que seria bem possível que fôssemos vê-lo em momentos chave das vidas de pelo menos alguns dos losties. Pois bem, se antes já havíamos recebido a confirmação de que veremos Jacob se encontrando com o jovem Sawyer no funeral de seus pais e anos depois testemunhando o momento em que Locke cai do oitavo andar do prédio no evento que o levou à cadeira de rodas, eis que agora surge a notícia via Hawaii Blog de que ocorreu uma gravação ontem mostrando como Nadia, a esposa de Sayid depois que ele sai da ilha, morreu.


    A imagem que foi disponibilizada pelo Hawaii Blog (veja outras clicando aqui) não mostra nenhum flagrante da participação de Pellegrino (Jacob) na cena, mas o registro feito por Mellow Johnny, leitor daquele blog, conseguiu pegar o exato momento em que um homem aparece ao lado de Sayid nessa cena. É óbvio que estando de costas, não dá para dizer com 100% de certeza que ele seria o ator Mark Pellegrino, mas considerando a ideia de que Jacob efetivamente vá aparecer em momentos impactantes nas vidas dos losties, é provável que ele também vá testemunhar o momento em que Sayid vê Nadia sendo morta. Acrescente a isso o fato de que também já foi confirmado que veremos o casamento de Sun e Jin no final da temporada e pronto, é bem provável que Jacob também dê as caras por lá.

    De tudo isso, é curioso notar que as aparições de Jacob fora da ilha devem seguir o mesmo mistério que envolve o não envelhecimento de Richard Alpert, uma vez que aparentemente o personagem mantém a mesma aparência tanto ao visitar Sawyer quando garoto no final da década de 70, quanto ao testemunhar o acidente que deixou Locke sem o movimento das pernas anos depois. Aliás, sobre essa cena que já havia sido registrada por foto, hoje surgiu um vídeo disponibilizado por um fã chamado PHOTOlulu via Lost Spoilers que mostra (ainda que bem de longe) o exato momento em que Jacob (Pellegrino) se levanta do banco onde estava e caminha na direção do local onde Locke deve ter caído.

    Pois é amigos, o aviso já foi dado, mas não custa nada lembrar de novo: apertem os cintos porque a julgar por esses registros, fortes emoções estão reservadas para o final da temporada.

29/03/2009

Dudecast 28ª Edição

No ar (e sem atraso) o Dudecast com nossas opiniões e comentários sobre o episódio 5x10 "He's Our You" e discussões polêmicas envolvendo o impacto das viagens no tempo na narrativa da série. Além disso, é claro que também há espaço para alguns dos e-mails que vocês nos mandam, além das mensagens recebidas através do nosso

Para baixar clique AQUI

(Clique direto ou com o botão direito do mouse escolha as opções 'Salvar como' ou 'Salvar Link como')

E atenção, a partir do próximo dudecast (sobre o ep 5x11 "Whatever Happened, Happened") iremos ampliar ainda mais a participação de vocês abrindo espaço para que também possam 'estar' no podcast de viva voz. Como? É bem simples. Basta gravar seu comentário, teoria ou opinião (não perguntas, pois essas já vem pelos e-mails e pelo Twitter) sobre algum ponto específico do episódio da semana (e somente sobre ele), com no máximo 1 minuto de duração, em formato mp3 e mandar para nós no dudecastlost@gmail.com até as 22h de cada sexta-feira. Faremos uma seleção e os melhores estarão na edição da semana. Gostaram?

Assine o novo feed do Dudecast!

 

Novos spoilers para a reta final da 5ª temporada de Lost

Já sabe o que NÃO fazer se quiser manter as GRANDES surpresas, certo?

Leia mais...

    Via Lost Spoilers, chegam vários novos detalhes sobre a reta final da temporada.

    - Algo dá muito errado com a construção de uma estação Dharma (Orquídea, Cisne?)
    - Uma gravação ocorrida recentemente pode mostrar como Marvin Candle/ Pierre Chang perdeu o braço.
    - Uma morte ocorrerá antes do fim da temporada e outra pode ocorrer durante.

    Já o casal Ryan e Jen revelou o seguinte em seu ótimo podcast mais recente no The Transmission

    - Uma grande gravação ocorreu recentemente no Templo Byodo-In: o casamento de Sun e Jin (Flashback, talvez?)
    - O acampamento da praia vai voltar a aparecer com todos os losties por lá incluindo Rose e Bernard. Será que vão explicar onde o casal esteve esse tempo todo? Tomara.
    - Uma outra gravação em Waikiki envolveu Locke bastante ferido (mais sobre isso logo abaixo).
    - Uma gravação envolvendo um funeral duplo foi feita numa igreja recentemente. A cena se passaria em 1977. Quem estaria envolvido? Sawyer no já mencionado spoiler em que ele conhecerá/encontrará Jacob!

    Mas, de todas as revelações envolvendo essa reta final da temporada, a que mais me empolgou foi a compartilhada pelo leitor do DarkUfo chamado Tony. Ele afirmou ter testemunhado uma gravação envolvendo o ator Mark Pellegrino (que já foi confirmado para aparecer como Jacob) sentado num banco lendo um livro quando Locke cai de oito andares. Segundo Tony, enquanto as pessoas se apavoram e correm para chamar socorro, Pellegrino (Jacob) calmamente fecha o livro e vai até o corpo de Locke e se ajoelha a seu lado. Se ele fala alguma coisa e o que fala é algo que só descobriremos no final da temporada.

    Não sei você, mas com essa informação tenho quase certeza que veremos Jacob visitando os losties em momentos chave de suas vidas no passado. Pois é galera, respirem fundo e preparem-se pois muitos choques e surpresas nos aguardam no encerramento da temporada. Alguém ansioso por aí?

Passado e presente da Sra. Hawking

Um dos mistérios da temporada que mais geram especulação entre os fãs tem a ver com a dúvida se a Sra. Hawking poderia ou não ser a jovem Ellie que conhecemos no ep. 5x03 "Jughead". Pois bem, agora surgiu mais um detalhe para apimentar a discussão. Se quiser saber continue a leitura, mas saiba que há spoiler no texto.

Leia mais...

    Bom, segundo informação do IMDB repercutida no DarkUfo, a atriz Alexandra Krosney que fez a loirinha Ellie em "Jughead" é de fato a jovem Eloise Hawking. É óbvio que o IMDB nem sempre é a fonte mais confiável de informações, mas Andy (o blogueiro por trás do DarkUfo) disse que checou a informação com uma de suas fontes e a informação é quente.

    Como eu havia dito antes, duvidava que Ellie e Eloise pudessem ser a mesma pessoa porque julgava (e ainda julgo, na verdade) ser bem estranho que as palavras de Faraday para a loirinha (Você me lembra alguém) não tenha em momento algum feito menção direta à sua mãe. Implicância pessoal à parte, o curioso é que ao final da temporada conheceremos Eloise Hawking em três momentos distintos de sua vida, já que outra atriz foi escalada para fazer a personagem com 40 e poucos anos.

    Agora, se Ellie é Eloise e aparentemente teve muito contato com Charles Widmore no passado da ilha, será que já podemos apostar que Faraday é fruto de um relacionamento dos dois? Isso poderia por exemplo explicar porque Widmore financiou os trabalhos de pesquisa de Faraday, certo?

28/03/2009

As possibilidades para a espera da última temporada de Lost

Falando da necessidade de conseguir explorar ao máximo o apelo que a última temporada de Lost trará em 2010, a matéria da Variety, assinada por Michael Schneider, chama a atenção para o fato da ABC nunca ter conseguido emplacar outra série nova logo após a exibição de episódios de Lost. E olha que não foram poucas as tentativas. A primeira foi com Invasion, mas depois vieram Travelers, Day Break, The Nine e mais recentemente Life on Mars. Todas com alguma característica semelhante à narrativa de Lost.

Leia mais...

    Já para o mês de abril, a emissora ligada à Disney vai tentar a sorte com “The Unusuals”, um drama policial estrelado por Harold Perrineau (o falecido Michael de Lost), logo após a exibição dos episódios da ilha. Mas, pensando em como poderá atrair público para as novas produções em desenvolvimento para irem ao ar na temporada 2009/2010 (que começa em setembro), a ABC já tem pelo menos dois possíveis bons candidatos na fila: o remake de “V: a Batalha Final” e "Flash Forward".

    Mas como tirar proveito do provável grande interesse que Lost gerará em sua última temporada? Como a matéria bem destaca, é improvável que a ABC não vá fazer nada durante os 8 meses que dividirão a 5ª da 6ª temporada. Com isso em mente, quais seriam as opções segundo a Variety?

    1 – Reeditar as cinco primeiras temporadas e exibí-las integralmente na ordem cronológica na tentativa de atrair (a) os fãs que iriam querer ver como as peças vão se encaixando de forma linear e, (b) aquelas pessoas que eventualmente nunca viram a série ou a abandonaram logo no início.

    2 – Editar as histórias dos personagens e exibí-las em forma de episódios.

    Particularmente duvido muito que qualquer uma dessas alternativas seja considerada pela ABC, mas boto fé em outra idéia lançada pela Variety que é a de se fazer pelo menos uns dois especiais com Damon Lindelof e Carlton Cuse onde a dupla responderia dúvidas dos fãs.

    Ok, boas ideias, mas de todas as sugestões da matéria , a que mais me agradou foi a da possibilidade da ABC fazer um programa ao vivo logo após a exibição do final da série em maio de 2010 onde os produtores/roteiristas repercutiriam o encerramento de Lost.

    E aí, acha que alguma dessas ideias seria boa?

27/03/2009

Mais uma dica para o final da 5ª temporada de Lost

Via Lost Spoilers, o Ryan Ozawa do Hawaii Blog, deu uma interessante dica sobre um evento do final da temporada. Se você for curioso(a) o bastante, basta clicar, mas saiba que a informação trata de um grande spoiler.

Atualizado com a resposta do 'jogo do asterisco'

Leia mais...

    Young ***** meets ***** at *** dad's funeral.

    Ryan malandramente deixou os nomes dos envolvidos de fora, mas dando um tremendo chutão levanto em conta o rumor/spoiler que postei logo abaixo, diria que essa frase ficaria assim: Young (?)* meets (?)* at his dad's funeral. Traduzindo: Jovem ? encontra /conhece ? no funeral de seu pai. Será que faz algum sentido pensar que a frase envolve nomes conhecidos, levando em conta que há informações apontando para a aparição de diversas versões jovens dos personagens principais no final da temporada? Só o tempo dirá e até lá a gente especula, certo?

    * Nomes com 5 letras: Aaron, James, Sayid, Miles, Annie, Locke, Linus, Ilana, Penny, Libby...

    Fim do mistério. O blogueiro The ODI conseguiu confirmar com Ryan do Hawaii Blog que a frase misteriosa é a seguinte: Young James meets Jacob at his dad´s funeral ou em português, Jovem James (Sawyer) encontra/conhece Jacob no funeral de seu pai.

    A cena tem a ver com a nota indicada nesse post (que também foi atualizada confirmando quem é o Jacob) e ocorrerá num flashback em algum ponto da década de 70. Com essa confirmação em mente, parece-me seguro apostar que veremos Jacob visitando vários dos personagens que conhecemos adultos na ilha não acha? Resta saber o motivo. Animados com o spoiler?

BOMBA: Revelado o rosto de Jacob

Com possível grande spoiler!

Atualizado com a confirmação de quem dará rosto ao Jacob.

Leia mais...

    No fim da tarde de hoje, o colunista da Entertainment Weekly, Michael Ausiello publicou a seguinte nota:

    Fato: Mark Pellegrino, que em Dexter fez Paul, o abusivo ex-marido de Rita (namorada de Dexter) foi escalado em Lost para um papel importantíssimo, múltiplas fontes confirmam para mim exclusivamente.

    Rumor: Ele vai fazer Jacob num flashback fora da ilha por volta da década de 70 envolvendo alguns rostos bem familiares.

    Fato: Ele aparecerá no final da temporada.

    Rumor: Um desses rostos familiares é *a****!

    Os asteriscos foram colocado pelo próprio Ausiello, mas parece seguro apontar que o nome escondido ali é o de Sawyer, concordam?

    Agora, se esse rumor levantado pelo Ausiello de que o Pellegrino vai fazer Jacob for confirmado, e eu até levo fé nisso, bye bye teorias de que o misterioso homem que tudo sabe, tudo vê na ilha seria algum personagem que conhecemos desde o início da série.

    Confirmado: Uma fonte do blogueiro The ODI confirmou na noite de sábado (28/03) que Pellegrino vai de fato ser Jacob.

    O que acham sobre isso?

Fotos de gravações do final da 5ª temporada

Como alguns de vocês já sabem, essa é a última semana de gravações da temporada. Amanhã tudo acaba e só vai ficar faltando o trabalho de edição, pós-produção e etc. Nem parece, mas a temporada já está perto do fim. Blá, blás à parte, o que interessa é que o Lost Spoilers divulgou fotos de uma gravação para o último episódio da temporada ocorrida ontem no Havaí envolvendo Sawyer, Kate e Juliet. À primeira vista nada muito revelador, mas há um certo elemento de cena que pode entregar uma nova virada na história. Se a curiosidade fala mais alto, basta clicar no link.

VEJA AS FOTOS




    Bom, se você não pescou qual é o elemento de cena que pode revelar uma nova virada na trama, eu pergunto: o que Sawyer, Juliet e Kate (que até agora estão no passado) estariam fazendo com o bote que havia ficado no presente quando Faraday retornou à ilha no início da temporada, hein?

    Para ver todas as imagens visitem o Lost Spoilers.

Ep. 5x10 “He’s Our You” – Easter eggs, curiosidades e repercussão

Com óbvios spoiler para quem ainda NÃO assistiu o episódio.



Como um dos temas mais explorados pela série principalmente nas duas primeiras temporadas, os chamados dad issues voltaram, ainda que sutilmente, a ganhar atenção em um episódio da série. Se até então pouco se sabia a respeito do pai de Sayid além do fato dele ter sido um ‘grande herói’ no Iraque (palavras que ouvimos de um amigo do iraquiano durante o ep. 2x14, ‘One of Them’, que por sinal foi o episódio onde Sayid se apresentou a Ben, então recém capturado, como torturador), agora deu para ter uma ideia mais aproximada de quem era o progenitor de Sayid. Durão e severo, pelo pouco que vimos dele já dá para dizer que tenha sido responsável por moldar a personalidade do homem que Sayid se tornaria, um jovem que se escondia na frieza para matar galinhas e mais tarde homens a pedido de um certo Ben Linus, ele próprio outro que se veria atormentado pela sombra do pai.

Leia mais...

    E como mencionei o assassinato da galinha, peço licença para dar uma de garoto enxaqueca e perguntar: ao quebrar o pescoço de uma galinha gorda, ela instantaneamente murcha? Ok, errinho bobo de continuidade, mas que obviamente não passa despercebido pelos nossos atentos olhos, certo?


    Parabéns Sayid, missão cumprida.” Após dar cabo do último nome na lista de possíveis ameaças à segurança dos O6, Ben diz ao iraquiano que não havia mais ninguém na organização de Widmore que ele precisasse ir atrás e fala que ele está livre e que deveria, finalmente, viver sua vida. Agora, você comprou o discurso de Ben? Eu evidentemente que não, e é claro que ele tinha sua própria agenda ao usar as habilidades de Sayid para se livrar daqueles homens. Restaria saber efetivamente por que o próprio Charles não entrara na lista dada por Ben. Alguém arrisca um palpite?


    “Uma Estranha Realidade”, é esse o título do livro escrito por Carlos Casteneda dado pelo jovem Ben a Sayid logo no início do episódio. Conforme o leitor Junior (JR) já havia destacado tanto nos comentários do post que tinha essa cena como um dos sneak peeks, como no do comentário do episódio, reproduzo aqui, exatamente o que ele disse: “o livro entregue pelo Ben jovem trata em síntese de jornadas que escolhemos em nossas vidas que são sem volta. Daquelas que não somos mais reconhecidos por aquilo que os outros consideravam. Bem apropriado pelo que sugere o episódio, como pelo histórico do Ben.” Assino embaixo Junior, e deixo aqui, a dica para quem quiser baixar o livro em português.


    Velhos hábitos não morrem facilmente. O tempo passou e mesmo vivendo na ilha há pelo menos 4 anos (Ben disse se encontrado com Alpert em 1973), Roger Linus ainda despejava todas as suas frustrações no filho, um garoto cansado de tudo aquilo e que queria fugir para se juntar aos Outros. Não foi à toa que mais tarde o garoto se tornou o homem frio e vingativo que vimos anos depois matando o próprio Roger.


    Uísque MacCuchton, o mesmo que Charles Widmore dissera a Desmond que ele não era digno de beber, voltou a dar as caras na série na cena que marcou o encontro entre Sayid e Illana no bar. A marca já aparecera em outras ocasiões (na bebedeira promovida por Charlie para que Desmond contasse o que sabia na ilha; na cena que antecede o empurrão dado por Anthony Cooper e que provocou a queda de Locke pela janela, entre outras), mas agora dá para entender o que Widmore quis dizer exatamente com aquele papo de que a bebida podia valer mais do que o salário do Desmond. 120 dólares a dose? É por isso que eu não gosto de uísque :p


    A visita de Ben a Sayid em Santo Domingo reiterou duas coisas que já sabíamos sobre dele: (1) que ele é um mentiroso nato, ao dizer que ‘mataram’ o Locke, quando o verdadeiro assassino era ele mesmo e, (2) que ele estava apenas manipulando Sayid mais uma vez para que ele fizesse o que era necessário naquele momento para que seu plano de reunir os O6 desse certo, ou seja, que Sayid fosse até a Clínica e tirasse Hurley de lá. Além disso, não deixa de ser curioso notar que durante aquela conversa, Ben fez questão de deixar implícito a Sayid que o destino dele era ser um assassino, natureza que como vimos depois (ou antes na linha do tempo), Sayid asssumiria para o jovem Ben.


    E olha a Geronimo Jackson dando as caras na série de novo. Se dessa vez não teve música como no episódio “Namaste” (quando ouvimos 'Dharma Lady', novo tema de abertura do DudeCast, diga-se de passagem), pelo menos vimos um poster da banda no refeitório, local onde descobrimos de forma mais clara que a função de Hurley era...


    ... trabalhar na cozinha da Dharma, como indicava o símbolo de seu uniforme. Será que além do presunto, sobra alguma outra coisa pros outros? :p


    Na floresta, pouco antes de Sayid ser ‘torturado’ até contar a verdade, ouvimos a música ‘I Can’t Give You Anything But Love’ cantada por Billie Holiday do disco ‘All of Me’. A versão mais famosa no entanto é a cantada por Ella Fitzgerald que você pode ouvir aqui.


    Ele é o nosso você”. Tudo bem que a resolução para o pequeno mistério do título nem foi assim tão espetacular já que na verdade nem houve tortura alguma como a cena parecia indicar, mas de qualquer forma, foi curioso conhecer o esquisito Oldham (o veterano William Sanderson de Deadwood), que usou a técnica do ‘soro da verdade’ para obter de Sayid a informação que Horace e cia queria saber: ele era ou não um hostil? Nós obviamente já sabíamos qual era a resposta, porém não deixou de ser divertido ver Sayid respondendo aos efeitos da droga contando tudo e vendo a reação incrédula de seus captores frente ao papo de que ele era do futuro e etc. Ah, e nessa cena ainda tivemos a confirmação de uma suspeita que levantei no episódio anterior. Àquela altura, a estação Cisne ainda era um projeto da Dharma.


    Mas, e a Illana, hein? Como vimos em "Namaste" ela não tem relação alguma com Caesar. Então para quem ela trabalha, afinal? Eu não acreditei muito naquela história de que ela fora contratada pela família de Peter Avellino para capturar Sayid e levá-lo a Guam para ‘pagar’ por seu crime, e como os próprios produtores adiantaram no podcast oficial, há mais detalhes nessa história contada por ela. Será que pode ter dedo do Widmore nisso, ou talvez até da própria Sra. Hawking? Agora, falando sobre a captura em si, Sayid faz jus ao apelido de James Bond iraquiano que dei a ele quando comentei o ep. 4x03 “The Economist”, já que tal qual o agente inglês, seu ponto fraco também são as mulheres.


    Ou decidimos ou eu vou ligar para Ann Arbor e eles decidirão por nós”. Muito além de indicar que a estrutura de poder da Dharma na ilha responde a outros fora de lá, o que é perfeitamente compreenssível, o mais interessante da fala de Radzinsky reside no fato de que Ann Harbor é cidade que abriga a Universidade de Michigan, local onde Gerald e Karen De Groot seriam professores na época em que fundaram a Iniciativa Dharma ao lado de Alvar Hanso. Seria esse um indício de que ainda veremos os idelizadores do projeto aparecendo na série? Torço muito que sim.


    Hora de votar e mesmo contrariado depois de fazer tudo para livrar a cara de Sayid, Sawyer se rende à decisão da maioria definindo o destino de Sayid. À primeira vista podemos até pensar que mais uma vez Sawyer só estava olhando para o próprio umbigo, mas ao vermos tudo o que tentou fazer, e considerando que os Dharma confiavam nele por causa da relação construída ao longo de 3 anos, não me parece justo julgar a decisão do (ex) golpista, concorda?


    Você estava certo sobre mim. Eu sou um assassino.” E assim chegamos ao derradeiro momento do episódio, quando o jovem Ben define (?) seu destino ao ajudar Sayid a fugir do confinamento da vila. Ficou claro que foi o garoto (com a ajuda de alguém, talvez?) que lançou aquela kombi incendiária na vila para desviar a atenção de todos, concorda? Agora, se o conceito do looping temporal for a resposta para o que estamos vendo, um dos grandes pontos de discussão que se levantam é o de que o tempo todo Ben sabia exatamente quem eram aquelas pessoas desde o primeiro momento em que as viu na ilha anos mais tarde, e uma das razões para entendermos porque ele fez tanta questão de frisar a Sayid que ele não podia se desviar de seu destino de ser um assassino torturador na cena de Santo Domingo. A resposta para a dúvida se Ben sobrevive ou não pode ser óbvia para alguns, nem tanto para outros, mas uma coisa me parece certa: estamos todos muito curiosos para ver como toda essa complexa relação provocada por encontros no passado se reflete no presente/futuro daqueles personagens. Será que “Whatever Happened, Happened” trará nova luz sob essa questão? A conferir.

    Repercutindo o episódio

    “Num episódio onde muito pouco aconteceu, vale ressaltar, e onde os fatos e diálogos em sua maioria foram menos inspirados do que o de costume, este final funcionou não apenas como a salvação do dia, como também trouxe um sério questionamento até o próximo capítulo... Mesmo com um episódio abaixo da média desta temporada, a série segue num obstinado ritmo, mostrando através de “flashs-alguma-coisa” como os sobreviventes chegaram ao voo Ajira: todos levados pelo destino.”

    Bruno Carvalho – Ligado em Série

    “Será que vamos lidar com a criação de múltiplas linhas do tempo alternativas onde tudo o que os losties fizerem no passado da Dharma cria um novo universo paralelo sempre diferente do outro? Isso parece contradizer o que Cuse e Lindelof disseram antes da temporada começar – que se o futuro ou o passado pudessem ser mudados, se erros pudessem ser corrigidos através da viagem no tempo, então eles pensavam que o público não se envolveria com nada que os personagens fizessem. O oposto disso, é claro, é que se a teoria do looping for verdadeira, então nada que os personagens estiverem fazendo nessa temporada, ou talvez durante toda a série importa, porque seria exatamente o que eles sempre foram destinados a fazer.”

    Alan Sepinwall – Crítico de TV

    “Simples e direto: Ben não está morto. Dan (Faraday) afirma que você não pode voltar no passado e mudar as coisas. Não tenho certeza se ele está certo, afinal, ele está apenas repetindo a mesma retórica que sua mãe disse. Talvez os eventos possam ser mudados (até aqui isso não parece ter funcionado para ninguém, portanto ele pode estar certo). Mesmo que Dan esteja errado e você possa voltar e mudar o passado, eu penso que para o bem da narrativa, seria muito melhor que Ben permanecesse vivo. Primeiro por causa de Michael Emerson. Eu não posso pensar em perdê-lo. Se Ben morrer, Michael Emerson se vai... Em segundo lugar, quase tudo o que vimos nas temporadas anteriores perde a força se Ben não for parte dela. Da pessoa que manipula Locke à razão do cargueiro ter aparecido na ilha, tudo está ligado a Ben.”

    Nikki Stafford
    - Autora dos livros Finding Lost

    Outras opiniões serão acrescentadas na manhã dessa sexta-feira. Não deixe de conferir.

    Para ler todos os comentários na íntegra, você já sabe, basta clicar nos links

26/03/2009

Os destaques do mais recente Podcast oficial da série

Bom, antes do podcast, vale destacar o videopodcast, segmento que a ABC coloca toda semana no ar e que você pode conferir clicando aqui. Na edição dessa semana, a co-produtora Jean Higgins volta a mostrar os bastidores de como funcionam os sets da série no Havaí. Dessa vez ela explica como a equipe faz a mágica de transformar um único set da Casa Dharma em diferentes lares como os de Ben, Locke, Juliet e etc, e depois mostra como é o set que fuciona como central de segurança da vila Dharma no subsolo de alguma construção daquele lugar.

Mas falando do que realmente interessa, vamos aos detaques do podcast conduzido pela dupla de produtores Damon Lindelof e Carlton Cuse e que você também pode ouvir clicando aqui. Há spoilers para quem ainda NÃO viu o ep. 5x10 “He’s Our You” e dicas muito importantes sobre o que ainda veremos antes do fim da temporada.

Clique para ver os destaques

    - Cumprindo a promessa feita por nota, ‘Darlton’ pediu desculpas à Rebecca Mader por terem-na culpado pelo erro na idade de Charlotte. Algo que já tratei nesse post.

    - Damon Lindelof pergunta a Carlton Cuse se ele acredita na história contada por Illana a Sayid de que ela foi contratada pela família de Peter Avellino para levá-lo a Guam onde responderia por seu crime. A resposta de Cuse? “Não acho que nada na nossa série seja assim tão simples. Pode haver uma verdade no que ela disse, mas ao mesmo tempo aquele não era a história completa.”

    - Darlton traça um paralelo com a ação de Sayid no episódio e a ideia de que se alguém pudesse voltar ao passado e tentar matar o jovem Hitler e falhasse, isso poderia ser a razão dele ter se tornado o homem que conhecemos. Com isso em mente, Carlton pergunta a Damon se ele não acha que o título do próximo episódio (Whatever Happened, Happened) já não indica que a viagem no tempo da série é imune a paradoxos e que o futuro é imutável. Seguindo nesse panorama, Lindelof discute a ideia de que a atitude de Sayid de atirar no jovem Ben, reflete um desafio à máxima de que o que aconteceu, aconteceu e da possibilidade de se poder ou não criar um universo paralelo ou algo do tipo...

    - Falando sobre retorno do formato tradicional da narrativa da série, isto é, eventos na ilha + flashbacks fora dela, Carlton Cuse fala que embora voltemos a ver como a história de Sayid vai se desenrolar daqui para frente, o próximo episódio será centrado em Kate. Nesse panorama, descobriremos por exemplo, via flashbacks, porque ela voltou para a ilha.

    Respondendo as perguntas dos fãs:

    - Vamos descobrir afinal, o que é a estátua? “Vamos voltar a vê-la antes do fim da temporada e de frente, o que poderá revelar ao que a estátua se refere”, disse Lindelof.

    - Por que Ben matou Locke, afinal? “Vamos ver Ben explicando exatamente quais foram suas motivações para ter feito o que fez com Locke”, revelou Carlton Cuse.
    - Um fã disse achar que Jughead (a bomba) vai ter um papel importante na trama da última temporada da série, e os produtores só disseram o seguinte sobre isso: “Nós já dissemos que ‘The Stand’ (A Dança da Morte, livro de Stephen King) é uma grande influência para o nosso trabalho, portanto tirem suas próprias conclusões.”

    - A sugestão de um fã para explicar a rápida aparição do pássaro no fim da 2ª temporada que aparentemente chamava pelo Hurley: colocar o dude para trabalhar na estação aviária na década de 70 onde o pássaro ficaria próximo dele, fugiria mais tarde e ficaria voando pela ilha. Tá vendo como tem gente com mente fértil?

    - Por que Miles queria exatamente 3.2 milhões de dólares de Ben, conforme vimos na temporada passada? “Essa é uma questão que será explicitamente explicada antes do fim da temporada pelo próprio Miles”, disse Lindelof.

    Para finalizar, a dupla de produtores fez uma lista selecionando as melhores sugestões de apelido para a cena secreta do final da temporada. Alguns exemplo?

    Joop (nome de um macaco mencionado por Lindelof em um podcast que explicaria todos os mistérios não resolvidos da série quando ela acabasse); Baby Diper Covered in Barbecue Sauce (algo como fralda de bebê coberta com molho barbecue); The Fifth Toe (o quinto dedo); Jack Gets Pregnant (Jack fica grávido) ; The Droids you Were Looking For (alusão à uma fala de Star Wars, cine série da qual Lindelof é grande fã); Smokey’s Dorm Room (o dormitório do monstro de fumaça); The Spanish Inquisition (a Inquisição Espanhola) e The Fork in the Outlet (o garfo na tomada, algo que sempre provoca choque).

    A promessa dos caras é de que com a ajuda dos fãs que podem votar nos candidatos, eles eliminem as opções até chegarem no grande vencedor que será anunciado alguns episódios antes do final da temporada. A iniciativa é uma grande brincadeira tola dos caras, claro, mas não deixa de ser divertida. Ah, e meu voto ali iria para a última opção, pois é exatamente a sensação de ter levado um choque que eu quero ter quando a temporada se encerrar.

Pequenos spoilers sobre o final da 5ª temporada

Já sabe o que NÃO deve fazer se quiser manter a surpresas para o final, certo?

Leia mais...

    Via Lost Spoilers, surge pequenas informações do que veremos no final dessa 5ª temporada de Lost, cujo título você já sabe que é "The Incident".

    - A Dharma sofrerá um ataque (de quem?)
    - Um dos alvos do ataque será a última estação ainda em contrução (A Cisne, certo?)
    - Finalmente voltaremos a ver Rose, Bernard e Vincent e meu palpite para explicarem onde eles estavam esse tempo todo é que eventualmente acabaram se juntando aos Outros no Templo.
    - Veremos que Jack tem planos explosivos que podem levar ao mencionado ‘Incidente’.

    Alguma dúvida que ação é o que não vai faltar nesse final?

O futuro de Juliet + um ‘pequeno’ detalhe sobre uma partida

Se quiser saber do que se trata o título desse post continue a leitura, mas só o faça se não se importar com spoilers, combinado?

Leia mais...

    Bem, respondendo a pergunta de um leitor em sua coluna na Entertainment Weekly, Michael Ausiello disse o seguinte sobre o até então duvidoso futuro de Juliet em Lost: “Falo mais sobre o assunto na próxima edição impressa da EW, mas já posso dizer o seguinte para vocês: Juliet definitivamente vai aparecer na próxima temporada de Lost.” Ufa!

    Já sobre a tão comentada grande morte que ocorrerá no final dessa 5ª temporada, Ausiello disse que “não é algo que as pessoas estarão comentando na manhã seguinte.” Hum... parece que já podemos parar de nos preocupar, né? Se é que alguém se preocupou com isso, claro.

Lost Untangled: resumo do episódio 5x10 "He's Our You"

O vídeo apresenta algumas cenas inéditas do próximo episódio, então fica o aviso de spoiler!

Perdeu algum detalhe? Veja o divertido resumo feito pela ABC do episódio 5x10 "He's Our You".


25/03/2009

Vídeo promocional do episódio 5x11 "Whatever Happened, Happened"

Vídeo promocional do próximo episódio de Lost, 5x11 "Whatever Happened, Happened". Ative a legenda no menu do player.

Comentários do ep. 5x10 "He's Our You"

O que aconteceu, aconteceu, já havia dito Daniel Faraday no início da temporada. Contudo, a cada novo episódio de Lost, testemunhamos ações que parecem contradizer essa afirmação ou no mínimo colocá-la à prova. É inegável que ao usarem o artifício do deslocamento temporal que lançou alguns dos personagens da série no passado da ilha e da Iniciativa Dharma, os roteiristas da série sabiam que estavam mexendo num terreno perigoso onde qualquer deslize significaria contradição e paradoxos inexplicáveis, mas que ao mesmo tempo poderia ser a garantia da continuidade de uma narrativa envolvente e complexa.

Leia mais...

    Repetindo uma pergunta que fiz anteriormente, será mesmo que a afirmação do Faraday é uma regra estabelecida e imutável? Deixando de lado a possibilidade de estarmos testemunhando um looping temporal, não parece justo dizer que pelo simples fato de estarem vivendo no passado, Sawyer, Juliet e cia já provocaram mudanças em menor ou maior escala? O salvamento de Amy, o posterior nascimento de Ethan e agora a chocante ação de Sayid ao tentar matar o jovem Ben (seguramente uma das cenas mais fortes e chocantes da série por envolver um garoto), já não seriam provas mais que suficientes para que não levássemos as palavras de Faraday tão a sério?

    Ah não, mas aí você está esquecendo de outro elemento que pode muito bem fazer parte dessa fórmula, Davi. A correção de curso. O mesmo elemento que pode explicar porque mesmo impedindo em algumas situações, Desmond acabou falhando na missão de evitar a morte de Charlie. E é com isso em mente que ouso afirmar que mesmo tentando matar Ben ainda garoto na vã esperança de que vá evitar o sofrimento causado pela versão adulta daquele homem anos depois, Sayid jamais conseguiria mudar o destino (outro peso na trama), ou seja, ser manipulado por Ben no futuro fazendo seu trabalho sujo. Seja lá qual for a gravidade do ferimento do jovem Ben, a correção de curso se encarregará de garantir sua sobrevivência, afinal, é impossível negar que Sayid só voltou para a ilha direta ou indiretamente por causa de Ben, e por isso, seria 'meio' estranho que ele conseguisse matar sua versão jovem no passado, concorda?

    Ser assassino é da sua natureza”, disse Ben à certa altura do episódio para Sayid, um homem que espantara seus fantasmas ao chegar à ilha com o voo Oceanic 815, reencontrou-os de outra forma ao sair dela, e numa jogada do destino (ou seria melhor culpar outra manipulação de Ben contratando Illana para embarcar o iraquiano no voo Ajira 316?) vai parar naquele mesmo lugar só para dar de cara com uma versão de si mesmo (daí o ‘ele é o nosso você’ do título) que acaba arrancando dele informações que aliadas à cena final, certamente vai provocar uma série de questionamentos que colocará a cômoda situação de Sawyer e cia. na vila Dharma sob séria ameaça.

    He’s Our You”, ainda revelou e confirmou alguns dados interessantes. (1) Como sugerido em “Namaste”, até aquele momento (1977) a estação Cisne não existia de fato e ainda era um projeto cuidado com muito afinco por Radzinsky (daí talvez sua posterior e futura fixação com o lugar). (2) A estrutura de liderança da Dharma não é centralizada em Horace como a cena da votação apontou. Resta saber quem seria essa outra pessoa mencionada por Radzinsky. (3) Embora tenha se mostrado aberto a ajudar Sayid, foi curioso ver que Sawyer (ainda) não está disposto a abrir mão de sua posição confortável adquirida ao longo dos três anos dentro da Dharma, o que certamente pode levantar uma série de discussões sobre sua atitude. O que você faria no lugar dele?

    Centrado em Sayid, e retomando a estrutura tradicional que caracterizou a narrativa de Lost desde o início, esse 10º episódio deu mais um passo sólido na direção que estabelecerá que peças podem ou não ser modificadas (se é que serão), e que pavimenta o caminho que encerrará o ciclo da penúltima temporada de Lost. As regras, podem ser mudadas? O que aconteceu, aconteceu mesmo? Aí estão as perguntas que nos deixarão teorizando e especulando por mais uma semana até o episódio que promete esclarecer o que fez Kate mudar de ideia e decidir voltar à ilha.

    O encontro de Sayid com seu “eu” da Dharma na floresta mais os easter eggs e curiosidades do episódio (o livro dado pelo jovem Ben, a música ouvida pelo torturador...) vem naquele post que você já conhece e que aparecerá por aqui amanhã à noite. Enquanto ele não vem, use e abuse dos comentários para deixar suas impressões sobre o episódio.

Lost ao vivo ep. 5x10 "He's Our You"

Como já virou tradição, aí vão algumas opções para quem quiser (e puder) assistir o episódio da semana ao vivo a partir das 22h: aqui, aqui (com closed caption), aqui (aparentemente o canal só exibirá o ep. mais tarde), aqui, aqui ou aqui (esse no Ustream).

Obs.: Os de vermelho são os que para mim tem a melhor qualidade de som e imagem.

Vale destacar que para assistir é imprescindível ter uma conexão de banda larga boa (no mínimo 2mb). Sobre os delays e eventuais travamentos durante as transmissões nada podemos fazer, portanto reze para que a transmissão permaneça estável :p

Dharma em campanhas publicitárias

“Uniformidade no seu melhor.”

Já pensou abrir uma revista e dar de cara com anúncios publicitários da Iniciativa Dharma? Pois é exatamente isso que as imagens deste post ilustram. Todas foram divulgadas no blog holandês Diskursdisko e replicadas pelo DarkUfo. Se são obra da ABC ou de um fã empolgado ninguém sabe dizer (pelo menos por enquanto), mas que estão muito bem feitas e divertidas é inegável.

Leia mais e veja outras imagens

    Preocupado em ficar longe de casa ao se candidatar à Dharma? “Converse com a família e amigos, mesmo quando eles estão a kms de distância.” Uma bela alusão ao computador da Cisne, não?


    Tem até anúncio politicamente incorreto fazendo alusão ao monstro... “Essa é uma fumaça da qual você nunca vai fugir.” Só esqueceram de acrescentar o aviso que vemos aqui no Brasil: “Ministério da Saúde adverte: fumar causa câncer”


    Da Cisne à Orquídea nas nossas mais seguras vans/kombis.” O anúncio fala ainda que os veículos podem servir como local de trabalho, área de descanso... Ah, e para fechar com chave de ouro o argumento definitivo: “Você nunca vai esquecer onde estacionou, já que todas elas vem em azul Dharma ‘surpreendente’”.


    A Ilha como você nunca experimentou.” Peça sobre a comodidade de usar o sistema de observação da ilha e seus ‘modernos’ sistemas de monitoramento que vem equipados com o ‘DharmaZoom’ que aproxima a imagem em 4x(!), som stereo...


    Faça suas viagens de forma mais confortável.” É essa a promessa para quem tomar as pílulas de combate a enjoo. Ideal para você que anda muito de submarino :p


Ah, e sobre o streaming ao vivo do ep. 5x10 "He's Our You" às 22h, é claro que irei indicar links de canais que o façam, portanto fique de olho no blog mais tarde ;)

Ensaios fotograficos com Matthew Fox



Algumas fotos com o ator Matthew Fox para as revistas Access DirectTV e Men's Health.

Leia mais...



Por Fernanda Reple

24/03/2009

Sneak Peeks do episódio 5x10 "He's Our You"

Via Watch with Kristin, três sneak peeks do próximo episódio de Lost, 5x10 "He's Our You". Assim que for possível, mudaremos o player e colocaremos legendas.



Veja os vídeos e as transcrições dos diálogos



    Sneak 1
    Horace: Oldham, hey cara, você está pronto?
    Sayid: Quem é esse homem?
    Sawyer: Ele é o nosso você.
    Oldham: Melhor colocá-lo nas correntes.



    Sneak 2
    Sawyer: Me desculpe, Sayid.
    Sayid: O que você está fazendo?
    Sawyer: Quando eu disser a eles que eu peguei a sua confissão, tenho que fazê-los acreditar que você não facilitou as coisas.
    Sayid: Que confissão?
    Sawyer: Vou dizer que você era insubordinado e que vai oferecer alguma informação dos Outros para viver conosco.
    Sayid: E por que, no nome de Deus, eu iria querer fazer isso?
    Sawyer: O que mais eu poderia fazer com você?
    Sayid: Me deixar ir.
    Sawyer: E depois o que? Eu não posso simplesmente te deixar ir.
    Sayid: Por que não?
    Sawyer: Porque essas pessoas confiam em mim. Eu construí uma vida aqui. Uma muito boa. Eu deixo você ir e tudo acaba. Portanto você tem uma escolha, chefe. Ou você colabora e se junta à festa na vila Dharma, ou você estará por conta própria.
    Sayid: Então eu acho que estou por conta própria.



    Sneak 3
    Ben: Te trouxe um sanduíche... e um livro. Já o li 2 vezes, é bom.
    Sayid: Obrigado.
    Ben: Richard que te mandou? Richard... Ele é seu líder, certo. É só uma câmera. Eles podem ver, mas não podem ouvir. Quatro anos atrás eu fugi para a floresta e Richard me encontrou. Eu disse que queria sair, que queria me juntar a vocês, portanto tenho sido paciente... E se você for paciente também, eu acho que posso te ajudar.

Grande rumor sobre o final da 5ª temporada de Lost

Como o título já indica, a informação abaixo ainda não é confirmada, mas como essa possibilidade existe, só leia se a curiosidade for maior que a vontade de manter a surpresa, ok?

Leia mais...

    Tava demorando, mas finalmente surgiu o primeiro grande rumor sobre o encerramento da 5ª temporada. Um leitor do DarkUfo enviou um resumão contando o que aconteceria numa cena na qual uma amiga teria trabalhado como extra. Verdade ou mentira? Leia para tirar sua própria conclusão.

    A mensagem começa dizendo que a principal cena dela foi quando Locke e um dos Outros começam a brigar pela liderança do grupo. Alpert não se intromete. O sistema de liderança deles como uma estrutura de poder compartilhado onde nunca há um líder central o que contradiz o papel de Ben conforme visto em temporadas anteriores. Ela diz que aparecem vários Outros que nunca vimos antes e que estão no alto da hierarquia e que residem em partes periféricas da ilha que nunca vimos antes, incluindo o Templo. O papel dela como extra nessa cena foi cuidar dos ferimentos dos homens feridos. Aparentemente Locke domina o cara na briga e o vence.

    Além disso, ela disse que há uma virada na trama bem louca que ocorre na segunda metade do final da temporada envolvendo o templo. A tal virada envolve um grupo de pessoas saindo do Templo. Nenhum extra ficou no set durante essa gravação e ela disse que a gravação que ocorreria dali para frente não estava no roteiro de filmagens do dia para o elenco de apoio/extras. Ela disse ter recebido a informação sobre o que aconteceria na cena, mas que ninguém teve autorização para ver o que estava serndo feito.

    O departamento de maquiagem estava trabalhando até bem tarde e esteve trabalhando em três trailers distintos por mais de 6 horas seguidas.

    Ela diz ter testemunhado Daniel Dae Kim sair de seu trailer e se dirigir para o set do Templo. A parte mais surpreendente disso? Ele tinha a aparência e estava vestido como um homem de 70 anos além de estar com uma leve barba branca!

    Ela não conseguiu ver outros atores que já teriam sido levados para o set, mas todos que estavam ali comentaram sobre o que estava acontecendo. Três ou quatro dos atores principais estavam maquiados para parecerem versões mais velhas deles mesmos. Nos dias que se seguiram, os únicos detalhes da cena que vazaram era que um grupo que conhecemos muito bem saiu do Templo em 2007 e ela acredita que eles falaram com Locke. Essas pessoas são fundamentais para a hierarquia dos Outros em 2007 e o Templo é um lugar onde se esconderam por um longo tempo por medo de bagunçar a história da ilha. Mas ao que parece, segundo ela algo acontece para que todos saiam do Templo.

    E aí, compra esse relato? Se for verdade (e devo dizer que considero tudo bem plausível), que grupo seria esse que estava no Templo escondidos por um longo tempo por medo de bagunçar a história da ilha? O grupo de losties hoje ‘preso’ em 1977? Seja lá qual for a verdade disso, uma coisa me parece certa: há grandes surpresas pela frente.

23/03/2009

Rebecca Mader sobre a idade de Charlotte: “Os produtores erraram”

Com spoilers para quem não acompanha a 5ª temporada

Atualizado: produtores respondem e isentam atriz de qualquer culpa

Leia mais...

    E segue a pequena polêmica: se Charlotte nasceu em 1979, como a vimos pequena na vila Dharma em 1974, conforme mostrado no ep. 5x08 “LaFleur”?

    A resposta para isso já foi dada pelos produtores executivos de Lost no mais recente podcast oficial da série. Aquela menininha ruiva é mesmo a Charlotte e a questão da idade foi um erro que eles deixaram passar. Até aí ‘tudo bem’, mas a dupla que comanda a série disse também que Rebecca Mader teria sido a responsável pela mudança de idade da personagem, o que teria provocado a confusão.

    Com isso no ar, hoje a atriz postou em sua página no My Spaces a seguinte mensagem:

    “Estou irritada... Queria apenas dizer que eu NUNCA mudei minha idade no set de Lost como Damon e Carlton me acusaram de ter feito no mais recente podcast de Lost. Charlotte Lewis sempre foi tratada como uma personagem de 28 anos que nasceu em 1979. Isso estava escrito no roteiro do episódio 4x02 o qual tenho uma cópia e posso provar! Eles cometaram um erro. Eles estão dizendo que esse erro foi culpa MINHA. Isso não é nada legal.”

    Pois é, conforme mencionei no dudecast, essa escorregada com relação ao erro na idade é perdoável claro, mas ao mesmo tempo não deixo de dar razão à atriz em reclamar de estar sendo culpada de um erro que não é dela, afinal, ela não teria gerência sobre os roteiros nem muito menos poder de alterar qualquer coisa que fosse. Por outro lado, não dá para desprezar a possibilidade que os produtores tenham sido mal informados por seu staff no Havaí e passado uma informação equivocada no podcast.

    Que alguém vacilou feio nessa história tá mais do que claro, mas o que me interessa mesmo daqui para frente, é saber que desenvolvimento importante ainda pode surgir do passado de Charlotte na ilha e de sua anunciada interação com Faraday.

    Atualizado: produtores respondem e isentam atriz de qualquer culpa

    Em nota publicada na noite de ontem pelo Ausiello da EW, Damon Lindelof e Carlton Cuse se retrataram e esclareceram tudo sobre o erro cometido.

    “Rebecca está absolutamente certa e nós pedimos desculpas tanto para ela quanto para os fãs por termos cometido esse erro na história. Como forma de explicar o que aconteceu, aqui estão os fatos:

    Havia questionamentos cada vez mais crescentes co mrelação à discrepância temporal na qual a jovem Charlotte claramente existia em 1974, mas não deveria ter nascido antes de 1979, por conta de uma simples fala de Ben no episódio 4x02. Quando perguntamos como isso aconteceu, a informação que recebemos foi a de que usamos a data de nascimento de Rebecca Mader, 2 de julho de 1979 porque ela era na verdade oito anos mais jovem do que a personagem conforme ela fora originalmente concebida/criada. Nós confundimos isso como se tivesse sido uma decisão da própria Rebecca no set, mas na verdade isso suriu vários dias antes quando nosso expert em continuidade, Greg Nations apontou isso e sugeriu usar a idade real de Rebecca para Charlotte. Sendo assim, o erro foi NOSSO. O rascunho de produção que Rebecca tem de fato aponta a data de 1979.

    Nosso primeiro erro foi com a gafe temporal, mas o mais significativo foi culpar Rebecca por isso quando ela não tinha culpa nenhuma. Definitivamente não foi culpa dela de forma alguma. Foi 100% nossa. Vamos voltar a falar disso na próxima edição do podcast. Por falar nele, que mundo maravilhoso esse que vivemos onde fazemos um comentário num podcast que gera uma resposta num site de relacionamento e provoca um mea culpa no blog de outra pessoa. Ah, a tecnologia.”

Dudecast 27ª Edição

Com atraso, mas no ar mais um Dudecast. Nessa edição discutimos os episódios 5x08 "LaFleur" e 5x09 "Namaste" além de comentarmos sobre as polêmicas que tem agitado os fãs de Lost. Ah, e ainda tem aquele parte do e-mails que vocês nos enviam. Vai perder?

Para baixar clique AQUI

(Clique direto ou com o botão direito do mouse escolha as opções 'Salvar como' ou 'Salvar Link como')

E como sempre, para participar mandando sua crítica, sugestão ou comentário, escreva (de forma objetiva) para dudecastlost@gmail.com

Novos bastidores das gravações da reta final da 5ª temporada

Como você já sabe, na próxima 4ª feira vai ao ar nos EUA, “He’s Our You”, 10º episódio da 5ª temporada. Mas, o que você provavelmente ainda não sabe, é que as gravações do penúltimo ano de Lost vão se encerrar no próximo sábado dia 28 de março lá no Havaí. Pois é galera, já tá acabando...

Saudades antecipadas à parte, em seu ótimo podcast que analisa cada episódio da série, o casal havaiano Ryan e Jen do blog The Transmission, resumiu o que de mais interessante ocorreu nos bastidores de Lost nas duas últimas semanas de gravações. Há detalhes bem ‘spoilerentos’ no resumo que você encontra abaixo, portanto só leia se a curiosidade falar mais alto, combinado?

Leia mais...

    - Na última quarta-feira dia 18, foi gravada uma cena na praia que serviu de base para o acampamento dos losties. Envolvidos nessa filmagem, muitos extras bem armados... Guerra à vista? Eu acredito que sim. Agora, resta saber o que Ben, Alpert e Locke que também estavam presentes na gravação, farão na cena. Palpites?

    - Na sexta-feira dia 13, uma outra gravação ocorreu no museu do submarino em Pearl Harbor, no Havaí. A cena envolvia o interior do submarino Galaga, aquele que era usado pela Dharma para levar recrutas à ilha e que mais tarde foi tomado pelos Outros. Os participantes dessa gravação? Sawyer, Faraday, Kate, Juliet e a jovem Charlotte! Ryan sugere que Faraday estaria tentando levar a pequena Charlotte para fora da ilha, o que me parece ser uma ideia plausível, não? Ainda sobre essa cena, relato de testemunhas que presenciaram as gravações, Sawyer e Kate estavam vestidos com uniformes Dharma, mas Juliet usava roupas civis, o que levanta a possibilidade de que ela pudesse estar saindo da ilha... Também presentes nessas gravações estavam outros personagens que vimos brevemente no ep. 3x20 “The Man Behind the Curtain” trabalhando para a Dharma. Outro detalhe? Um dos desenvolvimentos chave da cena envolve uma briga na qual Sawyer fica bem ferido no final. Uau!

    - Ao longo dessa semana, gravações estão ocorrendo numa área restrita que já serviu várias vezes como locação para cenas na floresta. O que estaria sendo gravado por ali? Um retorno da Cisne, ou melhor ainda, a aparição do tão mencionado, mas nunca visto Templo com vários Outros, especula Ryan...

    Não sei vocês, mas com essas informações fiquei ainda mais ansioso para ver quais serão as surpresas reservadas para o encerramento da temporada. Alguém comigo?