13/05/2009

Chegou o dia! Saiba o que esperar do final da 5ª temporada

Sem spoilers!

Amigos, chegou o dia. Estamos a pouquísimas horas de “The Incident”, episódio que fechará a (para mim) ótima 5ª temporada de Lost com promessa de deixar todos nós loucos de ansiedade pelo retorno da série para sua derradeira temporada, que ao que tudo indica, começará entre o final de janeiro ou início de fevereiro de 2010. Mas deixemos a dolorosa parte da espera para depois e vamos entrar de vez no clima do final de temporada.

O que você lerá abaixo, é a tradução de uma matéria de hoje do USA Today assinada por Bill Keveney, onde os produtores da série falam sobre a temporada de uma maneira geral e sobre o que podemos esperar de “The Incident”.

Leia mais...

    Lost chega ao final de sua 5ª temporada e a situção é tensa – quer você esteja falando de passado, presente ou futuro.

    No presente de Lost, John Locke quer matar o misterioso Jacob. Trinta anos no passado, Jack Shepherd acredita que explodindo uma bomba de hidrogênio vai impedir que ele e seus companheiros de vôo, incluindo Locke, fiquem presos na ilha no futuro.

    Se não sabemos onde isso vai dar, devemos ter uma ideia bem melhor de tudo - cerca de 90% - depois do final da temporada, diz o produtor executivo Carlton Cuse.

    Cuse aliás, aponta qual sera a questão central do final da temporada: “Aqueles personagens podem mudar o futuro?”

    “Ou o passado?” destaca Damon Lindelof.

    “Depende da sua perspectiva”, encerra Cuse, em uma da várias vezes que os produtores terminam a frase um do outro.

    A viagem no tempo tem sido um tema dominante na penúltima temporada do drama de aventura, a partir do momento em que o esforço de um personagem para mover a ilha deixou os sobreviventes saltando através do tempo como se fossem um disco arranhado. Da criação ao entendimento das regras do tipo “O que aconteceu, aconteceu” e da possibilidade de personagens do presente morrerem no passado, a temporada tem sido desafiadora para roteiristas e para o público.

    “Sempre soubemos que a narrativa da viagem no tempo seria realmente difícil e complexa e que essa seria provavelmente a temporada mais complicada para os fãs digerirem”, diz Cuse. “ Ao mesmo tempo, sentimos que as pessoas pareceram gostar da temporada mesmo que não compreendessem tudo o que estava acontecendo.”

    A Viagem no tempo tem uma longa história em romances de ficção científica e na telas e recentemente viu um revival com filmes como Star Trek, também produzido por Damon Lindelof, e em séries como Heroes e Flash Forward, a promessa da ABC para o 2º semestre.

    “Um apelo central desse formato, é que ele toca no desejo universal de poder voltar no tempo e mudar eventos baseados em um conhecimento atual”, diz Lindelof. Isso também permite à narrativa acentuar dilemas dos persoanagens, os quais os produtores sempre disseram ser o núcleo de Lost.

    “É muito dramático conhecer Danielle Rousseau grávida aos 20 e poucos anos quando você sabe que o destino dela é ficar meio louca e que sua filha ainda por nascer será assassinada anos depois. Haveria alguma forma de alterar isso?” diz Lindelof.

    Seja a complexidade um fator para isso ou não, Lost (média de 11.1 milhões na audiência e o 29º programa mais visto da tv americana) viu seus números cairem 17% em relação à temporada passada. Ainda assim, a série está no Top 10 dentre as que mais atraem anunciantes e e uma das top 5 quando se trata de mudança de horário (ou seja, a audiência da ABC sempre sobe quando Lost começa).

    O autor de ficção científica Kevin Anderson, que é fã da série, diz que ele confia nas escolhas para onde os roteiristas o estão levando.

    “Parte da temporada me lembra da última temporada de Arquivo X, onde eu pensava, ‘Será que eles realmente tem um plano?’ Aí nos últimos episódios eu me lembro de estar lá sentado e sorrindo pensando, ‘sim, eles encontraram o caminho. Eles de fato tinham um plano’”, diz Anderson que já escreveu histórias envolvendo viagens no tempo. “Como telespectador e fã, isso é tudo o que eu preciso saber, ou seja, que serei recompensado.”

    Outro autor e fã, Orson Scott Card, elogia a habilidade dos roteiristas de construir regras nas quais a improvável – viagem no tempo – soe possível. “Penso que eles lidaram com o tema de uma forma soberba.” Sua única preocupação é que Lost vá cavar funde demais em torno de explicações ‘mágicas’. “Como regra prática, é muito difícil para o público aceitar duas mudanças completamente separadas da realidade.”

    Lindelof e Cuse prometem mais respostas sobre os personagens e a mitologia. Mas eles não planejam responder cada pergunta levantada, nem irão dizer ao público como deveriam interpretar a série.

    “Nunca fomos bons em dizer as pessoas o que pensar... Sob risco de frustrar as pessoas, queremos que elas debatam”, diz Lindelof. “É por isso que Lost é o que é.”


Obs.: Mais tarde obviamente divulgarei, como foi tradição durante a temporada, algumas opções de streaming ao vivo do episódio, mas sinta-se à vontade desde já para indicar as que você conhece.

15 comentários:

Eduarrrdo disse...

Um show. Não vejo a hora para O Incidente. E para a 6ª temporada e infelizmente, a ultima.

Luiz disse...

Rufam os tambores...gela o estômago...o destino nos chama...

lucas disse...

é emocionante e ao mesmo triste esperar pelo episódio de hoje. Tenho certeza que como todos os season finales teremos muitas respostas mas ficaremos também com aquela pulga atrás da orelha tentando imaginar e agora.
E com o gncho do ótimo último episódio vamos ao fim de uma das temporadas que mais nos levou a discutir, e isso é legal em lost, é difícil ver outro programa que produza isso nas pessoas. Mas vamos esperar para ver quem morre, quem vive e quem é que afinal. Que venha o season finale

Davi Garcia disse...

@ Valente. Tive que recusar seu comentário, pois mesmo tendo o aviso de spoiler no texto, é fato que as pessoas acabariam lendo. Deixemos os spoilers para posts que tratem deles para não estragar as surpresas de quem prefere evitá-los.

Abraço!

Valente disse...

Caro Davi

é na boa, como não eram muito explicitos achei que não fazia mal, mas compreendo...

abraço e continuação de bom trabalho

Felipe de Gouvêa disse...

Vamos torcer pra conseguir assistir ao vivo, pq nas duas últimas semanas... foi dose! Acabei desistindo e fui dormir mais cedo...

SRN

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

ai só vou ver amanhã =|, não aguento mais de ansiedade.

namexam disse...

Naquele episodio que Miles foi o destaque, os roteiristas e produtores esqueceram de dizer porque a sala ou a casa do jovem que morreu mudou depois que ele terminou o trabalho dele.
Assistindo Fringe da a sensação de viagem entre dimensões.
Porque sempre os jornalistas esquecem de perguntar sobre isso?
E se alguem achar um stream Canadense hoje a noite vai ser otimo, no Canada LOST começa as 21 horas de Brasilia.


Gustavo

innocent bystander disse...

A que horas começa o episodio hoje? E tem duas horas?

Davi Garcia disse...

No horário de Brasília começa às 22h e sim, como é episódio duplo, terá cerca de 90 min +/-

Abraço!

innocent bystander disse...

Obrigada pela resposta pronta Davi, para mim serão duas da madrugada, assisto em Portugal:-).
Um beijo do lado de cá para todos

Candice Telli disse...

Infelizmente, algumas boas opções de streaming andam exigindo contas premium para assistir ao episódio ao vivo (ou, pior, te deixam assistir uns 10 minutos e te cortam o sinal, alegando q há gente demais do teu país conectada ao site... dá vontade de chorar)
Pessoal, vou ter q segurar até amanhã de manhã e procurar o episódio no mininova. Mas quinta à tarde começamos a vigília pela sexta temporada... hehe
Abraços

Giba disse...

O Coringão que me desculpe, mas hoje é LOST na cabeça!

philips disse...

aproveitando a oportunidade, apresento o canal já passado pra nós na semana passada...

http://es.justin.tv/laakdmia6

por enquanto está em ingles, mas no chat os moderadores disseram que iriam por a dublagem em espanhol...

está previsto para mais ou menos 1 hora (as 9 horas) segundo o pessoal do chat...

abs, Philips

ps.: estão passando varios comerciais durante a programação, mas estão em ingles...

philips disse...

corrigindo, começa em 1:40 minutos...contando a partir das 20:10...daqui a meia hora começa um especial