10/04/2009

Ep. 5x12 “Dead is Dead” – Easter Eggs, curiosidades, repercussão

Com óbvios spoilers para quem ainda NÃO viu o episódio.


Ao que parece, os nativos não recorriam ao misterioso Templo à toa, e há muito tempo
mantinham a tradição de viver como nômades em barracas. Algum significado maior nisso?

Para falar um pouco mais sobre o ótimo “Dead is Dead”, recorro ao cinema. Para muitos, O Poderoso Chefão II é melhor que o I porque contextualiza de uma forma ainda mais complexa a personalidade dos Corleone, assim como O Império Contra-Ataca consolidou de forma definitiva o vilão apresentado em Uma Nova Esperança, o 1º filme da trilogia clássica de Star Wars. Mas, o que isso tem a ver com Lost?

Leia mais...

    Simples. Indo nessa linha, digo que no universo da série, “Dead is Dead” pode ser visto como a continuação de peso que faltava para “The Shape of Things to Come", outro ótimo episódio da 4ª temporada e que de certa forma pavimentou boa parte da história de Ben Linus que vimos nesse 12º. "The Shape of Things to Come", foi o episódio que deu as primeiras dicas mais contundentes sobre a verdade por trás do passado da ilha, ao revelar com hieroglifos e afins, que pode ser à mítica civilização dos egípcios que os nativos da ilha estão/estariam ligados. Você certamente já devia ter feito essa associação, e se não a fez antes, tenho certeza que com tanta informação nova surgindo no interior daquele templo onde Ben entrou para ser julgado, levará essa ideia mais a sério de agora em diante, certo?


    Dentre as várias surpresas que o episódio nos trouxe, uma das que mais me chamou atenção, foi a construção do arco que culminou na expulsão de Charles Widmore da ilha. Talvez influenciado pelas cenas no deserto da Tunísia que vimos anteriormente, e pelo fato de que Widmore monitorava o ponto de saída da ilha, eu jurava que fôssemos ver como ocorreu o golpe que Ben Linus teria arquitetado para obrigar o outrora chefão dos Outros a girar a roda congelada e ir parar fora da ilha. Igualmente curioso, é notar que àquela altura do tempo (provavelmente 1987, já que em 2007 Widmore disse que há 20 anos tentava voltar à ilha) Ben Linus e alguns dos Outros já utilizavam o submarino da Dharma mesmo considerando que ela só seria purgada da ilha em 1992 segundo a Lostpedia. Há alguma inconsistência nessa história, talvez, ou o Widmore simplesmente exagerou na conta ao dizer que passara 20 anos tentando voltar?


    Para quem supostamente teria alguma importância na trama, Caesar morreu rápido demais, não acha? Ou será que ele não morreu e milagrosamente reaparecerá nos próximos episódios explicando porque vasculhava os documentos na Hydra? E mais, se ele procurava por algo antes, por que não teria reconhecido Ben?


    E essa caixa, hein? O que há dentro dela? Uma nova ameaça para os que estão na ilha, talvez? Arrisca um palpite?


    Ben (e sua incrível risível peruca) na companhia de um então jovem Ethan se aproximam da missão dada a eles: matar a francesa solitária acampada na praia. A reunião dos dois aponta que Ben recrutou Ethan para se juntar aos Outros, mas quais teriam sido seus argumentos e por que Ethan teria se aliado a eles? Não sei se teremos resposta para isso, mas considerando mais uma vez o fato de que em 2007, Widmore disse que estaria tentando voltar à ilha há mais de 20 anos, o que eu gostaria de entender é como Ben recebeu a ordem dada por Charles de matar Rousseau, se pelo que vimos, ele foi expulso da ilha 1 ano antes (ou mais até) da francesa chegar? Pois é, parece que alguém cometeu (mais) um pequeno erro nessa, ou não?


    Outra pequena polêmica: será mesmo que Rousseau não reconheceu, 16 anos anos mais tarde, o homem que sequestrou sua filha e ‘simplesmente’ o entregou para os losties como vimos durante a 2ª temporada? Sim, eu sei que aqui temos a questão do trauma, do evento ter ocorrido à noite o que dificultaria a identificação e etc, mas convenhamos que esse ponto ficou meio nebuloso, concorda?


    Qual é a importância do sapato, afinal? Por que Locke precisava voltar à ilha usando algo que pertencia a Christian Shephard? Seria algum tipo de mecanismo que facilitasse sua comunicação com o interlocutor de Jacob, talvez? Não faço a menor ideia de qual deve ser a resposta para isso (se é que há alguma), mas que estou curiosíssimo para saber não posso negar.


    A rápida aparição daquela mesa com o tabuleiro do jogo War abandonado às pressas por Hurley, Sawyer, faz um link com “The Shape of Things to Come” e remete a uma ideia que paira no ar há alguns episódios: vem mesmo uma guerra por aí em muito breve?


    Surpresa, Sun reencontra o ressuscitado Locke que como o próprio Ben disse, estava realmente morto antes de voltar à ilha. Como ele voltou à vida, é seguramente um dos maiores mistérios da temporada, concorda?

    Se em “The Shape of Things to Come” vimos que Ben tinha um recurso próprio para convocar o monstro, dessa vez pudemos conhecer como funciona o curioso o mecanismo. Interessante também notar que o monstro não aparecera, Locke prontamente diz que Ben deveria procurá-lo, meio como se já soubesse exatamente para onde deveria levá-lo em seguida. Será que horas antes, Locke foi pessoalmente bater um papo com o morador daquele templo?


    De volta à ilha da Hydra, Lapidus é surpreendido por Illana que misteriosamente lhe pergunta: O que há por trás da sombra da estátua? Obviamente sem entender nada, Lapidus é golpeado, mas o que fica no ar com essa cena é que Illana definitivamente não estava no voo Ajira 316 só para escoltar Sayid para Guam. Fica claro que a pergunta dela era uma espécie de senha para identificar aliados na missão que deve ter. Agora, se a referência que ela faz é sobre a estátua de 4 dedos, ou se ela trabalha para Widmore ou para uma terceira força (Eloise Hawking?) é algo que fica no ar por enquanto. Arrisca um palpite?


    O que aconteceu com Desmond? Ele realmente levou um tiro? Se sim, seu ferimento será grave a ponto de força-lo a voltar à ilha para buscar uma cura? É a partir daqui que entenderemos o que Eloise Hawking quis dizer quando mencionou ao ‘brotha’ que sua história com a ilha não estava encerrada? As respostas para essas questões só ao longo dos próximos episódios, mas o que já pudemos entender com aquela cena é como Ben foi parar todo quebrado e cheio de hematomas no voo Ajira 316.


    Sobre a cena da marina, aliás, perceberam que o barco de Penny tinha o mesmo nome do livro preferido de Desmond, o Our Mutual Friends de Charles Dickens? Vimos o livro na 2ª temporada e você deve se lembrar dele como sendo o ‘cofre’ da chave de segurança que Desmond usou no final daquela temporada.


    Já dentro da 'casa' do monstro e prestes a ser julgado, Ben se deparou com diversas inscrições misteriosas e hieroglifos. Uma dela fazia referência explícita a Anúbis, o deus egípcio da morte. Algo muito coerente para ‘alguém’ que controla o que muito bem pode ser o monstro que já fora descrito naquele mapa desenhado na parede da Cisne, como sendo o Cerberus, o guardião do reino dos mortos.


    Julgado e absolvido pelo monstro depois de admitir sua culpa na morte de Alex, Ben se depara com uma manifestação da garota que lhe apresenta a única exigência para que ele permaneça vivo: seguir John Locke. Ele o fará? Tá aí uma grande questão para a reta final da temporada responder.

    Repercutindo o episódio

    “Focando suas atenções no “presente”, o capítulo percorreu a obstinação de John Locke em exigir que seu assassino fosse julgado por suas ações... Vimos também um lado mais humano de Linus (na medida do possível), capaz de amar, perdoar, se arrepender e de agir com menos praticalidade do que o de costume. Ele mata, fere e faz o que for preciso para atingir seus objetivos, mas tem o seus limites. O dia chegou: promotoria, defensoria e juiz e júri (todos reunidos numa única entidade) estão prontos para iniciar a pauta marcada.”

    Bruno Carvalho – Ligado em Série

    “Fantástico episódio. Descobrirmos que o outrora inescrupuloso Ben realmente tem um pouco de código moral... Ele respeita a santidade da infância e desenha a linha que o separa de assassino para o de alguém que cuida de alguém. Ben, garoto que teve infância traumática cresceu para quebrar o ciclo de abuso. Interessante...”

    Jennifer Godwin – E! Online

    “Em termos de drama de personagem, roteiro perfeito, atuações memoráveis e afins, “Dead is Dead” não foi o episódio mais forte da temporada, mas quem estamos querendo enganar? Esse foi um episódio do Ben com monstro de fumaça e até uma menção sutil aos sussurros. Para os mistérios e para a mitologia de Lost, o episódio dessa semana foi um banquete. Ele preencheu buracos: vimos como Alex foi tomada de Rousseau; o exílio de Widmore, por que Ben impediu um suicídio mas matou em seguida, e vimos o que aconteceu com ele na marina em Los Angeles. Além disso, o episódio lançou bases sólidas para o futuro: o monstro é o grande juiz e quer que Locke tenha sucesso...”

    Ryan – The Transmission

    Encontrar o lado humano de um psicopata é sempre a parte mais fascinante das histórias que optam buscar esse caminho, desde que elas não tentem forçar uma redenção que não faça com que o vilão responda pelo que fez. Esse é um argumento que esquenta ainda mais a questão sobre quem é o mocinho/vilão entre Ben e Widmore. Pessoalmente fico com a ideia de que ambos são dois lados de dois maus, e espero que ao final de tudo, os fantasmas da Vila estejam esperando Ben Linus para ser servido como sobremesa.”

    Jon Lachonis – DocArzt & Friends

    “os produtores sempre disseram que o subterrâneo da Ilha tinha muitas coisas a revelar. E começamos agora a mergulhar nesse submundo, controlado por Anubis e repleto de hieroglifos. Acho que já sei o que vou estudar no intervalo até a 6ª temporada! Mas eu não descarto a hipótese de termos várias estátuas espalhadas pela Ilha de outros Deuses egípcios... Talvez a estátua que vimos seja mesmo de Tauret, a protetora das gestantes. Ah, e o Templo dos Others fica atrás daquele muro, por isso os produtores disseram que ainda não tínhamos visto o verdadeiro Templo!! Assim, quem sabe os losties perdidos na década de 70 não tenham escapado da Purgação escondidos no Templo com ajuda de Richard Alpert!? Interessante isso...”

    Leco Leite – Teorias Lost

    “Apoiado no talento sem limites de seu intérprete Michael Emerson, o personagem que nós amamos odiar teve que enfrentar as consequências de seus atos neste “Dead is dead”. Suas mágoas e ressentimentos nunca estiveram tão evidentes quanto neste episódio, que de quebra ainda nos trouxe várias daquelas pequenas respostas que fazem a nossa alegria. O que mais a gente podia querer? Sim, Ben ainda teve a companhia luxuosa de John Locke (que novamente assume ares de herói depois das atitudes duvidosas da quarta temporada) durante a sua caminhada rumo ao julgamento. Foi tudo perfeito então? Quase.”

    Gisele Ramos – Blog Na Tv

    “Responsável por criar o personagem mais fascinante da série (juntamente com os roteiristas de "Lost", obviamente), Emerson estabeleceu, como sua especialidade, manter o espectador sempre na dúvida sobre as verdadeiras intenções de Benjamin Linus: mesmo quando ele parece absolutamente sincero, sabemos que ele tem motivos ocultos para fazer o que faz; e, paradoxalmente, quando age com absoluta crueldade, consideramos a possibilidade de que tenha agido por alguma razão nobre desconhecida. Seja como for, o fato é que, até hoje, só havíamos visto Emerson expor os sentimentos reais de Linus em uma única ocasião: ao testemunhar a morte de Alex e ao se despedir da filha.”

    Pablo Villaça – Cinema em Cena

    Para ler todos os comentários na íntegra, você já sabe, basta clicar nos links


Quer participar do próximo dudecast por viva voz também? É fácil. Basta gravar em formato mp3 seu comentário, teoria ou opinião sobre o episódio da semana (e somente sobre ele ou algum aspecto relacionado a ele) em no máximo 1 minuto e mandar para nós no dudecastlost@gmail.com até as 22h de sexta-feira.

81 comentários:

edsonmarquezani disse...

Achei que o promo criou uma expectativa que não foi suprida pelo episódio em si. Se bem que a intenção do promo é justamente essa, né?

Episódio que está mais para uma prestação de contas do que um convite à diversão.

Obs: Só eu que achei aquela cena das lembranças do bem no centro da fumaça muito podre, parecendo efeito especial do Chaves?

Rafael Pagani Savastano disse...

Davi, só vi o episódio uma vez e não tenho aqui para rever, mas fiquei com a nítida impressão que o Desmond nunca chega a levar o tiro. O tiro acerta o saco de compras e ele cai com o impacto, mas não tem sangue nem nenhum furo na sua roupa naquele momento ou depois. Pra mim, a bala foi parada por alguma lata de goiabada ou coisa do gênero =P

luciquabar disse...

EU A-M-O ESTES POSTS. =D AMO!
Gostei da teoria de que talvez os losties tenham sobrevivido à purgação escondendo-se no Templo. Quem sabe...

Ananias Lopes Junior disse...

Eu acho que perdi alguma coisa, mas como é que o Locke sabia onde era o templo? E como ele tinha certeza que o Lostzilla estava lá?

Luciano SC disse...

Davi; eu acho que tanto no caso do submarino quanto do sequestro de Alex, não ouve erro não. Quando Widmore diz que faz 20 anos que ele saiu da ilha, ele só está arredondando o tempo; como nós mesmos fazemos muitas vezes no nosso dia a dia.

Davi Garcia disse...

Rafa, nem me surpreenderia se acabarmos descobrindo que o Desmond não levou tiro algum. Levantei essa bola, porque no podcast oficial mais recente (tem um resumão ali embaixo), o Carlton Cuse disse que temia pela saúde do Desmond fora da ilha... Como tem aquele papo da Hawking de que a história dele com a ilha não tinha acabado, pensei que o tiro possa ter algo a ver (ou não) :p

Abraço!

Vinicius Colares disse...

David, o erro aí foi dos 20 anos que Charles diz que tenta voltar a ilha! não pode ter sido em 87, por que a Rousseau só chega na ilha em 88, antes do Charles entrar no submarino nós vemos Ben embalando Alex no parquinho da Vila Dharma aparentemente com uns 4 ou 5 anos portanto a saída dele da ilha foi ou em 1992, ou 1993, então ocorreu logo após a purgação, aí entra outra questão, será que o Charles foi contra a purgação e esse foi um dos motivos para Ben bani-lo?
92-93 foi a provavel época em que ele saiu, então o certo seria ele dizer que faz 15 anos que tenta voltar a ilha!

Tarcisio disse...

locke vai acabar dando os sapatos para o christian.

o locke uma vez foi arrastado pelo monstro, nao foi? Mas nao lembro ate onde foi. Aquele frances foi arrastado pra dentro do buraco.

diziam que o locke voltou a andar quando caiu na ilha pq a ilha estava no ano de 1996, antes do acidente do locke. Mas quando ele saiu de lá continuou andando, nao voltou a ficar paralitico....

sobre ele ter voltado a viver, nao sei....talvez o tempo que eles estejam agora nao seja exatamente o presente com relaçao ao mundo fora da ilha, talvez seja um pouco antes do Ben ter matado ele....viagem

Raphael Gomide disse...

Achei que vocês iriam comentar essa no post de easter eggs... pra mim a cena por volta de 25:40, onde a Sun está sentada em uma cadeira de balanço faz uma alusão à cena do Jacob da 3a temporada, não acham?

Raphael Gomide disse...

Revendo aqui, era um banco, e não uma cadeira de balanço, rsrsrs, mas mesmo assim tive a impressão.

Eduardo Ross disse...

É bom lembrar, como disse o Luciano aí em cima, que Widmore estava arredondando o tempo. Vendo o transcript do episódio no Lostpedia a fala do personagem é a seguinte: "The Island won't let you come back, trust me. I've spent almost 20 years trying to return." Ou seja, QUASE 20 anos. Se levarmos em conta que ele foi banido pouco após a purgação (1992), faz 16 anos que Widmore tenta voltar, portanto, quase 20 anos.

Fagner disse...

Obs: Só eu que achei aquela cena das lembranças do bem no centro da fumaça muito podre, parecendo efeito especial do Chaves?
--------------------------
Também achei os efeitos especiais dessa cena algo próximo do tosco

Davih disse...

Uma cena que eu achei muito interessante (e digna desta sessão) é quando o Ben fala pra Sun "Você talvez queira ir pra dentro de casa, porque o que vai sair desta selva é algo que eu não posso controlar". Ben fala isso se referindo ao Monstro, mas o que sai de lá é John Locke que ironicamente vira algo que ele não poderá controlar...

Gabriel Anderson disse...

Ananias, o Locke foi pego uma vez pelo monstro, e o levou até lah, mas Jack o segurou para ele não entrar no buraco (foi algo assim q eu me lembre), mas ele não sabia dO Templo

Marília disse...

Davi, Cerberus pertence à mitologia grega, e não à egipcia. Talvez o autor do mapa da escotilha tenha nomeado assim o nosso monstro por desconfiar que fosse um ser mitológico, mas pelo visto ele desconhecia que se tratava de mitologia egipcia. No subterrâneo do templo vemos a referência incontestável à Anubis, que julgava os mortos num ritual de pesagem de seus corações. O coração do morto era colocado num dos pratos de uma balança e no outro, uma pena, símbolo de Maat, a deusa da verdade. Se coração humano (sede da consciência para os egípcios) fosse mais pesado que a pena, era entregue para ser devorado pelo monstro Amut. Sendo mais leve, o morto teria a vida eterna.
Marília Santos, RJ

mara disse...

Pra quem achou o episódio anterior ruim (injustamente), esse foi bem pior




até dormi no meio

Dani disse...

Desculpem, mas talvez "etou tentando voltar a 20 anos" tenha sido força de expressão!

e quanto ao Des, bom, tinha uma sacola cheia de sei lá o que na frente dele né? Deve ter caido no chão com impacto e pronto!

Não sejamos radicais!

Gabriel disse...

kkkk..
a alex parece amy winehouse

Jackson Good disse...

Putz, Gabriel, parece mesmo, hahahaha
Já sei quem pode fazer o papel da cantora numa biografia.

O Cérbero é da mitologia grega... tem alguns correspondente na egípcia? Ou essa mistura de mitologias tem algum propósito?

Sobre a saúde do Des, acho que pode ser quanto aos saltos temporais mentais, sangue no nariz, etc... se ele é especial, diferente, então qualquer coisa pode acontecer. Sobre o tiro, acho que parou no saco de compras mesmo. Se não, como ele teria forças pra espancar o Ben tão gloriosamente?

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

Acabei de rever o ep, e presteu bem atenção na cena q o Ben atiro no Desmond e p mim a baçla não pegou nele, a bala acretou a sacola do supermecado, e provavelmente devia ter um lata q impediu q a bala o acretasse, e ele caiu por causa do empacto do tiro.Os produtores disseram q estão preocupados com a saúde dele, pode ser q ele descubra q está com alguma doença, por isso q a Howking disse q a ilha não tinha termiando com ele, bom pode ser q eu esteja viajando.
E aquela caixa mistériosa, quando vi ontem o ep eu não prestei muito atenção mas hj eu vi q a Ilana e os outros q estão com ela agora, ficaram tipo protegeno a caixa, ai meu des oq será q tem ali?????? Será um bomba?????????? q medo.

Marília disse...

Sem querer ser chata, mas a sombra da estátua antes do meio-dia aponta para um lado e após o meio-dia aponta para o lado oposto, né? O que há na sombra da estátua??? Depende da hora.... hahahahahaha
Beijos!
Marília Santos, RJ

srouca disse...

Lembrando do que aconteceu com Mister Ecko e de como ele foi abordado pelo mosntro de fumaça, gostaria de arriscar um palpite:
Locke na verdade não está vivo quem esta "personificando" ele é mosntro de fumaça (cerberu muitas cabeças, muitas faces) como aconteceu com Ecko ele está levando Ben para sua punição e sim ai talvez ele seja morto ou não.
acho que minha teria tem alguns furos mais aposto nela (um pouco hehehe )

Sabrina disse...

Uma coisa que eu achei estranha é por que o Locke tirou os sapatos para entrar na canoa, e quando chegou na ilha principal tornou a calçá-los?

Carla disse...

Poxa, gente, mas que diferença faz se o cara falou que passaram 20 anos e passaram 16? Que diferença faz onde o tiro pegou (ou não) o Desmond?! Vcs ficam preocupados com cada detalhe que para mim é irrelevante! Eu estou preocupada, mesmo, é com o Anúbis e o Lostzilla. O Anúbis era o responsável por julgar as almas dos mortos. Será que, na ilha, ele está julgando os vivos?! Ou eles morreram (teoria do purgatório revisitada... ;o)
Talvez o Lostzilla seja apenas uma alusão à Anúbis e os desenhos nas paredes são a forma como os antigos explicavam a ação do Lostzilla. Afinal, o Lostzilla não é um deus e sim um mecanismo de defesa da ilha (não é?!). Mas defesa do que?! Dos maus?! Dos que tem o "coração pesado"?!
E mais, o que aquele buraco com água, que parece com um ralo, tem a ver com o Lostzilla?! Passei boa parte da noite procurando ajuda no google e não encontrei.
Parem de procurar erros de continuidade e respondam as minhas dúvidas sobre o que o Lostzilla tem a ver com o Anúbis, please...
Beijos para vc, Davi.

JÔ Domingos disse...

Olá Davi e todos do Dude, minha 1ª vez aqui. Parabéns pelo ótimo trabalho no blog. Gostaria de fazer apenas uma observação sobre aquilo q a ti pareceu um erro de datas quanto da ordem recebida por Ben de Charles Widmore; o detalhe está no texto dito pelo pai de Penny: the island won´t let you came back, trust me. For almost twenty years I try to return.
Vejamos as datas:
Segundo a lostpédia, o ataque do monstro de fumaça à expedição de Rousseau foi em 18 nov. 1988. Se a francesa chegou à ilha grávida de 7 meses, portanto Alex nasceu em dezembro daquele ano. A mesma Rousseau falou a Sayid,quando o conheceu q sua bebê fora raptada pelos outros ainda na 1ª semana de vida. Ou seja, a data da missão determinada por Widmore a Ben de matar aquela mulher (Rousseau) foi ainda em dezembro daquele ano.
Mais: O exílio de Widmore aconteceu antes do final de 1992 já que a data da purgação é 19 de dezembro daquele ano. Isso quer dizer que a DHARMA, Os Hostis e Danielle viveram em conjunto (claro, separados) na Ilha por 4 anos. Considerando q os oceanic´s 6 chegaram nos EUA nos primeiros dias de 2005 e passaram lá 3 anos, aquela ligação de Ben para Widmore no dia do voo 316 é no mínimo, nos últimos dias de 2007, senão já em 2008.
No final das contas: da data da expulsão de Widmore até 2007/2008 são quase vinte anos. Assim sendo, não há incongruência entre os fatos apresentados em “died is died” sobre Widmore a sua atuação na ilha.
abraço

Luci. disse...

Falaram mal da cenada fumaça, mas eu gostei muito da expressão do Michael Emerson ao rever a morte da filha, uma expressão de dor, muito real, mostrando o lado "humano" do Ben. O cara é uma ator excepcional mesmo.

Locke está cada vez melhor, tb!

Luci. disse...

Pode ser que o Locke seja uma personificação do mostro de fumaça.

Ou não:

Lembrem-se. O Christian chegou morto na ilha. Seu corpo sumiu (1ª temporada) e ele voltou a andar por aí e falar com as pessoas. O mesmo pode ter acontecido com o Locke. Ambos ressucitaram. Basta saber como.

Lembrando que os Egípcios acreditavam na ressurreição (daí vem o ritual da mumificação e tal)

POde ter a ver com essa teoria da Marília acima (Anubis julgando o coração mais leve, e quem o tivesse, teria vida eterna, isso teria acontecido com Locke e Christian?)

Marcos disse...

Davi,

voce se confundiu na contagem de anos do rapto de Alex, sabiamos que ela tinha sido raptada 16 anos atras porque Rousseau havia dito isto em 2004, então ela foi raptada em 1988.

A legenda do episodio falhou na tradução do que Widmore disse para Ben no celular, Widmore disse:

-Almost 20 years (Quase 20 anos)

e não 20 anos, como foi legendado.

Menos de 20 anos então, contados apartir de 2008, que é o ano que Ben estava com Desmond, ou seja 1988-1992, sendo perfeitamente possivel que ele tenha dado a ordem mesmo.

dudulespaul disse...

Dúvida cruel essa que nos assola com relação ao Desmond...come back soon brotha

Malucom disse...

Davi,

Tem uma questão que ninguém levantou ainda.

Na segunda temporada, o magnetismo teria sido o responsável por "puxar" o 815 para a ilha, já que Desmond demorou pra digitar os números.

No entanto, na quinta temporada Sr. Hopkins explicou que existe uma janela que dá acesso a ilha.

O Vôo Ajira não precisou do magnetismo pra cair. E agora, fica essa questão?

Será mais uma incoerência, como tantas que você apontou nos detalhes desse episódio?

ze das couves disse...

Meus dois centavos:

1 - você não comentou sobre a surpresa de Ben ao ver a foto de 77. Se ele não estiver mentindo, reforça minha tese de alguns posts atrás que Jack, Hurley e cia NÃO ESTIVERAM LÁ no passado "original" da ilha, mas, de alguma forma, a "correção de rumo" se encarrega de fazer as coisas fluirem da mesma forma, com ou sem eles.

2 - Não sei se alguém sugeriu isso (não li os comentários) mas, se "dead is dead", não seria o Locke uma manifestação também?

Gabriel disse...

A Illana também pode estar sendo controlada, como estava o namorado da francesa.

hehe disse...

Vieram algumas duvidas na minha cabeça agora, vcs se lembram do pai do lock, como ele chegou a ilha, não me lembro de terem explicado isso, outra coisa tentei achar um video que ha uns 2 anos , que ra uma brincadeira dos produtores e mostrava o final de lost , só que quando ben explicava a said não lembro a transmissão era cortada , quem souber o link desse video ou souber me explicar como o pai do lock chegou na ilha me mandem um email, ou respondam aki mesmo :P. dft.dll@gmail.com

hehe disse...

bom ovideo eu achei vou postar pra vcs rirem um pouco, mas a minha duvida quanto ao pai do lock chegar na ilha continua.

Carla disse...

Voltei... ;o)
Futricando na lostpedia eu descobri que "cerberus" também é o nome de uma "dog-faced water snake" que habita mangues na ásia e outras regiões. Segundo eu li, estas cobras costumam ser dóceis quando estão na água, a ponto de se deixarem tocar pelo homem, mas ficam muito agressivas quando saem da água e vão para terra. Elas andam por túneis na terra úmida.
Será que o cerberus da ilha (lostzilla) tem alguma coisa a ver com estas cobras?! Este texto da lostpedia me chamou atenção por causa do tal "laguinho" nos fundos da casa do Ben, e do fato dele parecer ter "libertado" algo através daquele "ralo".
Além disso, o cerberus (mitologia grega) é o equivalente ao Anúbis (mitologia egípsia).
Haja teorias...

Eric Arantes Corrêa disse...

Pessoal, não se esquecem que o Locke perguntou especificamente: "quem deixou o BRAÇO dele daquele jeito". Não vimos Desmond machucar o braço diretamente, embora possa ter acontecido algo quando ele caiu na água ou batido, sei lá. Mas acho que de fato aquela cena ainda não terminou. Vai saber se ele pegará a arma que caiu na água (o que acho improvável). E pq será que ele mandou a Sun pedir desculpas por ele ao Desmond? Arrependimento de ter apontado uma arma na frente de seu filho?
Não sei, mas acho que a Penny ainda morre e Desmond vai puto pra ilha atrás dele. Seria o mais lógico, apesar de não querer a Pen morta...

Abraços!

Floripa74 disse...

Tem muita gente ainda viajando na pergunhta da Ilana.
Quem repassar o vídeo vai ouvir que ela perguntou ao Lapidus:
"What lies in the shadow of the statue?".
Ou seja: Ela quer saber quais as MENTIRAS que existem na sombra da estátua.
Simples assim...

Felipe disse...

Ele não ta arrependido por apontar a arma na frente do filho do Des. Ben pediu desculpas por ter dado um tiro no Des

mary disse...

eu tbm achei os efeitos do ben rodeado pela fumaça bem tosquinhos.

mas as expressões dele, vendo a alex foram perfeitas.

eu achei esse episodio excepcional, so nao foi perfeito pelos ultimos 2 min. não gostei da alex ter aparecido ali, acho queo ben deveria so ter visto as imagens dela e se redimido.

RAFAEL disse...

Uma dúvida:
Se o Cristhian Sheppard(que supostamente esta morto) não pode tocar no Locke quando este lhe pediu ajuda,como a Alex conseguiu tocar o Ben?

Pode ser uma dúvida ridicula minha,mas será que tem algo nisso?

Abraços

James disse...

Davi Garcia,

Alex filha da francesa nasceu em 1988 de acordo q a francesa disse aos losties quando os losties caiu na ilha em 2004, a francesa falou q tava na ilha há 16 anos, entaum 2004 menos 16 anos dar 1988(ano em que Alex nasceu)

e como vimos Wildmore sendo exilado da ilha, vimos Ben balançando Alex, que pelo visto ali ela devia ter mais ou menos 5 anos!

entaum 1988 + 5 dar por volta de 1993!
ou seja, a purgaçao ja tinha acontecido e por isso os outros estavam em posse do submarino!!

acho q essa eh a teoria mais logica!

ai entaum se charles falou que tava procurando a ilha fazia 20 anos, ele mentiu ou foi os produtores que vacilaram mais uma vez!

pois se charles saiu da ilha em 1993, e como vimos ele falando com ben no celular ali era 2007!
entaum fazia 14 anos q ele tinha saido da ilha entaum fazia 14 anos q ele tava tentando voltar pra ilha!!

isso eh q eu acho!!

e ai davi concorda?

locko_guns disse...

dae galera....

a lostpedia aponta que Charles Widmore foi exilado da ilha momentos apos a purgacao, o que justifica isso e o fato de que Richard Alpert pergunta a Benjamin Linus logo apos a purgacao se ele queria ver quem estava partindo com o submarino, sendo a cena seguinte mostrada em "Deas is Dead", onde Ben vai ver Widmore embarcar, isso seria 1992.

abracos

Lila disse...

Jô Domingues. Os losties não passaram 3 anos na ilha. Antes de serem resgatados, Jack disse q eles passaram 100 dias na ilha.
Eles passaram 3 anos foi fora da ilha e só então voltam no vôo 316.

Lolla Moon disse...

Cerberus ou Ammut? Eu arriscaria Ammut. Pesquisando sobre a mitologia egipcia encontrei informações interessantes sobre "O Julgamento de Anubis"...na verdade, Anubis é o juiz e Ammut é a punição para quem é condenado.

edsonmarquezani disse...

Floripa74, creio que "lies" seja conjugação na terceira pessoa do presente do verbo "to lie", que indica "estar naquele lugar", algo assim.

Ou não?

Veja o terceiro significado do verbete, de acordo com o Longman.

http://www.ldoceonline.com/dictionary/lie_1

asuka disse...

Quanto ao deserto da Túnisia, o Widmore fala que começou a monitorar aquele local depois que descobriu que o Ben saiu por lá. Ele comenta isso com o John Locke. Se ele mesmo tivesse saído por lá, a monitoração já teria começado tempos atrás e ele teria visto o próprio Ben saindo.
Eu não achava que ele tinha saido rodando a roda. As coisas que ele falou para o Ben no hotel, me deixaram ciente que o Ben quem tinha feito algo para fazê-lo deixar a ilha.

Quanto ao sapato, acho que não tem nada demais. Como disse a Hawkings, era só para ter o máximo de coincidências entre o vôo 815 da Oceanic com o 316 da Ajira. Nada demais, pra mim.
Ao contrário do que ouço falar por ai, o sapato não recussita. Afinal, nem o próprio Christian estava usando o sapato no avião.

Quanto ao Caesar, foi muito bonito ele sendo arremessado longe com o tiro de escopeta. Juro que não entendi pra que o Ben se aliou com ele contra Locke para depois matá-lo, achei que ele manipularia Caesar mais um pouco.
Quanto aos motivos de Caesar, imagino que ele estava estudando os papeis da Dharma para se situar, saber onde estava, achar alguma informação pra sair da ilha ou coisa que o valha. Nada demais. Se eu achasse uma escoltilha ao cair de avião numa ilha louca, eu não iria ignorar os conteúdos do recinto.

Acho que o tiro que o Desmond levou não o acertou. Imagino que alguma lata de alguma das compras que ele tinha na sacola o salvou. E, qunato a imagem, tinha uma melhor pra pegar. Daquele episódio em que o Ben liga pro Jack falando que já fez o que tinha que fazer. e aparece todo sangrando e molhado no telefone público, continuação da cena que vimos hoje.

Abraços,
Camus

asuka disse...

Respondendo ao Ze das Couves,

O Richard responde à Kate que se ele levar o Ben, ele não se lembraria de nada e nem nunca mais seria o mesmo.
Então ele meio que esquece os acontecimentos recentes, como o losties por lá, o tiro que levou do Saiyd e etc.
Mas ainda lembra das coisas genéricas e mais atrás. Como quem ele é, do pai dele, da menina que deu a boneca pra ele e etc.
Por outro lado, minha dúvida é a seguinte:
Se ele se tornou oficialmente um Other, como ele faz para, depois, entrar na kombizinha com o pai dele como se fosse um Dharma e matá-lo junto com todo o resto da companhia com a ajuda do seu "povo"?

E concordo com a Carla que prefiro parar de achar erro de continuidade, de efeitos e etc, e procurar mais coisas a ver com LOST mesmo.

Abraços,
Camus.

dudulespaul disse...

Eu sinceramente acho o Michael Emerson um excelente ator, interpretação perfeita... agora a atriz que faz a Alex, a Tanya Raymond, eu acho que ficou meio forçada a interpretação dela no momento em que grita com o Ben , mostrando raiva e dando ordens a ele... acho que ela não passou assim tanta severidade... mas enfim... ta tudo excelentíssimo

Floripa74 disse...

p/ edsonmarquezani

Sua interpretação tem sentido, embora não concorde com tal sentido.
Mas como tantas coisas supreendentes em LOST eu acho que a profundidade da frase seja bem maior e se reporte à situação de Ilana como parte da nova safra Dharma...
Quem viver verá......

emanuela disse...

Eu pensei numa teoria maluca, Lost faz isso comigo, ficar endoidando...bem eu tô achando que o Richard (Mr. Eyeliner) poderia ser um egípcio antigo habitante da ilha. Já que ele não envelhece poderiam usar a questão que o ator tem de natural que é aparentar usar lápis nos olhos como indício de ser do povo egípcio já que os mesmos utilizavam maquiagem, tanto mulheres quanto homens, ou pode num ter nada a ver e eu tô só viajando na maionese.kkkkkkkkkkkk
Acho que tô ficando doida!!!

Tarcisio disse...

tirem suas conclusoes sobre o "lies" da frase da ilana:

http://www.learnenglish.org.uk/grammar/archive/lielay01.html

pra mim não é sobre mentira, e sim sobre o que está na sombra, alguma coisa que está lá

Pedro Netto disse...

Além do guardião do inferno de Hades, Cerberus é o nome de uma espécie de serpente.
Talvez fosse só uma expressão leiga para a serpente de fumaça.

Pedro disse...

Olha só, Widmore está mentindo! Sobre quando saiu da ilha, e sobre ter sido enganado pelo Ben. Isso é óbviu! Nem ele, nem o Ben são caras confiáveis.

Esse episódio deixou mto a desejar, mas me abriu uma nova dúvida, em "left behind" achamos q o monstro escaneou a Juliet, mas agora vemos que ele estava mostrando cenas pra ela de volta.

ERROS:
Rosseou afirmou que nunca havia visto um "outro" apenas ouvido seus sussuros.

ze das couves disse...

asuka

Como você mesmo disse, se o Ben "sumir", fica difícil explicar aquela cena da kombi. Acho que ele voltou para a vila Dharma e continuou vivendo normalmente, só mudou a forma de pensar, sei lá...

Continuo achando que os losties NÃO estiveram no passado "original" da ilha, só apareceram agora no passado "revisitado", mas não adianta eles tentarem mudar nada, pois a "correção de rumo" vai fazer com que tudo aconteça da mesma forma que antes.

. disse...

Asuka,fica claro que Ben e Ethan levavam uma vida dupla como funcionários da Iniciativa Dharma e como Others ao mesmo tempo.

JÔ Domingos disse...

Olá Lila! quando escrevi q os oceanic´s 6 passaram 3 anos "LÁ"; é nos EUA ñ na ilha. valeu

Matt's disse...

Galera, alguns pontos:

Quanto o fato da Rousseau nao reconhecer Ben...depois de certo tempo é muito difícil relembrar os traços do rosto de alguem que você nao vê a muito tempo, imagina depois de 16 anos.

e bem, o que acontecerá com os losties antes da purgação? eles vão ter que sair da ilha em algum ponto,já que eles irão voltar, de novo(?),no oceanic 815. Aí é que fica complicada a questão do tempo =S.

Vlad disse...

talvez alguém tenha notado isso mas é só uma curiosidade...
tava revendo aqui a cena da purgação e reparei q as pessoas morreram com sangramento no nariz...

Designer Vigiado disse...

Olá, Webmaster,
Foi muito valioso para mim ter encontrado esse blog pois contém postagens de qualidade e essencias ao nosso meio.
Parabéns e continue investindo nele e oferecendo informações valiosas.
Abraços.
Designer + Vigiado
http://cidadevigiada.blogspot.com/

PC disse...

Retirado da Wikipedia:
"A crença na reencarnação tem suas origens nos primórdios da humanidade, nas culturas primitivas. De acordo com alguns estudiosos, a idéia se desenvolveu de duas crenças comuns que afirmam que:

* Os seres humanos têm alma, que pode ser separada de seu corpo, temporariamente no sono, e permanentemente na morte;
* As almas podem ser transferidas de um organismo para outro.

Entre as tentativas de dar uma base "científica" a essa crença, destaca-se o trabalho do Dr. Ian Stevenson, da Universidade de Virgínia, Estados Unidos, que recolheu dados sobre mais de 2.000 casos em todo o mundo que evidenciariam a reencarnação. No Sri Lanka (país onde a crença é muito popular), os resultados foram bem expressivos.

Segundo os dados levantados pelo Dr. Stevenson, os relatos de vidas passadas surgem geralmente aos dois anos de idade, desaparecendo com o desenvolvimento do cérebro. Uma constante aparece na proximidade familiar, embora haja casos sem nenhum relacionamento étnico ou cultural. Mortes na infância, de forma violenta, aparentam ser mais relatadas. A repressão para proteger a criança ou a ignorância do assunto faz com que sinais que indiquem um caso suspeito normalmente sejam esquecidos ou escondidos."
Essa teoria, pra mim, explicaria o que aconteceu com Ben, Christian e Locke. Mandem bala!
Outra coisa: eu entendi tudo o que foi explicado sobre as viagens no tempo de Lost, mas não me convenci. Tenho uma forte desconfiança de que os Losties nunca estiveram lá. Acho que estou errado mas.....

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

Tenho a mesma opinião do Ze das couves ,que os losties NÃO estiveram no passado "original" da ilha, só apareceram agora no passado "revisitado", mas não adianta eles tentarem mudar nada, pois a "correção de rumo" vai fazer com que tudo aconteça da mesma forma que antes.
=]

Jorge disse...

será que teremos outros personagens sendo julgados pelo monstro da fumaça,.por exemplo..Sawyer..rsrs ????

Carlos Frederico disse...

creio que sempre aconteceu da forma que aconteceu.

Como ben diz nõa se lembrar, é porque quando ele volta, o tal "incidente" já deve ter ocorrido. e considerando que ele esqueceu algumas coisas... ele pode ter esquecido de sawyier, kate e juliet. Quanto a jack, hurley e sayid, jack e hurley ele mal teve contato, e sayid ele esquece.

Já charles widmore, ele diz QUASE 20 anos, quando na verdade são 15. 2007 para 92. Basta ver que alex já era nascida quando charles deixa a ilha. É possível que tenha sido em 1993.

Para charles, a espera está sendo longa.

Rodrigo Ferreira disse...

POST TÁ ENORME MAS POR FAVOR, LEIA! PODE SER QUE ALGO FAÇA SENTIDO :)

"Surpresa, Sun reencontra o ressuscitado Locke que como o próprio Ben disse, estava realmente morto antes de voltar à ilha. Como ele voltou à vida, é seguramente um dos maiores mistérios da temporada, concorda?"


Bom, ao conversar com um amigo sobre este episódio, uma idéia maluca me veio a mente e me parece bastante plausível:

Locke está morto, definitivamente morto - assim como o pai do Jack, Christian. O que vemos é a manifestação do "monstro" - que já vimos, pode se materializar na forma que bem entende . O lance do sapato - que era o sapato do pai do Jack, pode ser justificado por isso. É estranho como eles fizeram questão de mostrar o careca tirando e colocando o sapato.

- Locke e Christian chegam da mesma forma a ilha: Dentro de um caixão. Assim como Locke teve q morrer para reunir os Losties, Christian tb teve. Pode ser q mais a frente, finalmente saberemos q a primeira queda do avião tb foi uma tentativa dos Losties de voltar a ilha? Uma tentativa inconsciente, talvez? Posso estar viajando nessa, mas aí tem coisa.

- Quando Ben está na varanda conversando com a Sun, ele pede pra ela entrar pq o q vai aparecer por detrás da moita, ele não pode controlar. E o Locke aparece. A maioria das pessoas interpretaria isso como uma piada. Mas, e se não fosse?

- Locke e o "monstro" não aparecem juntos no episódio. Locke sai para buscar uma corda e logo em seguida o monstro aparece pro Ben. O monstro vai embora e logo em seguida, Locke reaparece.

- Locke diz para Sun q ele tb não entende como ele está vivo, mas q ele pode garantir q ele é a mesma pessoa. Claro q é. Qdo Locke encontrou o monstro na floresta, o monstro leu a mente dele e foi embora. É aceitável q o monstro assuma a forma e personalidade de Locke, não acham?

- Em algum momento - eu não me recordo - há contato físico entre Locke e outros personagens da trama? O aviso q a Alex dá para o Ben de "não tente matar o Locke, obedeça-o" não seria uma maneira de evitar q Ben tentasse algo e descobrisse q o Locke não é o... Locke? Richard Alpert e sua juventude imaculada, seria ele uma manifestação da ilha tb?

- Ben diz a Sun q ele está tão surpreso qto ela de ver Locke vivo. Segundo ele, ele já havia presenciado curas na ilha, mas quem morre, definitivamente, morre.

- O nome do episódio é "Quem morreu, morreu". Quer dica maior?

- Uma vez, mencionaram q o "monstro" seria o mecanismo de defesa da ilha. Faz sentido e faz mais sentido ainda se pensarmos q a verdadeira função do monstro é fazer com q o futuro aconteça. Sabemos q a linha temporal está uma bagunça e para q as coisas voltem ao normal é preciso q certas coisas aconteçam. Estaria o monstro agindo para q o futuro acontecesse? Ele assume formas, manipula pessoas para q no fim as coisas sigam o fluxo natural, o fluxo q deveriam seguir?

Me perdoem se alguém já levantou essa questão, não li todos os comentários e se eu estiver errado, por favor, argumentem! Achei bem interssante isso. Abraços!

Rodrigo Ferreira.

João Ricardo disse...

Sinceramente quando vi Illana falando aquilo para Lapidus, veio na cabeça aquele episodio onde os amigos de Rousseau mudaram por serem `infectados`... Não sei se eles estão trabalhando para alguem...

JÔ Domingos disse...

Desculpem, mas há tampos estou me coçando para fazer esta pergunta: DE ONDE LOCK TIROU AQUELA MUCHILA NA QUAL ELE POE OS SAPATOS AO ENTRAR NO BOTE. INCLUSIVE TERMINA O EPISÓDIO COM ELA NAS COSTAS

Izaac disse...

Locke sai de cena, aparece o monstro, tah na cara que não temos mais o Locke e sim o Cerberus!

O monstro tem varias faces!

E sabemos que Mr. Eko foi julgado culpado!!

lucas disse...

Ao assistir o episódio tive algumas impressões, a primeia que alguém já comentou é que ao invés de ser locke pode ser o smoke monster, tá certo que le apareceu fora da ilha principal, mas quem sabe. Acho que a sombra da estátua não tem a ver com a de 4 dedos, pois ela tá na ilha principal.
Achei muito suspeita a frase do locke " eu sou o mesmo locke de sempre " ou algo assim pra sun, o que vcs acharam e pra mim quem aparece com anubis na foto no formato de raio é o smoke monster. Achei um bom episódio. E cocordo que nõ houve erro no erro no lance dos vinte anos, é uma forma de dizer, se passaram entre 15 e 17 anos considerando a cena da alex tendo entre 3 e 5 anos e isso são quase 17 anos e a dharma já havia sido purgada

Eduarrrdo disse...

cadêê o dudecast??
quero ser um colaaboradoor!

Marília Teive disse...

Eu tb tenho a posição do Rodrigo Ferreira. Também achei muito estranha a ênfase que eles deram no tirar/colocar os sapatos de Locke. E dead is dead também é muito significativo. Locke pode sim estar morto e apenas fazendo com que as coisas aconteçam. Locke não tocou em ninguém ao chegar na ilha. Nem um aperto de mão como o de Ben e Ceasar.

Gemmal, o Obi-Woden Kenobi disse...

Lembrar de uma pessoa q vc viu uma vez, no escuro, num contato rápido, 16 anos depois é muito difícil. Por mais q seja num momento marcante da sua vida, é muito difícil lembrar das feições. Faça vc mesmo um teste. Acrescente ainda a loucura do personagem. Acho plausível a francesa não ter reconhcido o Ben.

Eraldo disse...

Rodrigo disse: Em algum momento - eu não me recordo - há contato físico entre Locke e outros personagens da trama?



Acho que isso não diz muita coisa, já que a Alex-Monstro tocou (e com força) o Ben.

Rodrigo Ferreira disse...

Mas o Ben sabia q a Alex estava morta, q era o monstro estava se manifestando como Alex. Logo, a Alex-monstro tocar o Ben me parece ser uma situação diferente.

Lembra de qdo o Locke cai e se machuca ao entrar no fosso de água q vai até a "roda do tempo"? O Christian aparece pra ele e o Locke pede ajuda para se levantar e o Christian-monstro diz q não pode ajudá-lo pq não pode tocá-lo, lembram disso?

Luciano SC disse...

Rodrigo Ferreira, no caso quando Locke pede ajuda à Christian para se levantar e ele nega,não é porque ele não pode tocar em Locke, mas sim porque é uma coisa que Locke tem que fazer por ele mesmo.

Diego disse...

Eu achei o 12º episodio sencacional!
Tirando o ultimo capitulo da segunda temporada pra mim esse foi o melhor! Muito bom mesmo!

Tutor disse...

O motivo de aparecer tanta gente que foi morta seria devido a aparente influência de Anúbis na série?
----
A frase que o Charles Widmore diz para o Ben ainda garoto quando ele está ferido lembra ou faz uma alusão ao significado da tatuagem do Jack?
Charles: "Just because you are living with them, doesn't mean you can't be one of us."

Tatuagem de Jack: "He walks amongst us, but he is not one of us."

PS: "That's what they say. That's not what they mean."

Pi disse...

Concordo com a idéia de que Locke pode ser o monstro, seu comportamento é estranho.

Uma sugestão para post, seria relembrar todas pessoas atacadas pelo monstro, para sabermos se eles foram julgados conforme o Izaac disse...

Rodrigo disse...

Alguem aqui também notou neste episódio na parte em que o Ben leva o bebe a Widmore, em que Sayd aparece ao lado de Widmore. Reparem que para falar com Ben, Widmore da o prato de comida para o Sayd segurar... Mas o que o Iraquiano estaria fazendo ali???

Everton disse...

Olá

Everton disse...

Olá (sem querer enviei um ''Olá'' antes desse recado) Davi Garcia. Finalmentye consegui escrever( usando minha senha e usuário do orktu).
É a 2ª vez que escrevo no blog (a 1ª foi no "Grandes dicas para o ep. 5x14 “The Variable” ").
Como faço para ser membro/seguidor do Blog Dude We Are Lost?
Tentei fazer essa pergunta a vc no orkut tentando te adicionar pois não consegui postar um scrapt.
Venho acompanhando faz um bom tempo seu Blog. Leio muito as repercussões, comentários, curiosidades e parei de ler spoilers da reta final da 5ª temp + sobre Jacob, pois perde um pouco a graça. Lembro-me de minha reação ao assistir o fim da 4ª temp. e ver Locke no caixão. Se eu já soubesse disso antes perderia a graça.
Sobre o meu comentário desse 12º episódio gostei de ver Ben ainda ter um lado humano quando vê Mães com seus pequenos filhos e também acho que Locke está adquirindo um melhor conhecimento sobre a ilha após sua''ressurreição''. Pô, ele achou facilmente o lugar onde há um muro escondendo o templo!
Agora quando começou o episódio e vi a suposta reação de Ben ao ver o John vivo me veio algo em mente:" Qual será a reação de Jack ao ver Locke vivinho da Silva? Como será esse reencontro?" Só espero que emocionante. E vcs, não pensaram nisso?

Punky disse...

Existe uma expressão em inglês " put you in my shoes" (http://www.urbandictionary.com/define.php?term=put%20you%20in%20my%20shoes), literalmente "se coloque nos meus sapatos" que tem como tradução "se coloque no meu lugar".

isso pode ter alguma relção com Christian e Locke?!

só pensando alto. se alguém quiser ir além...