09/04/2009

Comentários do ep. 5x12 "Dead is Dead"

Com spoilers para quem ainda NÃO viu o episódio

Uma das coisas que sempre me impressionam em Lost (e acho que jamais vou me cansar disso) é sua contínua capacidade de subverter, em maior ou menor escala, nossa compreensão sobre determinado acontecimento ou personagem da série. Dead is Dead foi um típico exemplo disso, pois ao focar a narrativa em Ben Linus e nos apresentar às circunstâncias de seu passado que o fizeram ser respeitado pelos Outros, pudemos descobrir como o fato dele ter se tornado ‘pai’ de Alex iniciou o processo que minou a liderança de Charles Widmore e provocou seu futuro exílio da ilha. Dead is Dead porém, foi muito além disso, já que ao plantar a semente da dúvida na cabeça do outrora confiante Ben, conferiu a ele um ar menos frio e calculista e porque não dizer, humano.

Leia mais...

    Aí você pode questionar se estou começando a enxergar o Ben como aquele mocinho que seu intérprete, o sempre excelente Michael Emerson acredita que ele seja. Mas não, não é assim que vejo o Ben a partir desde episódio. Para mim ele continua sendo aquele mesmo homem capaz de manipular as pessoas para que elas permitam que ele atinja seus objetivos e continua sendo o homem que carrega o peso de ter exterminado milhares, mas tal qual acontece com a grande maioria dos personagens da série, a ele também devemos conceder uma leitura menos subjetiva e ver que ninguém é só mal ou só bom e que são as escolhas que definem quem cada um é ou pode ser.

    Até então só conhecíamos o Ben que provocou sofrimento agindo em prol de um objetivo que para ele (ou para a ilha, talvez) deveria ser certo. Mas agora vimos outra faceta desse personagem. A do homem que pode ter esquecido o trauma de uma violência em sua juventude ao ser salvo pelos Outros e que praticando um mal aparentemente sem sentido (o sequestro da bebê Alex), encontrou na maldade do ato, a chance de se reaproximar da humanidade que àquela altura poderia estar lhe escapando. E por mais exagerada que essa leitura seja, o fato é que foi com Alex e através dela que Ben soube se equilibrar na liderança dos Outros na ilha por tantos anos e que mais tarde o levou a reconhecer seus equívocos (ou pelo menos parte deles) ganhando assim uma nova chance de fazer o que era certo para a ilha e, por tabela, para ele, talvez.

    Ao concordar finalmente em seguir Locke, conforme a manifestação de Alex lhe exigira na cena ao mesmo tempo emocionante (ou vai dizer que você não se arrepiou vendo a comoção de Ben sendo relembrado por parte de tudo o que fizera) e assustadora, ao se ver poupado pelo monstro, Ben parece ter duas alternativas dali para frente: confiar no julgamento da ilha através de um misteriosamente renovado Locke, ou enveredar-se novamente pelo caminho da mentira e da manipulação. Quem será o Ben Linus daqui para frente? Um anti-herói 'apenas' ou um vilão?

    Outras observações:

    - Ok, vimos um lado novo em Ben, mas é sempre bom considerar como o personagem pode dizer exatamente o que seu interlocutor precisa ouvir. No início do episódio ele diz a Locke que sabia que aquilo aconteceria, isto é, que ao matá-lo, ele voltaria à vida quando voltasse à ilha. Porém, ele diz exatamente o oposto a Sun, quando esta lhe pergunta sobre o que aconteceu com Locke, dizendo que nào fazia menor ideia de que ele poderia viver de novo ao voltar. E agora, no que acreditar?

    - Muito bom ver outras ‘versões’ de Charles Widmore na ilha, não? Curioso que sua saída tenha sido bem diferente daquela que eu imaginara, já que sempre o visualizei girando a roda e indo parar no deserto da Tunísia. Igualmente interessante foi descobrir que uma das razões de sua expulsão da ilha teve muito mais a ver com um desvirtuamento de comportamento do que com um simples golpe perpetrado por Ben.

    - Sobre Widmore, vale ressaltar ainda que ao vermos Ben falando que Charles tinha tido uma filha (Penny, óbvio) com uma pessoa de fora em uma de suas várias saídas da ilha, fica claro que ao contrário do que muitos suspeitavam, ela pudesse ter nascido na ilha e ser filha de um suposto relacionamento dele com Ellie (Eloise?), o que sepulta pelo menos por enquanto, a ideia de que ela esteja ligada a Faraday.

    - Falando sobre Penny aliás, muito boa a cena em que Ben se aproxima pronto para matá-la, mas desiste ao ver o garoto Charlie saindo do barco que recebeu o mesmo nome do livro preferido de Desmond, Our Mutual Friend. Não só por evidenciar que Ben não conseguia quebrar todas as regras, a cena foi marcante pelo fato de Desmond ter reagido do jeito que reagiu. Sobre o curioso desfecho da cena aliás, confesso que estou ainda mais curioso para descobrir como será a reintrodução do ‘brotha’ na trama da ilha, uma vez que aparentemente nem por vingança ele teria motivos para tentar voltar.

    - Foi só eu ou todo mundo ficou impressionado com a cena em que o aparentemente importante Caesar toma um balaço de Ben na praia? Posso ter viajado nessa, mas sempre achei que o personagem fosse ter alguma importância, isso claro, se ele de fato tiver morrido, certo?

    - Por falar em personagens novatos, agora já dá para dizer com certeza que Illana definitivamente está ali a serviço de alguém que não tem nada a ver com a família Avelllino como ela dissera a Sayid. A enigmática pergunta que ela fez a Lapidus pouco antes de derrubá-lo, parece nos remeter a uma força desconhecida nesse jogo, não acha?

    - Sobre a cena no templo, é óbvio que você reparou nas imensa quantidade de inscrições claramente ligadas à cultura egípcia, certo? Curioso notar como esse elemento vem aparecendo com um frequência cada vez maior na série desde a temporada passada. Dessa vez vimos uma referência direta a Anubis, o deus da morte controlando o que parece ser a representação do monstro. Essa rápida menção, me faz ter cada vez mais certeza de que o passado da ilha tem tudo a ver com os dos egípcios, um povo tão misterioso quanto os nativos/hostis da ilha.

    - Agora, e o Locke, hein?! Será que ele continua sendo o mesmo homem que sempre foi como disse a Sun? Se sim, é fato que ele voltará a ser usado por terceiros, caso contrário, é interessante notar que agora ele parece saber exatamente o que tem que fazer. Por que ele ressuscitou? E mais, de onde vem essa aparente onisciência dele?


Quer participar do próximo dudecast por viva voz também? É fácil. Basta gravar em formato mp3 seu comentário, teoria ou opinião sobre o episódio da semana (e somente sobre ele ou algum aspecto relacionado a ele) em no máximo 1 minuto e mandar para nós no dudecastlost@gmail.com até as 22h de sexta-feira.

88 comentários:

geraldo disse...

Gostei do episódio!
Vou assistir com mais detalhes depois, mas gostei mesmo assim. Esclarecedor em muitas partes.

Tarcisio disse...

ele disse pra sun dizer sorry pro desmond. entao será qe o ben ainda faz alguma coisa a mais com desmond e penny?

Edgard disse...

Episódio espetacular!!!

Marília Teive disse...

Ben, sensível ao ver que mataria pessoas com bebês (Rousseau e Penny) e insensível ao fazer o que tem que fazer para chegar até onde precisa (atirando em Desmond e Ceasar). Fantástico!!
E só para dizer como disse Ben: THANKS smoke monster for let him live!! Demais!!! Vou demorar a dormir hoje...

123571 disse...

CONFESSO QUE ME ARREPIEI DO INICIO AO FIM, MAS A CENA EM QUE O BEN APARECE ENVOLTO DA FUMAÇA ME FEZ CHORAR E ISSO EXPLICA O PORQUÊ DELE SER O MEU PERSONAGEM FAVORITO.


Obs: FOI A PRIMEIRA VEZ QUE ACOMPANHEI ONLINE E GOSTEI MUITO

Eduardo disse...

Galera eu perdi a cena da Ilana agredindo Lapidus? qual foi o tom do diálogo?

Vinicius disse...

ep punk demais... agora tá explicado pq ben tinha um apego danado por sua filha...
a fumaça quase me deu um ataque do coração qndo apagou o fogo...

Marília Teive disse...

Pra ser sincera, Davi. Nunca consegui olhar para o Ben e vê-lo apenas como um cara que é capaz de fazer as piores maldades e dizer as maiores mentiras. Acho que esse episódio conseguiu mostrar que há um coração dentro daquele corpo cansado de apanhar... putz, dá um tempo pra ele roteiristas... o cara apanha desde o primeiro episódio que apreceu!!! Ben rocks!!!

Ana Luísa disse...

And the Oscar goes to... Michael Emerson!!!
Atuação fantástica do início ao fim!

Tá, vibrei com a surra do Desmond, mas foi de bom tamanho!!!

E agora??? Mais uma semana?? É de matar!

Valéria Piemonte disse...

Olá é a primeira vez que escrevo aqui, adoro lost e sempre leio os comentários.

Floripa74 disse...

O lance é saber se agora ele vai mesmo seguir o Locke... ou fazer dele mais uma vez de joguete.
Mesmo com tantas mudanças, Locke parece ser eternamente dependente de Ben.
E aí, quem é mesmo do MAL????

Hugo disse...

Achei o episódio ótimo, mas doi meio Cabin Fever tá ligado, você ali na expectativa e o melhor só lá pro final. Mas foi realmente emocionante e muito legal aqueles montes de hieróglifos. Me corrijam se eu estiver errado, ali na pedra do Lostzilla era o Anubis, não era?

Enfim, mostrou um lado muito bom do Ben, desenvolveu bastante o personagem, foi realmente demais essa parte. Mas pecou na falta de ação. Mas que o Ben é o cara mais perigoso da ilha... disso ninguém duvida!

P.S.: "O que está para sair da floresta é algo que eu não posso controlar"
*Locke sai da floresta*

UIhiahiuseoasiause... euri

Cora disse...

adoreeeei o episódio!
Os ultimos, apesar de muita gente discordar, vem sendo muito bons por sinal!
Essa 5a temporada por enquanto, pra mim, não deixa absolutamente nada a desejar.
Realmente adoreeeei o episódio, preciso ver denovo pra absorver tudo, mas foi muito bom, adoro o Ben por ele conseguir fazer agente odia-lo em um segundo e ama-lo no outro (e vice-versa)com tanta frequência! xD
bom demaais!

Daniel disse...

Benjamin Linus é o cara, é o "mocinho" como ele mesmo disse, o cara tem coração, escondido, mas tem.
Sensacional episódio.

Felipe disse...

Pra mim o monstro É Anubis.
Mas tipo...como?
viagemmmmmmmmmmm

Sra. Beauvoir disse...

Ben iria matar uma filha, mas descobriu que ela deixara de ser apenas filha de Widmore, para ser uma mãe.
Assim como Rousseau, ele ía matar uma mulher, mas descobre que ela é mais que isso. Também é uma mãe.
Boa dinâmica de Ben, como matar mães se ele mesmo desejara tanto ter uma?!
Locke e Ben carregam Lost nas costas, foi ótimo episódio exatamente porque o Jack não apareceu nenhuma vez.

Fernando disse...

Acho que o Caesar morrendo foi a realização de um desejo contido dos produtores desde a primeira temporada...lembram dos extras do DVD da primeira, a idéia dos produtores era apresentar o Jack como o personagem principal, fazer toda a audiência confiar nele, sentir empatia e aí matá-lo no final do Piloto 2. No entanto, os executivos da ABC não deixaram, dizendo que não teria sentido isso...e os produtores ficaram com os dedos coçando para fazer isso em algum momento na série. Bom, fizeram agora, com o Caesar, que era o "Jack" da vez...

Sra. Beauvoir disse...

Widmore diz que Rousseau tinha que morrer, pois assim queria a ilha. Ben acha que sabe o que a ilha quer, mas não sabe, vide diálogo com Locke que parece saber mais sobre o querer da ilha.
Mas se Widmore estivesse certo? A expedição francesa caiu no mesmo buraco o qual Ben e Locke entraram, poderia o mostro de fumaça ter se personificado e exigido a morte de Rousseau, por isso os franceses ficaram "doentes" aos olhos da francesa?
Penso ainda que alguém controla o mecanismo de "proteção" da ilha. Não acredito que seja apenas uma manifestação alô além egípcia.

Tarcisio disse...

será que a ilha não deixou o Desmond morrer com o tiro do Ben? ainda tem coisa ai sobre a surra do desmond nele

muito estranho a illana perguntando sobre a estátua

Diego Messora disse...

Muuuuuuuuito bom o episódio!!!

jlnmartini disse...

Fantástico!

Sempre gostei do Ben independente se ele var ser o cara malvado ou o bonzinho. Ainda dúvido muito q ele seja bonzinho, mas agora é inegavel q ele seja só malvado. ^^

Michael Emerson fantático, tão devendo um Awards para esse cara, e muito. Por tudo q vem fazendo em LOST.

Jack? Quem? Jack se resume a um nada qndo os eps focam no Ben e no Locke. Se dependesse de mim, esses dois q seriam os personagens principais. heheh

Muito bacana, no aguardo para a próxima semana.

Di ego disse...

Sobre a pergunta feita por Ilana a Lapidus: "What lies in the shadow of the statue?". Acredito que isto seja uma senha, que requer uma contra-senha, a fim de identificar membros de um mesmo grupo, que não se conhecem.
Mas há algo interessante sobre a frase em si. No hall de entrada da Universidade de Harvard há uma estátua de John Harvard, esculpida por Danial Chester French, em 1884. No pedestal da estátua está inscrito: "John Harvard, Founder, 1638". Mas, as três afirmações contidas nesta inscrição são falsas! Por essa razão, o monumento é conhecido como “the statue of three lies”. Então, what lies in the shadow of the statue? Respondo: 1) o homem esculpido não é John Harvard, mas um estudante qualquer escolhido a esmo pelo artista, pois não haviam representações conhecidas de Harvard; 2) John Harvard não foi o fundador da Universidade, mas um filantropo que contribuiu com a instituição, muitos anos após sua fundação; 3) a Universidade foi fundada em 1636, não 1638, como diz a inscrição.
Acredito que nada disso tenha real importância para a série em si, mas é interessante saber o que pode ter inspirado os roteiristas na escolha da frase dita por Ilana.
Concordam?! o/

Walmir disse...

Ah... uma perguntinha...

Rousseau VIU Ben raptando Alex e apontando a arma pra ela.

Como Rousseau não se lembrou disso, quando capturou Ben, lá na primeira temporada??
Ela só dizia ter certeza que ele era um dos "outros".

Lembrando que Rousseau não viajou no tempo, pra servir de desculpa pra perda de memória...

Bárbara Fagundes disse...

episódio sensacional! ainda stou me recuperando! =p

dudulespaul disse...

Pois é.. nem mostraram sangue na roupa do desmond... e no podcast o damon e carlton disseram estar preocupados com ele...mais que Penny...agora será que o Desmond vai morrer com o tiro?parece até que o tiro pegou na sacola e desviou...

Doraemon disse...

A única força já conhecida que está faltando nessa equação é a Dharma.

DeGroot (assim?) não morreram na purgação. Comidas Dharma ainda eram enviadas à ilha na época da queda do 815.

Se as comidas não viajavam 30 anos no tempo, isso quer dizer que ainda há alguém operando do lado de fora.

Alvar Hanso...

Ilana é Dharma. Minha aposta.

Gabriela B. disse...

Ep. fantastico!!! Fiquei até nervosa, olhando para os minutos, com medo de acabar. E mesmo assim, o ep. acaba, and I say no, no, no!

Pois é, e o Widmore, heim? Será que ele estava certo sobre Alex? Afinal, ele mandou o Ben matar a Rosseau. Ele nao fez, mas ela acabou morrendo mesmo assim (ok, 20 mais tarde, mas morreu). Mistério...

Realmente o Ben é "O Cara"! O anti-herói que amo odiar (será que odeio mesmo?). Acho que Ben nessa altura nao sabe nem diferenciar a verdade da mentira. Penso que para ele é tudo uma questao de interpretacao do momento que ele está vivendo. Ou seja, nao vamos chamar de mentira e sim uma outra forma de interpretar os acontecimentos ;-) Freud explica. Mas ainda nao consigo tirar da cabeca o que Harpe falou em "The other Woman": Ben está extamente lá, onde quer estar. Será que isso ainda vale? Afinal Ben quis sair da ilha girando a roda. Pois nao acredito que ele nao sabia que Locke tinha que gira-la, como disse Christian. Creio que depois do seu tête-à-tête
com o Lostzilla essa regra nao se aplica mais.

Last, but not least: Obrigadaaaaaaa Dudes por voltarem a fazer o Dudecast semanal. Se que tá dificil pra vcs, mas vcs tem nocao de como vcs nos fazem felizes?

Bjs, Gabi

renancst disse...

1° Ep. mt bom e esclarecedor, apesar do final não ter deixado aquele gostinho de quero mais!

2° Se o Caesar não morreu com aquele tiro ele tem peito de aço, pq que voada foi aquela^^

Esperando Easter eggs *_*

Arthur Salviano disse...

Como sempre, episódios centrados em Ben são muito bons.

The disse...

Essa pergunta da Ilana (que beleza, ela, não?) "o que há na sombra da estatua" (ou coisa parecida já que vi sem legendas) é muito parecida com a que Kevin Ilman fez ao 'Brotha' na segunda temporada (o que um boneco de neve disse ao outro?). Então eu acho que a Ilana faz parte de uma nova Dharma que esta tentando voltar à ilha! Seria o "3º exercito" da trama!

Vibre disse...

O seqüestro de Alex não foi um mal aparentemente sem sentido. Pelo contrário, foi uma forma de poupar tanto a criança quanto a mãe dela da morte, uma vez que Ben respondia aos Outros hierarquicamente superiores. A atitude em si foi corajosa e assumi-la perante Widmore e todos os Outros é digno de aplausos gerais. Como já foi exemplarmente identificado, a dinâmica tem forte ligação com o fato de Ben nunca ter conhecido a própria mãe e saber de cadeira como é ser criado em um ambiente sem o carinho materno.

Sempre bom ver episódios que, se não se destacam pela ação, fornecem bases coerentes e motivos razoáveis para determinadas ações, além de sobejar carga emotiva. Um grande episódio, que surpreendeu justamente pelo enfoque. Ou vai dizer que vc não esperava um episódio centrado na porradaria ao ver que os protagonistas seriam Locke e Ben? ^^

Fagner disse...

Episódio bom... Mas eu esperava mais, por ser centrado no Ben...

Pra mim, agora fica claro que os roteiristas se perderam um pouco mesmo.

- Como que a Russeau não lembrava do Ben quando o pegou na floresta? E se lembrava, porque o entregou pro Saiyd? Se ela reconhecesse que aquele era o cara que levou a filha dela, ia cortá-lo em pedaços e servir no café da manhã do dia seguinte, hehehhe

- Como que o Locke volta a vida e continua sendo um véio que acredita em tudo? Engolir aquela história manjada de "eu sabia que você ia voltar" do Ben foi pra lá de tronxo... CAI NA REAL LOCKE!!!

- Ben, como os mamíferos de uma forma geral, tem uma tremenda comoção com filhotes... Isso mostra que, mesmo sendo um antagonista, ele é um ser humano, mesmo assim.

- E não é que o Ceasar era só um coadjuvante mesmo? Rs...

- Alguém me explica como o Desmond tomou um tiro, levantou e foi pra cima do Ben? Ele anda com um colete a prova de balas 24 horas por dia?????

----------------------------

Enfim

Mesmo com os erros, pra mim, 3º melhor da temporada, só perdendo pro 5x05 e pro 5x07

namexam disse...

Ninguem reparou que o Lostzilla é uma serpente?

Vibre disse...

Sobre Danielle Rosseau não ter reconhecido Ben, vale lembrar que tudo aquilo aconteceu de madrugada, no meio das sombras, há vinte anos. E que aconteceu com uma mulher que embora fosse forte, tinha SIM ficado meio maluca por ter passado por tudo o que passou (parir uma criança num lugar desconhecido e sem qualquer tipo de assepsia; matar toda a equipe com que foi para a Ilha; sobreviver sozinha com o bebê em um ambiente inóspito; o próprio rapto em si ter sido traumático; ...), então, não é tão descabido imaginar que ela não reconheceu Ben.

De igual forma, não interpreto nem um pouco as atitudes de Locke como credulidade no discurso do Ben. Ele apenas deixou-se estar onde queria. A "volta da morte", fato que acometeu tanto John Locke quanto Christian Shepherd parece dotá-los de uma espécie de ciência sobre fatos que eles não deveriam conscientemente saber a respeito. Ainda assim, não é tudo sobre Christian. Há algo mais sobre o pai de Jack que falta ser revelado, óbvio.

Em tempo: graças aos céus os roteiristas desistiram de mandar Penny pro espaço. Minha aposta ao ler os spoilers de um personagem de menor importância morrendo recaíam sobre ela, fazendo link com a fala de Eloise Hawking para Desmond - "a Ilha ainda não terminou com você", ou seja, a morte de Penny seria dos poucos fatores que poderiam ocasionar um retorno dele à Ilha - e com o desejo de vingança embutido em Ben pela morte de Alex. Se a morte anunciada for a de Cæsar, acho muito mais acertado.

Felipe Procópio de Moura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
St3ff4n0 disse...

Ben fala que está na frente de um amigo comum entre os dois. Queria saber o nome do barco da Penny. Seria Jacob ou Richard? Alguem conseguio ver?

Felipe Procópio de Moura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Candice disse...

só uma coisa a dizer: fiquei realmente com medo do Ben morrer. Isso significa que ele é querido demais por mim e, acredito, pelos fãs de Lost, apesar de ser uma peste.

Mandy_di disse...

Que episódio foi esse hein?
De certo que o Ben não sabia que o Locke ia está vivo. Como Locke mesmo disse, ele estava surpreso em vê-lo. Não acho que o Ben vai entregar a liderança de bandeja para o Locke, mesmo que isso pode destruí-lo mais tarde como mencionou o monstro, quer dizer, a Alex.
Senti uma coisa além quando Ben falava com Ilana, como se eles já tivessem se conhecido, pelo menos foi isso que notei. Acho que ela pode está fazendo isso a mando de Ben.
Ela pode ter mentido para o Sayid quando falou que não trabalha para alguém que o Sayid mencionou que era de fato muito mal.

O Ben não vai ficar bonzinho de uma hora pra outra, fazendo tudo que o Locke mandar. Ben é Ben. Dead is Dead.

Mandy_di disse...

Fagner: O tiro que o Des levou não pegou nele. Pegou na sacola(?) que ele estava segurando. Deu pra ver claramente que a bala não atravessou a sacola quando ele cai e as coisas vai ao chão. Ou a bala não atravessou, ou foi erro de não colocar o sangue(caso a bala tiver sido atravessada).

Carol disse...

Gente, macumba virtual pro Benjamin Linus. Vão lá e dêem aquela fortalecida.

http://www.macumbaonline.com/Fortalecer-ac57cea96538b53842e7bd10a11343cb/

dudulespaul disse...

ERRO DE CONTINUAÇÃO GRAVÍSSIMO:

SE BEN, EM 1977 TINHA 13 ANOS...E A ALEX NASCEU EM 1988( EPOCA QUE ROUSSEAU ENCONTRA JIN NA PRAIA), ENTÃO BEN EM 1988 QUANDO SEQUESTRA O BEBÊ, DEVERIA TER 24 ANOS.É SÓ OLHAR PRA CARA DO MICHAEL EMERSON QUE SE VE QUE FALHARAM NA QUESTÃO DA IDADE... DEVERIAM TER COLOCADO UM 2º ATOR, MAIS VELHO QUE O JOVEM BEN...AO CONTRÁRIO, APENAS ACRESCENTARAM UNS FIOS DE CABELO A MAIS EM BEN DE 24 ANOS...

DEVERIAM PRESTAR MAIS ATENÇÃO NESSES ERROS, ASSIM COMO NA QUESTÃO DO SANGUE DE DESMOND NO TIRO... NO RESTO , FOI UM EXCLENTE EPISÓDIO... QUASE CERTEZA QUE A ELLIE É A mS. hAWKING...

zecacaldeira disse...

ah nao!! essa de q era noite e q danielle eh louquinha nao passa viu. nem com muita boa vontade.

ahahaha

vacilo mesmo! ou uma explicacao melhor ainda vem por ai

o lance do sangue ja acho q nao foi erro nao. imagino q a bala desviou ou ficou presa em algo q o brotha tinha na sacola.. sei la... meio mandrake ne, mas enfim... acontece.

fora isso... o locke de volta eh muito bom. melhor ainda turbinadão. eh locke o branco! e mais otario do q nunca!

valeu!

Sabrina disse...

Realmente foi emocionante ver que o Ben tem um coração em algum lugar bem lá no fundo, mas ele continua sendo mau. Matar centenas de pessoas porque os "objetivos justificam os meios" não é correto e pronto!

E eu acho que o Ben respeita demais a ilha para após ser perdoado pelo monstro, voltar a manipular e desobedecer o Locke. Ele vai sim seguir e ajudar o Locke, mas vai continuar fazendo as picaretagens dele conforme for conveniente para a ilha. O que acontece, é que agora ele tem certeza de que a ilha quer o Locke no comando e não o Ben.

Acho inclusive que o Ben já estava fazendo o que a ilha queria quando mata Caesar, só que fez inconscientemente. Afinal, se fosse um Ben preocupado apenas em si mesmo, teria deixado o Caesar atacar o Locke.

Sabrina disse...

Ô gente, vcs realmente se lembram dos rostos de pessoas que viram apenas 1 vez há 16 anos atrás?? Mesmo que tenha sido um evento traumático?

De boa mesmo, eu não consigo. 10 anos atrás roubaram minha moto numa rua até que bem iluminada. Vi o rosto dos dois assaltantes e posso garantir que não me lembro como eram, muito menos eu iria reconhecer se os visse agora na minha frente, 10 anos mais velhos!

Vocês precisam parar de implicar com os roteiristas no quesito "até parece que ele/a não reconheceu".

Eu aposto que vocês não reconheceriam nem mesmo algum amigo que conviveram durante muito tempo, se ficassem 16 anos sem vê-lo.

celo disse...

Simplesmente fantástico!

Pela primeira vez pudemos ver um Benjamin Linus com algo fora do seu controle... Repararam no rosto dele quando John Locke disse "Eu sei" ao ser perguntado sobre como entrar o tal monstro de fumaça.... entre tantos outros diálogos menores mas não sem importância.

John Locke é o líder, o novo líder aliás muito melhor preparado do que o Ben, já que ele tem o que o Ben não demonstrou até agora: sentimentos.

Vibre disse...

Bem, passados três anos e o Sawyer me fala que nem se lembra direito do rosto da Kate, o que dirá passados vinte anos do seqüestro da Alex quererem que a Rousseau se lembrasse do rosto do Ben em circunstâncias muito outras?

A questão do tempo é algo que eu percebo que muita gente não leva em consideração na narrativa. E não falo da confusão temporal, mas do fato de que o tempo tem sim um peso nas ações. Por isso é muito mais verossímil o Sawyer estar com Juliet, já que ficaram juntos por três anos inteiros e, com Kate, ele não passara mais que uns 100 dias. A ação não é apenas o que pode ser visto nas cenas, mas as entrelinhas. E não é advogar a causa da série. Tem coisas ali que eu sinceramente enxergo como mancada. Só acho que Danielle não reconhecer o raptor de sua filha não é uma delas.

victordemolayitape disse...

Episodio muito bom!!!!!

Uma coisa q me dxo curioso, foi na cena em q o bem esta sequestrando a Alex. Ele fala para Rousseau para qndo ela escutar vozes ou sussuros, para ela correr do lado contrario. Sera q qndo os outros estão por perto pode se ouvir veozes e sussuros?!!!!!

Charles Marques Farias disse...

Gostei muito do episódio também. Achei bem elaborado, cenas muito bonitas (John e Ben chegando ilha principal) e com boas participações dos atores.

Porém, acho que a série está se predendo em dois aspéctos:

- Ou o monstro de fumaça é uma proteção da ilha e foi criado/projetado devido à quantidade ilimitada de energia (Bomba) presente na ilha.

- Ou ele é ressureição, reencarnação ou seja lá o que for.

Acho que a relação bomba/fé não combina não. Ou é uma coisa ou outra!!!!

Não to gostando, pois como físico gostaria de assistir o final de LOST envolvendo coisas concretas. Porém algo está me levando a acreditar que realmente a fé de Locke (que está presente desde o início da série) terá papel crucial no futuro.

Até

hpis2cool disse...

Bem, acho que todos podemos concordar que a teoria de que o monstro de fumaca eh uma juncao de nanorobos foi pro espaco...

Episodio SENSACIONAL! O melhor da temporada juntamente com LaFleur!

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

então eu não li os outros comentários, mas tipo eu gostei do ep, sóq eu esperava um pouquinho mais, esprava ver o Alpert dentro do templo com Ben, queria ver o q ele fez se foi a fumaça qcurou ele ou outra coisa, sei lá.e eu não gostei da cena q ele rapta a Alex sei lá achei fraca.Mas foram só essas 2 situações q não gostei =]
Bom eu acho q a cena entre Desmond, Penny e Ben não acabou ainda fala isso pq o Ben disse a Sun q para dizer p Desmond q senti muito,então alguma coisa a amis aconteçeu acho q ele não tá se desculpando só por um tirozinhu no braço né?
rachei o bico coma cara do Ben quando acordou e viu o Locke vivo, eu sabia q ele iria dizer q sabia q ele quando voltasse a ilha iria ressucitar, ê Ben não consegue para de mentir??
Eu espero q o Ceasar não esteja morto, pq os prórpios produtores disseram q ele é um dos personagens fundamentais para o final da série, então acho q não faria sentido ele morrer agora.
E p mim ele trabalha para p Ben mas na verdade ele não sabe q trabalha p ele, acho q representes de Ben o contraram.
E a Ilana heim, q sinistra meu o q ela qusi dizer p q tem na sombra da estátua??? Será q ela já não esteve na ilha antes???não sei fiquei com a eva impressão q sim , posso tá viajando.
Respondendo a sua ergunta davi se ben é um anti-herói ou um vilão, eu ainda acho q ele é um vilão, ele é mentiroso manipulador, não consigo ver nele um lado Bom, mesmo ele não matanado a Alex quandpo bebe.
Bom agora vou ler os outros comentários e depois eu comento de novo aki =]

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

Descordo de algumas pesoas q falaram q o Ben e o Locke são os principais da série e q quando o jack não aparece é mlehor ainda, se o personagem Jack´tá chato é pq os roteristas o fazem assim, e eu acho q todsos os personagens são importantes na trama.
Ah eu vibrei quando o Desmond deu umas bofetadas no Ben aquele FDP, gente eu falo q ele é mentiroso manipulador, mas eu amo ele, vai entrender né.
e mais uma vez falo aqui a cena entre Des, Ben ePenny não terminou, se não aquele eu sinto muito q o Ben disse p Sun dizer p Des caso ela sair da ilah não faz sentido.
Bom amanhã eu vou ver o ep de novo e vou prestar mais atenção nos detalhes.
Ansiosa p ver o próximo ep é claro, e esperando pelos Easter Eggs e Dudecast =]

Luiza disse...

Locke,o branco mais otário que nunca...heheheh essa foi ótima.
Que o Michael Emerson merece o Emmy,isso é desde a sua primeira temporada.
Nunca pensei que Ben fosse aliviar para Penny,ao contrário achei mesmo que fosse matá-lo e tb. o charlinho,peçonha não falta para ele.E por isso que ,somado ao fato que ele mesmo já disse n.vezes"EU SEMPRE TENHO UM PLANO..."não acho que ele poupou a Alex por bondade(para mim bondade e Ben jamais estarão juntas na mesma frase.)Ele poupou a garotinha para começar a minar a liderança do Wildmore(que pelo jeito é que nem político,foi um líder com telhado de vidro.)Ben descobriu os deslizes do Wildmore,família,dinheiro,talvez até uma traição maior,tipo se alinhando aqueles que queriam explorar a ilha e ai começou a processo para minar sua liderança e nada como uma inocente criançinha indefesa,ainda poupa a mãe,porque afinal é uma podre,louca e inofensiva mãe...Ben não dá ponto sem nó,agora é claro com o tempo ele se apegou a garota,mas não a ponto de abrir mão da ilha por ela...Falando em erros de continuidade as datas não batem,Alex nasceu ou no final de 1988 ou no início de 1987,a purgação pelo que sei foi em 1992 e na epoca da purgação o Ben estava infiltradissimo na Dharma,então como é que ele sai no meio da noite com o jovem Ethan assim para dar um passeio??Esses erros tão ficando chatinhos.

dudulespaul disse...

quando o Ben se juntou aos hostis, ele estava ao mesmo tempo na dharma..tanto é que mata o pai dele depois na purgação...então ele já tinha "aliciado" o jovem Ethan para seus propósitos... em 87 88

Dani disse...

desculpa, mas o que é aquele cabelo do Widmore meia-idade?

ri horrores!

TatiGirl disse...

Pessoal do Dude,
Vcs estão de parabéns pela agilidade! :)
Keep up the good work! rs
abraço

RAFAEL disse...

Pra mim esse episódio foi excepicional!Um dos melhores desta temporada.

-Acho que o Desmond não morreu porque a ilha "ainda não terminou com ele".Isso explica o fato de o tiro não ter acertado ele,assim como o Michael não ter exito em sua tentativa de suicidar-se;

-Mais uma atuação excelente da dupla Ben e Locke;

-Alguem acreditou quando o Ben disse a Sun que não tinha conhecimento que Jack,Jin e cia. ltda haviam estado na ilha em 1977?
Eu não acreditei...

-Mas sem dúvida a melhor parte do episódio foi Ben Linus "cercado" pelo monstro de fumaça.

Parabens pelo blog!
Sou fã incondicional de vocês!
Abraços

Sabrina disse...

Luiza, a data "provável" da purgação é 22 de dezembro de 1987.

E a Rousseau chegou na ilha somente em 1988.

Lucas disse...

St3ff4n0:

O nome do barco do Desmond é "OUr Mutual Friend", traduzindo pro português fica "Nosso amigo em comum", por isso a confusão na hora da tradução do diálogo, blz???
Esse é o nome do livro preferido do Des!

Luiza disse...

Sabrina,vc. pode até estar certa,mas pelo que já foi mostrado a purgação deveria ter acontecido no mínimo após 1991,pois o Kevin Inman se juntou a ID após o fim da 1ª guerra do golfo,que terminou ai por 1991 mesmo.Mas parece que os roteiristas estão fazendo uns ajustes,resta esperar e ver no que vai dar.
Também não acreditei qdo. Ben disse que não sabia da foto,ai nem tem a desculpa da amésia,tudo bem levou o tiro e tomou chá de esquecimento(muiito forçado isso),mas qdo. o avião caiu e ele encontra os sobreviventes não ia lembrar??Tudo bem que os hostis não iam ficar cultivando lembranças Dharma ,mas em algum momento o chefe ia ver as tais fotos.Agora o Wildmore ,de meia idade, acampado e
tomando sopa no meio do mato...acho que no fundo ele prefere a vida de milionário mesmo

Hellen disse...

A mãe do Ben morreu durante seu parto. Ele foi criado pelo pai que o odiava e o culpava. Acho que ele nao matou a Danielle e titubetiou para matar a Penny porque ter se identificado com as crianças que estariam prestes a ser orfas, como ele. É o seu trauma, sofre da angustia e da culpa de ter "matado"a mãe. E nao quer fazer isso de novo. Dai seu julgamento... Sua historia me faz lembrar o Anakin Skywalker / Darth Vader, que tinha a "instabilidade da força", apesar de ser especial pelos "midiclorians", pela separaçao de sua mae quando criança... torna-se um vilao por ser inseguro e precisar se autoafirmar... e chega à redençao no final da saga... através de seus filhos... será que "Alex" conseguiria esta façanha??!!

Mariana Azevedo disse...

Muito bom o episódio!

O que mais me chamou a atenção foi a "expulsão" do Widmore.

O Ben disse que ele tinha uma vida fora da ilha, que tinha tido uma filha (Penny) com uma mulher... tá.
Supondo que Penny tenha entre 25-30 anos, na epoca q o Widmore fazia essas estripulias a Dharma ainda estava no seu auge. Então vai a pergunta, se a roda congelada era para casos extremos (girando ela a ilha viaja no tempo), como ele saia da ilha, no submarino da Dharma infiltrado?

Luciano SC disse...

Ninguém nunca se perguntou como é que Charles Widmore ficou tão rico; será que isso vai ser mostrado ou mencionado na série, ainda mais agora que ficamos sabendo que o mesmo saía com frequência da ilha.

Quando Ben olha o quadro com Jack, Kate e Hurley ele parece ter ficado realmente surpreso como se nunca o tivesse visto, ou será que ele está fingindo ou talvez alguma coisa mudou o futuro.

Eu também estive pensando sobre essa história de egito/egípcios na ilha e também sobre o fato de a "saída" da ilha ser na Tunísia como disse Widmore à Locke, e cheguei a uma teoria que talvez seja forçada, mas lá vai!

Será que os antepassados do povo egípcio não surgiram originalmente na ilha, e ao longo dos anos alguns foram saindo dela mais ou menos como saíram Ben e Locke, proporcionado assim o surgimento daquela civilização; e sabendo que a "saída" da ilha fica próxima ao Egito, isso não seria bem provável?

Se não for isso, qual seria a explicação para se ter tantas referências ao egito e até mesmo alguém com características físicas tão semelhantes com aquele povo, "leia-se" Richard Alpert.

Eu acho que fica meio difícil explicar como os egípcios encontraram a ilha, a não ser que do mesmo jeito que exite uma "saída" também exista uma "entrada" próxima à aquele lugar.

Sabrina disse...

Luiza, como vc mesma disse, os reteiristas vivem dando furos na hora de juntar as histórias dos diversos personagens.

Na verdade esta data provável de 22 de dezembro de 1987 é justamente baseada no fato do Ben ainda não fazer parte do grupo dos hostis, e portanto tem que ser antes do nascimento da Alex.

Mas já que vc tocou no assunto do Kelvin Ilman, já faz um tempinho que eu suspeito que ele não é da Dharma e sim mais um hostil. Isso porque eu acho totalmente estranho que os hostis iriam exterminar a ID toda e deixar apenas os moradores da Cisne vivos. Sem contar que estes não iriam perder a comunicação com os Dharma e simplesmente continuar lá trancados sem investigar o que aconteceu.

É estranho também que o Desmond matou o Kelvin no mesmo dia que o 815 caiu, e o corpo nunca foi encontrado pelos sobreviventes do vôo.

Posso estar errada, ou pode ser só furo dos roteiristas mesmo.

Lucas disse...

Muito bom episódio! Como disseram antes, estilo "cabin fever"...

Agora vamos aos meus comentários:


- "Di ego" anteriormente deu uma teoria bastante plausivel para a frase de Ilana ("What lies in the shadow of the statue?") e acho que provavelmente seja isso, se suas informaçoes forem verdadeiras. Com isso, ela deve trabalhar para Wildmore.


- Muitos estão falando que Des tomou tiro, nao morreu e nao apareceu sangue e por isso foi erro na cena. Galera, deu pra perceber claramente que o tiro foi na sacola e sequer a atravessou. Poderia ter qualquer coisa la dentro q a impedisse de atravessar, até um tijolo. rs. Mas sabemos que ele nao foi ferido simplesmente pq no dia seguinte ele foi se encontrar na Igreja com Eloise e vimos que ele está normal. Fora que esse encontro mata qualquer possibilidade de Ben ter feito algo a mais com Des ou Pen, senao Desmond o mataria ali dentro da igreja. Creio que o pedido de desculpas que Ben quis dar foi em relação a ter pensado em matar Penny.

- Locke é um misterio... e como ele está vivo, creio que a mesma coisa aconteceu com Christian.. mas por onde o doutor anda pela ilha?

- Nunca duvidei que Ben pensava em usar locke novamente e depois matá-lo, mas agora acho que vai mudar de ideia.

- Quanto a foto da galera em 1977, se Ben realmente nunca tinha reparado acho que a teoria de Faraday pode ser uma furada (tudo que eles fazem no passado era pra acontecer). Com isso creio que a verdadeira teoria é a de caminhos alternativos mas para um mesmo proposito.

- Muita gente, ou quase todos, pensavam que Wildmore, Richard e Ellie enquanto estavam na ilha nao envelheciam... Pelo que vimos, Wildmore é uma pessoa normal, envelhece normalmente e assim tbm deve ser com Ellie. O unico que nao se altera é Richard, o que nos leva a crer até mesmo pela aparicao do templo e o poder que o tal monstro tem, que Lost caminhará para o lado da crença, um lado místico. Mas a duvida é: se o personagem Alpert é deste lado de misticismo, pq ele nao exerce uma liderança ali?


Abraços a todos!

Lucius disse...

Widmore deve ter feito o acorda da trégua com a Dharma. Os termos desse acordo é que deve ter beneficiado o então líder dos hostis.

Quem sabe a grana do Widmore veio da Dharma.

Michel disse...

Seguramente é o melhor episódio da temporada, nunca imaginaria algo tão solene e revelador para a série. Episódio tremendamente rico em referências. THE PRISONER. O PODEROSO CHEFÃO. INDIANA JONES. Além do mais Michael Emerson estava tão shakespeareano.

Situações memoráveis, excelente direção. Locke sentando atrás da mesa de Ben. As situações se invertendo. "I have some ideas", exatamente como Ben havia dito para Jack, sobre voltar para a Ilha.

Episódio memorável.

@ Sra. Beauvoir

<< Ben iria matar uma filha, mas descobriu que ela deixara de ser apenas filha de Widmore, para ser uma mãe.
Assim como Rousseau, ele ía matar uma mulher, mas descobre que ela é mais que isso. Também é uma mãe.
Boa dinâmica de Ben, como matar mães se ele mesmo desejara tanto ter uma?!
Locke e Ben carregam Lost nas costas, foi ótimo episódio exatamente porque o Jack não apareceu nenhuma vez. >>

Excelentes observações.

ianthomé disse...

- pq richard não envelhece?

- pq ben, sun e locke saíram a noite e, no meio da mata, já estava de manhã?

- o que djabos é a 'sombra da estátua'?

mary disse...

* Pra mim, Ben é o único personagem que tem todos os episódios centrados nele EXCELENTES.

* Eu achei que o joven ben (nao o little, o jovem, q roubou a alex) era, aparentemente, muito mais "do bem" do que o charles widmore.

* foi bom esclarecer a parte de pq o o charles queria tanto que o ben saisse da ilha (pq ele achava que, como ele, o Ben não poderia mais voltar). E pq o Charles saiu da ilha (que na verdade, acho que foi mais culpa do charles do que do ben, assim como a morte da Alex foi mais culpa do Ben do que do charles. Ambos gostam de colocar a culpa dos seus atos no outro).

*Me irritou um pouco Locke fazendo cara de convencido e isso de ele se acordar já sabendo tudo.


*Não gostei dos últimos minutos do episódio, mas, o episódio em si, pra mim, é um dos melhores da temporada.

* Michael Emerson deu um show de interpretação e é, de longe, o melhor ator da série, nessa temporada. VocÊs não acham?

Abraço Juliana e Davi.

Daniel disse...

Lucas,


O brotha foi na igreja ANTES... tanto é que o Ben tb não estava com os machucados....

mary disse...

Li alguns comentários de pessoas questionando pq a danielle não pegou o ben quando ele caiu em sua armadilha.
eu imagino q ela nao tenha feito isso por medo.

afinal, ben disse que, se ele quisesse que a filha estivesse viva, deveria ficar longe.

acredito que, mesmo depois de tanto tempo, danielle não queria sua filha morta, nem correr esse risco, apesar de nao saber exatamente se ela estava viva ou não.

Tiago disse...

O Ben esta passando por trás da Illana que cumprimenta o Ben

Illana: Bom dia.
Ben: Olá. O que tem no engradado?
Illana: Só umas coisas, precisamos nos mudar.
Ben: Precisa de ajuda?
Bram: Obrigado, cuidamos disso.
Ben: Tudo bem. Tenham um bom dia.
O Ben vai embora com um leve sorriso no rosto.

Pelo dialogo parece que Illana e Bram estão trabalhando para o Ben, e que eles estavam usando um tipo de código, pois o Ben só sorri quando seu plano esta funcionando perfeitamente.

alice disse...

achei perfeita a análise de alguém que disse que o fraco de ben são as mãe.

Tanto com Danielle quanto com Penny, ele se mostrou mais "humano" com isso.

Acho realmente que a falta da mãe na vida dele trouxe isso como consequencia. O que, na minha opinião, é ótimo, pq deixa um personagem tão inteligente, manipulador e, muitas vezes, frio, mais humano.

Aliás, se eu pudesse resumir esse episodio numa frase só, eu diria que ele humanizou o nosso "vilão".

Acho Ben um dos melhores personagens da série e o ator realmente merece um emmy por esse episódio.

alice disse...

Acho incrível a capacidde do Ben de nos enganar. No início, achei que ele estava armando com Caesar para ele ficar contra Locke. De fato, na hora do bote, achei que o plano era ele impedir que deixassem eles partirem. E já achei Ben muito esperto e manipulador.

Mais tarde, a gente percebe que na verdade ele fez isso para que locke acreditasse nele. Incrível a capacidade de manipular de Benjamin Linus, hein?

Acho que não tem nem pra patty hewes (outra mestre da manipulação, ne, Davi), pra ele :)

lulu disse...

Ahhh meu Deus!! Alguém me explica como todos ao redor de Richard envelhece menos ele?? Vimos 3 Widmores, 3 Bens e o cara nem um fiozinho branco? Ele é mesmo viajante do tempo e, como disse Miles para Hurley, ele não lembra de Locke pq a memória não é linear?

lulu disse...

Esse episódio foi fantástico e ARREPIANTE!! Deu um medão...

zomb1tch disse...

Ainda não entendo como Ben não se lembra de James, Hurley, Jin..etc..
afinal, ele vai voltar pra Dharma people xx'
Olha, eu compreendo totalmente a francesa esquecer do Ben, ela já tava mega loquinha ali Oo e com certeza iria esquecer do rosto.. 20 anos, imagina.. tem gente que eu conheci a cinco anos que não lembro do rosto por mais que marcasse por meia hora.. foi isso que aconteceu, ela viu Ben UMA VEZ, NO MEIO DA MADRUGADA, LOUQUINHA DE PEDRA,20 ANOS ATRÁS.. XD totalmente compreensível!
Foi engraçado o Ben de 24 anos com aquele cabelinho meio emo e tal :P
E o que era o John na janelinha abanando para a Sun, parecendo um fantasma XD euri.
Episódio muiiito bom! Me esclareceu muitas coisas..
O que a Ilana realmente é? Caeser morreu :D, Desmond é f*** pra c******! OEEE
Que bom que a Penny não morreu, lalalaa \o/ O brotha ia ficar muito infeliz!
Será que não tinha nenhuma mãe na Dharma ville que o Ben matou?XD

Martins disse...

"O que tem na sombra da estátua?"

"Reúna todos os outros. Diga a eles que chegou a hora."

??????????

Quem essa Illana? Tá a mando do Widmore?? Ela está sozinha?????

Malucom disse...

Melhor episódio da temporada! Até que enfim um episódio que empolgou, pelo menos a mim rsrs.

Já tava com saudade de me empolgar com Lost!

Gambito disse...

Anubis era associado com Ma’at, a deusa da justiça. Os egípcios acreditavam que quando você morresse, você viajaria pelo Corredor dos Mortos. Lá, Anubis pesaria o seu coração contra a pluma de Ma’at, estabilizando a balança primeiro para garantir exatidão. Se o seu coração pesasse mais do que a pluma, ele seria comido pelo demônio.
http://www.discoverybrasil.com/egito/deuses_deusas/anubis/index.shtml

Anúbis é pai de Qeb-hwt, também conhecido como Kebechet.
http://pt.wikipedia.org/wiki/An%C3%BAbis

Kebechet was depicted as a snake with a body of stars
Traduzindo: Kebechet é descrito como um Cobra com CORPO DE ESTRELAS
http://en.wikipedia.org/wiki/Kebechet
Anubis, God of Embalming and Guide and Friend of the Dead, by Caroline Seawright
Anúbis, deus do embalsamento e Guia e Amigo dos Mortos, por Caroline Seawright

Cobra com Corpo de Estrelas = Monstro de Fumaça?? (ele brilha e solta faisca, seriam as estrelas??)

Carol disse...

Nossa! Simplesmente maravilhoso.

A cada episodio desta temporada, percebo uma coisa interessante: os personagens estão enfrentando seus medos.. ou... monstros!
É como se a ilha estivesse mostrando a eles o caminho do "bem"... mostrando o que realmente eles tem que fazer. Isso ficou muito claro ao vermos Kate abrindo mão de Aaron, e Ben pedindo desculpas a Alex (mesmo que ela fosse apenas uma visão, o que importa foi o que ele sentia ao ve-la).
Este episodio me arrepiou do inicio ao fim... e me deixou ainda mais instigada em estudar a cultura egípsia.
Outra coisa que preciso dizer, tenho lido muito Jung, e creio que Lost faz uma referencia muito grande aos pensamentos dele.

Simplesmente demais!!!!!!!!

Alexandre Wermann disse...

Ótimo episódio!
Estou muito curioso para ver a estátua que Ilana se referiu. Será a estátua de 3 dedos?
TOMARA!

Gabriel Anderson disse...

Bom, o episódio foi mt mt bom realmente. Principalmente pq falou dos meus personagens preferidos: Ben e Locke e não apareceu os chatos: Jack e Kate.

Já que apareceu a história de quase todo mundo, to mt curioso pra saber a da Sra. Hawking.

Não gosto qdo outros personagens metido a besta entram na série, que nem essa Ilana.
Gostei só qdo veio o Faraday (o q aconteceu com ele afinal????) e o Milles.

E pra mim, a melhor parte/frase foi a:
"O que está para sair da floresta é algo que eu não posso controlar"
e sai o Locke... jhauhauhauuahuahauhauhahauahua
mt boa

Luci. disse...

Também não gostei dessa Ilana, sei lá, parece desnecessária. Chega de Rambinas, Ana Lucia já era chata o bastante. Tomara que essa aí morra tb.

Lucas disse...

Obrigado por me corrigirem...
Tinha dito que a cena do barco com Des e Ben foi antes do encontro na igreja, mas na verdade foi depois.
Mesmo assim descarto totalmente qualquer morte, tanto de Des ou Penny.
Mas lost é lost né...
Des deve voltar a ilha, mas nao sabemos como e pq...
E se a teoria do Diego sobre a pergunta secreta de Ilana estiver mesmo relacionada a universidade de Harvard, descarto a possibilidade de ela trabalhar para Ben e muito provavelmente seja para Wildmore ou Ellie. E lá vem mais ataques à ilha!!!

Bruno Bazotti disse...

Já deve ter sido cogitado isso antes:

A ilha é Atlântida!

o que acham?

SUYANE disse...

Lost é pra ser assistido em comunidade! Assisto o episódio e AMO...venho no blog, leio todos os comentários e aí fico com vontade de assistir o episódio novamente!
Também fiquei surpresa com o maneira que o Widmore saiu, pois também tinha a teoria que ele havia perdido o poder para Ben, por algum motivo teria girado a roda, saído da ilha e desde então tentava voltar. Pra quem era um dos líderes dos outros, ser banido para sempre precisa de um motivo beeem sério, não?
E que raios o Ethan adolescente estava fazendo com Ben no meio dos Outros??????

haTalmid disse...

Na história bíblica, quando o povo hebreu é libertado da escravidão no Egito, o anjo da morte atravessou o Egito matando todos os primogênitos egípcios, desde os animais até o filho do Faraó.

Lembro-me de quando o Locke disse que o monstro era um anjo. Lost está ligado também à cultura bíblica, pois há várias referências de textos bíblicos como os citados por Mr. Eko, a relação entre D-us e Jacó, a ressureição do Locke, etc.

Bacana ver toda essa atmosfera mística de Lost, com os hieróglifos, os deuses egípcios, partes da bíblia, um templo, o monstro....