18/03/2009

Em entrevista, Juliet fala sobre o romance com Sawyer

Conversando com Matt Mitovich do TV Guide, Elizabeth Mitchell (Juliet), falou sobre as mudanças da personagem dentro da trama, seu envolvimento com Sawyer, o que o retorno de Kate pode significar e etc. Há pequenos spoilers no texto.

Quando vimos o mais recente episódio de Lost, (pelo menos alguns) fãs ficaram positivamente surpresos ao ver Juliet e Sawyer encontarem o amor nos anos 70. Mas, será que o romance deles pode resistir ao testo do “tempo” – especialmente agora que Kate está de volta? Elizabeth Mitchell deu dicas sobre as viradas que vem pela frente.

Leia mais...

    Estamos fazendo essa entrevista pouco antes dos produtores baixarem uma instrução de silêncio absoluto para o elenco, pelo menos até vocês gravarem o final da temporada. Isso é bem louco, né?

    Sim, bastante! Mais uma vez teremos um daqueles finais altamente secretos, altamente enlouquecedores onde você acha que é uma coisa, mas acaba descobrindo que é outra totalmente diferente. Há cerca de seis páginas faltando no roteiro do final que somente as pessoas envolvidas nele tem acesso.

    Fiquei preocupado agora ao saber que você não tem essas seis páginas.
    [Risos] Eu também não tinha as seis páginas da outra vez, ou da outra que a antecedeu. Eu ficava dizendo, “Me conte, me conte! Não, não me conte.”

    Parece que esses nove episódios que restam terão muita coisa para ser digerida.

    É verdade. “LaFleur” foi um desses “olhos do furacão”. Você está no meio dele e pensa, “Ah, até que não é tão complicado. Tá tudo calmo por aqui.” E então, tudo começa. Vai ser bem empolgante.

    O que passou pela sua cabeça quando você soube do romance entre Juliet e Sawyer?

    Bem, tive sentimentos iniciais, outros em desenvolvimento e os de agora. À primeira vista, Josh e eu dissemos, “Não! Isso nunca vai funcionar!”

    Mas, certamente você tinha essa suspeita que isso poderia ocorrer a partir do momento em que os grupos se separaram.

    Acho que cheguei a dizer, “ Isso não pode ser uma boa ideia de jeito nenhum.”Mas, à medida em que a temporada andou, me dei conta de que haviam pequenas faíscas… Tanto Josh quanto eu pensamos, “Não sabemos se isso pode dar em algo.” Mas, por sorte – e eu digo isso com muita sinceridade – a coisa se transformou e eu estou muito feliz por isso. Josh chegou para mim outro dia e disse, “Hey, isso ficou muito bom, né?” E eu respondi, “Pois é, isso está funcionando!”

    Mas, mesmo que você tivesse vendo esse romance acontecendo, ninguém poderia prever o peso dado a ele por causa da viagem no tempo.

    Josh e eu estávamos sentados numa canoa fazendo uma cena, e eu disse, “Sabe, eles não vão nos colocar fazendo amor apaixonado e louco encostados numa árvore. Eles provavelmente vão nos colocar como um casal que está casado há três anos.” E ele disse, “Não, eles não farão isso. Seria ridículo.” Então quando ele recebeu o roteiro de “LaFleur”, ficou impressionado.

    Você se sente honrada de pegar o Sawyer de barba feita?

    Ah, muito honrada, mas eu meio que tive ambos, porque estávamos sempre viajando pelo tempo. Ele é do tipo ridiculamente atraente não importa o que faça, então tentei não me concentrar muito nisso.

    Havia alguma coisa martelando na cabeça de Juliet dizendo que Kate poderia retornar à ilha algum dia?

    Eu acredito que sim. Mas também acredito que em algum ponto no tempo, por três anos ser bastante tempo, ela realmente começou a acreditar que talvez isso pudesse funcionar. Talvez isso só tenha se tornado realidade para ela nos poucos meses anteriores ao retorno de Kate, mas pela primeira vez na vida dela, havia um grão de esperança. Então penso que isso seja muito triste para ela.

    Há alguma insegurança em Juliet quando ela descobre que Kate está de volta?

    Acho que sim. Juliet está preocupada de diversas formas diferentes. Ela se preocupada que Kate esteja lá. Acho que ela se preocupa que Sawyer vá responder a isso... Há uma clara mensagem no fato de que ele não diga nada num primeiro momento sobre Kate estar lá. Juliet está ocupada tentando entendê-lo, mas é claro que deve haver uma grande preocupação sobre o retorno da Kate.

    Juliet, por sua vez, deve ter sua própria reação ao ver Jack de volta.

    Ela tem. Vai ser bem interessante ver como as pessoas se sentem sobre seus momentos juntos.

    Quais são as prioridades de Juliet agora?

    Ela tem algumas. Uma é claro, é estar apaixonada e isso está pesando na cabeça dos roteiristas. E há sempre essa coisa de, “Como terei minha vida de volta? Como posso manter minha irmã e o filho dela em segurança?” Eles estão no olho do furacão nesse hiato de tempo e isso é novidade para ela. Por Deus, ela está trabalhando numa oficina mecânica, portanto ela não está nem mesmo tentando salvar vidas! Pela primeira vez na vida dela, ela está em paz e vivendo. Agora tudo isso está se tornando uma questão de sobrevivência de novo.

2 comentários:

Cintia disse...

Eu adorei esse romance e ficava pensando q podia acontecer. Jack e Juliet não dava certo, Jack não dá nem com Kate, pior com Juliet. Já Sawyer ficava bem com Kate, mas com Juliet parece o equilíbrio perfeito de qm ri com seus problemas, ou com o dos outros, qm se importa e qm faz rir. Ele ficaram como um casal lindo como se podia imaginar, mas não dava pra saber se daria certo e parece q deu. Tomara q nem Jack e nem Kate estraguem isso. Tomara q Jack e Kate combinem (amadureçam para combinar) tão bem qto Juliet e Sawyer

mariamadureira disse...

interessante que acho que ninguém falou com estranhamento do fato de Juliette não estar trabalhando na Dharma como médica. quando vi que ela era mecânica, na mesma hora pensei: mas por quê? afinal, médicos são profissionais especializadíssimos, e todos na Dharma ficaram sabendo que Juliette era médica quando ela fez o parto da Amy...