12/02/2009

Ep. 5x05 "This Place is Death" - Easter eggs, curiosidades e repercussão

Com evidentes spoilers para quem ainda NÃO assistiu o ep. 5x05 "This Place is Death"



Aparentemente criada mais pela avó do que pela mãe, a pequena Ji Yeon sofre com as constantes ausências de Sun que àquela altura ainda estava obcecada pela vingança. Será que ainda voltaremos a ver a pequena coreana na história? Com o iminente retorno de Sun à ilha, como ocorreria a reunião da família? Tá aí (mais) uma pequena expectativa para o futuro da série.

Leia mais...

    A morte de Nadine (integrante do grupo de Rousseau) traz a curiosa semelhança da circunstância que envolveu a do piloto do voo 815, Seth Norris. Ambos tiveram seus corpos lançados no alto de árvores (o dela como vimos, caiu depois) e até aí nada demais. Dessas mortes aparentemente aleatórias, porém, fica a dúvida do 'critério' (se é que há um) usado pelo sistema de segurança. Que riscos ou ameaças essas pessoas representavam em pontos diversos da ilha? Ou será que a pergunta correta tem mais a ver com a ideia de correção do tempo?


    Um mistério da 1ª temporada respondido: como Montand (também colega de Rousseau) perdeu o braço conforme mencionado pela francesa aos losties. Como vimos, o ataque do monstro de fumaça arrastando-o para dentro de um buraco foi o responsável pelo violento incidente. Interessante lembrar também que no fim da temporada de estreia da série, vimos Locke quase sendo arrastado para dentro de um buraco pelo monstro, lembra? Outra curiosidade via Lostpedia: foneticamente, Montand em Francês significa 'meu tempo' que seria escrito Mon Temps.


    O templo que não é O Templo. Segundo informação dada pelos produtores Damon Lindelof e Carlton Cuse no podcast oficial sobre este episódio, o templo que vimos não é bem O Templo mencionado anterioremente pelos Outros e para onde foram. Sendo assim, ainda que possamos especular sobre o significado dos hieroglifos vistos naquela construção (alguém se arrisca a interpretá-los?), o fato é que ainda teremos que esperar para ver o verdadeiro e misterioso local, que segundo Lindelof, fica em outra parte da ilha. No mesmo podcast, a dupla sugeriu que a história pregressa da francesa pudesse ter sido encerrada, mas duvido que não voltemos a vê-la na história. Sobre o podcast aliás, visitem o Lost in Lost para ler um ótimo resumão feito pelo CA ;)


    A caixinha de música de Rousseau. Lembra que aquele objeto servira como uma espécie de alívio mental para a francesa durante seus primeiros anos de isolamento na ilha? A vimos pela primeira vez no ep. 1x09 Solitary quando ela acabou sendo consertada por Sayid durante o curto período em que foi mantido cativo de Rousseau.


    Como é bom ver as peças se juntando, não? Na ilha, Jin dá sua aliança a Locke pedindo que ele minta dizendo a Sun que o marido dela morreu. Fora dela, Ben acaba se apoderando da jóia e oportunamente apazigua a fúria de Sun, convencendo-a de que o marido continua vivo na ilha, o que por tabela convence a coreana a voltar com ele para aquele lugar.


    O adeus de Charlotte. Como apontei nos comentários do episódio, a ruiva se foi, mas o mistério sobre as cirscuntâncias que envolvem seu passado na ilha e sua saída permanece. Improvável que voltemos a ver a bela Rebecca Mader na série, mas tenham certeza que ainda voltaremos a ver Charlotte em sua versão infantil. Quem sabe a veremos se cruzando com outros sobreviventes, não é mesmo? Caso isso não ocorra, temos pelo menos a promessa que veremos cenas dela com Faraday no passado.


    O sacrifício de Locke. Incríveis as cenas dele no interior da câmara subterrânea da Orquídea, não? Surpreendido pela aparição de Christian Shepherd (cujo parentesco Locke não faz a menor ideia de estar relacionada à Jack), o careca assume de vez o fardo de ter que se sacrificar pela ilha e também por seus amigos. Ao girar a mesma roda congelada que iniciara o processo de movimentação da ilha, Locke dá início à outra jornada fora dela: convencer os Oceanic 6 de que eles precisam voltar à ilha, um processo que como já sabemos, o levará à morte(?) como Jeremy Bentham.


    Vamos começar! Com essa simples frase Eloise Hawking que de fato é a mãe de Faraday sentencia o início do retorno de parte dos Oceanic 6 à ilha. Como ela poderá ajudá-los na viagem? Bom, pelo que vimos no final de "The Lie" (o ep. 5x02), ela tem grandes conhecimentos sobre os possíveis paradeiros da ilha (ela já esteve por lá antes?). Resta saber se ela é fiel a algum propósito ou a alguém e se descobriremos como ou porque ela sabe de tanta coisa, além de vermos se Desmond terá algum papel preponderante no novo jogo do destino traçado por ela.

    Repercutindo o episódio

    "Sabemos que estamos vendo uma história fragmentada, mas mesmo sendo absurdamente intrigante, não posso deixar de ressaltar que a falta de respostas, mais uma vez, torna-se o ponto fraco de LOST... Faltaram surpresas, pois já podíamos antecipar muito do que aconteceu (e eu não leio spoilers desde a 3ª temporada). Mas não tenho apenas críticas negativas a fazer. Vimos ótimos momentos, como a notável perda de referência temporal de Charlotte, que revisitou diversas épocas de sua vida e lembrou-se de quando Faraday apareceu em sua infância e disse pra ela nunca mais voltar (não sei como ele permitiu isso) e a tocante cena de sua morte. Há uma luz no fim do túnel? Literalmente."

    Bruno Carvalho - Ligado em Série

    "...foi um episódio bastante eficiente ao trazer os flashes ocorrendo com freqüência cada vez maior, num lembrete constante de que o tempo está acabando, e ao incluir um discurso raivoso de Ben Linus sobre seus esforços para manter os Oceanic Six e os sobreviventes na ilha vivos durante os últimos três anos - e a prova de Michael Emerson é um ator formidável reside no fato de que, mesmo mentindo constantemente, ainda continuamos a acreditar na sinceridade de Linus quando este se mostra enfático (e rimos, divertidos, quando alguém pergunta desde quando ouvir Ben é algo proveitoso - justamente por reconhecermos a propriedade destas palavras)."

    Pablo Villaça - Cinema em Cena

    "Bem vindos à confusa temporada do divórcio. Note: uma ilha separada de seu lugar no espaço; almas deslocadas de seus pontos designados no tempo; uma irmandade de sobreviventes separadas, e cuja divisão soa tão errada nos olhos do poderoso destino que ao menos que eles se juntem de novo... bem, 'Deus nos ajude', uma constatação repetidamente vista até aqui. "This Place is Death", trouxe o tema da dissolução em cores vivas, à medida em que unioes de todos os tipos foram dissolvidas de várias formas. Charlotte morreu na frente de Daniel. Danielle Rousseau e seu namorado Robert, separaram-se com tiros e loucura. Jin deu sua aliança. John Locke saiu da ilha..."

    Jeff Jensen - Entertainment Weekly

    "Muita coisa aconteceu nesse episódio. Tanta que às vezes fiquei com a sensação de que havia pressa. E com tanta coisa para cobrir no restante da série, tenho a sensação de que a pressa tomará conta ao longo do caminho que falta... Você pode me chamar de fã que nunca está satisfeito, mas eu fiquei bem satisfeito com muita coisa nesse episódio. Apenas não achei tão coeso ou emocionalmente ressonante como "Jughead"ou "Because You Left". Isso não é crime, apenas um sinal de que a atual encarnação da série elevou o nível a um ponto extremamente alto.

    Allan Sepinwall - Crítico de Tv

    "Eu sei que isso vai soar como um disco riscado, mas que episódio espetacular de Lost! Tivemos tudo o que fez da série o que ela é hoje, monstro, revelações, mistérios, reviravoltas... E morte. This Place is Death é um grande e importante episódio, que nos mergulha fundo na mitologia da série e depois nos puxa novamente, como que dizendo “Ainda não”".

    Michel Arouca - Série Maníacos

    "This Place is Death foi um daqueles episódios nos quais tanta coisa acontece, que mal é possível respirar. E talvez nós não tenhamos tido grandes respostas, mas eu apreciei cada um dos pequenos detalhes que nos foram revelados, e especialmente, a maneira como foram revelados... não posso deixar de mencionar John e seu novo encontro com Christian Shepard. Foi a cena mais emocionante da temporada ver Locke recebendo as instruções de Christian e aceitando completamente o sacrifício que terá que fazer para salvar a Ilha. Terry O’Quinn esteve soberbo."

    Thais Afonso - Séries Addict

    "No começo, era a ilha que cura, um paraíso perdido em algum canto do mapa, recanto de amadurecimento, de autoconhecimento, de superação. Após pouco mais de quatro temporadas completas, se embora ainda não saibamos exatamente o que é a ilha, enfim começamos a entender o que realmente há de maligno nela, pondo Outros, Keamys, Bens e Widmores à parte. Não podemos afirmar - ainda? - que a ilha é má, mas em “This Place is Death” temos a clara ciência de que que pode ser, sim, um pesadelo pintado com cores fortes."

    Carlos Alexandre Monteiro - Lost in Lost

    Para ler na íntegra os comentários acima, basta clicar nos links.


Enquete rápida - Que tal se eu passasse a incluir no post de comentários do episódio, um resumão do mesmo também? Acham a ideia válida?

57 comentários:

joão carlos disse...

Sim , acho válida

Rodrigo disse...

"...ela tem grandes conhecimentos sobre os possíveis paradeiros da ilha (ela já esteve por lá antes?). Resta saber..."

Não sei se voce não pensou nisso ou não percebeu a semelhança, mas acho q o nome Eloise só confirma sua tese da sra. Hawking ser a "ellie"

Espero não estar falando coisas óbvias heh
abraços!

Marília disse...

Desmond novamente cara a cara com a Sra. Hawking ! Será que ele vai reconhecer a mulher que disse que ele nunca pediria Penny em casamento e o convenceu de que seu destino era salvar o mundo apertando um botão na ilha???

Mister Ale disse...

É válido abrir para comentários, inclusive para formulação de teorias como a relação templo-poço-orquídea que retratei na mensagem anterior.

Mister Ale

Flávio disse...

Enquete rápida - Que tal se eu passasse a incluir no post de comentários do episódio, um resumão do mesmo também? Acham a ideia válida?

Sinceramente, não acho não. O Carlos Alexanre Monteiro faz isso no blog dele e me parece uma perda de tempo. Só é útil para uma pessoa que ainda não tenha visto o episódio.

Macalão disse...

Olá Davi!
Muito bom o post: saciou minha sede por informações / comentários neste início de madrugada.

Quanto à enquete, minha opinião: tu sabes que nós, fãs incondicionais de Lost, buscamos todas as informações possíveis e imagináveis sobre a série. Eu creio, por este motivo, que teu trabalho não teria muita necessidade; pois acompanhamos um produto idêntico no blog do CA - o Lost in Lost.

Entretanto, tudo o que tu decidires será bem-vindo!

Um abração para ti e para a Ju!

Rafa Keeper disse...

Legal Davi, se fosse fizer uma resumão será de grande utilidade. Pra mim vc é o cara q mais entende de LOST na face da terra! Hehehe

Parabens pelo maravilhoso blog que eu sou fã e não consigo ficar muito tempo sem dar uma passadinha aquie no Dude News.

Idéias mais q apoiada...

Dalmo disse...

Então o nome da velha é Eloise...

seria ela a Ellie de "Jughead"?

Clayton disse...

É certeza que aquele muro não tem nada ver com o tempo: O que que ue tinha entendido no podcast é que aquele eh apenas o muro, mas que depois de atravessar o muro ainda seria necessário andar mais um pouco pra chegar até o templo. Entendi errado?

Gustavo disse...

Eu sinceramente não vejo necessidade de 'resumir' o episódio, teus comentários já bastam! Acho que escrevendo a síntese do episódio acabaria sendo um fardo a mais para vocês (que me parecem estar numa correria). Também pode ser que esse resumo acabe afetando as outras colunas do blog, enfim meu voto seria "não é necessário mas qualquer coisa sobre lost é bem-vinda!".

Sobre reclamações de spoiler nos outros posts... galera, já estamos na quinta temporada, quem REALMENTE odeia spoiler (como eu) sabe que deve passar longe de blogs até assistir os episódios!

Pondexter disse...

Será que a Juliana acertou sem querer?
Será que tem aliens na jogada?(hehehe)

Pois a Rousseau falou alguma coisa sobre o Jin também estar doente e ser um "hospedeiro" (?)

Que episódio louco hein!
Sei que está ficando cada vez mais difícil de acontecer episódios focados em um só personagem, mas estou esperando um focado no Desmond. Esses são sempre os melhores!

Carlos Frederico disse...

Esse episódio foi sensacional: revi o solitary, episódio que tem a primeira aparição da francesa, e sayid dá um tiro com uma espingarda em rousseu. Rousseau diz que foi o mesmo erro que robert cometeu... ele não sabia que tava sem o pino disparador. assim como sayid. Nesse episódio, rousseau fala que todos adoeceram, e que não há coisas como "monstro".

Em exodus, na parte 1, rousseu diz: "aqui que montand perdeu o braço". E fala que o monstro é o sistema de segurança da ilha. E nesse episódio, Locke é puxado pelo monstro da mesma forma. É interessante notar que o monstro não mata locke no primeiro encontro, mas puxa ele depois.

E o monstro puxa montand, mas não o mata. E todos depois parecem estar tranquilos com o monstro (robert), e a francesa relaciona a doença ao monstro.

Creio que a doença é uma lavagem cerebral feita pelos outros, que recruta novos integrantes como cindy e um pessoal da cauda do 815.

E o monstro capturava pessoas como locke e montand (e possívelmente os membros da expedição da francesa) e as levava pro templo ou pros outros/nativos. daí a justificativa de o monstro querer puxar o locke, e mesmo puxando montand, vemos que ele continua vivo. O braço perdido foi um sacrifício feito pelo monstro para sequestrar montand, vivo. é só lembrar dos gritos de socorro. O que salvou locke de perder um braço foi a dinamite.

Robert não parecia doente, e sim, mancomunado com integrantes da ilha, e quis matar rousseau devido a esta estar relutante a se envolver com os outros. Vale lembrar que rousseau fala em solitary que os outros eram os portadores de tal doença.

E sobre locke se sacrificar e o pai do jack, só reforça uma idéia/teoria minha de que jack é o verdadeiro "escolhido", e não locke. Jack tem que voltar, pois ele é o tal. Ele só ainda não sabe, mas a cena do mobisódio em que christian shepard fala pro vincent que o jack tem muito trabalho a fazer, numa cena momentos antes da cena inicial do seriado.

Mas jack ainda não é um homem de fé, e por isso, come o pão que o diabo amassou. Sai da ilha e descobre que lá fora não é o seu lugar. locke seria apenas o condutor, o guia para jack chegar ao seu caminho. E é fato que jack sempre foi mostrado como um líder. Ele está sendo forjado.

Aínda arrisco dizer que jack poderia ser descendente de nativos da ilha, com essa história de um avô do jack, que poderia bem ser o jacob, daí Claire e Christian estarem na cabana.

No mais, falta pouco para as respostas finais, e sejam elas toscas ou esclarecedoras, apoteóticas ou decepcionantes, o fato é que lost está, no presente, emocionante.

Erik disse...

Bom, minha opinião é que um resumo do episódio não é uma boa idéia, visto que normalmente todo mundo já viu o episódio, antes de ler esse post.

RaFaeLLL =D disse...

Umaa curiosidadee totalmentee foraa do assunto de vcs...
perdoemm aii qualquer coisa...

Mais sera que voltaremos ver Rodrigo santoro na serie novamentee?

ou seria uma pequenaa participaçao msm?


Abraços!

Walmir disse...

Acho péssima a ideia de um resumão.
Quem vai ler?
Eu passo longe do resumo do CA, mas sempre leio as curiosidades (que ficam em outro post).

Pra que resumão se eu posso ver o capítulo novamente?

Perda de tempo..

Arthur Salviano disse...

Realmente resumo não parece tão legal.Acho que só os comentários tah ótimo.

lucas disse...

realmente o episódio foi relamapgo no quesito que trouxe muitas informações o que só nos faz forçar a cabeça e ter que pensar mais rápido, conseguiram realmente explicar muita coisa e pelo rumo desse acho que no próximo mostarrão tanto os six chegando a ilha, ou parte deles, comoo que aconteceu e de quem rose, bernard e cia fugiram... acho que dos secundários só sobrarão os dois e vincent

Crisis disse...

Esqueceu de comentar que aqueles dois corpos encontrados na ilha por Jin, logo após o flash, eram o mesmo cara. Um original o outro cópia infectada pelo MONSTERRRRR!

André disse...

Tb não acho uma boa idéia do resumo, seria só um trabalho a mais pra vcs. Mas, vcs q decidem!

Marília disse...

Davi, Ju, bom dia!
Agora que o Locke estabilizou a roda, que estava "fora do eixo" por ter sido girado pela pessoa errada (Ben Linus), creio que os saltos no tempo vão parar de acontecer, "o disco vai parar de pular na vitrola" e a ilha vai parar num tempo só. Mas QUANDO? Em que ano vai se desenvolver a história dos sobreviventes agora? Acredito que a ilha se estabilize no passado, na época da Dharma. Mas e depois? Com os clarões e com os saltos no tempo para frente e para trás era mais fácil de "não acontecer nada diferente com os Losties", mas com eles vivendo durante mais tempo num período passado, vai ficar bem mais difícil evitar os paradoxos.
Marília Santos, RJ

Gabriela B. disse...

Acho super legal vcs terem novas ideias para ampliarem os topicos do Blog. Mas eu particularmente nao acho a ideia do resumao interessante. Tb passo longe do resumao do CA.
Prefiro os comentarios, pois ali que surgem as hipoteses mais validas. Assim como o Dudecast, o tópico Dude mais esperado por mim durante a semana. Se esse acabasse (principalmente em funcao de novos topicos como o resumao) ficaria super triste. Enfim, prefiro que vcs poupem o tempo e disposicao, gravem um Dudecast bem legal e nos facam felizes!!! ;-)
Grande abraco, Gabi B.

Gaby Moreira disse...

O que achei mais incrível foi a cara do Ben quando Desmond disse que viera ver a mãe de Faraday!!!Ou ele não sabia que ela era mãe do Daniel, ou ele ficou surpreso por Daniel ter entrado em contato com Desmond. Uma coisa é certa, de alguma coisa Benjamim Linus não sabe! Sencasional!!!

griin disse...

Davi e Juliana: o blog de vocês é perfeito!
Acredito não ser uma boa idéia colocar um resumo do episódio.
Alguém vai ler o resumo antes de assistir? Não. E depois de assistir? Eu prefiro ler os comentários do que ler o resumo. De certa forma, o post de "Comentários do ep. X" que vocês colocam já é quase um resumo do episódio.
Acho que será consumido um grande tempo para fazer o resumo, e tanto no Lost In Lost como no Lostpedia tem resumos de todos os episódios.
Vocês poderiam apenas colocar o link do resumo do episódio no LostPedia.

abraço a todos
Lost está sensacional!

Luiza disse...

Com relaçao a resumão acho que não precisa,esse blog já é ótimo e vc estão na correria.
Concordo com Carlos Frederico:qdo. Christian disse ao Locke que a missão era dele,me bateu o pensamento,se o Locke deveria ter saido da ilha(e até onde sabemos quem sai daquele jeito n. volta mais) então ele definitivamente não é o líder.Também duvidei de sua "liderança nata" qdo. descobrimos que Richard foi ao nascimento de Locke,porque o próprio Locke disse a ele que o fizesse, pois ele era o escolhido.Parece que Locke é do tipo"aquele que foi, sem nunca ter sido."E convenhamos ,como líder Locke deixa muito a desejar,claro que suceder ao maligno,mas sen-sa-ci-oo-naaall,Benjamim Linus é pedreira,o cara sempre tem um plano,mente deslavadamente e sempre tem acredite,mas mesmo assim o Locke é fraco.
Sempre gostei dele_acredito por ele ser um cara do bem,tranquilo,sintonizado com a natureza e por ser o antagonista do Jack_este para mim é o maior mala sem alça do mundo das séries_mas o que é justo é justo,o Jack de fato é lider-argh!Se não for o próprio Jacob.será parente.
Com relação a Elli/Eloise , é uma hipotese que faz sentido no contexto,mas acha tem um furo enorme;como o Faraday_que ficou
cara a cara com a Ellie,não reconheceria sua propria mae mais jovem(tenho certeza q. a minha mae não é a unica que mostra suas fotos de juventude para a filharada.)

Marcelo disse...

Olá, Davi!

É a primeira vez que comento aqui no seu blog, mas o acompanho desde o início das postagens - desde a primeira mesmo.

Então, não acho necessário o resumão, não. Primeiro, pelos motivos já expostos e, segundo, porque como você mesmo colocou, seu tempo está complicado para manter o blog atualizado. Então, só geraria uma tarefa desnecessária para você fazer, negão.

Relaxa que praticamente só lê o post aqueles que assitiram ao episódio. O resumão fica sem função e aumenta teu trabalho.

Abraços!

Anderson disse...

bom... com relação ao resumo do episódio, como quase todo mundo disse, tb não acho necessário...
e quanto a esse episódio, pra mim, foi o melhor de todos...
o que mais me intrigo foi a mudança de Robert e do pessoal. Ele não parecia estar mancomunado com ninguém não, parecia ter sido vítima de lavagem cerebral mesmo...
E como ele sabe que aquele "monstro" é na verdade um sistema de segurança da ilha?
Muito estranho...
Mais estranho ainda, pra mim, foi ver aquele "templo". Pensei que fosse o templo que Ben mencionara... hehe
Bom, Quanto à Sr. Hawking ser Ellie, acho que não...
XD

Marília Teive disse...

E se não houverem fotos de juventude disponíveis na Dharma??? Vai q a Ellie não tem nenhum registro fotográfico... Bom, como em Lost tudo é possível. Eu também voto pelo não ao resumão. É uma idéia boa mas falo por mim, eu vejo os episódios antes de vir pro Dude então não teria porque ler o resumo. Prefiro os comentários, eater eggs... Mas vocês que sabem!
Abraços!!!
Marília Teive

Art X disse...

Não precisa de resumão! Acho que vai acabar sendo uma perda de tempo, e trabalho extra pra vocês, e isso pode até talvez atrapalhar a dedicação de vocês a outros assuntos. Como alguém disse, ninguém (ou quase ninguém) lê resumão, então eu não vejo necessidade. Vocês já são bons no que fazem, e o que tem já é mais do que suficiente para matar a sede de informações dos fãs do blog... hehehe
abraço

Diego disse...

WE HAVE TO GO BAAAAAAAAAAACK!

http://img147.imageshack.us/img147/2927/wehavetogobaaaaaaaaaaaavk8.jpg

mary disse...

nao acho necessário resumao. o carlos alexandre ja faz isso. eu leio comentarios de varias pessoas diferentes, pq sei que cada um tem uma coisa distinta. mas resumo, acho que nao... mas é so a minha opinião, sorry.

Marcus disse...

Acho ótimo!
Faça sim, desde que esconda como faz com os spoilers
Parabéns pelo excelente trabalho!

Nana Ribeiro disse...

duas coisas que não foram comentadas:

1. Quando o Jin pergunta do helicóptero e o francesinho indignado diz "primeiro um barco, agora um helicóptero, daqui a pouco um submarino" ele realmente não sabe onde está! huauahue

2. Seja qual for a doença que acometeu os franceses, eles "contrairam" dentro do tal templo, certo?! A Rousseau foi a única que não entrou lá dentro, graças ao Jin. O que será que eles viram? Ou quem será que eles encontraram? O que será que tem lá dentro?

Beijos

Marília Teive disse...

Desculpe, não tem a ver com o tópico mas achei a notícia interessante. segue o link sobre o imenso número de downloads de lost na internet que a torna mais vista no pc do que na tv!!!! http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u503399.shtml

Rafa Bruno disse...

Só pra confirmar a quase unanimidade: acho desnecessário o resumão.
Os seus comentários dos pontos mais importantes já são suficientes.

O que vale a pena resumir é o podcast oficial.

[ ]'s

Nana Ribeiro disse...

ah lembrei de mais coisas:

3. Ver a roda falhando, ocilando, respondendo o pq dos flashes, foi bem legal. Será que eles param agora que Locke deu um jeitinho? E se param, em que ano param?

4. Mudando no tempo, com a roda descontrolada, a Ilha também muda no espaço? Seria engraçado ela aparecendo e desaparecendo em vários pontos do oceano. Se não, pq da primeira vez mudou e agora não mais?

5. É pra se pensar quando Faraday diz que a Orquídea pode ser a solução, mas que essa história de trazer todos de volta é "abandonar a ciência". Sua mãe, que é tbm sua última esperança, está residente numa igreja, fazendo das tripas coração pra, justamente, levar o povo de volta e vive repetindo "então, que Deus nos ajude a todos". E aí?!

Valeu! É isso. Davi, acho ótimo o resumo, tbm servirá pra consultas quando a sexta temporada estiver por vir.

Beijos

Alexandre Wermann disse...

Como Charlote disse no episódio: "Acho que foi você (Faraday) que disse para eu nunca mais voltar para a ilha". Ou seja, Faraday irá encontrar a pequena Charlote e dirá a ela para não voltar a ilha, tentando mudar o futuro. Porém como ele mesmo disse nos episódios anteriores: o que está feito, está feito.

Fagner disse...

Muito boa a idéia de colocar o resumo junto dos easter eggs

eu sou a favor :D

Lucas disse...

Gostei do episódio mas ainda deixa muitas duvidas no ar: como o navio de Rosseau foi parar no meu da floresta sendo que eles chegaram na praia com um bote salva-vidas? Essa de infectados, corpos copiados (li de um comentario anterior e nao reparei nesta cena) ainda nao engoli... talvez se eles ja estevam mortos e o "monstro da fumaça" assumia seus corpos seria a explicação mais plausivel.
Sobre Locke que deveria ter girado e seu suposto sacrificio, pra mim tudo envolve Ben: nao duvido que numa conversa entre os dois fora da ilha, Locke, desesperado por nao ter conseguido converser a turminha a voltar é morto por Ben contra sua vontade ou não (acredito que ele peça para Ben matá-lo).

Falando em Ben, sera que só eu que percebi ou ele fica pasmo ao escutar de Desmond que este viera procurar mae de Faraday? Ben nao sabia? E outra coisa: se Wildmore sabe quem é Elloise e onde ela está, nao será ela sua aliada? E pq estaria ajudando Ben?
Como eu disse, ainda há muita coisa para ser explicada, só nao sei como...

Abraços!

Lucas disse...

Falei besteira dizendo que o Black Rock era da Rosseau... Nao sei pq, mas tava com essa bosta em mente e agora lembrei que nao é.. rsrsrs

Outra "teoria" envolvendo Wildmore e Elloise/Ellie seria de que os dois fazem parte dos "outros" que protegem a ilha e o alvo de Wild, como todos sabem, nao era a ilha e sim Ben... Talvez pq bem so tenha feito caquinha lá e Ellie so o estar ajudando a voltar para que conserte tudo.

Carlos Frederico disse...

não eram corpos copiados, eram duas pessoas diferentes da expedição de rousseau.

Quanto ao "mancomunado" que eu falei... quis dizer que ele estavam inteirados de coisas que não sabemos, já sabiam que o monstro era um sistema de segurança, parecia ser parte da ilha... parecia ser um dos outros.

Sobre o resumão, é perda de tempo:

pra quem nõa viu o episódio, é spoiler e estraga prazeres, sem falar que o próprio cometário já tem spoilers. E pra quem já viu, um resumo não serve pra nada.

Vina disse...

Acho estranho que apenas são comentados pontos considerados fortes do episódio.
Por exemplo, sabíamos que seria necessário que TODOS voltassem para a ilha (inclusive o Locke em um caixão). Aí eles reúnem um ou outro e penso "Como eles vão fazer pra pegar o Saiyd? E a Kate?"... e eis que o roteirista conformista escreve a fala da Mrs Hawking dizendo "Não tem todo mundo? então vamos com o que temos"... Parou.
Outra coisa... O Locke não está fazendo sacrificio nenhum por ninguém. Desde a primeira temporada ele só pensa nele e sempre age dessa forma. Explode submarino, não fala da escotilha, do Jacob. O cara tem uma agenda própria.
De resto, um capítulo normal. Apenas Because you left foi realmente arrebatador nesta temporada. O resto apenas fez a história andar para os lados.
Abraço,
Vinicius

Luiza disse...

Pois é,.parece que o Ben(que sempre sabe de tudo) comeu mosca e não sabia que a Eloise é mae do Faraday!De qualquer forma não creio que ele tenha esquecido ou vá abrir mão de sua vingança ,sorry Penny acho que vc já era,uma pena foi o casal é 10.
Essa estória do Christian é muito intrigante,não creio que o locke vá ressucitar na ilha,pois se isso acontecesse o Ben não o levaria de volta.Pode ser que o Ben tenha matado o Locke para retomar o controle,pois por enquanto o escolhido verdadeiro_Jack_ é bem fregues do Ben,assim penso,pelo menos por ora.

Eduarrrdo disse...

Bom, eu acho que o nome do próximo episódio, "316" é o ´número do avião do próximo acidente! Ajira 316! Eu acho

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

é valido sim Davi fazer um resumo dos cometários =]

whatever disse...

Sei lá se fui só eu, mas pra mim houve um furo enorme no episódio anterior (ou seriam 2 ou 3 episódios?).
Faraday encontra Desmond e fala que ele precisa procurar sua mãe em Oxford.

Bem, essa temporada basicamente trata de dois períodos distintos (OK, com a viagem no tempo aumenta bastante, mas acho que entendem o ponto...):

Trata de como, 3 anos depois, os 6 irão voltar a ilha e o que sucedeu imediatamente após eles partirem.

Bem, o encontro de Faraday e Desmond aconteceu pouco depois - em tempo contínuo - que os 6 deixaram a ilha, a caminho da Orquídia. Do jeito que os eventos foram desencadeados no episódio, ficou a sugestão de que após a conversa Desmond acorda com esta "revelação". Mas penso que isso deveria acontecer em seguida - no máximo um dia depois de terem deixado a ilha -, e não 3 anos depois (convenientemente qdo todos estão procurando a Sra. Hawking).

Sei lá, isso me pareceu um furo grande na lógica, e acho que será ignorado como mais um "erro de continuidade"...

Mas enfim, que está interessante está...

Abraço,
André

Rafael Aoun disse...

Seria legal incluir o resumão, Davi. Mais uma vez, parabéns pelos posts de comentários e de repercussão e easter eggs.

Bruno disse...

Só por ouvir depois de tanto tempo o instrumental "Win One For The Reaper" durante a morte de Charlotte, já faz o episódio perfeito para mim.

RaFaeLLL =D disse...

É...
Mas resta uma duvida...
e si a ilha parar em tempo anterior como estava acontecendo...
eles vao ter que conviver com eles proprios?

acho que ela vai voltar pra atual epoca né?


sei laa...

Jesse disse...

Hein..aqueles hieróglifos marcados no templo..são egípcios né?

Dêem só uma olhada nesse site aqui >

http://hieroglifos.com.sapo.pt/alfabeto.htm

alguns hieróglifos são semelhantes..se não até iguais..

olhem aí..

Talles Brito disse...

O que me deixou mais intrigado foi a última frase do episódio (pra variar...), mas acho que isso será respondido na próxima quarta... A mãe do Faraday diz que apesar do Ben não ter trazido todos (Kate, Sayid e Hurley não estão lá), os que já estavam lá já "bastam". Essa "basta" é que me intriga, basta pra quê? Pra que diacho levar todo mundo pra ilha? Só isso que queria saber ... mas me agüento aqui esperando a resposta até o fim da temporada, pois acho que se todo mundo voltar pra ilha isso só acontecerá no season finale.

Outra coisa, quando vi o pai do Jack (que certamente se suicidou) na ilha, como um "espírito", me voltou a idéia maluca que todo mundo falava antes da ilha ser um purgatório... eu já tinha completamente ignorado essa teoria, mas agora fiquei com o pé atrás; Bom se for o purgatório ficarei extremamente decepcionado com o final de Lost.

Por favor, nada de purgatórios, ou lugares onde as pessoas dormem "inconscientemente", disso já me basta "vanilla sky" e "matrix".

Gley disse...

Uma coisa de que eu já tenho quase certeza e ainda ninguém comentou é de que a Charlotte é filha (adotiva, talvez) do Dr. Marvin Candle (Pierre Chang). Por isso ela diz que o pai dela não saiu da ilha, e explica ela saber falar coreano. Monta também um cenário para a relação aparentemente conturbada entre Faraday e o Dr. Chang, e o porque de Charlotte lembrar de Faraday como um louco.

Acho também que agora a ilha estacionou num período próximo ao da chegada da Iniciativa Dharma, e que nossos heróis vão de alguma forma se envolver com ela.

Rodrigo Machado disse...

Gente, ninguém pecebeu que os dois franceses que estavam mortos na praia estavam com barba e Danielle ainda estava grávida?
Podemos presumir q o flash q aconteceu no templo do monstro avançou cerca de 20 á 40 dias no futuro de 1988 então acho q aconteceram coisas interessantes nesse meio tempo com os franceses que desceram no buraco.
Cristian Shepard não pôde ajudar Locke pq está morto msmo não pq Locke tem q se levantar sozinho.
Graças a spoilers que diziam q Faraday vai sumir no meio tempo q Sawyer e os Oceanic estão trabalhando infiltrados na DHARMA e q no episódio 513 Faraday reaparece, acho q é agora depois da morte de Charlotte q algo acontece com ele então ele some por alguns episódios vendo q eu tb acho q o último Flash qndo Sawyer ainda está segurando a corda q agora está enterrada no chão foi para o ano de 1975 á 1978 ou de 1990 á 1992.
Acho q Abaddon não é um mau sujeito só acho q é misterioso.

Shokewave disse...

Acho que seria valido juntar tudo de mais relevante e fazer um so post sobre cada episodio.

Roneba disse...

No templo, havia hieroglifos egípcios similares a quando contador de tempo da primeira estação zerava a contagem dos 108 minutos!

Talles Brito disse...

Pra variar nunca acerto nada... pensava que eles iam voltar pra ilha só no season finale... pra quem viu o 5x06 não é bem isso.

A temporada tá boa, me enganando a cada episódio, se continuar assim tá ótimo, eu gosto de assistir coisas que me enganam e minhas teorias sempre estão erradas.

Diego disse...

Não sei se alguém comentou o fato de realmente Alex não ser filha do Ben, que ficou claro neste episódio.

jovem mulher disse...

Acho a ideia do resumo desnecessaria. So ia te dar mais trabalho, Davi. E vc nao quer gastar menos tempo com o blog?