12/02/2009

Comentários do ep. 5x05 "This Place is Death"

Com severos spoilers para quem ainda NÃO viu o episódio

Faleceu na noite de ontem aos 25 anos em função de um severo aneurisma (ou algo com sintomas parecidos), Charlotte Staples Lewis. Criada na Inglaterra, Charlotte sempre soube que uma antiga conexão de infância com uma misteriosa ilha a influenciara a se tornar antropóloga, um chamado que ela não negou e que acabou levando-a de volta às suas origens, mas que também foi o responsável - ao lado de certos deslocamentos temporais -, por seu trágico e fatídico destino: morrer onde nasceu.

Leia mais...

    Charlotte se foi, mas pelo menos dois novos mistérios envolvendo-a surgem: (1) Por que ela só conseguiu se lembrar que havia nascido na ilha depois dos deslocamentos temporais? O que ocorrera com ela a ponto de praticamente esquecer de tudo? (2) Quem seria a mãe dela que ao sair da ilha ainda na época da Iniciativa Dharma, tentara encobrir a existência do lugar dizendo a todos que as histórias que a filha contava eram invenções? À princípio penso em Annie, aquela mesma menina que conhecemos no ep. 3x20 "The Man Behind the Curtain", o que obviamente levantaria a hipótese de que Ben poderia ser o pai biológico da ruiva. Contudo, se assim fosse, como explicar o fato de que Ben tinha a ficha completa da ruiva quando ela chegou à ilha com o cargueiro não tendo feito qualquer menção em conhecê-la?

    Antes de qualquer conclusão mais precipitada, note que isso tudo não passa de pura especulação minha e que teremos que aguardar o encontro entre o Faraday e versão jovem da ruiva no passado da ilha, para quem sabe, descobrirmos a(s) resposta(s) para esses mistérios. Mas, por falar nesse encontro, interessante notar que assim como fizera com Desmond (a quem é sempre bom lembrar, as regras do tempo não se aplicariam), Faraday também tentara alertar Charlotte que ela jamais deveria retornar à ilha, pois se assim o fizesse, morreria. Pena que para seu azar, o que aconteceu, aconteceu e nada que fizesse mudaria o futuro, o que me leva à lembrança de outra pergunta agora ainda mais contundente sobre o físico: por que ele se emocionara no início do ep. 4x02 "Confirmed Dead" ao ver a notícia do suposto avião do vôo 815 no fundo do oceano? Seria possível que naquele momento ele tivesse resquícios de uma memória ainda não vivenciada? Traduzindo: será que aquela cena pode ser explicada em função de um salto no tempo para o futuro (que ainda não vimos) que assim deixara breves registros de uma memória ainda não vivenciada àquela altura (presumivelmente meados de 2004)? Vale a reflexão, não?

    This Place is Death revelou alianças (Ben convencendo Sun a voltar para a ilha usando o anel que Jin dera a Locke ainda na ilha); trouxe rupturas (Sayid e Kate se afastando de Ben e Jack); respondeu o mistério em torno da identidade da mãe de Daniel Faraday (sim, como 99% dos fãs já imaginavam, Eloise, ou melhor, a Sra. Hawking é a mãe do físico que como vimos, batizara uma ratinha de suas experiências em homenagem à mãe); mostrou pela primeira vez através de um ataque do monstro de fumaça à equipe de da jovem Rousseau o que deve ser o misterioso Templo até então apenas mencionado na série (notaram as inscrições na parede semelhantes às do interior da casa de Ben na vila dos Outros/Dharma?); e finalmente, de forma chocante e porque não dizer assustadora, colocou Locke mais perto de consumar seu sacrifício pela ilha ao girar a roda, mas não antes de ter uma misteriosa conversa com o porta voz de Jacob, ninguém mais ninguém menos do que Christian Shephard, que antes de ver o carequinha sumindo pediu a ele que desse um alô a seu filho. Creepy, huh?

    Superficialmente, alguns poderiam até dizer que o episódio não trouxe grandes revelações (o que não é verdade), mas a grande mensagem que fica com "This Place is Death" (pelo menos para mim), é a certeza de que quase todas as peças estão armadas para o retorno dos que saíram à ilha, algo que inevitavelmente está ligado ao grande arco final da trama que será inteiramente resolvido naquele misterioso lugar. Certamente haverão aqueles que discordarão da minha opinião (o que é perfeitamente natural), mas até aqui o jogo proposto pela série está ótimo. E com isso em mente, alguém ainda duvida que as próximas jogadas articuladas por Lindelof, Cuse e cia não terminem em golaços da série?

    Outras observações do episódio:

    - Curioso que Nadine (colega de Rousseau) tenha caído do alto de uma árvore da mesma forma que o piloto do vôo 815 caiu no episódio de estreia da série, lembra?

    - Para quem reclama de pequenos mistérios não respondidos de temporadas anteriores da série, imagino que tenha sido bom descobrir como Montand perdeu o braço, certo?

    - Por falar no francês, o que aconteceu com a equipe de Rousseau no Templo, afinal? Qual a relação do monstro (definido por Robert como um sistema de segurança) com a tal doença que consumiu os ex-companheiros da francesa? Aliás, por falar nela. Será que ainda voltaremos a vê-la? Acredito que sim.

    - Sabe aquela história de paradoxos? Pois é, não é meio estranho que Charlotte tenha morrido no passado? Ou será que naquele último salto, ela deu seu último suspiro no presente da ilha?

    - Foi interessante ver a reação magoada de Ben ao ouvir Jack dizendo a Sun que ele mesmo o mataria se ele estivesse mentindo. Mais um fingimento para ganhar a confiança deles ou uma emoção genuína?

    - Como Desmond se encaixará na equação do retorno à ilha? Como vimos, Ben desconhecia a presença dele em Los Angeles. Aliás, curioso que a presença de Desmond nem sequer tenha sido questionada pela Sra. Hawking.

    - Por que Christian não podia ajudar Locke a se levantar? Por ser um 'simples' espírito falando em nome da ilha ou de Jacob, talvez?

89 comentários:

Mister Ale disse...

Interessante notar que os outros não apareceram nesse ep., tão pouco o pessoal da Dharma, será que isso foi por conta da missão que Locke realizará fora da Ilha? Entendo que os flashes frenéticos tenham se tornado assim na medida em que se aproximavam da Orquídea, como a ação de uma espécie de 'pulsar' como mostrado na cena com o moimento demonstrado pela roda de burro congelada.

Mister Ale disse...

É interessante também notar a presença do Templo, que nos dá a entender que fora erguido no passado em cima do local da roda de burro congelada e que no futuro fora erguida a estação Orquídea, porém no momento anterior à chegada de Locke na 'câmara do tempo' era apenas um poço, que se 'enterra' após o último flash, deixando apenas a corda do poço como elemento de interação que se deslocou com Sawyer.

Arthur Salviano disse...

Davi, por favor, não coloque mais spoilers na parte não-escondida.Eu sempre leio ela antes do epi só pra me sentir empolgado e acabei descobrindo algo que não queria...
Era só isso,aproveitando gostaria de parabenizá-los pelo blog e espero que possam continuar mesmo com os problemas,abraços.

a__majoire disse...

Olá a todos. Que episódio lindo, muitas revelações e tb algumas coisas tristes. Uma coisa que reparei foi quando o Locke cai dentro do poço, ele parte as pernas ou será que por ir sair da ilha vai ficar paralítico outra vez? Eu acho que é mais a segunda hipótese, mas como em Lost é tudo muito indefinido, vou esperar pelos próximos episódios (com muita ansiedade). Adorei o episódio, a cada um que passa, a série fica cada vez melhor.


Obrigada, Davi e Juliana por manterem o Dude sempre actualizado.

Namaste.

Ana, Portugal

Débora disse...

Droga, li o inicio sem saber que já ia ter spoiler =/
Minha culpa, quem manda ser curiosa! =P

Cristiano disse...

eu gostei demais desse episódio, mas no sentido 'fã' de gostar, sabe? é um episódio para fãs da série :]

perguntas sim com a morte de Charlotte, mas deveremos vê-la novamente, né? ainda que como menina.

acho que faz sentido Annie ser a mãe da Charlotte. mas Ben não tentou matá-la? se sim, Annie provavelmente dormiu com algum 'outro'.

fiquei um pouco decepcionado com a 'cara' do templo, espero que o interior seja bem mais interessante.

e legal ver o Robert passando a informação de que o monstro era apenas um sistema de segurança da ilha à Rousseau - informação que ela passaria anos depois aos nossos Losties.

eu gostei!

Ezequiel disse...

Poxa, fiquei chateado que vocês puseram um spoiler logo no início do texto ...
Ainda não assisti o episódio, mas costumo ler o site de vocês na boa porque geralmente os spoilers só aparecem após a gente clicar no link "Leia Mais ..."
Sou leitor assíduo do site e é a primeira vez que isso me acontece.
Vou passar a visitar o site agora apenas após assistir o episódio.
Grande abraço.

Marília Teive disse...

Momento intrigante: ainda acho q Charllote é a filha do Ben com a Annie, aqueles olhos iguais aos do pai nunca me enganaram...
Momento comédia: qd jack fala pra Ben: "mas vc disse q não viu o Locke" e ele responde "mas ele quis me ver" (algo assim, vi sem tradução...)
Momento óbvio: faraday tentou evitar a morte de Charllote a levando da ilha qd era pequena e falando pra ela nunca mais voltar senão ela morreria, ou seja, ele já sabia disso e no futuro tentou evitar o passado mas whatever happened, happened...
momento bonito: Sawyer tentando salvar Locke (achei legal)
momento triste: qd sayid e kate vão embora e nao ficam com o grupo
melhor momento: qd Ben pára o carro e dá uma dura na galera...
ótimo episódio, ótima temporada!
no futuro a galera q está criticando Lost vai pensar "putz! que história incrivel! pena q parei no meio e nao a acompanhei ao vivo..." so sorry pra vcs, agora só em flashback... eu estou amando!!!

Juliana Ramanzini disse...

Ezequiel, acho que está bem claro no título que o post é um comentário sobre o episódio. Além disso, apesar da obviedade, o Davi ainda colocou o um aviso bem esclarecedor na primeira linha. Não nos culpem pela falta de atenção de vocês aos avisos e títulos dos posts.

Ezequiel disse...

Juliana, desculpe, talvez eu tenha me expressado mal.
Costumeiramente vocês só mostram spoilers nos tópicos "Comentários do ep. xxxx" após clicar no link.
Por isso, ao ver o aviso de spoilers, achei que o mesmo se referia a revelações que estariam no texto após o link "Leia mais...", como acontece sempre.
Costumo sempre ler apenas o início deste tipo post, que geralmente só expressa a impressão de vocês sobre o episódio em questão e só clico no link "Leia Mais..." após assistir o episódio.
Acredito que outros, como eu, podem fazer a mesma confusão ...
Desculpe pela crítica. Adoro este blog.

Jose Antonio disse...

Sobre a doença que pode ter consumido os companheiros de Rousseau, depois de ver esse "flashback" dos franceses, eu tive a impressão de que nunca houve nenhuma doença. O problema foi que Rousseau começou a ficar meio que paranóica ou desnorteada que a fez achar sem fundamento tudo o que seus amigos diziam sobre a ilha e a fumaça. Ou seja, se alguém tinha sido afetado ali, aquele alguém era Danielle com o seu desespero.
Ou nao! hahaha

Marília disse...

É, acho que ainda veremos Faraday tentando evitar a morte de Charlotte dando a ela o recado para não voltar à ilha "em algum lugar do passado". Assim como ele deve também ter tentado evitar o acidente com o voo 815 ou o embarque de algum(ns) passageiro(s), o que justificaria seu descontrole emocional quando ele vê pela TV que não adiantou, o avião realmente caiu... O que aconteceu, aconteceu.... não adianta querer voltar ao passado para mudar o futuro, não adianta tentar mandar recados, não adianta mandar a aliança para a esposa, nada... a ilha não deixa! O destino está traçado! Exceto para Desmond, que não se aplica às regras.
Ótimo episódio, me dá vontade de gritar: EU AMO LOST!!!
hahahahaha
Beijos, Dudes!!!
Marília Santos, RJ

lucio_sanchez disse...

Poxa pessoal
se o nome do post é Comentários do ep. 5x05 "This Place is Death". impossível não ter um mísero spoiler numa pequena frase que seja.
O título do post é bem claro.

Alexandre Leite disse...

Na verdade a Charlotte não morreu "no passado". Na linha temportal dos losties, aquele é o presente. Eles estão viajando fisicamente no tempo como se viaja de um lugar para outro, mas a linha temporal deles permanece uma só, se movendo sempre pra frente. É por isso que não é possível alterar algo que já tenha acontecido.

Adilson disse...

O Dude quebrou o "encanto" ao postar um Spoiler logo no começo do texto do 5 episódio. Mas vocês estão perdoados! O melhor do episódio foi a descoberta de que o "Lostzilla" é realmente um sistema de segurança, e o melhor, ele é controlado no templo, o templo possivelmente será a explicação para todos os mistérios da série. Poderia ter sido construído por umacivilização antiga ou por extraterrestres? Espero que os produtores não incluam alienigenas na explicação da série! Umn abraço Davi, beijos Juliana!!! Parabéns pelo excelente trabalho.

Dani disse...

Sobre os franceses, tô super curiosa pra descobrir o que aconteceu no meio tempo dentro do templo e, principalmente, por que robert tentou matar a danielle depois de acalmá-la. Não é só por questão de sobrevivência, a filha dele tbm se comprometeria. Fiquei intrigada.

Brigada pelos links e pelos posts!!

Virão virás virou disse...

Espero que tenha mais explicações sobre a Rosseau e seu pessoal. Ali ficou esquisito. Afinal, que doença eles tiveram? Eles exploraram o templo, a ilha fez uma lavagem cerebral neles? Vocês viram que ela matou o robert e outros dois. O corpo do Montand não estava lá.

Daniel disse...

Sensacional, somente esta palavra. Agora, quanto aos spoilers, sempre leio e NUNCA estragaram o prazer de ver os episódios, na minha opinião.
Namastê!

Eraldo disse...

- Para quem reclama de pequenos mistérios não respondidos de temporadas anteriores da série, imagino que tenha sido bom descobrir como Montand perdeu o braço, certo?


Mas ele havia sido visto sem seu braço anteriormente?

Ivanna disse...

Nossa Alexandre, falasse o mais crto. Pra eles aquilo é o presente, independentemente das idas e vindas do passado para o futuro. O que eu me pergunto é qdo Locke vai estar qdo sair da ilha, afinal os que estão fora da ilha estão três anos a frente. Isso quer dizer q Locke vai ficar 3 anos fora da ilha antes de morrer??

Art X disse...

Bom, gosto muito desse blog, que para mim é o melhor de Lost sem a menor dúvida, mas não posso deixar de dizer que me decepcionei um pouco ao dar de cara com um spoiler quando entrei hoje cedo. Apesar de haver um pequeno aviso, vocês devem estar cientes de que, quando entram no site, os usuários geralmente dão de cara no texto da primeira notícia. Mesmo que haja um aviso, ele é imperceptível em uma situação como essa. Além disso, muitas pessoas que ainda não viram o episódio, costumam dar uma olhada no primeiro parágrafo para ter uma idéia de qual foi a avaliação geral do episódio, passando batido por qualquer aviso que exista. Eu mesmo costumo fazer isso, e fiz no comentário do episódio 4, que não teve nenhum spoiler e apenas me animou mais para ver o episódio. Gosto muito do "DUDE", e vocês sempre tiveram uma política dura quanto a spoilers (que é uma atitude que na minha opinião é um dos maiores atrativos do blog), então acho que as recentes críticas (que não foram só minhas) devam ser encaradas como um aprendizado, como dicas de fãs que querem ajudar a zelar pela qualidade do blog!
Abraço!

Rasiel disse...

@lucio_sanchez perae cara, o titulo é obvio mas a palavra 'faleceu' é mais forte e evidente... todo mundo aqui que frequenta o blog faz tempo sabe que spoiler de morte de personagem fica dentro do 'Leia Mais' ou tendo que selecionar o texto. Agora, por mais que o 1o parágrafo esteja bem escrito, alguns nomes e fatos poderiam ter sido omitidos e guardados pro link dos curiosos mesmo. 1a vez que isso acontece e eu não sei se o Davi percebeu isso... pelo menos no twitter ele achou ruim os comments =/

Sra. Beauvoir disse...

O monstro como sistema de segurança do templo, o qual tinha hieróglifos egípcios ou alguma outra civilização antiga. Sabemos que civilizações antigas tinham modos distintos de enterrarem e conservarem seus mortos e usavam substâncias que poderiam ser tóxicas. Talvez a equipe tenha entrado em contato com essas substâncias e "pirado", por isso o namoradinho de Rousseau tenta matá-la. De qualquer forma, eles descobriram muito coisa entrando naquele buraco, até que o mostro não era exatamente um monstro, só um sistema articulado de segurança.

Aline disse...

Davi, concordo com os seus comentários e impressões, só não concorco com esse trecho: "- Sabe aquela história de paradoxos? Pois é, não é meio estranho que Charlotte tenha morrido no passado? Ou será que naquele último salto, ela deu seu último suspiro no presente da ilha?"

O comentário do Alexandre Leite resume exatamente o que eu penso: "Na verdade a Charlotte não morreu "no passado". Na linha temportal dos losties, aquele é o presente. Eles estão viajando fisicamente no tempo como se viaja de um lugar para outro, mas a linha temporal deles permanece uma só, se movendo sempre pra frente. É por isso que não é possível alterar algo que já tenha acontecido."

E acrescento que é exatamente desta forma que o Alexandre disse porque em Lost, a linha de tempo é única, una. Passado, presente e futuro seguem em uma "rua" apenas. Por isso, a morte da Charlotte, seja em que tempo for, não é um paradoxo, pois não existem 2 Charlottes. Apenas 1, que viaja através da linha de tempo. Talvez seja exatamente por isso que não se possa mudar o passado, mas apenas influenciar o futuro, como fez o Jin.

Aliás, falando nessa cena, o Jin não mudou o futuro. No futuro, as coisas aconteceram exatamente da forma que deveriam acontecer justamente porque o Jin inteferiu. É o mesmo raciocínio da cena da bússula em 1954 entre o Locke e o Alpert.

Ah, em relação à Rosseau, fiquei com a impressão que a equipe dos franceses não estava tão doente assim. Afinal de contas, já sabíamos que o Lostzilla é um instrumento de defesa. Portanto, Robert falava a verdade. Será que não foi a Rosseau que ficou "doente"? Na verdade, não doente, mas sim em estado de choque pelo que estava ocorrendo e perdeu a noção de realidade. Mas, aí, me surge uma dúvida. Se esse meu pensamento está correto, por que o Robert atiraria nela? Estranho...

Depois de ver e rever aquela cena entre o Faraday e a Charlotte, me surgiu um estalo (talvez outros tenham pensado isso tb!). Não seria Daniel Faraday o misterioso Jacob? o.O
O que você acha?

Abraços... parabéns pelo blog!

André disse...

Po parem de encher o saco com isso! Pronto, todo mundo ja sabe q a Charlotte morreu, q q tem, não é como se fosse o Jack ou algum grande personagem morrendo...

E aliás nem foi spoiler, pq o episódio já tinha passado, quem não viu ao vivo perdeu :P

André disse...

Aline, uma coisa eu digo, o Faraday ainda tem mta coisa pra contar! Tem muito mistério em volta dele, tomara q venhamos a descobrir em breve.

Sobre a Charlotte, o Davi fala em seu comentário que ela so conseguiu se lembrar q havia nascido lá depois dos flashes. Bom, eu particulamente não acho isso, penso que ela lembrava o tempo todo, só não tinha revelado até agora.

Alexandre disse...

Muito interessante o episódio. E cada vez mais o Whatever Happened, Hapenned faz sentido, até porque ele desmonta a possibilidade de paradoxo, na medida que cada tentativa de alterar as coisas só colabora para que elas aconteçam, assim, sem saber (ainda), os personagens vão construindo aquilo que já viveram. Por exemplo, provavelmente os pedidos alarmantes de Faraday fizeram Charlotte e a mãe quererem sair da ilha, e também fizeram a mãe tentar negar a existência da mesma, fazendo, por consequência, com que a filha tivesse a curiosidade e depois, a missão de vida de encontrar a Ilha.

Sendo antropólogo, não entendo exatamente qual a imagem que os roteiristas têm de um antropólogo para que isso fosse necessário para a busca de Charlotte. Talvez a imagem de Indiana Jones como explorador aventureiro. Mas ele era Arqueólogo, que era o que Charlotte parecia fazer quando encontrou a ossada do urso Dharma.

Marília Teive disse...

em relação aos franceses eu tive a sensação q o robert q falava com a Rousseau nao era o Robert dela, mas uma figura criada pela ilha ou pelo lostzilla como o Yemi. Por isso ele atirou nela. Na verdade acredito q o Robert já estava no buraco junto com os outros franceses e eles podem estar mortos ou nao lá dentro. Os franceses q a Rousseau matou nao são os reais da equipe dela mas os criados pela ilha... minha opinão...

Rasiel disse...

@André quem não viu ao vivo tem toda intenção de ver assim que baixar o episódio... não é td mundo que tem conexão boa o bastante pra assistir online ou ficar fazendo virgilha... e não importa quem morreu ou quem viveu, spoiler é spoiler e todo mundo tem o direito de escolher se quer saber ou não.

lulu disse...

Creio que se Charlotte for mesmo filha de Ben, talvez ele nem soube q Annie esteve grávida, tipo, ela achou aquilo tudo muito louco e não quis envolver a filha, então foi embora.

E se a missão de Cristian fosse parecida com a de Locke (pelo menos no que diz respeito a jack)... ele estava morto, ai quando cai na ilha desaparece e "vira" Jacob. Locke tem q sair da ilha e juntar todos para voltar, nem que ele tenha q morrer (e ainda há uma possivel chance dele viver de novo ao voltar a ilha)........ aiiii, Lost me deixa maluca.

Ótimo post DUDE, like always!

lulu disse...

Perae... o corpo do marido da Rousseau não estava jogado (deitado) na areia? com 3 furos perto do coração?? Eu tb entendi q ali era a fumaça que nem aconteceu com Yemi/ Eko.

Mandy_lost disse...

1º- O episódio foi DEMAIS!!! Lost ta cada dia melhor!
2º- Às pessoas que reclamaram dos spoilers:
Galera, o que é isso? Vamos ter um pouco mais de consideração com as pessoas que ficam acordadas até as 2 e meia da madrugada só pra escrever comentários pra gente ler e se informar, sem receber nada por isso???
Quando eu não quero ler spoilers eu não entro no blog, ou não olho pra um post escrito "comentários do episódio X que eu ainda não vi".
Po, o Davi e a Juliana tavam quase desistindo do blog, continuaram pq os leitores pediram e ainda têm que ler esse tipo de coisa escrita por gente que não deve ter o que fazer! Se toquem né?
Davi e Ju, o blog é muito legal e obrigada por vocês fazerem ele pra gente. Nem se incomodem com esses comentários de quem tem preguiça de ler e fica botando a culpa nos outros.
Namastê and good luck!

Breno-Nemo disse...

Davi, sobre o pai de Locke não poder ajudá-lo e algumas coisa mais:
Bom, muita gente fala sobre a mitologia de lost....bom se estamos falando de mitologia....tem um livro chamado o Heroi de mil faces...escrito por Joseph Campbell...que mostra que todos os mitos possuem a mesma formula...a mesma essencia...e em cada região tem uma roupagem diferente...de acordo com suas caracteristicas culturais...ele diz q a essencia do heroi é que primeiro ele é convocado para sua jornada....um arauto aparece e sugere o q o heroi deva fazer....e quando o heroi aceita isso...entao sua jornada começa....nela o heroi encontra conselheiros...figuras maternas ou paternas ou as duas....que o fazem não se desviar de seu caminho...ou lhe fornecendo utensilhos magicos que o ajudaram em sua jornada....mas afinal qual eh sua jornada??? o destino de todo heroi é entrar no ponto 0 do universo....ande a vida surgiu e aonde ela vai acabar....ele chega neste pontoe encontra guardioes...q nao deixam qq um passar por ali....porem o heroi sempre sera capaz de passar esta barreira...assim que passar por essa porta o heroi estara no mundo das trevas....rumando para o submundo...e ao seu destino final...enfrentar o grande monstro....q simboliza nada mais q sua propria mae ou seu proprio pai....aqueles q lhe deram a vida...se vc ir mais longe pode enfrentar ateh deus...que eh a mesma coisa...se vc acreditar q foi ele quem lhe deu a vida...ou q seu pai e sua mae em sua concepçao forma uma forma completa (macho mais femea), divina, nada mais do que Deus....
ao enfrentar seu destino...ao vencer seu oponente o herois entende o universo....da onde ele veio...pra onde ele vai...q ele e deus sao um so....ele entende a eternidade...o q vai alem de vida e morte....percebe q todos sao eternos...assim como seu deus...e da mesma forma q combatia seu pai agora eles sao a mesma coisa..conflito e depois harmonia...

quando o heroi passou pelos guardioes ele representa sua morte para o mundo mortal....pois entrou no mundo das trevas...como inferno de Hades na mitologia grega..agora q o heroi entende a eternidade ele deve voltar ao mundo real....para passar essa mensagem para a populaçao....entao o heroi renasce....sacrificio e depois renascimento...como Cristo...se sacrificou e depois renasceu trazendo a mensagem da eternidade para seus apostolos.....
Agora relacionando com lost....vejo todos personagens como herois...todos tem seu conflitos pessoas...com pais e maes...e monstros interiores.....a ilha é o ponto 0 da vida....guarda segredos sobre muitas epocas e culturas....Todos possuem ajudantes e guias espirutuais q os levam ao caminho certo...as vezes por linhas tortas o q torna o aprendizado de cada um pra o conflito final de cada personagem.....O pai de jack é apenas o auxiliar mitologico de locke...ele mostra o caminho...mas nao pode trilhá-lo por locke...a jornada é dele...bom e se ele vai se sacrificar...é obvio que vai renascer...e como sua morte foi o ponto de partida da volta de todos..seu sacrificio jah trouxe um aprendizado a todos...não??
A serie tem algo muito interessante que é este conflito de fé e ciencia...eu a vejo muito mais na parte mistica...religiosa do que a cientifica.....e o conflito dos temas ilustra nosso cotidiano q as vezes queremos a resposta cientifica para um fato e em outras pensamos somente "ai meu Deus"...rezamos por proteçao...ou botamos fé em alguma coisa....
Gosto Muito de Joseph Campbell...acredito q os criadores da série conheçam sua obra...Joseph campbell foi mentor de George Lucas...a mitologia de Guerra nas estrelas é resultante de muitas conversas de Joseph com Lucas..
Bom desculpe pelo comentario gigante, espero que tenha acrescentado algo as discuções...e espero que tanha dispertado em alguns o interesse de conhecer a obra de joseph campbell

Ivan Kuler disse...

Saudações Davi!

Meu primeiro Post aqui, mas já acompanho seu Blog a muito tempo... PARABÉNS!!!

Carissímo, concordo com o pessoal, realmente escapou um Spoiler.... Mas sabe o que é legal, enquanto eu baixava o episódio passei no Blog, e ao ver o titulo, comentários... Aperetei o botão Voltar praticamente de olhos fechados... logo, não li o primeiro paragrafo...rs rs

Agora uma dúvida/coment... Vc disse:

"Por que ela só conseguiu se lembrar que havia nascido na ilha depois dos deslocamentos temporais?"

Mas ao meu ver, não foi uma questão de lembrar, e sim de omitir.. Pois quando vimos a história dela, ao escavar e encontrar o urso, se bem me lembro ela ficou exitadissima ao ver o simbolo Dharma, como que buscando por aquilo... alias o próprio discurso dela/história demonstra isso, ela buscou por isso a vida dela toda, ou seja como se busca algo que se esqueceu???
Alias, ela não inicia o discurso dizendo que se lembro de algo, ela conta com tom de "confissão", e quando faraday pergunta pq ela estava falando aquilo, ela diz que acahava que ele fosse o tal homem do final do discurso dela, ou seja, uma espécie de aviso a ele, uma confissão ou algo semelhante, alias, pra mim, foi tb como algo do tipo, te conto porque estou morrendo e por mais louco que seja, agora não importa mais!

Sei lá tive esta impressão...

Forte Abraço, e continue com este imenso sucesso que é o Dude!

Ivan Kuler

Juliana Ramanzini disse...

Mandy, disse tudo. Até deletei meu comentário pq vc se expressou melhor do que eu. Obrigada pelo apoio....

E quem dera ter dormido 2 e meia... hahaha... 4 horas da manhã estávamos ainda por aqui.

Por conta de tudo que a Mandy apontou acima, a partir de agora qualquer comentário com reclamação, qualquer reclamação, será recusado.

Saco cheio de gente sem noção!

Juliana disse...

Eu acho que o Montand que pede ajuda no buraco já era o Lostzilla...

Aline disse...

André, também acho que o Faraday tem muita coisa pra contar e revelar ainda. Aliás, como outros tantos personagens, né? Christian Sheppard que o diga!
Em relação ao comentário do Davi sobre a Charlotte, eu estava me referindo àquele que ele fez ao final do post, quando fala de paradoxos e tals. Agora, em relação ao porquê dela só ter se lembrado de tudo no momento da morte... tô pra entender! Talvez a rota que ela fez para entrar na ilha tenha causado uma confusão mental, pois não foi pela mesma rota que saiu da ilha? (viagem na maionese....rsrsrsrsrsrs)

Ivan Kuler disse...

Saudações Davi!

Meu primeiro Post aqui, mas já acompanho seu Blog a muito tempo... PARABÉNS!!!

(BRIGADU JULIANA!!!!!!!!! -> Pela cópia do Post e pelo trabalho aqui no Dude!!!!!!)
Valeu demais!!!

Agora uma dúvida/coment... Vc disse:

"Por que ela só conseguiu se lembrar que havia nascido na ilha depois dos deslocamentos temporais?"

Mas ao meu ver, não foi uma questão de lembrar, e sim de omitir.. Pois quando vimos a história dela, ao escavar e encontrar o urso, se bem me lembro ela ficou exitadissima ao ver o simbolo Dharma, como que buscando por aquilo... alias o próprio discurso dela/história demonstra isso, ela buscou por isso a vida dela toda, ou seja como se busca algo que se esqueceu???
Alias, ela não inicia o discurso dizendo que se lembro de algo, ela conta com tom de "confissão", e quando faraday pergunta pq ela estava falando aquilo, ela diz que acahava que ele fosse o tal homem do final do discurso dela, ou seja, uma espécie de aviso a ele, uma confissão ou algo semelhante, alias, pra mim, foi tb como algo do tipo, te conto porque estou morrendo e por mais louco que seja, agora não importa mais!

Sei lá tive esta impressão...

Forte Abraço, e continuem com este imenso sucesso que é o Dude!

Ivan Kuler

Mandy_lost disse...

De nada Ju, imagina!
O único pagamento que vocês têm por fazer o blog é o nosso agradecimento e apoio. Não é nada mais que nossa obrigação agradecer a vocês e não encher o saco com reclamações hehehe
Um abraço...

Mandy_lost disse...

Eu acho que a Charlotte lembrava de tudo menos que o Daniel falou pra ela quando era pequena pra não voltar pra ilha, pq se ela lembrasse disso ela não teria voltado e teria mudado seu futuro, o que já vimos que não pode acontecer...

Fagner disse...

Pra mim, particularmente, esse episódio foi um dos 5 melhores de toda a série, junto de Walkabout, Shape of things to come entre outros...

A cena do Christian junto ao Locke é algo que me remete a arrepios dignos de jogos como Silent Hill... Simplesmente BRILHANTE o episódio...

Será que ainda veremos Resseau? Ou será que, com esse epi, os produtores "terminaram" a história da francesa?

Nossa... Queria muito ver um pouco mais sobre ela...

Ivan Kuler disse...

Verdade Mandy...

Acredito que a parte do Daniel ter avisado ela, ela não lembrase, mas o resto... acho que ela omitia.

Outro ponto, acho tb que o daniel possa ser o Jacob, se bem que o fato do Lock não ter dito o nome do Dr., me faz pensar se ele não é o porta voz, e sim o próprio....

Breno-Nemo disse...

Pra mim Charlote sabia a verdade...mas talvez soh teria peças de um quebra cabeça desmontado
flash do passado do qual ela não sabia a ordem certa..o que era real e o que não era..
e talvez após os pulos temporais..junto com seu mal estar(vcs se lembram do malucão no barco da naomi tendo momentos de trase e depois dizer q esta aproveitando uma montanho russa....provavelmente uma lembrança de sua infãncia....eu acho que Charlote em seus transes tambem esta revivendo algo do passado)
e então charolote pode ligar os pontos montar parte do quebra cabeça...
acho que charlote morreu por não achar sua constante....
e acho q todos correm esse risco
menos faraday e Locke....faraday falow com Desmond...sua constante...por isso ele é o menos afetado pelos clarões
A de Locke talvez seja Richard...
De Sawyer talvez seja Kate...ele começou sangrar depois que viu Kate fazendo o parto da Claire....ele viu sua constante mas não falow com ela...
As leis do tempo não se aplicam a Desmond talvez por ele já ter encontrado sua constante e ter consciência disso...
Não acho que Faraday seja Jacob...Jacob parece ser alguem consciente de tudo...entende qualquer enigma...conhece todos lugares e todos...
Faraday somente estudou sobre a ilha e os efeitos fisicos....algumas coisa ele ainda não consegue explicar...e sim com certeza tem muita historia dele a ser contada

Fagner disse...

COmentário da aline:

(...)
Aliás, falando nessa cena, o Jin não mudou o futuro. No futuro, as coisas aconteceram exatamente da forma que deveriam acontecer justamente porque o Jin inteferiu. É o mesmo raciocínio da cena da bússula em 1954 entre o Locke e o Alpert.
(...)
-----------------------------

QUe nada... e porque a Russeau não lembrava do Jin? Se ela encontrou com ele no futuro, saberia que ele foi o homem que salvou a sua vida...e mesmo assim, ela não lembrou dele.... Até que os produtores expliquem, pra mim isso foi um furo... Mas que não deixou de abrilhantar o episódio, que no meu ponto de vista, foi sensacional e único...

Breno-Nemo disse...

Eu acho que vc cair numa ilha com um monstro de fumaça...ver um coreano desaparecer....ver seus companheiros de spbrevivencia pirando tentando matar uns aos outros...ver o coreano reaparecer e depois desaparecer de novo...dar a luz a um bebê sem ajuda (aparentemente ainda podem mostrar coisas q provem o contrario) roubarem seu bebê...passar 16 anos nesta mesma ilha....encontrar um iraquiano..que caiu de voõ e tudo q já foi mostrado deve deixar uma francesa maluquinha não acha???
se ela viu jim aparecer e desaparecer duas vezes quando o viu 16 depois..vivendo toda maluquice da ilha ela não deve nem ter ligado
deve ter pensado é só mais uma coisa estranha...eu sou uma maluca mesmo!!!

Aline disse...

Davi, ilustrando melhor o que eu havia dito sobre a Charlotte, veja esse trecho de um site(http://www.xr.pro.br/FC/GlossarioParadoxo.html)[originalmente indicado na comu Lost Brasil pelo Luciano] que trata sobre paradoxos em viagens de tempo:

10) Paradoxo da História Retroativa
Acontece quando pessoas do futuro, que não haviam nascido na época de acontecimentos já ocorridos e historicamente registrados, acabarem revelando-se protagonistas desses mesmos eventos. Esse paradoxo é o outro único paradoxo temporal admitido pelos autores que defendem a idéia do universo em bloco (o primeiro seria o Paradoxo do Continuum, que implica nesse tipo de universo - ver item 21 do glossário).
21) Paradoxo do Continuum
Também chamado de Paradoxo do Universo em Bloco ou Paradoxo Fatalista, envolve o conceito de que tudo o que aconteceu ou acontecerá já está registrado no Continuum, até mesmo a própria viagem no tempo. Nesse caso, não só o passado não pode ser modificado como, por exemplo, um viajante do tempo que visitasse várias vezes um certo momento ao longo de sua vida, acharia lá todas as suas duplicatas desde a primeira visita. De acordo com esse paradoxo, o passado pode ser afetado, mas não modificado pelos viajantes do tempo (ver Paradoxo da História Retroativa no item 10 desse glossário). Este paradoxo afeta vários outros paradoxos e até mesmo o conceito de livre arbítrio.

Sobre a teoria do Universo em Bloco achei algumas coisas na net:

"Alguns cosmólogos modernos gostam de olhar para o Universo como uma entidade única, um “bloco” (block
Universe) no qual o tempo é visto como uma quarta dimensão semelhante ao espaço, sem distinções ontológicas
entre passado e futuro (também chamada de “doutrina das partes temporais”). Olhando este bloco de fora, um observador abstrato pode olhar para o futuro, para o passado, para onde quiser. O bloco não muda, então nesse
sentido não há mudança."

"Nesse tipo de universo 'em bloco', tudo que aconteceu/acontece/acontecerá já
está registrado numa gigantesca matriz de espaço-tempo. Eu não
posso de fato mudar nada. Tudo que eu já fiz e ainda farei já está escrito. Pior, sempre esteve escrito. O tempo não passa e é
estático."

Depois que eu li essas coisas, me chamou bastante atenção o fato de, por essas regras, não existir livre-arbítrio. Me lembrei do slogan desta temporada: Destiny Calls. Também me lembrei da fé cega do Locke e na frase símbolo dele: I'm supposed to do this, dammit! Don't tell me what I can't do! Aliás, o sentido desta frase este presente de forma marcante no episódio de hoje, tanto na conversa com o Christian, como na conversa com os Losties.

Aline disse...

Fagner, a Rousseau pode não lembrar do Jin por algumas razões:

1) passaram-se 16 anos desde que ela o viu. A memória pode ter ficado enterrada nos confins depois de tanto tempo, até mesmo porque, até a 5a temporada, a Rousseau e o Jin nunca haviam tido uma conversa cara a cara. Ela pode ter avistado o Jin junto daquele bando de gente e não ter identificado.

2) as circunstâncias da chegada dela na ilha, o episódio do monstro de fumaça, a "doença" dos seus companheiros e sua morte, o parto sozinha naquela ilha misteriosa, o sequestro da filha, e 16 anos de isolamento... fizeram a francesa pirar e por isso não se ligou qdo viu o Jin no futuro.

3) o universo tem um jeito de "arrumar" as coisas para não deixar inconsistências acontecerem (teoria defendida para este caso específico pelo C.A. do Lost in Lost).

Bruno Dorneles disse...

Só pra repetir uma coisa aos reclamões. Antes de voces lerem "acidentalmente" o comentário, voces leram em letras vermelhas e chamativas:
"Comentários do ep. 5x05 "This Place is Death"

Com severos spoilers para quem ainda NÃO viu o episódio"

Na boa, leu porque quis!

Mas, acho que não repercutiu muito o interessante fato do pai do Jack não poder ajudar o Lock.
Quando ele disse: Não posso te ajudar, eu tive a mesma impressão da Bella Swan ao ouvir os amigos do Jacob( ohh, xarás!) falarem que os Cullen não PODEM ir lá na praia deles. Quem lei Crepusculo sabe do que estou falando.

Também acho que esse "não posso" se refere a uma impossibilidade ao invés de não querer, talves por ele não ter um corpo e não poder encostar, seilá.

Abraços!
Não comento mais porque acho que o resto já foi muito bem comentado por voces.

PC disse...

2 coisas:
- Charlotte só lembrou do Daniel porque ela estava "indo e voltando", ora falava como criança, ora como adulta. Num desses monemtos "criança" ela se lembrou do Daniel;

- Jin não foi responsável pelo destino de Rosseau. Se ele não tivesse feito nada, ela não teria entrada naquele buraco do mesmo jeito. Ou ela passaria mal, ou tomava um tombo, etc. O que está feito, está feito.

Eric Arantes Corrêa disse...

"Sabe aquela história de paradoxos? Pois é, não é meio estranho que Charlotte tenha morrido no passado? Ou será que naquele último salto, ela deu seu último suspiro no presente da ilha?"

Davi, acredito que não deve ser bem assim. Penso que há uma continuidade na existência da Charlotte, mesmo quando ela viaja ao passado e independente se ela morreu no passado ou não. Lembra em "De volta para o futuro 3"? O Doc Morreu no passado do velho oeste, e nem por isso houve um paradoxo.
Acho que a idéia ali é de circularidade. Abraços!

Breno-Nemo disse...

Bruno

Eu não li crepusculo
explicar melhor o contexto da frase talvez possa toranar a discução mais interessante!!!!

Na minha opnião o Pai do Jack não pode ajudar pq ele não pode fazer as coisas pelo Locke

ele tem o seu caminho de provas...seus obstáculos e ninguem além dele pode lutar por isso....

esse é seu destino (Destiny Calls....Ohhhhhhhhhh)

Christian tem o papel de tutor...auxiliar....me lembra o Gandalf em algumas partes do senhor dos aneis....ele instrui Frodo em sua jornada...da dicas e conselhos...ele não pode pegar o anel e ir destruí-lo...este é o caminho/jornada destinada a Frodo

Breno-Nemo disse...

o eric citou De volta para o Futuro

acho q lost trata o tempo diferente de De volta para o Futuro

pois lá o q acontece no passado pode realmente mudar os acontecimentos

Marty é atropelado e sua maãe se apaixona por ele e não pelo seu pai...
a fotografia que ele tinha dele com os irmãos começa a desaparecer...e mesmo o universo dando um jeito de arrumar tudo...no fim bife virou um bobão e seu pai um escritor de sucesso......
ou quando bife leva o almanaque para o seu Eu do passado...no presente ele eh um milhonario....novamente o universo da o jeitinho dele e arruma tudo e no fim de tudo Marty volta pra uma realidade em q doc esta vivo viajando com um trem maluco pelo tempo

Cássio disse...

Sinceramente a ideia de que Charlotte pode ser filha de Ben eh absurda e na minha opiniao, totalmente descartavel... me desculpe! Fora isso, otimo episodio, melhor da 5ª temporada por enquanto!

Thiago Vall disse...

Episódio espetacular...

Muitas respostas....

Minha review do episódio vc lê aqui:

http://raio-xrj.blogspot.com/2009/02/lost-5x05.html#links

Carol disse...

"Por que ela só conseguiu se lembrar que havia nascido na ilha depois dos deslocamentos temporais? O que ocorrera com ela a ponto de praticamente esquecer de tudo?"

Acho que pelo mesmo motivo que Desmond só se "lembrou" do que Faraday disse a ele na porta da Estação Cisne, três anos depois de sair da ilha.

Jorge disse...

Sensacional esse episódio!
Alguém prestou atenção num detalhe do monstro de fumaça? Enquanto ele está arrastando o francês aparece, por uma fração de segundos (lá por volta de 9'04"), alguma coisa como um 'chifre' ou algo que o valha.

Rodrigo disse...

de resto, ainda tenho um comentário: o faraday não poderia ser a constante da charlotte? isso nao poderia ter evitado a morte dela?

Veridiana disse...

aonde eu consigo assistir o episódio ? Tô super curiosa !!

Juliana disse...

Jorge, acho que aquilo era o pé do Montand...

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

acabei de ver o ep,mas um ep ótimo, poxa eu não curtia muito a personagem Charlotte mas devo confessar q eu chorei quando ela morreu, achei triste. adorei a parte do Lostizila, muito ofa, agora ele dá um rigidos irado heheh..
e q papo é esse q o Lostizila é uam especie de sistema de segurança p proteger o templo?? ....
e a parte q Locke fala com o Cristian Shepard é ótima tb...
Adorei a parte quando o Cristian fala, eu falei p VOCÊ mover a ilha não o Ben, muito bom.
uam coisa q não tô conseguindo me lembrer o Ben sabe o Desmond é casado coma Penny ou seja tem uam ligação com ela, pq se ele sabe, agora ele pode ficar perseguindo o Des, lembra q ele prometeu para o Widmore q mataria a Penny.

Aßeunescado disse...

Era o que eu tinha falado lá no início quando os camisas vermelhas morreram.. todos morreram no passado... Agora vocês entendem?

Kurt Donald disse...

Sobre Robert, acredito que aconteceu com ele o que vem acontecendo com vários personagens ao longo das temporadas: De que ele morreu e possivelmente reicarnou...(com o poder da ilha? a fumaça preta?)... rousseau perguntou assim: "vc nao é robert... vc é um hospedeiro?"

isso poderia explicar cristian shephard, Yemi, Charlie, mae do Ben... e acredito que isto poderá acontecer com Locke. Quem sabe?

lucas disse...

epi
sódio muito bom e muito rápido daqueles que se vc piscar vc perde algo muito bom e mais um com ausencia de flashs. O que será que a charlotte gritou ao jin antes de falar em inglês??
E pelo menos deu pra ver que ainda veremos a charlotte na série, ao menos criança pois a visita de faraday a ela ainda não tinha acontecido, ao menos para faraday mas pelo visto quando ele reencontrá-la ele ainda vai tentar avisar a charlotte, é o amor. Pelo que eu vi desde a primeira temporada o lostzilla queria levar locke ao templo dos outros e pra mim assim como acontece com Jack o Christian é mais um que quer fazê-lo de bobo,porque eles nunca giram a roda, e o locke com essa de sempre querer se sentir especial sempre deixa sua ambição falar mais alto, e pra mim ele esava vivíssimo.

Gilbertto disse...

ow, eu acho q ainda vamos ver mais da história da rousseou pelo Montand!
vai q ele ainda está vivo e apareça de surpresa sem braço, deixando jin de cara =P
o bom de lost eh q a gente pode viajar a vontade!
q vcs acham? =P possível?

SMYMER O MOTHEFOKER disse...

Galera LOST está fodástico, esse ultimo episodio então nem se fala.

Muito se especula sobre pq Charlotte só lmebrou agora isso ou aquilo. Bem na minha opinião pelo fato da mãe dela ter feito uma mini lavagem cerebral fazendo-a negar que a ilha existisse e que tudo não passava da imaginação dela já é um começo, porem entretanto todavia, ela sempre contiunou lembrando da ilha, um dos motivos pelo qual ela se tornou antropologa era achar a ilha, sobre as constantes viagens temporais terem fundido o cerebrozinho dela e feito ela voltar no tempo e agir como criança em alguns momentos, explica o fato de só ali naquele momento ela lembrar de Faraday alertando sobre ela nao voltar a Ilha, o tal homem louco que ela falava, e provavelmente esse seja o motivo de a mãe dela ter retirado ela da ilha pq Faraday tenha a alertado do futuro e a convencido que esse mesmo poderia acontecer, talvez até pq a mãe de Charlotte tenha sabido algo sobre a Orquidea ou sobre os poderes da ilha. bem essa é minha teoria.

Sobre a ilha ficar pulando constantemente, parece ser meio besta e simples de se explicar
como foi mostrado no episodio parece que Ben não moveu de maneira correta a alavanca deixando-a pensa e vcs viram que ela estava constantemente dando leves movimentos de um lado para o outro porem de formas até bruscas, fazendo com que as viagens no tempo acontecessem mais rapidamente. pois foi só Locke puxar um pouquinho que resolveu-se o problema creio eu agora que os nossos losties estarãono periodo ativo da Dharma Initiative e se disfarçarão para se tornarem um deles.


Pra botar mais lenha na foqueira quero só ver como será essa volta para ilha, pois se eles simplismente caem lá ou aparecem de barco, pois se isso acontecer e eles se deparararem com Sawyer e cia no periodo da Dharma ativa isso significa que a ilha voltou no tempo porem continuana realidade temporal atual. ou seja no tempo em que os Oceanics six voltaram a ilha.

quero ver como eles vao explicar isso

e só pra terminar onde será que foi parar Bernard e Rose??

Será que Vincent voltou para Walt???

perguntas que nao querem calar

Aline disse...

"Vai dar merda". Fiquei com essa impressão após ouvir o comentário feito por Christian a respeito de Ben.

Me parece que a morte de Locke não foi fruto de seu sacrifício, e sim obre de Linus. Tentando tomar o lugar de Locke?

Acho que o maior manipulador da história está arrastando os losties para uma grande furada.

Fico muuuuito curiosa também para saber o que Charlotte disse ao Jin. Algo muito sério para o coreano estar disposto a nunca mais rever a esposa.

Quantoa nossa francesa, acho que não foi só loucura dela, afinal, não vamos esquecer que o próprio namorado/marido estava disposto a matá-la e a arma não disparou. A ilha protegeu Rousseau? Pq o namorado faria aquilo com ela?


Ahh incrível. Um episódio para ficar marcado entre os melhores!

dirTy_DoZen disse...

Ae pessoal
Em qual episodio e de qual temporada esse tal de Montand ja tinha aparecido? Quero rever isso...

Juliana Ramanzini disse...

Pessoal, a Rousseau falou sobre ele no final da primeira temporada. Ela disse que em tal lugar o Montand tinha perdido o braço. Ela só falou sobre ele, ele não apareceu.

PC disse...

Se forem seguir o que aconteceu com a Charlotte, acho que Miles e Sawyer tb nasceram na ilha. Miles filho do Marvin Candle e Sawyer filho do ...cameraman do Candle???

V!Ni / MiCoRR!zA disse...

Acho que a questão da "doença" dos companheiros da Rousseau está totalmente respondida... pelo que eu intendi, qdo eles desceram naquele buraco do templo alguem/alguma coisa explicou pra eles q a fumaça é um mecanismo de defesa (o que sabemos ser verdade) quando eles voltam a superfície e contam isso pra Rousseau ela acha q eles estão loucos e começa a matá-los, sendo q eles só estavam dizendo a verdade!!

já o pq do Robert atirar nela, foi pq ele pensou a mesma coisa: que ela estava louca por ter matado todos! sendo assim seria mais seguro q ele matasse ela logo antes q ela fizesse alguma outra besteira!

Luiz Paulo disse...

PTQ...
Galera, serio q episodio FODA!
Eu juro q até a metado do episodio jurava q seria enrolation total... Maaaaaas Meu deus! como lost, realmente, nuuuunca me decepciona!
O Pai do jack com o locke foi Top pra mim ! Senhor, q pessoa bizarra, como eu tenho medo qdo aquele loko aparece... Demais Demais demais...
Ele mandando o locke dar oi ao filho dele foi foda ;)

Tda a hst da charlote foi mto boa! e eu acho sim, q a mae dela possa msm ter sido a menina q foi o amor do ben! sei la!

Ah e eu qro ver o q o desmond vai falar ao perceber q a mae do faraday e a tal loka do tempo q perturbou a vida dele em "flashes before your eyes"...

E ficamos mais intrigados com a fumacinha loka ainda... Será q a mesma teria entrado no corpo do marido da rousseau?!? igual ao irmao do Mr. Ecko ?!? ou será que ela só deixou o cra "doente" msm?!? Sei lá o que eh aquilo, só saberemos msm no ano q vem!
E como eh bom, como eh bom ver q desde sempre os produtores saberiam onde queriam chegar! Eles sao fodas... mto fodas!

Por isso que lost eh , e ctz sera msm por mto tempo, a melhor serie de tdos os tempos! Sem duvida!
E essa quinta teporada está realmente se superando ! e como...

biscwi disse...

A cada novo episódio tenho mais certeza que Ben matou Jeremy Benthan (Locke)...

Cristiano disse...

Aline, obrigado pelo link sobre paradoxos!!! estava louco pra ler algo sobre ;]

a__majoire disse...

@biscwi, partilho da mesma opinião que tu. Também acho que o Ben matou o Locke.

E mais tenho andado a pensar e a meu ver acho que com a saída de Locke da ilha os flashes pararam no tempo da dharma, antes da purgação. E o Ben vai tentar matar os Oceanic Six e o resto dos sobreviventes quando chegar à ilha. Na verdade, acho que o Ben é mesmo muito mau (mas eu não consigo odiá-lo e acho que é o melhor actor em Lost), um verdadeiro vilão.

A minha cabeça anda completamente "perdida", com tanta informação e tantos paradoxos, já nem sei o que pensar.


Namaste.

Ana - Portugal

Ricardo "Torun" disse...

Parabens ao blog! continua excelente!

Bem... se a história da Rousseau for dada como encerrada assim, vai ficar um gostinho de "não to satisteito, queria mais" na boca...

Uma teoria que eu pensei enquanto via o episodio: Será que a Charllote não viaja mais vezes no tempo a cada flash que os outros? Isso poderia explicar porque ela começa a sentir os efeitos colaterais bem antes dos outros, a evidente confusão mental dela e tb como ela sabia do poço...

Como sempre, o Ben é genial!! é o melhos personagem na minha opinião!!
E como sempre tb, o locke é o maior pateta! como eu ri qdo o Sheephard disse "eu mandei VOCÊ mover a ilha" e a cara do locke de "huuum... não tinha percebido esse detalhe..."
uhahuahuahhuahuahua

Quanto ao "me ajudem!" vindo da toca do monstro, acho que era uma isca do próprio monstro... Não consigo imaginar alguem com os braçoes recem arrancados gritando de forma tão "tranquila"...

Erik disse...

Um delírio meu... Mas acho que a Charlotte pode ser filha do Horace, aquele cara que ajudou no parto do Benjamim Linus, pois só vimos ele morto e não vimos a esposa dele.

Patricia Matos disse...

Só uma coisa Dani e Juliana. A Charlotte fala pro Miles, se n me engano, que estava procurando pelo lugar onde ela nasceu. Ou seja, ela se lembrava sim de ter nascido na ilha e n se lembrou pouco antes de morrer como vcs disseram.

Adoro o blog! Bj!

SUYANE disse...

Breno-Nemo,
Muuuuito bom seu comentário sobre a mitologia. Elas são semelhantes em todos os povos basicamente por que todos temos as mesmas perguntas existenciais, os mesmos conflitos. Vejo a série como um embate fé/razão (Locke/Jack), que ao final, mostrará que elas podem andar juntas, coexistir e se complementarem. Esse episódio superou minhas expectativas. Eu AMO lost!!!!!!!!!!!!!!!

mary disse...

(1) Por que ela só conseguiu se lembrar que havia nascido na ilha depois dos deslocamentos temporais?

davi, eu não acredito que ela nao lembrasse que havia nascido na olha. acredito que ate então ela so nao quis contar. e so resolveu contar pq lembrou do daniel na infancia. aí sim foi alguma coisa que ela lembrou devido a viajar no tempo. mas acho que se ela nao lembrasse que havia nascido la, ela nao teria feito aquele comentario do faraday no final da 4ª temporada. enfim, posso estar falando besteira, é so minha opinião.

David disse...

Já ia escrever o que Mary disse :-)

Flávio Souza disse...

Como assim esse episodio não revelou muita coisa ? O Frances disse o afinal o que é o monstro de fumaça , ou so eu que ouvi

James disse...

Davi Garcia,

o motivo dos claroes era a roda q tava fora do eixo certo?(pq quando ben girou ela, ela ficou fora do eixo naum sabemos pq, ainda vai ser explicado, talvez por causa q era locke q era pra girar).

entaum locke falou q pra acabar com os claroes tinha q trazer os oceanic six, acho q isso naum eh verdade, o movito dos oceanic six voltar pra ilha deve ser outro, e naum pra parar os claroes, pois ate os claroes acabou, pois locke botou a roda no eixo.

Alguem ai concorda comigo?

Ricardo "Torun" disse...

James, sua ideia faz sentido. Porem, pode ser que seja necessário voltar com os Oceanic 6 pra ilha também. Como a gente tem visto, a série é cheia de "coincidencias", com varios personagens ligados entre si. Ainda acredito que todos do avião tenham uma ligação especial com a ilha, de alguma forma...

Acho ainda um pouco cedo pra descartar ambasas possibilidades.

Também acho que, talvez, o ben tenha até deixado a roda fora do lugar de propósito. Talvez ele tenha mais um plano em andamento! ("I aways have a plan, jonh!" ;)

rukbah disse...

Eu acho q o monstro tomou forma do francês... assim como aparentemente tinha tomado forma do irmão do Mr. Eko e até como muita gente suspeita em forma de Vincent! Eu não acho q ele tenha ficado louco...

James disse...

Vcs falaram que Christian não ajudou Locke, pois ele seria um espírito.
Mas acontece que ele pegou Aaron no colo, e aí!?

Davi Garcia disse...

James, há uma diferença entre afirmar e perguntar, que foi exatamente o que eu fiz com relação à cena do Christian com o Locke.

James disse...

Vc perguntou, afinal, interrogação configura uma pergunta. No entanto tem gente que suspeita fortemente que ele seja um espírito aqui nos comentários, então fica a questão pra vocêS. Se ele não tocou em Locke pq era espírito, então como ele pega Aaron? Sendo assim, se ele é um espírito, tocar ele pode e não tocou pq não quis ou não deveria.

Giovana disse...

Olá! Legal saber que vocês compartilham da mesma idéia que eu, de que Annie pode ser a mãe de Charlotte, criei até um tópico lá na comunidade! Bacana, abraços!

Velha Cibernetica disse...

hmmm...James, e SE, os oceanic six não tiverem necessariamente que voltar a ilha? ou seja, isso é apenas uma consequencia, mas que tem que acontecer. Vejamos, Jin dá a aliança para Locke. Logo, Locke tem que sair da ilha, para ser morto por Ben, que usa a aliança para convencer a Sun a voltar. O facto de os seis voltarem para a ilha, implica que Locke saia (e gire a roda), logo, os clarões também param.

não sei se me expliquei bem. Enfim...é só mais uma ideia!