05/01/2009

Novo review sobre a estréia da 5ª temporada de Lost

Se você visita o Dude com regularidade e gosta de ficar por dentro das opiniões do sortudos da imprensa americana que já viram os dois episódios da estréia da 5ª temporada, certamente deve ter lido algumas traduções que postei na semana passada aqui e aqui. Agora traduzi um review autoria de Don Kaplan que o DarkUfo divulgou e que foi publicado pelo New York Post no dia 2 de janeiro.

O texto, claro, tem spoilers!

O grande segredo de Lost é finalmente revelado.

Após quatro anos, o mistério de Lost é revelado nos primeiros minutos da esperada estréia da quinta temporada. Se você acha que já sabe demais sobre o que está reservado, pare de ler agora mesmo.

Leia o Review

    Na essência, Lost é uma série sobre viagem no tempo. Foi isso que resgatou a série na temporada passada depois de duas temporadas de histórias que não iam a lugar nenhum. As histórias começaram a se desenvolver com flash forwards e o foco colocou no passado o triângulo amoroso entre Jack, Kate e Sawyer.

    As revelações que estão por vir vão encerrar anos de discussões na internet e instantaneamente gerar várias perguntas fervorosas entre os fãs dedicados sobre o que estava acontecendo o tempo todo.

    Sem entregar muitos detalhes, a remota ilha tão integral às vidas dos sobreviventes é a fonte para o que um cientista muito importante na série chama de "poder virtualmente ilimitado". E o "poder" foi controlado, quase que por acaso para viagens no tempo.

    "Você não tem idéia de quão difícil seria para mim explicar esse fenômeno para um físico quântico", diz o super cientista Daniel Faraday a Sawyer, o simpático bad boy que permaneceu confuso e sem camisa desde a temporada passada.

    A viagem no tempo nessa temporada parece ter substituído os flashbacks e flash-forwards. Em seu lugar, enquanto assistimos memórias do passado ou eventos no futuro, parte dos personagens deslisam através do tempo, como uma agulha num toca-discos.

    É claro que se tratando de Lost, mesmo com a grande revelação feita, há várias outras que permanecem sem respostas. (Até porque, a série ainda tem duas temporadas antes de chegar ao fim.)

    Por enquanto, a história parece ter sofrido uma virada. Por pelo menos uma parte dessa temporada, aqueles que ficaram na ilha não sabem onde ou - mais especificamente - quando estão.

    A ação salta entre os que escaparam da ilha na temporada passada, apenas para se descobrirem muito piores, e seus amigos que ainda ficaram presos na ilha que viaja no tempo.

    Como em "Lost Horizon", filme clássico de 1937 de Frank Capra, o elenco de Lost se encontra lutando para voltar e fazer as coisas da forma correta.

15 comentários:

Fringe Blog Brasil disse...

Caramba, comparar o elenco de Lost com o do filme " Lost Horizon ", não é coisa para qualquer um.

lucas disse...

não entendi a revelação do grande segredo, isso já havia sido revelado no fim da quarta temporada. A viagem no tempo por si só já explica muita coisa, e faz a gente especular várias coisas.

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

não entendi a revelação do grande segredo, isso já havia sido revelado no fim da quarta temporada. A viagem no tempo por si só já explica muita coisa, e faz a gente especular várias coisas.
[2]

Carlos disse...

não entendi a revelação do grande segredo, isso já havia sido revelado no fim da quarta temporada. A viagem no tempo por si só já explica muita coisa, e faz a gente especular várias coisas.
[3]

Shender Evil disse...

na verdade não foi revelado que a ilha tinha voltado no tempo nem que os persoangens iam fikar se deslocando no tempo na proxima temporada...
a ilha apenas tinha sumido

Anônimo disse...

Acho que o tal grande segredo é aquela parte do texto que ele diz que a ilha é a fonte de um "poder virtualmente ilimitado".

Ok, isso é muito subjetivo, pode ser muita coisa, e antes que chova perguntas do tipo "-Mas e o monstro de fumaça?, e o pézão gigante?, e os numeros?, lembren-se que ainda restam 2 temporadas.

Anderson disse...

não axo que revelou mt coisa não...
XD

Thiago Crato disse...

Bom, fomos tendo a confirmação de que a ilha realmente se moveu para o passado durante esse tempo de espera, mas a revelação só foi feita depois que os dois episódios foram liberados. Não foi revelado no final da temporada passada não!

Cara, as vezes tenho medo que Lost acabe como um filme que vi, onde existiam oráculos, guardiões, etc e que no final descobre-se que nada pode ser feito para mudar o destino trágico das coisas. A ilha seria uma história cíclica, que se repete, se repete, se repete...e só o que muda são as pessoas que passam por lá.

Carlos disse...

Thiago Crato: qual o nome deste filme? é um bom filme?

Juliana disse...

Achei meio pedante este Review. "O grande segredo de Lost é finalmente revelado" soou quase oportunista. Primeiro porque, como o pessoal já falou aqui nos comentários, a viagem no tempo já estava evidente desde a temporada passada, com o vídeo de orientação da estação Orquídea, além da "viagem" de Ben depois de girar a roda congelada. Segundo que tratar de viagem no tempo não foi a grande inovação narrativa de Lost. há vários trabalhos que têm o mesmo tema. Porém as grandes questões que Lost nos traz são como isso acontece, porque isso acontece, quais os propósitos de quem descobriu/criou esta propriedade, a relação disso tudo com a ilha, com tudo o que acontece nela, e com as pessoas envolvidas.
Por fim, dizer que a segunda e a terceira temporada não levavam a lugar nenhum foi quase ofensivo, além de evidenciar a falta de atenção deste colunista para com a série. Todo mundo que acompanha Lost já aprendeu que mesmo aqueles eventos mais mornos e aparentemente menos importantes podem ser resgatados em seguida e servir como explicação/referência para algo maior. Tá aí a kombi Dharma do Hurley que não nos deixa mentir. Muita gente execreou aquele episódio e, pouco tempo depois, ele foi referência quando se mostrou a tal Purgação promovida por
Ben.

P.M. disse...

Ta me ocorrendo um conflito...
Se a ilha viajou só no tempo, ela nao deveria ter sumido do mapa. Então por consequencia ela viajou no espaço.

Se ela viajou no tempo meeeeesmo então tcham tcham tcham a ilha estava lá! o tempo todo! o pessoal do helicóptero não a viu porque ao voltar no tempo a estação espelho estaria funcionando e tornou a ilha novamente oculta!!!

E pior do que isso, me ocorre mais um conflito... Os sussuros são tentativas de viajantes do tempo entrar em contato com os persoanages do tempo-momentâneo da ilha, porém, são impossibilitados por algum motivo que não me está tão claro assim...

E vamos teorizar!
LOST é isso aew

Thiago Crato disse...

Carlos, tenho a memória péssima. Mas é um filme conhecido. Vou dar uma revisada aqui nos filmes. Mas tenho quase certeza de que é um famoso.

Concordo com Juliana. Esse post foi meio estranho.

P.M., acho que não. Acredito que a ilha sumiu pq no passado não era ali que ela se encontrava. Mas só vamos ter certeza quando o espetáculo recomeçar!

Carlos disse...

Thiago Crato: beleza.....se souber o nome posta aqui, ok? achei a estoria interessante. Você gostou do filme?

Malucom disse...

Thiago Crato, pensei que o filme que você citou fosse Matrix.

Tanta luta pra no final ser tudo um joguinho entre a Oráculo e o Arquiteto, em que todos foram manipulados durante os 3 filmes! Além de deixar perguntas sem respostas. Decepcionante!

Concordo com a Juliana. Dizer: "depois de duas temporadas de histórias que não iam a lugar nenhum" é simplesmente ridículo!

Thiago Crato disse...

Carlos, pronto, desculpe não ter mais visitado os comentários desse post.

Malucom lembrou o filme: Matrix. Falei que era um famoso, minha memória é uma vergonha. Enfim, em Matrix Revolutions eles dizem que tudo aquilo é inevitável. Um cíclo, tágico e inevitável. Depois de tanta filosofia entre elas a de simulação de realidade, é assim que acaba. Espero que Lost não siga esse fim, neh? Ja imaginou?