14/01/2009

Matthew Fox no Oscar?


Se depender da previsão dos produtores de Lost, Damon Lindelof e Carlton Cuse, é exatamente lá, na principal festa do cinema mundial, que o intérprete do Dr. Jack Shephard estará daqui a quatro anos.

Leia mais...

    Em matéria da Details Magazine, a dupla por trás de Lost diz ter certeza que após o fim da série, Matthew Fox vai virar as costas para a tv e se concentrar em fazer filmes desafiadores.

    "Ele tem a mistura perfeita de charme e perigo, a aparência de um protagonista boa pinta, e qualidades heróicas como ator", disse Carlton Cuse. Já Lindelof, defende que Fox "tem o potencial de ser protagonista, mas que o ator está mais interessado em papeis peculiares e transformadores."

    "Daqui três ou quatro anos, o vejo sendo indicado como ator coadjuvante... Ele quer que a atuação seja difícil, torturante. Ele não quer nada fácil", encerrou o co-criador de Lost.

    E você, divide essa mesma certeza do Damon Lindelof, ou acha que o Fox só serve pra fazer papel de galã e deveria se contentar com isso?

11 comentários:

Aßeunescado disse...

Acho que ele não volta muito cedo pra séries...

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

eu concordo com os produtores acho ele boma tor, claro q ele ainda tem muito q aprender mas eu tb o vejo no fututo fazendo papeis de protagonista e sendo indicado a pr~emios como o Oscar, pq não ?

Anônimo disse...

Bem.eu fui ver ponto d mira no cinema so por ele tar no elenco.merece mt a curto prazo ser uma verdadeiro oscar..o k p mim ja o é desde k o vi em lost pela 1vez.sem duvida p mim. mt,mt sucesso dude..

Anônimo disse...

o Matthew vem 'negando' a TV a muito tempo,Há algum tempo que ele vêm dizendo que quando LOST terminar ele não volta coisa e tal,mas ele não é nenhum bãm,bãm,bãm da interpretação portanto o que vai acontecer é ele querer fazer só filmes e não vai dar muito certo,aí vai ter que retornar para a TV.
parece que o Matthew não aprendeu nada com o Jack "Nunca diga Nunca" pois o futuro é incerto meu caro!

Anônimo disse...

Não acho isto de "Jack". Existem dois atores que arrasam em Lost, extremamente melhores: "Locke" e "Ben". Definitivamente, excelentes atores.

Paulo H. disse...

Vai ser complicado olhar Matthew Fox como outro personagem depois da jornada Lost...mas acredito que ele tem potencial pra qualquer papel.

7 dias!!!

lucas disse...

não acho ele grande coisa não, ele é razoável, e pra mim ele tá muito longe de um oscar, tem muitos atores melhores que ele em lost. Ah tamém não acho o terry grande coisa, pra mim eles só ganham destaque por ser os principis, prefiro o jorge, a yunjin Kim, o josh, a Elizabeth, a Evangeline...

Ellen Gibb disse...

Para mim o Matthew Fox está longe de ser o melhor de LOST a ponto de os produtores puxarem tanto o saco dele. Desmond, Locke e Ben são os melhores para mim. Colocam o Jack no chinelo.

Anônimo disse...

Não concordo com eles.. tem muito ator que deixa o Matthew Fox no chinelo... Oscar ja é exagero..

Amenar Neto disse...

Concordo plenamente! O pessoal fica puxando o saco do Terry e do Emmerson (Esse sim!), mas não valorizam o potencial dramático e emocional do Mattew.

Vida longa ao Jack!

ps: Desmond bom ator?! Se matando, né pessoal!

Rafael Carvalhêdo disse...

Muita gente não sabe avaliar uma boa atuação se não se baseando pelo carisma ou pelos conflitos que o personagem sofre.
Jack é um personagem complexo, ao meu ver, um dos mais bem escritos da série. Seus conflitos são desenvolvidos de forma delicada e geralmente são encontrados no subtexto da trama. Matthew Foz tem toda a consciência disso, tem domínio do personagem e é intenso, ele sabe explorar as cenas dramáticas muito bem. E seu talento é subestimado porque muita gente não consegue ver além do óbvio que os ótimos textos de Lost mostra, assim fica realmente difícil enchergar o tamanho do trabalho que Matthew Fox suporta controladamente.

Um ótimo ator, com certeza! E o pior... tem muita gente em Hollywood que não conseguiria fazer ou suportar suas obrigações para com a série. Ele de fato tem talento e força pessoal pra segurar um papel protagonístico... e é sempre interessante ver um ator com pinta de galã desenvolvendo papeis experimentais.