23/01/2009

A estreia da 5ª Temporada - Easter Eggs, curiosidades e repercussão

Com spoilers para quem ainda NÃO viu a estreia da 5ª Temporada

***** Atualizado com 2 novos easter eggs e as repercussões *****



Da esquerda no alto e no sentido horário - Às 8:15 (o número do voo Oceanic) - da manhã um relógio toca. Mais um dia começa, um homem se levanta, põe Shotgun Willie de Willie Nelson para tocar (a faixa posteriormente começa a entrar em repetição contínua. Uma dica antecipada para o fenômeno na ilha?) e vai dar a mamadeira para o filho ainda bebê*. O homem em questão? Pierre Chang, aquele que nos acostumamos a conhecer como Marvin Candle. Ele está na ilha tem uma casa confortável na vila Dharma, grava mais um filme de orientação em que cita a presença de'indígenas hostis' em determinada área, e é o responsável por uma importante operação em andamento na ilha...

* Quem aqui consegue resistir à ideia de que um dia descobriremos que o bebê em questão é Miles?

Leia mais...


    Só pra constar. Repararam como esse cara que apareceu gravando o filme de orientação da estação Flecha se parece com Sawyer? Bom, pode ser pura besteira, mas com esse lance de viagens no tempo e tal, quem sabe se essa semelhança pode ser útil em algum momento para o golpista, né? A conferir.


    Algo dá muito errado durante uma operação na estação Orquídea. Os equipamentos começam a literalmente derreter, funcionários sentem terríveis efeitos colaterais do trabalho e uma chapa revela a curiosa imagem da roda de burro que anos depois veríamos Ben Linus girando. Chamado ao local, Pierre Chang explica que o lugar guarda a fonte de energia da ilha e que se controlada proporcionaria a manipulação do tempo. A deixa perfeita para o choque o maior choque dos minutos iniciais da temporada: a aparição de Daniel Faraday. Difícil precisar o período daqueles acontecimentos, mas levando em conta que a Dharma iniciou suas operações na ilha no começo da década de 70, julgo ser bem razoável assumirmos que Faraday esteve por lá nessa época. Agora, será que sua presença foi fruto dos deslocamentos da ilha no 'presente' ou ele seria efetivamente um funcionário Dharma? Fico com a primeira opção.


    Reforçando a ideia de que a ilha está literalmente viajando no tempo, os sobreviventes que ficaram para trás logo descobrem que o acampamento da praia sumiu. Quer dizer, como explica Faraday - que também voltara no tempo porque o bote devia estar dentro do raio da ilha (palavras do físico) -, o acampamento simplesmente ainda não existia naquele momento. Bizarro? Sim. Plausível? Totalmente.


    Locke testemunha a conturbada chegada do avião nigeriano à ilha, encontra a famosa estátua da virgem Maria que era usada para esconder heroína, vai ao local da queda da pequena aeronave que descobrira com Boone ainda na 1ª temporada e tem um encontro inusitado com Ethan Rom depois de ser atingido por um tiro dele e que só não o mata depois de ouvir dele um monte de 'absurdos sem sentido' porque a ilha mais uma vez salta no tempo para outro período, agora mais recente onde mais tarde o vemos se reencontrando com Alpert, que ainda enigmático*, diz que saber em que tempo a ilha estava era uma questão relativa. Outro detalhe curioso? Alpert sabia que Locke fora baleado antes deste ter contado a ele. A explicação dada é que se ele ainda não havia contado, esse momento chegaria. Outra dica do episódio relativa à repetições, looping e etc? Acredito firmemente que sim.

    *Notaram a dica da bússola dada por Alpert a Locke? Ela faz referência ao mesmo objeto que o carequinha aparentement deveria ter escolhido quando criança. Algo perfeito para simbolizar a impossibilidade de Alpert eventualmente não reconhecer Locke num outro encontro.


    Preste a embarcar para Los Angeles, Sun é procurada por Charles Widmore que deseja saber dela que interesse seria aquele que os dois teriam em comum. A resposta? Matar Benjamin Linus. O encontro foi rápido, mas lançou as bases que deram um sentido ainda maior ao diálogo que a corena (agora uma mulher absolutamente fria e calculista) teve com Kate mais tarde. Seria ela a pessoa por trás dos advogados que forçaram a fuga de Kate? Se sim, estaria ela jogando todas as fichas para atrair Ben Linus ou na verdade ela está armando um circo para expor o próprio Charles Widmore?


    E como citei a Kate, reparou que pouco antes da fuga aparece esse porta- retratos com uma foto de Jack e Aaron?



    Faraday e suas anotações repletas de equações. Alguém se aventura a interpretá-las? Existem regras para as viagens no tempo e como o físico diz, "O que aconteceu, aconteceu" e nada pode ser alterado, mas ainda assim ele procura a ajuda de Desmond, então morador da escotilha, e despejando um monte de pedidos de socorro aparentemente sem sentido para o 'brotha', apela pela ajuda daquele que é sua constante e a quem classifica como especial por ser livre das influências daquelas mesmas regras rígidas do tempo. Desse encontro uma certeza: esses dois personagens terão papel fundamental na trama da ilha e seus deslocamentos temporais.


    Logo no início de The Lie fiquei curioso com a quantidade de closes rápidos na garrafa de cerveja que Lapidus pegou na geladeira do barco. Daí, pausando a imagem daqui e dali, consegui fazer essa captura identificando a cerveja como sendo Jekyll Island (ilha), uma coincidência por si só já bem interessante no nome, não? Pois é, mas o outro detalhe igualmente curioso, é que essa mesma cerveja já apareceu antes em outras séries como Dexter e Prison Break. O nome da cerveja - que é fictícia diga-se de passagem -, remete a um resort localizado numa ilha próxima ao estado americano da Georgia onde conta a história, aportou o último navio negreiro a chegar aos EUA.


    Hurley e a conversa com a falecida Ana Lucia. Já está quase virando uma tradição Hurley conversar com mortos. Na temporada passada foi com o Charlie (além da menção ao Mr. Eko) e agora a ex-policial durona que disse a ele que ele tinha muito trabalho a fazer e que ele não poderia ser preso, um aviso que o dude ignorou mais tarde se entregando para a polícia.


    Que tal o objeto que Faraday carrega na mochila, hein? Alguma espécie de localizador, talvez? Pelo que o Faraday diz sim, até porque ele se parece muito com um sextante.


    Para as interessadas, o telefone (fictício) de Jack Shephard :p


    Lembra da série estrelada pela falecida Nikki? Pois é, parece que a paixão por Exposé é algo comum na família Reyes. Ah, e um detalhe curioso. Quem fala o "previously on Exposé" é o produtor executivo de Lost, Carlton Cuse que se não tivesse o emprego que tem, poderia muito bem se virar como locutor, não?


    Desafio: tente olhar para essa imagem e não achar a menor graça :p


    Os números malditos não foram esquecidos. A ida de Ben a um açougue, que na verdade é apenas mais uma fachada de cobertura sob seu controle, traz a presença de 2 dos números daquela sequência maldita que tanta sorte e azar trouxe ao Hurley e que permanece como um dos principais mistérios da série.


    O encontro entre Ben e a cada vez mais misteriosa Sra. Hawking. Pouco antes de revelar ao (ex) líder dos Outros que ele tinha não mais dos que 70 horas para reunir os Oceanic 6 mais Locke/Benthan, ela rascunhava fórmulas num quadro negro enquanto o que parecia ser um mapa era desenhado a laser. O que significa a tal janela de evento determinada? Um possível ponto de localização física da ilha? Faria perfeito sentido, não? E as 70 horas? Seriam o tempo restante até que a ilha saia do 'radar'? E mais, onde é que a Sra. Hawking se encaixa na trama afinal? Por que ela tanto insistiu para que Desmond fosse para a ilha? Com tudo o que vimos nesses dois episódios, será que temos agora a perspectiva de que existam pessoas com pleno conhecimento do tempo e de que quais peças são fundamentais para que a roda do destino siga girando?

    Atendendo a pedidos, uma captura mais detalhada da tela onde a Sra. Hawking inputava ou colhia dados. Qual o significado daqueles pontos? Possíveis movimentações que revelariam sua localização geográfica, talvez?

    E por último... Lembra do Irmão Campbell, o líder do monastério onde vimos Desmond no ep. 3x17 "Catch 22"? Curioso notar que além dos dois terem sido vistos em ambientes religiosos, a evidente ligação dele com a Sra. Hawking começa agora a revelar uma posibilidade nova: e se o maior ardil dos conspiradores (se é que eles existem) sempre foi o de movimentar as peças certas para aproximar a ciência da fé num ambiente único como a ilha? Quem muito bem apontou essa questão foi nosso amigo Carlos Alexandre do Lost in Lost quando disse o seguinte em seu comentário sobre a estreia: "Preparem-se para ver as grandes conspirações começando a se revelar, testemunhar a ilha mergulhando em suas origens e momentos críticos em seus delírios temporais e, finalmente, ver ciência e fé se aproximando até se unirem, qual laboratório e igreja numa mesma construção - sutil sugestão dos instantes finais de “The Lie” - a fim de tentar restaurar a ordem, de poder restabelecer a lei.”".

    Repercutindo o episódio

    "Confesso que rolou um inevitável desconforto com a exposição nada sutil do Halliwax logo no começo ("energia que, se colhida da forma correta, pode nos dar o poder de viajar no tempo!!!!!" Fiquei esperando ele erguer o braço bom e gritar YATA!), mas a jogada de mestre foi fazer a ilha ficar com soluços temporais, ao mesmo tempo banalizando e renovando o conceito de viagem temporal no contexto de Lost."

    Rafael Savastano - Comunidade Lost Brasil do Orkut

    "Os dois primeiros episódios desta quinta temporada nos mostraram que é este personagem que experimenta a verdadeira doença. Os “saltos no disco” que ameaçam os personagens com a possibilidade de demência e morte são nada mais do que efeitos colaterais do caos que assola um organismo maior. E, hoje, é a ilha que busca suas constantes - seis daquelas pessoas que também foram drasticamente afetadas ao serem deslocadas para longe dali..."

    Carlos Alexandre Monteiro - Lost in Lost

    "A grande reviravolta, é claro, ficou para o final, quando encontramos Ben sendo colocado contra a parede por Mrs. Hawking, a senhora do destino, supostamente controlando alguma coisa com um dispositivo pra lá de esquisito. Ele tem 70 horas para voltar com todos e eu não consigo esperar nem mais um minuto para saber o que vai acontecer em seguida. Inevitavelmente, após ver este episódio, eu me lembrei de Tim Kring, o autor de Heroes que orientou jovens roteiristas a não criarem tramas com viagens no tempo. Coitado, ele deve estar se remoendo agora!"

    Bruno Carvalho - Ligado em Série

    "Mas, o que fez a distorção do tempo de "The Constant" funcionar tão brilhantemente, e o que faz esses dois episódios funcionarem quase tão bem quanto (eles estão tentando explorar uma trama muito maior do que a de The Constant, portanto o foco naturalmente não é tão centrado) é que eles nunca ignoram o elemento humano. Sim, coisas enlouquecedoras estão acontecendo, algumas das quais fazem sentido se você para paraexplicá- las, outras tantas que não fazem o menor sentido, mas no centro de tudo estão os personagens reagindo de uma forma que lhes parece correta, e isso é tocante de certa forma."

    Alan Sepinwall - Crítico de tv

    "Eles não podem mudar o futuro ou o passado (não dá para matar o Hitler ou Ele é especial, e as regras se curvam para e ao redor dele. E por mais que tenhamos na série um histórico de personagens "especiais", alguns deles o são porque suas mães lhes disseram isso, alguns deles são especiais porque simplesmente tem o dom de contrariar regras restritas. Entendeu? Não? em nós, mas quem se importa?"

    Kristin dos Santos - E! Online

    [A música] ""Shotgun Willie" exemplificou muito bem toda a questào de looping temporal, onde se experimenta os mesmos eventos seguidamente, à la Bill Murray em "Feitiço do Tempo" ou Desmond em "Flashes Before Your Eyes". Fico pensando se é esse o destino final de Lost uma vez que os saltos acabem: um conto de looping no tempo, no qual testemunhamos os losties no passado ajudando a gerar a história da ilha que arma o cenário para seus dramas futuros. A presença de Faraday na Iniciativa Dharma no anos 70, sugere isso. Ou talvez iremos ver os sobreviventes levados de volta ao ponto onde o Oceanic 815 caiu experimentando toda a saga de novo."

    Jeff "Doc" Jensen - Entertainment Weekly

    "Sou fascinado por histórias que envolvem viagem no tempo... Dito isso, confesso que fiquei decepcionado... o que realmente me incomodou (mais: irritou) foi o fato dos roteiristas e dos diretores Stephen Williams e Jack Bender insistirem em tratar como "grande surpresa" a revelação dos rostos de tantos personagens: vejam, é Marvin Candle com o bebê! Olhem só: Daniel Faraday na caverna! Oh, Deus, não acredito que era Sun no hotel! E o atirador de facas era Locke? E quem é aquele segurando a tocha na mat... oh! Richard! E a senhora com o capuz é aquela..."

    Pablo Villaça - Cinema em Cena

    Obs.: Para ler os comentários completos de cada um deles, basta clicar nos links.

107 comentários:

Anônimo disse...

O Faraday mentindo pro Sawer dizendo que não aconteceria nada se ele batesse na porta, que ng abriria! Só que quando o Desmond sai da escotilha ele fala: pq vc está batendo a 20min na minha porta? Ou seja..ele ouviu o sawer bater. Esse fisico ta escondendo mt coisa, vejo pela cara dele!

namastê

Oliver Fuchs disse...

O Hurley com essa camisa, e quando o Ben aparece e ele leva um susto, e joga o sanduíche nele, foram as cenas mais engraçadas.

Guilherme disse...

Simplesmente adoro a cobertura completa que o blog faz sobre a estréia de LOST!!
Minha parte favorita são os Easter Eggs....muito obrigado por disponibilizar isso para os milhares de fãs!
Admiro muito o trabalho de vocês.

Carla disse...

O Miles parece ser filho do Marvin, sim, e a Charlotte é filha de quem? Ainda não descobri...

Pondexter disse...

Seria um motor pifado ou o monstro de fumaça que atacou o avião que estava o irmão do Ecko???

Acabei de ver os dois primeiros episódios e vim correndo para cá saber dos easter eggs!!!

Amanhã cedo estarei de volta para ler o post prometido!

Abraço!

Shender Evil disse...

Ahá!
Mas agora faz todo o sentido a minha teoria de que aquele episódio cujo nome é um número (algo como 315, nao lembro), seria o tempo que eles teriam a partir de dado momento, para poderem 'ir para a ilha'... na época eu tinha mencionado uma espécie de portal, mas agora a janela de evento traz melhor o que eu queria dizer...
creio que em dado momento dakele episódio, eles terão 315 segundos para fazer algo, às pressas, por ex, e cruzar a janela de evento.

Anônimo disse...

qnd hugo pega dinheiro da carteira do sayid tem uma fio de cabelo branco na camisa do sayid!

Anderson Alencar CE disse...

aquela mulher que aparece do nifal do seguno episodio vcs sabem quem é? eu tenho uma impressão que ja vi ela naquele episodio q o desmond volta no tempo e encontra o charlie tocando na rua, ai essa vea aparecede na frente dele e diz... vc tem q voltar a ilha... será que ela é tipo uma oracle da ilha ou coisa assim...

Wagner Kirmse Caldas disse...

Quanto a Miles ser o filho de Candle, não sei se seria, acredito mais na Charlotte. Ela não é oriental? tudo bem, Alex era francesa. O bebê pareceu meio loiro e não reparei se tinha os olhos puxados. Outra coisa, não nascem crianças concebidas na ilha, será que o Dr Candle estava a menos de 1 ano e seis meses com a família na ilha?

Quanto ao número 315, acredito que sejam as coordenadas para voltar para a ilha. No final da segunda temporada era 325º que o Michael devia usar para sair, na 4ª temporada a coordenada era 305º, indicada por Faraday.

Wagner Kirmse Caldas disse...

Em tempo ... o episódio chama-se 316 e é o sétimo da quinta temporada.

Wagner Sicca disse...

Vocês não acham que esse bebê tá muito pouco "japonês" pra ser filho do Marvin?
Sobre o Faraday na escotilha: quando o Sawyer bateu, o "tempo" decidiu que o Desmond não abriria a porta pois eles não deveriam se encontrar ali. Acho que o Faraday arriscou batendo ali. Se o Desmond abrisse, beleza. Se não abrisse, paciência. Felizmente para ele o "tempo" havia marcado esse encontro entre eles.

Pla disse...

Davi, coloca a imagem da tela do computador da Sra. Hawking. Existem vários "asteriscos" na tela que podem ser localizações da ilha. Além disso, na tela pisca uma linha de um asterisco, que depois é traçada no mapa no chão. Será que é o caminho ou coordenada para entrar na ilha? Acredito que sim. Coloca nos easter eggs pra gente analisar.
Abraços.
Pla

Rosa Morena disse...

Por favor, alguém lembra quem é a velha do final? eu juro que tentei lembrar,mas não consegui...

Kleber Anderson disse...

Como sempre, um ótimo post com easter eggs. Algumas dos detalhes mostrados, nós percebemos aqui. Mas tem alguns detalhes que não deu pra ver.

Sobre o possível Sawyer, eu não acredito que seja não. Foi, no máximo, para gerar uma dúvida nas pessoas. Alias, não foi citado, mas aqui em casa tivemos uma impressão que um dos policiais que conversou com o pai do Hurley era o Abbanon. Mas revendo hoje, deu pra ver que foi apenas um ator parecido.

Esse personagem do Faraday está ótimo. Entrou com a pinta de quem não sabia nada e está se revelando. Muito bom.

Abraços. E aguardando as repercusões e o dudecast. Falou.

Wagner Sicca disse...

Um outro acontecimento de Lost que agora eu lembrei: na primeira vez que o céu ficou roxo o Desmond virou aquela chave para "salvar o mundo". Não tenho a menor idéia do que foi aquilo, mas o contador dos 108 devia servir para evitar que a "energia" fizesse a Ilha viajar no tempo como está viajando agora. No caso de os números não serem inseridos no computador, a única saída seria virar a chave e destruir o que quer que tivesse embaixo da escotilha. Talvez se o brotha não tivesse girado a chave as viagens já estariam ocorrendo desde então.
Abraço!

andré disse...

vai ter o podcast? :D

parabens pelo site
simplismente o melhor sobre lost!
;)

SMYMER disse...

o que Faraday quis dizer pro Sawyer sobre nao importa o que façamos nao vai mudar o destino, é em relação a mesma coisa que acontecia com Desmond e Charli, não importa quantas vezes tentasse salva-lo, um dia charlie morreria.

Agora Desmond por algum motivo é especial apenas por prever que Charlie morreria, fora isso, o que Faraday fez no Epi 2 ao contar sobre encontrar a mãe dele em OXFORD, que certamente será a velhinha que fecha esse episodio conversando com Ben, bem, isso é totalmente possivel uma vez que vc implanta uma lembrança no passado ela pode ser lembrada no futuro,

Creio que a temporada que os Brothas passarão na Iniciativa lá camuflados, serão alem de tentar voltar pra casa, mas sim pra influenciar a historia.

ah so pra fechar lembra quando Faraday pergunta sobre saber em que tempo estamos. aposto que aquela cena onde Sawyer ve o nascimento de Aron, vai ser uma das transiçoes de tempo onde ele acaba encontrando a data certa pra Faraday talvez tentar algo

WAGNERTJ disse...

Sra. Hawking é mãe do Faraday.

Renato disse...

Não sei se vocês já viram esse vídeo:
http://br.youtube.com/watch?v=HLJ7bPpI8VM&eurl=http://lostpedia.wikia.com/wiki/Dharma_booth_video

Nele dá pra ouvir um bebê chorando(provavelmente deve ser o bebe do Marvin Candle!), e nele, o Marvin dá uma mensagem para as pessoas do século 21 com seu compromisso de continuarem com as pesquisas iniciadas pela Dharma... e ainda diz para nós alguns eventos que acontecem no século 21 (a internet e George W. Bush).
Ele afimrma que possui uma fonte confiável que lhe contou tudo isso. Será que não é o Daniel Faraday tal fonte?

E ainda mais. No final do vídeo uma pessoa fala "isso é inútil" e para a gravação, será que não seria o Faraday já desacreditado que não se pode mudar o passado?

Rildo disse...

Alguem reparou que um dos policiais que vão na casa do Hurley parece muito com o Abaddon?

Rafa disse...

Me corrijam se eu estiver errado, mas eu li alguns comentários sobre o Faraday e fiquei pensando: ele entrou em cena com pinta de bobão pq tava sofrendo os efeitos da chegada à ilha, mas daí encontrou a sua constante (Dessy!!!) e entao agora ele virou um cientista centrado e filho-do-Einstein. É isso mesmo?

Luciana disse...

Não sei se é muita viagem mas, eu acho que a Sra. Hawking é a mãe do Daniel. Pelo que entende, ela lecionava em Oxford. Vemos a velha rabiscando fórmulas e tals...Não poderia ser ela a mãe de Daniel, e inclusive, física também? Porque tal desespero para que Desmond - vale lembrar que ele é a constande de Faraday - a encontrasse?

GX disse...

Concordo com o Wagner: Faraday não mentiu para o Sawyer. O Des só atende a porta pq nenhum dos outros estavam mais ali. O tempo tem uma forma de "auto-correção", como ja tinha sido explicado na série antes (preciso rever o episódio para conferir se a Sra. Hawking é mesmo aquele mulher).
O que faz sentido: É claro que os pais de Miles, sejam quem forem, são importantes senão ele não teria dito "não fale meu sobrenome" em seu capítulo de estréia... pode mesmo ser Miles Chang. Outro nome que "não saiu" foi o da mãe do Faraday... que acho que todos concordam a melhor candidata ser a Sra Hawking (todos sabem que tanto Hawking quanto Faraday são nomes de físicos famosos). Já os pais da Charlote, quem serão?

lucas disse...

rosa morena, a velhinha, é mrs hawking, ela apreceu no episódio 308 flash before your eyes, e disse ao desmond que o futuro não poderia ser alterado e que ele terminaria com pen, iria pra ilha e ficaria apertando o botão. Quanto ao Desmond ser especial, pra mim não tem nada a ver com as visões que le tinha e sim porque le era uma constante, uma coisa que havia tanto o passado quanto no presente da ilha, e porque ele vendo faraday no passado poderia lembrar disso no futuro. e como diseeram é 316, e um monte de referencias já apareceram quanto a esse episódio, 316 é um voo da ajira airlines, no site da ajira tem o texto de joao 3:16 decodificado, e parece fazer referncia ao livro ulisses também, mas também acho que tem ver com o deslocamento dotempo, pois na quarta temporada, numa experiencia de faraday, enquanto num relógo=io é 2:45 no outro é 3:16

Val disse...

Sra. Hawking é mãe do Faraday(2)

Dahia disse...

Quando vi Pierre mandando não perfurar a parede porque a energia foi liberada eu lembrei da primeira escotilha, a Cisne. Eles falam que um "incidente" ocorreu e agora eles tem que apertar o botão. Será que Faraday do Presente não está ali para parar a "movimentação" da ilha e ele foi o causador do incidente? Será que a sra. Hawkings (a velhinha que fala com Desmond em Flashed Before My Eyes e com Ben no The Lie) não é a mãe de Faraday? Será que os esqueletos da primeira temporada encontrados na caverna são de Sawyer e Juliet?

Anônimo disse...

Eu acho que o bebê não deva ser Miles, pois a cor do cabelo está meio clara e ele esta com traços ocidentais.
Imagino que seja adotado então...

Anônimo disse...

O cara que parece com Sawyer, deve ser o verdadeiro LeFleur. Vocês viram que no diario do Faraday está escrito "Se algo der errado, Desmond Hume será minha constante" e não é igual ao visto em The Constant
http://images2.wikia.nocookie.net/lostpedia/pt/images/b/b5/4x05_Journal_end.jpg

Carol disse...

Acho que a Sra Hawking é mãe de Daniel Faraday.

Marília disse...

olha, uma das coisas q mais me chama a atenção é que, se há realmente uma conspiração e algumas pessoas sabem exatamente porque o 815 tinha q cair entao eles todos tem essa conexao de viagem no tempo. Boa lembrança essa dos esqeletos da primeira temporada... Pra mim Charlotte tem algum parentesco com a Annie, do Ben, talvez até com o próprio Ben. Quem sabe a filha dele com a Annie e que ele não conhecia??? Os olhos dos dois parecem muito...

Ney disse...

Bl galera...

Alguem reparou q no 1 episodio da qndo Locke para do lado do aviao do Yemi e olha na direcao do mato e percebe q tem alguem vindo em sua direcao entre as plantas aparece uma pessoa com camisa clara (30min,34segundos) mas no momento em q alpert aparece (30 min e 56segundos) ele aparece com uma camisa escura...?? eu nao acho q os produtores tenham feito isso de proposito...(eh meio primario... ) será q alpert nao pode mudar sua aparencia.. para parecer qm ele qizesse?? ( e viajando mais um pouco.. ) será q ele era mesmo o alpert?? será q nao seria uma manifestacao da ilha... seguindo esse mesmo conceito ele poderia ter atirado (mudando sua aparecia para Ethan) e depois voltando para alpert.. (assim ele saberia q o Locke teria tomado um tiro..). ja vimos q a Ilha tem esse poder.. na quarta temporada houve uma manifestacao parecida com a esposa do Godwin aparecendo para a Juliet...

Bom eh isso ai Lostmaniacos...

essa temporada ta bombando

Namaste

Albano disse...

olÁ lOSTmaniácos
acredito que o Locke conseguiu sair da ilha da mesma forma que Ben, girando a roda e se teletransportando no tempo.

Juliana Teixeira disse...

Será que quando Locke encontrou o avião Nigeriano, lá na primeira temporada, e ficou meio paralisado, foi algum tipo de reminiscência do tiro na perna que Ethan havia dado nele, anos antes, naquele mesmo lugar (conforme vimos afora na 5ª temporada)?

A.R.C. disse...

O nome da cerveja também pode fazer referência ao livro "Strange Case of Dr Jekyll and Mr Hyde" (O Médico e o Monstro" em português). Romance clássico que já foi filmado e adaptado inúmeras vezes. Na história o médico vira o "monstro" em determinados momentos. Quem sabe tenha alguma ligação com Lost, como tantos outros livros já mostrados na série

Arlequim disse...

Os 'indígenas hostis' seriam os próprios sobreviventes do 815? Quando Chang grava o vídeo, a viagem no tempo ainda não foi descoberta (na cena em que a câmara do tempo está prestes a ser descoberta, vemos o Faraday infiltrado na equipe Dharma, ou seja, depois que os 815 são atacados na praia), sendo assim ele não tem razões para acreditar que aquelas pessoas tenham vindo de fora da ilha ou de outro tempo. Insano! Deu vontade de ver 'Os 12 Macacos' de novo hehehe

Marília disse...

minha "viagem" explicada: charlotte é filha de Ben com a Annie. Mas provavelmente ele ainda não sabe...

Alberto disse...

Bom,vou tentar ser breve.Eu tenho certeza que a Mra.Hawking convenceu o Desmond a voltar pra ilha por que,como faraday disse,as regras de viajem no tempo não se aplicam a ele.Ou seja,ele é o unico que pode mudar o futuro alterando o passado e se ele mudasse o passado naquele momento,coisas ruins poderiam ter acontecido.

Estou convencido disso,agora é só aguardar.

Ana Luísa disse...

Na minha opinião, o bebê do Dr. Chang/Candle é a Charlotte...
No final da 4a.temporada ficou clara a ligação dela com a Ilha e, não se esqueçam, ela fala coreano!!

Adooro!!

AnaBueno disse...

Ontem assisti os episódios, e logo depois vim correndo ver os Easter Eggs, mas eles não haviam sido publicados ainda =/ Acordei agora e vim correndo!
LOST realmente tá se superando mais a cada dia que passa! E agora, todos voltamos a ficar Losts ;)

beijos para os Lostmaniacos ;*

Arlequim disse...

Pessoal, lendo o post do Alberto fica fácil concluir que Faraday é filho da Sra. Hawkings, pois ambos sabem que o Des é especial e pode alterar o curso do tempo. Quem senão a mãe de Faraday para dar essas informações a ele, e mais fundo ainda, PEDIR que Faraday peça para Des encontrar sua mãe num caso de extrema necessidade? Vale lembrar também que, diferente dos outros 'viajantes do tempo', Des não viaja corporeamente, apenas projeta sua consciência para diferentes momentos no tempo.

Se fosse pôquer, eu daria um all-in na seguinte mão: quando o Des 'andar' no tempo para procurar a mãe do Faraday (Hawkings) no futuro, eles vão fazer com que ele impeça que o Hugo se entregue à polícia, assim todos conseguirão voltar. Eu sei, eu sei: basta o Ben estalar o dedo para que Hugo saia da prisão, mas ele pareceu um tanto sem saída ao se encontrar com a "senhora do Tempo", não? DES é a salvação! rs

Edgard disse...

eu acho que a presença do Faraday na Orquídea é um dos saltos da ilha para o passado e pode ser uma das últimas cenas da 5a temporada, com o físico tentando consertar a movimentação da ilha. E pode ser também o tal incidente citado pelo Marvin Candle.

Silvia disse...

Tem pessoas que ficam falando sobre o casal "adao e eva"..como duas pessoas q foram mortas poderiam se encontrar numa outra época? isso nao existe...como ja foi dito: uma pessoa nao pode encontrar a si mesma em uma outra época assim como nao pode "se olhar" em um outro estagio de vida...nao tenho idéia de quem seja mas nao acredito q seja um dos losties nao...e lembrem-se...ao se tratar de lost..td acontece menos o óbvio!!!

Luiz Augusto disse...

Uma teoria:

Apesar de Nikki e Paulo não terem sido personagens importantes, eles serviram para explicar "a mentira e a morte de Jeremy Bentham".

Não acredito que seja coincidência; no mesmo episódio que o Richard diz que Locke deve morrer para que seus amigos retornem à ilha, mostre um trecho de "Exposé".

Para fortalecer minha teoria, gostaria de lembrar o que Carlton Cuse e Damon Lindelof disseram sobre o episódio "Exposé":

Os executivos garantiram que o episódio será "muito bom e responderá uma grande questão sobre a mitologia da série", além de explicar um pouco sobre as motivações de John Locke e ter a participação de um personagem gay.

extraído de:
http://www.omelete.com.br/teve/100004600/Lost__Produtores_falam_de_episodio_centrado_em_personagem_de_Rodrigo_Santoro.aspx

Luiz Augusto disse...

Só pra completar minha teoria, me lembrei de um detalhe agora:

Quando Ben diz que Jack tem algumas horas até que ele vá buscá-lo. Jack questiona onde Ben estará durante essas horas, e em seguida, "questiona" (muito sem querer) a morte de Locke.

Ben não responde, e simplesmente sai.

Eduardo disse...

Como disseram ali em cima, tenho fortes impressoes de que o tiro que ethan deu em john locke nesta quinta temporada responda o porque de locke ter fraquejado quando encontrou o aviao com boone na 1ª temporada.
E pensando em viagens no tempo, quando acontece o clarao logo apos locke ter encostado no aviao, e ele retorna encostado em algo que parecia uma pedra, juro que pensei que eles tivessem ido muito ao passado e a pedra fosse um big coco de dinossauro rç

Silvia Cakin disse...

Acho difícil a possibilidade do bebê do Sr. Chang ser Miles... O bebê é ruivinho, de olhos claros, sem fisionomia oriental... Meu palpite: é Charlotte, já que a moça foi para a Ilha justamente para descobrir "quem ela é"...

Anônimo disse...

Ele cairam na ilha pq todos de alguma forma são parentes dos funcionários da Dharma. Ele são a continuação do povo que habitou a ilha na dec de 70!

Aline Magalhães disse...

Luís Augusto,

Ou perdi algo ou meu raciocínio lerdo matutino não me deixou entender: Como Nikki e Paulo explicam a morte do Locke???

Anônimo disse...

Acredito que os nasceram na ilha na viajam no tempo....somente os que chegaram depois é que viajam...é uma hipótese...
Hugo

João PT disse...

Gostei muito da observação do Davi dissendo que o bebé da primeira cena podia ser Miles. Aquele homem que está a filmar não é definitivamente Sawyer. Também reparei na aparição dos números, fantástico.
Será a Mrs. Hawking a mãe de Faraday?

Namastê!

Anônimo disse...

Acredito que os que nasceram na ilha não viajam no tempo....somente os que chegaram depois é que viajam...é uma hipótese...
Hugo

Luiz Augusto disse...

Aline,

Ao meu ver, Locke não morreu. Está mais para algo como o caso de Nikki e Paulo antes de eles serem enterrados, entende? Até ver o episódio, eu tinha a dúvida de a quem se destinava essa revelação relacionada ao episódio Exposé.

Posso estar errado no a quem, mas para mim, foi só ligar os pontos:

- Ter lido o post do Omelete, que os produtores fazem o comentário sobre o episódio "Exposé".

- Ter visto Locke no caixão ao fim da quarta temporada.

- Richard Alpert dizendo que Locke deve morrer para que seus amigos retornem.

- O pai de Hurley assistindo Exposé. Poderia ser _qualquer programa_, então por que justamente Exposé? Não existem coincidências em LOST.

- Ben evitando confirmar a morte de Locke, saindo do quarto.

Alessandro disse...

Faltou comentar sobre o objeto que o BEN coloca na sua mala, um "pacote", do qual ele toma cuidado para que o Jack não o veja colocando esse pacote na sua mala. Muito estranho. O que seria aquilo?
Acho que nós saberemos ainda.

lucas disse...

não sou o luís augisto, mas ele se refere as aranhas que paralisaram paulo e nikki, como sabemos, paulo e nikki não estavam mortos quando enterrado, se lembra da nikki dizendo i'm paralised( enquanto eles pensavam que era paulo lies). Há uma hipótese de que locke se tenha usado das aranhas para fingir sua morte. Outra coisa que me aconteceu ´que acho que quando locke tem a visão do boone caindo do avião não foi uma visão mas sim uma lembrança, ele pode ter vivenciado a cena por isso sabia o que ia acontecer

moliver disse...

A teoria do luiz augusto é pra lá de inetressante... tem realmente tudo a ver... lembram da estação perola... o chang manda anotar todos os detalhes... então vamu lá: tinha chiclete e cigarros na mesa de anotação... coisa do paolo... os outros viam a escotilha pela tv... a nikki e o paolo foram picados pela aranha e ficaram paralisados... acho que o locke tambem usou a mesma artimanha... ou foi o ben... o cara tá paralisado e não morto...tudo pra juntar os six e os levarem de volta pra ilha...
melhor voltar e ver tudo de novo... desde o piloto 101....rsrs... cara... esta temporada vai dar nó de marinheiro na cabeça da gente.... to esperando o 503...vai bombar!!!!

ZiZzZa disse...

E o pessoal que "ataca" Sawyer e Juliet antes de Locke o salvá-los???? Eles são Dharma??? Não consegui identificar a roupa deles.... será q rola uma ampliação na imagem??
Valew....

Hugo disse...

Eu tenho muito, muito medo da Mrs. Hawking. E parece que o Ben também. |:

manoel disse...

Eu também acho que o bebê que o Dr. Marvin Candle carrega chama-se Charlotte. Lembre-se que ela fala fluentemente coreano, como foi mostrado na temporada passada.

Gabriella disse...

Oi, oi!
Só queria apontar uma dúvida que tive enquanto assistia o episódio. Na verdade, acho que foi uma falha de Lost, mas...

Faraday disse que o acampamento sumiu porque eles (ou a ilha) voltaram no tempo, certo? Então, as coisas do acampamento voltaram ao seu lugar 'inicial' na ilha.

Mas o que aconteceu com o bote em que ele estava? Sumiu na água? Voltou pro barco em que devia estar? Se fosse assim, era pra ele ter chegado todo molhado quando foi ao encontro de Juliet e Sawyer!

Ou eu estou muito enganada, ou os caras de Lost cometeram essa falha... :P

Abraços,
Gabi

Marco César disse...

Alguem tentou ligar para o celular do Jack? Não seria uma dica do ARG de LOST on-line?

Thalita disse...

Eu tb ponho minhas fichas que Mrs. Hawking é a mãe do Faraday. E acho tb que o bebê que aparece filho (a) do Chang é CHARLOTTE (lembro do episodio da 4 temporada que a Charlotte sabe falar coreano com Jin).
Só basta saber o parentesco de Miles com a ilha!
Lost drives me lost!

Aline Magalhães disse...

Luís Augusto,

ótima sacada!
realmente espero que Locke não tenha de fato morrido, até porque ressuscitar seria forçar demais a barra - na minha opinião.

Aline Magalhães disse...

Gabriella,

Há uma menção sobre isso no episódio.
Não lembro das palavras exatas, mas eles dizem que o que estava em posse deles, no momento do clarão, permaneceu.

Luiz Augusto disse...

Sobre a minha teoria, mais uma coisa:

Nesses pulos do tempo que a ilha está dando, é possível que em algum momento o Locke tenha presenciado o momento em que Paulo e Nikki são picados pela(s) aranha.

Sabendo que ele precisava morrer, e também sabendo do caso de Nikki e Paulo, ele pode ter tido a idéia de usar a aranha-medusa para simular um suicídio. (que é como descrevem a sua morte. e isso independe de tudo: ele poderia saber que seria um efeito passageiro, ou poderia ter realmente acredito que aquilo o mataria e tentou o suicídio, já que ele "precisa morrer")


Lembrem-se que antes de Nikki ser picada, pudemos ouvir aqueles sussurros que foram ouvidos pelas últimas temporadas. Será que os sussurros são uma forma de evitar a comunicação entre quem está no passado/futuro? Antes de qualquer resposta, lembrem-se também que essas "regras" não se aplicam somente ao Desmond.

Anônimo disse...

Gabriella
aos 6 minutos do segundo episodio, Juliet e Sawyer estavam conversando no bote.

Fábio disse...

Creio que o bebê é a Charlotte, por isto:
- Ela sangrou, pois ficou num mesmo tempo que o bebê
- Fala Coreano como a Sun descobriu na temporada passada.

Juliana Teixeira disse...

Gente, mas o bebê é oriental!

Rodrigo disse...

Algumas observações:

** A cena do "Marvin Candle" na cadeira de balanço com o bebe, me lembrou o Jacob.
** O Faradey pedindo para o Desmond procurar a mãe dele em Oxford, será que a mão dele não poderia ser a Sra. Hawking.
** O computador utilizado para fazer o mapeamento da localização da ilha, ao estilo DARMA, meio antigo.

Agora uma dúvida minha, e a ilha em que a Kate, o Sawyer e o Jack ficaram presos tambem foi transportada? O Faradey até cita que o bote estava dentro do raio de ação da "viagem no tempo", mas se esse mesmo raio transportou a outra ilha tambem, será que ele não teria que levar o barco do Widmore junto, pois as duas ilhas não eram tão proximas assim, tando que alguns tripulantes do barco estavam sofredos efeitos da proximidade com a ilha.

Rodrigo disse...

E só para não deixar de registrar, parabens ao blog, com certeza o melhor site do brasil sobre Lost.
E claro muito obrigado pelas diversar informações e novidades que semprem postam para nós em primeira mão.

manel disse...

to ficando loco;;;;

Vagner Ramos disse...

O mais intrigante concerteza é o caso do Miles, bastante ansioso para o prox!!! hahaaha
porra! to muito Lost com essa temp... porisso ta sendo perfeita até agora =D

Anônimo disse...

Caso a Senhora Hawking seja realmente a mãe de Faraday, o papo que ela teve com ele em um flash reforçaria a importância do Desmond tanto no que se refere a ele ser especial, quanto ele precisar salvar a vida do filho dela Daniel. Afinal, ela estaria mandando aquele que seria a constante de Faraday.

Não creio que o Miles seja filho do Pierre, mas também não acho que seja Charlote. Acredito que o filho de Pierre qual a morte dos pais, foi adotado - viveu fora da ilha sem saber sobre seus pais biológicos. Jin? Seria mt mais impacto.

Agora já sabemos porque Faraday chorou ao ver a reportagem do avião fora da ilha. Ele estava tendo uma lembrança afetiva, sem lembrar dos fatos exatamente. Quem viaja pelo tempo sem ser "especial", além dos sangramentos - acaba tendo problema de memória. Lembrem-se do teste que Charlote aplicou em Faraday temporada passada.
Algo me diz que esses nenéns, Aaron, a filha da Sun, filha do Sawyer e o já adolescente Walt, vão ter grande importância na mitologia da série. Afinal, são descendentes diretos daqueles que estiveram um dia na ilha.

Sobre as mulheres não poderem ter filhos na ilha, acho que também já dá pra especular mais seguramente. A energia por trás da parede da roda, afeta todo o metabolismo humano. Essa energia pode influenciar tanto na cura do cancer, quanto impedir o ciclo normal da gravidez. Esse é meu palpite. E uma vez que aquela parede foi quebrada a energia atingiu diretamente todos que estavam ou um dia estivessem na ilha.

Lara disse...

o bebê não parece oriental. nem tem olhos puxados, ou tem e eu não vi direito?

Pondexter disse...

Caraca Luiz Augusto...

Sobre os sussuros...
Essa foi a melhor suposição até agora. Eles devem ocorrer devido a esses encontros entre o passado e futuro da ilha.

Outra coisa... Ficou meio que explicado porque o John perdeu o movimento das pernas quando encontrou o avião nigeriano!

The Polar Bear disse...

----Sayid & Hurley-----
É estranho os pais do Hurley não reconhecerem o Sayid.
Eles foram apresentados em Honolulu, após o "resgate" dos Ocean 6. Sem esquecer o aniverário do Hurley em que Sayid apareceu com a Nádia na casa dos Reyes...
Convenhamos que ele não é uma figurinha fácil.

----Sun & Kate-----
Sun fala para o pai dela após comprar parte de sua Companhia:
"Duas pessoas são responsáveis
pela morte dele. Você é uma delas".
Isso reforça que os advogados (dna) foram enviados pela Sun...
Se bem que o Jeremy Bentham pode ter contado a história para ela do que rolou na estação Orquídea, deixando a Sun com raiva do Ben por ter matado o soldadinho (projeto de comandos em ação) e consequentemente explodido o cargueiro.

***
Huggs of The Polar Bear

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

ha agora cahei os easter eggs =]é realmente não dá p não ri com o Harley com aquela camiseta ehheeh ele é d +!!, e será q miles é filho do sr Marvin Candle?? ainda tenho minahs duvidas e será q realmente o homeme q está filmando o filme de orientação é o sawyer, bom de primeira nã achei mas depois q vi de novo o ep, e agora com essa foto eu não duvidoq seja ele =]
e ah eu anotei o telefone do jack ligeui vparias vezes, mas ele não atende , mas eu entedo ele estpa ocupado tentando reunir os outros oceanic 6 e tentando voltar p ilha =p

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

gente desculpa pelos erros na hora de digitar é q eu digito rápido e as vezes eu nem leio antes de postar ai vai umas palavras "comidas" ai eu só leio depois q eu postei hehhe sorry =p

Priscila (Véia) disse...

Muito legal esse contraste de fé/ciência que, inclusive, sempre esteve presente nas discussões do Locke com o Jack. Falando nele, vou dar uma ligadinha rápida ;)

lcattapreta disse...

só vi perguntarem uma vez lá em cima, mas ninguém falou nada...
aqueles caras que iam cortar a mão da juliet no final não podem ser a equipe da russeau que ficou doida??

eles tinham macacões, mas não eram da dharma.
podia ser a expedição em que ela estava, vai saber o quanto passado era aquilo.

hehe disse...

bom, jack pergunta no segundo episodio -ele esta morto, não esta(12:23), ben fica quieto e não responde , será que lock soh esta dopado, ou foi picado pelas aranha mesmo, e esta somente inconciente?

JoostBR disse...

Cortar a mão! Acabou de me ocorrer uma coisa: O Peter Chang que aparece com uma prótese num dos videos de orientação e o monthand que estava no barco da russeau também perderam a mão em algum momento, será que foram vítimas desse grupo que atacou o Sawyer e a Juliet?

Gabriella disse...

Aline Magalhães,

aaaah, sim... Bom, então falha minha. :P

Obrigada pela correção!

Ramon disse...

Dude! I'm LOST!!!!!!!!!!!!

MaximusPM disse...

Acho q o camera parece mais com o Miles... Nao deram aquele close tao rapido a toa... reparem o olho mais puxadinho...

Se bem q pode tmb ser uma mulher vestida de homem, a barba eh meio estranha... talvez a Juliet?

MaximusPM disse...

Eu tava vendo o episodio 1 denovo agora, o nome do William Mapother, o Ethan, aparece entre o nome dos atores regulares! Ele vai virar regular nessa temporada?

Mariana disse...

Não sei se alguém já tinha dito isso, mas perfeito o nome da Sr. Hawking hein?
Fazendo todos aqueles cálculos, que presumo, sejam físicos.
Terá ela relação com o famoso mega físico Stephen Hawking? hehehe

brincadeiras a parte. Dude, i'm lost again

Anônimo disse...

Faltou o esster egg onde aparem os bad numbers no cilindro de oxigenio qdo o said estava no hospital com o jack

Anônimo disse...

ninguém reparou q um dos policiais q prendem o Hurley se parece com o Abbadon?

e que o Pierre Chang comentou q existem regras, e elas existem para serem quebradas.

Ivan.

Luksmiley disse...

Agora, quando eu estava vendo afoto de Ms. Hawking com O irmão percebi uma coisa: o fundo da foto é em Oxford! Eu não acho que ela seja mãe de Faraday (pois provavelmente Theresa é a mãe dele) mas o que Irmão campbell e ms. Hawking faziam em Oxford quando a foto foi tirada?

Ah, eu tbm acho que o nome do 7º episódio, 316, possa ser a nova coordenada que Faraday tenha calculado, ou quem sabe quanto tempo falta das 70 horas para retornar a Ilha. E com certeza a janela de evento determinada mostra que o pêndulo marcou o local exato onde está a ilha. No monitor aparecem várias coordenadas de onde a ilha se moveu, é só ver a foto,
e depois de 70 horas ela possa mudar de novo, e de novo...

ali disse...

Olá galera do Dude, alguém percebeu que os saltos da ilha estão linha cronológica crescente? Ex.: Candle nos anos 70 e o encontro com faraday, Locke presenciando a queda do avião nigeriano e o encontro com Ethan, assim por diante.
Será que o que deve ser impedido é o salto da ilha para a época da queda do vôo 815, o que poderia causar algum tipo de catástrofe temporal?

ali disse...

Só para completar meu raciocínio, de acordo com a ordem desses saltos no tempo, tudo está apontando que as 70 hs que Ms. Howking se referiu é quando ocorrerá a queda do vôo 815

Guilherme disse...

A cada episódio eu fico mais preocupado com a displicência científica de Lost. Que história é essa de que as regras (leis da física) não se aplicam ao Desmond?

Avelar Junior disse...

Uma das coisas que me levam a pensar que Daniel pode realmente ter viajado no tempo para trabalhar na Dharma é justamente que não parece que houve mudança de idade nas duas épocas em que ele aparece; especialmente considerando a descoberta daquela fonte de energia (a roda de energia da ilha), que deve ter ocorrido muito tempo antes do acidente da Oceanic, a considerar a chegada dele semanas depois do ocorrido.

Se ele trabalhou na construção da Estação Orquídea, como ele saiu da ilha antes da purgação? Como ele conseguiu ser recrutado pelo Sr. widmore para retornar lá? E com que propósito?

Será que o fio de cabelo branco na camisa de Sayid seria de Tom (dos outros), da Sra. Hawkings ou de algum outro personagem que ainda não apareceu na trama e que poderia ter sido assassinado por ele?

Será que Jacob está preso no tempo e precisa encontrar uma constante?

Uma coisa que me chemou a atenção num dos episódios, no ano passado, foi que Horace, aquele simpático rapaz que convidou o pai de Ben para trabalhar na Dharma, foi visto cortando uma árvore para construir a cabana de Jacó(?), e o nariz dele estava sangrando, e ele estava morto, e isso aconteceu duas vezes em seguida, como num disco arranhado. Alguém percebeu?

elaine disse...

uma coisa que ninguém mencionou em nenhum lugar e me chamou a atençnao de cara:

ninguém comentou que, hey, o marvin candle, ou que outros nomes tenha, e a esposa tinham um bebê em casa, um bebê em idade de amamentação, ou seja, bem novinho, ou seja.... da época em que crianças nasciam na ilha. isso da uma moldura de tempo. antes da perfuração na orchid, crianças nasciam numa boa sem suas mães morrerem...

eu achei isso uma super referência e acho que vai ter relevância em breve!!

namaste!

Manoel_Cuiabá disse...

Essa revelação do Desmond ser especial na minha opiniao explica, pelo menos em parte, porque a srta. Hawking esteve tão presente para Desmond, ele não era regido pelas regras imutaveis do tempo logo era um perigo que ele ficasse solto, por isso seu amigo do monasterio foi bom para isola o brotha do resto do mundo, quando ele tenta aprontar alguma distorção no destino casando-se com a Penny ela aparece para convencer a ele a não fazer isso e algum tempo depois tratam de mandar Desmond pra um lugar remoto... The Hatch!

Anônimo disse...

A foto do Irmão campbell e Hawking é no monasterio. É que o cenario foi reutilizado varias vezes em lost. Em The Moth (1x07) era local onde o Charlie encontrou com o Liam , no episodio ? (2x21) era a igreja onde Eko investigou o falso milagre, em Catch-22 (3x17) era o monasterio onde o Desmond conheceu a Penny e em The Constant (4x05) era Oxford.
uma das reutilazação mais recente foi em Because You Left onde o açougue visitado por Ben era o mesmo local onde foi gravado a funeraria
este site mostra as locações de Lost no Hawai
http://www.lostvirtualtour.com/lost/episode/index.html

Livia disse...

Logo na primeira temporada quando Locke e Boone acham aquele avião, Locke fica impossibilitado de subir até ele, fazendo com que Boone suba e, após a queda do avião, morra.
No primeiro episódio desta quinta temporada vemos que Locke leva um tiro na perna e manca, exatamente como naquele episódio da primeira temporada...
Na minha opnião, descobrimos a causa daquela invalidez de John Locke...

redanyi disse...

Hawking? o nome hawking não me é estranho... Stephen Hawking, estudioso dos fenomenos do espaço-tempo? é no minimo interessante isto... (estudei sobre esse cara ha uns dois anos, ele tem tudo a ver com o que acontece em lost, alias não me recordo em qual temporada tem um personagem lendo um dos livros dele!!!

Davi Garcia disse...

Muito bem sacado Livia, faz sentido o que você disse, o que se confirmado de alguma forma, evidenciaria que há um looping ocorrendo na ilha. Por outro lado, eventos como esse poderiam criar paradoxos perigosos na trama. Aguardemos para ver como irão tratar essas coisas ;)

Redanyi, o livro do Hawkings apareceu no 3x07 "Not in Portland" sendo lido por um guarda dos Outros quando Sawyer, Kate e Alex invadiram uma instalação da Hydra para libertar o Carl que àquela altura estava sofrendo uma espécie de lavagem cerebral, lembra?

Abraço!

João Apura disse...

70 horas que o Ben tem para recrutar os Oceanic 6.
70 = 4 + 8 + 16 + 42.
Coincidência? Não. Em Lost não há disso!

francisco disse...

Como pode alguém morrer no passado? Como as pessoas que foram mortas pelas flechas?

Isso não causaria um paradoxo no tempo?

Ricardo Chagas disse...

Bom, as fórmulas são essas:

http://en.wikipedia.org/wiki/Einstein_equations


a segunda equação da primeira imagem de baixo é essa:

http://upload.wikimedia.org/math/0/3/9/039818d976b9eb4d61fd1996d3224c48.png

--

Créditos: Henrique, um amigo fisico meu =)

Rafael disse...

pode parecer viagem, mas quando o Daniel falou para o Desmond procurar a mãe dele, algo me diz que essa mãe é a própria Sra. Hawking, que vai acabar ajudando na volta a ilha...

ana paula disse...

Awwwwww como eu queria que esse nº do Jack fosse verdadeiro :D

Erica Mosca disse...

O fato do Sawyer ter chamado o faraday de Dilbert, dilbert é um personagem criado pelo filosofo e escritor scott adams ( autor tambem do livro particulas de Deus que consegue retrabalhar inteiramente (e superficialmente) conceitos como paranormalidade, religião, relacionamentos e carma, entre mais alguns outros.

Achei interessante citar..
bjs

Matheus Groner disse...

Interessantíssimo pensarmos que o mesmo lugar onde Locke levou um Tiro dado por Etham, futuramente (qdo vai ao aviao com Boonie) é um lugar onde ele deixa de sentir e movimentar as pernas!! (possivel explicaçao?)

Tamyresarq disse...
Este comentário foi removido pelo autor.