30/01/2009

Ep. 5x03 "Jughead" - Easter Eggs, curiosidades e repercussão

Com spoilers para quem ainda NÃO viu o ep. 5x03 "Jughead"

E aí, já deu para se recuperar dos vários choques e surpresas trazidos por Jughead? Que belíssimo episódio, não? Um verdadeiro tapa na cara de quem andava achando que os caras estavam tão perdidos quanto os personagens.



Seja bem-vindo Charlie, saudações Desmond e Penny e vida longa ao garoto. Não seria exagero se interpretássemos a faixa que aparece rapidamente no início do episódio dessa forma, já que 'Mabuhay' (veja na imagem) tanto é o nome de uma província nas Filipinas, quanto uma palavra que significa boas-vindas, saudações e vida longa. Uma sutileza interessante que só perde força mesmo para o nome dado ao filho do casal, uma homenagem ao homem que contribuiu diretamente para que eles pudessem se reencontrar.

Leia mais...

    Mesma atriz, duas personagens - Vejam só que curioso. A atriz Mary Ann Taheny fez participação especial na série com duas personagens diferentes. A primeira foi na parte 2 do final da 1ª temporada (ela era a atendente da Oceanic que ajudou Hurley a embarcar). Já a segunda foi exatamente em Jughead, como Moira, uma funcionária da biblioteca de Oxford que atendeu Desmond. A dica desse achado foi da blogueira Karen


    Desmond em Oxford - O local que já havia servido como cenário para a universidade em "The Constant" reapareceu, mas é curioso lembrar que aquele mesmo lugar já servira antes como o monastério de Eddington, onde vimos Desmond no ep. 3x17 "Catch-22".

    Procurando por pistas sobre o paradeiro da mãe de Faraday, Desmond invade o antigo laboratório do físico (reparou que os números 4, 8 e 42 aparecem combinados na porta?) e lá dentro encontra tudo coberto, inclusive o labirinto usado por Faraday para os testes de radiação com a ratinha Elloise. Nesse mesmo lugar ele começa a descobrir um segredo obscuro de Faraday: Theresa Spencer.


    É esse o nome da moça que aparentemente serviu como cobaia para os experimentos de viagem no tempo conduzidos por Faraday sob patrocínio de Charles Widmore, o homem que inclusive se responsabilizou pela cobertura médica da jovem que pelo pouco que vimos, sofre as mesmas consequências de ter a mente viajando no tempo. Será que ainda descobriremos alguma informação importante sobre ela?


    Ellie é a Sra. Hawking? Para muitos fãs sim. Eu ainda não estou convencido disso, mas não sou louco de descartar a hipótese. Falando sobre a Sra. Hawking aliás, outra forte especulação que tomou conta de praticamente todos os fãs (eu inclusive), é a de que ela seja a mãe de Faraday que Desmond tem que encontrar...


    Sobre essa missão de Desmond e seu encontro com o sogro, sempre vale à pena rever aquele quadro decorativo do escritório de Charles Widmore. Ele já aparecera antes na série (ep. 3x08 "Flashes Before Your Eyes"), mas para quem nunca havia reparado, ele tem várias menções à ilha ou à Dharma (Namaste, um urso polar, um buda invertido alusivo à filosofia oriental, montanhas). Outra curiosidade? Ele foi pintado pelo co-produtor e diretor de Lost, Jack Bender e se parece bastante com outro rascunho visto dentro da estação Cisne. Bacana, não?


    O acampamento dos Outros - Curioso notar que a área era a mesma usada por aquele grupo anos mais tarde como vimos no ep. 3x19 "The Brig". É claro que pode ser simples coincidência, já que a produção da série reaproveita locações para objetivos distintos. De qualquer forma vale a observação, não acha?

    Por falar nos Outros, que papo é esse de que eles falam latim, hein? O leitor Michel fez uma observação bem legal nos comentários do episódio. Vejam só: "Ricardo... Ricardo Alpertus... Alpertus, o monje beneditino também conhecido como Alpertus Metensis, escreveu um livro chamado De diversitate temporum. Foi nesse livro que Alpertus previu quando o mundo ia acabar." Bacana, não? Além disso, o fato de que os Outros falam latim, denota uma coisa importante a meu ver: a língua é muito antiga e a ilha aparentemente também é, o que pode (ou não) apontar que os Outros estão definitivamente ligados aos nativos originais do lugar.

    Ainda sobre línguas outra curiosidade: a Wikipedia aponta que Eleanor (que pode ser o nome de Ellie) significa "The Other" em francês, ou A Outra em português. Curioso? Totalmente.


    Se militares chegaram à ilha há muito tempo atrás, será que dá para imaginar que alguns deles tenham acabado sendo recrutados pelos Outros? Se isso não ocorreu, é curioso pensar que os Outros tenham no mínimo se apoderado dos equipamentos daquele grupo, o que explicaria a faca militar encontrada por Ana Lucia no ep. 2x07 "The Other 48 Days" lá da 2ª temporada, lembra?


    A bomba Jughead - Testes com bombas de hidrogênio realmente ocorriam em meados da década de 50. Uma que é referenciada exatamente como Jughead, tem registros históricos datados de... 1954! A sutileza do roteiro se fez presente até nisso, como destacou o leitor Fernando já que isso era uma dica antecipada para que período deveríamos estar vendo, uma confirmação que veríamos Alpert dando ao Locke mais tarde.

    Ainda sobre a bomba, volto a defender a ideia de que ela tenha sido enterrada nas proximidades da estação Cisne e que o controle de vazamento também estivesse ligado à rotina de digitar os números no computador. Mas então o que aconteceu com a bomba quando a Cisne foi implodida? Que tal, nada? Escondida sob uma maciça área cimentada e cercada de propriedade magnéticas, imagino que não seja exagero imaginar que a bomba possa ter perdido grande parte de seu impacto.


    Locke um líder, Widmore um Outro - A maior revelação do episódio trouxe perspectivas bastante interessantes principalmente no que se refere ao fato de Locke ter assumido a postura de líder dos Outros que tanto se esperava dele. Sobre Widmore ter sido um dos Outros, fica explicado muito de seu obsessivo interesse pelo lugar, e sua posterior disputa com Ben. Vale ainda o registro de que Locke poderia ter tentado matá-lo na floresta, mas que é provável que ele não fosse conseguir fazê-lo, já que as regras do tempo não permitiriam.


    A conversa entre Locke e Alpert definiu o ciclo que se construiria na vida do carequinha. Alpert lhe dera a bússola como espécie de senha para reconhecimento entre os dois (algo que vimos na estreia), Locke a devolveu a ele, sugerindo a visita que o vimos fazer 7 anos depois ao jovem Locke, então um garoto de 5 anos. Ciclo fechado e um looping definido?


    Por que Charlotte é a única sofrendo com os deslocamentos temporais? Alguma relação com a possibilidade de que ela tenha nascido na ilha conforme fora sugerido no final da temporada passada? Acredito que sim. Os efeitos colateriais podem ter relação com a constante, mas e se o caso dela for diferente?

    Repercutindo o episódio

    "...eu ainda não sei como absorver esta história de que a ilha está em um infinito looping temporal (uma das teorias mais antigas) e que Locke e os que ficaram para trás estão revisitando fatos, alguns deles até já testemunhados por nós... Nesta 5ª temporada, pelo visto, ou vamos amar ou odiar LOST para sempre."

    Bruno Carvalho - Ligado em Série

    "...nesta quinta temporada, os roteiristas adotam uma nova e fascinante lógica através da oscilação da ilha no tempo, o que não apenas cria um bom suspense como ainda permite que eles preencham lacunas do arco geral da série de maneira orgânica e surpreendente..."

    Pablo Villaça - Cinema em Cena

    "Agora sabemos por que Richard presenciou o nascimento de Locke e porque ele ficou tão decepcionado quando Locke não escolheu a bússola quando lhe foi perguntado qual objeto “já” lhe pertencia. Esta trama funcionou tão bem, somente porque toda a questão de viagens no tempo está sendo montada com maestria pelos roteiristas e produtores da série."

    Hélcio Moreira Jr. - TV em Série

    "Jughead arrebentou. Permitam-me ser mais claro sobre isso: eu amei o episódio. O prazer que ele me proporcionou foi visceral; Se você apontasse uma arma para a minah cabeça e me fizesse te dar agora meus 10 episódios favoritos da série, tenho certeza que "Jughead" estaria nela. Se não houvesse arma, penso que ele ainda estaria na lista."

    Jeff Jensen - EW

    "Mais do que nunca acredito que a ilha é uma entidade viva... que faz com que as pessoas sigam certas diretrizes através de uma 'cadeia de comando' que envolve os Outros. Talvez Jacob/Christian sejam o ponto de partida dessa cadeia e Richard Alpert o eterno gerente intermediário."

    Maureen Ryan - The Watcher

    "Podemos até não receber uma explicação satisfatória para os números, mas acredito que tudo o que aconteceu na série ao longo da última temporada e meia foi meticulosamente planejado como é possível numa série de tv. Quanto mais eu vejo dos novos episódios, e como eles refletem acontecimentos e amplificam coisas que vimos no passado - mais eu viajo no tempo com Desmond, Dan e o restante - mais confiante eu fico."

    Allan Sepinwall - Crítico de Tv

    "“Jughead” nos deu impressionantes respostas... se valendo para isso no foco das histórias de Faraday, Locke e Desmond... E uma vez que nada é por acaso, as histórias dos três se cruzam e, juntas ou separadas, nos deram de presente descobertas como a da presença na ilha de um jovem Charles Widmore - ou, se preferir, chamem-no de futuro sogro de Desmond, de futuro benfeitor de Faraday ou de futuro adversário de Locke... “Jughead” foi apenas um gosto dos vários triunfos que ainda experimentaremos através de Locke, Desmond e Faraday."

    Carlos Alexandre Monteiro - Lost in Lost

    Obs.: Para ler os comentários completos de cada um deles, basta clicar nos links.

73 comentários:

Mônica disse...

Eu acho que a Ellie é a mãe da Penny, pode até ser uma grande viagem minha mas a Sra. Hawking eu acho mto dificil de ser.

Mas Charles Widmore, essa eu confesso que realmente foi uma surpresa!

Daniela disse...

Adorei!
Sabia que conhecia a mulher da biblioteca de algum lugar, agora sei de onde.
Beijos.

Camilo disse...

Olá Davi! Queria lembrar algo que Ben disse a Locke quando os Outros decidem sair das instalações da Dharma na terceira temporada. Locke pergunta a Ben aonde eles estão indo e ele responde que estão voltando à antiga casa deles. Então acredito que o fato do acampamento dos Outros em 5.03 "Jughead" ser o mesmo do episódio 3.19 "The Brig" foi proposital e sem coincidências.

James M. Barrie disse...

Mais um episódio sensacional, nesse que talvez seja o melhor começo de temporada da série. Sem contar a primeira temporada (em que tudo era novo, e que começou com talvez o melhor piloto de uma série em todos os tempos), não me lembro de termos tido primeiros episódios tão acachapantes e cheios de revelações quanto esses.

Excelentes posts, como sempre, Davi, ajudando a pensar mais sobre os episódios; e gosto muito da lista que você faz da repercussão do episódio internet afora; sempre é bom ver as mais variadas opiniões sobre Lost. Partindo do post da Maureen Ryan em The Watcher, cheguei ao blog do Allan Sepinwall [ http://sepinwall.blogspot.com/2009/01/lost-jughead-how-to-dismantle-hydrogen.html ], que traz uma excelente review do episódio.
Além disso, o blogueiro fez, nos comentários do post, uma observação que não vi mais ninguém fazer, e que eu também tinha reparado.
Não sei se é importante, não criei nenhuma teoria a partir dela, mas certamente é sugestiva:

O nome do filho da Penny e do Des é Charlie, correto? Que é o diminutivo pra Charles...
O que significa que o garoto se chama...
Charles Widmore.

Não sei qual é o significado disso, mas sem dúvida alguma é bem interessante.

Débora disse...

Realmente, esse episódio serviu pra gente ver que os caras não estão fazendo coisas aleatórias!

Descobrir que o WIdmore foi um The OTher fou A descoberta nesse episodio!!

Adilson Osanar disse...

Muito bacana! Síntese perfeita.

Devo adimitir que a teoria de Ellie ser a Sra. Hawking perde força. Tem tudo pra ser Elleanor tbm. Fora outros motivos...

1-Widmore financiava a pesquisa de Faraday e sabia o endereço atual da "suposta" mãe dele. Se for A Sra. Hawking, será que Widmore não saberia que ela está ajudando Ben a voltar? o que ele faria em relação a isso?? Mãe e filho estariam em lados opostos dessa guerra...

2- Pela forma como os produtores revelam segredos, tá meio que óbvio demais a ligação Ellie-Hawking-Faraday. Por experiência, quando eles querem q agnt não descubra algo, eles não dão pista nenhuma(Locke no caixão). E quando querem que agnt descubra, simplesmente mostram (Widmore ser um The Other). No caminho aparecem sempre as pistas falsas, uma cortina de fumaça pra nos levar a outras interpretações.

Veremos...

Davi Garcia disse...

James M. Barrie, muito boa a sacada do Sepinwall. Esqueci completamente de ler o texto dele que é sempre bastante detalhado. Vou incluir algum trecho na repercussão também ;)

Abraço a todos!

Adilson Osanar disse...

Lembrei de algo que eu tinha que compartilhar...

Em que momento contam ao Faraday que a bomba em questão era uma bomba de hidrogênio??

Disseram que tinha uma bomba e ele já foi logo dizendo que era H por causa dos testes com esse tipo de bomba no pacífico. alguém aí viu Ellie ou Richard contar a a Faraday que era uma bomba especificamente de Hidrogênio??

Dos dois um, ou ele sabia em que época estavam com algum grau de precisão ou já sabia do impasse com a bomba... me ajudem!!

renatabranco disse...

acho que ellie pode ter algo a ver com eloise.

Ana Luísa disse...

Só mais um detalhe que me ocorreu agora: vcs repararam que o Daniel Faraday não fala o nome dele em momento algum para os Outros do passado? Qdo Richard Alpert pergunta, ele imediatamente devolve a pergunta com uma cara muito estranha...
Será isso mais uma pista da importância do envolvimento dele com as viagens no passado?

Nícolas disse...

Voltando no filho do Des...

Será que existe alguma possibilidade de ser realmente o Charlie que conhecemos ?

Isso poderia explicar de alguma forma a ligação do Des com o Charlie nas 3° temporada, tentando evitar a morte dele....Pq só com o Charlie ?

Estou bem confuso....srsrrsrs

Ronie disse...

"Por que Charlotte é a única sofrendo com os deslocamentos temporais? Alguma relação com a possibilidade de que ela tenha nascido na ilha conforme fora sugerido no final da temporada passada?"

Ficou? Nem lembro :/

Faz taaanto tempo. Alguém me explica isso?

Alberto disse...

Bom,diferente de muitos eu acredito que a Ellie seja a Mrs Hawking.Quem sabe depois da revelação que Faraday e seus amigos eram viajantes do tempo ela não tenha se interessado por essa assunto?Visto que era possivel.


Apenas uma teoria (;

Cristiano disse...

É, pensando bem, faz sentido o que o Adilson falar de ficar muito óbvio que Ellie é a Sra. Hawking e mãe do Daniel. Mas se não for, as """dicas""" ficaram evidentes DEMAIS.

e reitero minha opinião da excelência do episódio e de como fiquei estupefato por 3 minutos qdo Richard revelou a entidade daquele OUTRO!!!

e volto a falar outra coisa que li no The Tail Section: com essa história da ilha ir e vir, não fica fácil demais explicar tudo? não que eu não confie na série - depois do Jughead amo-a ainda mais - mas só levantando algo que vi.

Parabéns Davi! e Ju tbm!

CrisIamLoST815

Nícolas disse...

Outra...

Acho que a Charlote pode ser o bebê que vimos no primeiro episódio dessa temporada.

Como sabemos, nenhum bebê concebido na ilha, nasce. Por algum experimento a Charlote pode ter nascido e mão dela morrido no parto. Nisso o japa pegou ela pra criar...

Outra...rsrs

Será que a Ellie é a mãe da Penny e futura esposa do Sr. Widmore ? Só não consigo achar a ligação do Faraday com ela...

lulu disse...

Se Richard foi visitar Locke aos 5 anos pq o Locke sugeriu a ele, então tudo na ilha tinha que acontecer? É tudo premeditado? Se eles (sobreviventes) não tivessem voltado ao passado, Richard não teria feito a visita ao Locke criança?

Marília Teive disse...

realmente, o faraday devolve a pergunta do nome dele para o richard. tb tive essa sensação qd vi a cena. boa lembrança.
se eu pudesse perguntar algo pro "darlton" eu perguntaria: "com o que vimos até agora, nós já temos informações suficientes para montar as respostas de LOST? tais como: o q é a ilha? quem é Jacob?" eles provavelmente responderiam: não te respondo isso de jeito nenhum senão você pára de ver a série...
Marília Teive (vou colocar meu sobrenome para não confundir com a Marília Santos)

Leco Leite disse...

Cara, eu sabia que conhecia a atendente de Oxford. Só não me lembrava de onde!! Mas sabia que era da série...

Adilson Osanar disse...

lulu:

A linha temporal não pode ser mudada. Assim, a visita de Alpert ao pequeno Locke não mudou em nada os acontecimentos futuros. Tanto que ele tentou recrutar Locke em várias ocasiões pra tentar antecipar aquele futuro líder, mas sem sucesso.

A linha do tempo se passa como um filme que pode ser visto mas não pode ser reeditado.

Mas certamente é fato que Richard só foi lá porque Locke o mandou, ele disse dia e local. Mas Alpert só pode "Assitir" áquela linha do tempo, sem poder de mudá-la.

Isso responde tbm a questão de Ellie se interessar por viagem no tempo depois de ver Faraday(se considerarmos que ela seja a Mrs Hawking). Ela se interessará independente da visita deles, eu axo.

Se a influencia dos viajantes do tempo alterasse a história, alguma coisa teria mudado depois que Locke apareceu e disse a Ethan "Ben me apontou como seu líder".

O tempo não permite paradoxos, coisas que mudem e impeçam a própria viajem. não me surpreenderia se foi por essa razão que Sawyer "errou" o tiro em Widmore jovem.

[WIDMORE MORRE] > Widmore não financia a pesquisa de Faraday nem envia o cargueiro a ILHA > Sem ameaças a Ilha não seria movida > Sem ser movida, a Ilha jamais voltaria ao passado > Sawyer não volta no tempo > [WIDMORE NÃO MORRE]

tAH AÍ, dois fatos que se contradizem, um paradoxo.

rafinha disse...

James, que tudo o bebê se chamar Charles Widmore, seria possível o pai da Penny ser filho dela num futuro distante do passado??? gente que loucura, eu amo Lost por isso.

Já pensou Desmond e Penny vão para a ilha e caem no ano de 1930 e ficam por lá com seu filho que cresce... e o resto a gente já sabe..
seria interessante, mas talvez impossível

Sabrina disse...

1) A ideia da Charlotte ser a única a sofrer os efeitos da viagem no tempo por ter nascido na ilha acredito estar incorreta. Afinal, Regina e Minkowski sofreram efeitos colaterais e provavelmente não nasceram na ilha. Portanto, nascer na ilha NÃO é o motivo que leva a efeitos colaterais.

2) Charlie Pace, nasceu na família Pace, não teria como ser o mesmo Charlie do Desmond. Acho que essas viagens no tempo facilitam a explicação de muitas coisas, porém não podemos simplesmente achar que TUDO que acontece na trama está ligado a isso.

3) Eu acho que muita coisa só vai se encaixar mesmo na minha cabeça quando explicarem:
QUEM: deu um jeito de cada lostie importante para ilha estar no voo 815.
PORQUE: a ilha ou grupo precisava dessas pessoas do 815.
COMO: conseguiram reunir essas pessoas importantes [locke, jack, aaron, walt, charlie, etc] no mesmo voo de forma que parecesse uma coincidência. E também como a queda do avião pode parecer acidental [Desmond girando a chave] sendo que tá na cara que foi proposital.

4) Conforme já disse em comentário anterior, concordo com a teoria do Adilson, de que está tão óbvio que Ellie, mãe do Faraday e Mrs. Hawking são a mesma pessoa que eu já não acredito mais nisso.

5) En nenhum momento falaram pro Faraday que era uma bomba H. Ou ele sabe para que época cada clarão leva a ilha ou ele deduziu baseado nas informações de que havia militares americanos recentemente na ilha.

Marco disse...

Olá, Davi,
Também acredito que a bomba possa ter sido enterrada nas proximidades da estação cisne! Porém creio que, quando Desmond apertou aquele botão no final da segunda temporada, possa ter enviado a bomba, ou até toda a estação cisne, no tempo!!! O céu ficou púrpura, igual ao fenômeno que ocorre nas mudanças temporais atuais!
E Desmond logo após isso passa a ter experiencias através do tempo tb...

Abraços

Vinícius disse...

Coincidência, não? O fato de homenagear o filho com o nome do homem que salvou sua vida fez com que Desmond acabasse por nomear o filho após o nome do sogrão que tanto o atormentou... E que ainda atormenta muita gente. Legal, não é?

Marco disse...

Outra coisa que eu estava pensando, após ler o post do James, no qual ele comenta q o filho de Desmond e Penny se chama Charles Widmore, é que o casal encontrado na gruta na primeira temporada poderia ser os corpos dos dois, nao?

Abraços

Cristiano disse...

estou revendo o episódio e devo confessar que assim que a Ellie apareceu eu resolvi prestar atenção ao sotaque, e ao jeito de falar (mencionaram isso no Tail Section). e eu posso estar ficando doido mas ela realmente parece forçar um pouquinho. e sabe pq? para parecer a atriz que faz a Sra. Hawking :]

viagem??? pois é. deve ser. mas alguém aí disse que são os detalhes que nos pegam.

só queria registrar ;]

Nana Ribeiro disse...

Davi, desculpe, mas que eu saiba Eleanor não significa absolutamente nada em francês. A Outra seria L'Autre.

Que episódio maravilhoso! Isso sim é LOST.

Tobias disse...

Já que a ilha esta nesse looping temporal, gostaria de ver o carinha que caiu de balão, aquele que o Ben fingiu ser na segunda temporada.

Everson Kila disse...

Amigos, meu comentário pode ser uma viagem, pois não tenho uma informação para confirmá-lo, mas aí vai:

Será que Charlotte está sofrendo aquelas reações por ter encontrado consigo mesma em algum momento???

Por favor, se alguém mais pensou nessa possibilidade, comentem aí.

Fernanda Ramos disse...

Depois de rever o episodio uma fala de Widmore não me sai da cabeça:

-Alguem conhece melhor essa ilha do que eu?

Será que a briga de Widmore e Ben tem algo ver com a purgação?

Adilson Osanar disse...

a Sabrina levantou um(ou 3) pontos importantes... A série é sobre estranhos que aparentemente não possuem qualquer conexão e são atraídos pra uma Ilha.

Por que eles?? E pra servir a que propósito?? TEMOS conectar as coisas novas a esses mistérios.

Tenho pra mim que a queda do avião foi proposital porque o que o derrubou não foi o giro da chave, mas o fato de Desmond não apertar os botões no dia em que ele seguiu Kelvin até o barco.
Chegando lá kelvin já estava esperando por ele, sabia que estava sendo seguido e talvez fosse isso mesmo que ele queria.
Não seria a única vez que os The others utilizariam um defeito numa invenção da Dharma para atender aos propósitos deles.

Nosso amigo Kelvin tbm desenhava aquele mapa que brilha no escuro... como garantir que alguns dos textos em Latin não foram adicionados por ele??

Kelvin conhecia Sayd e foi ele quem lhe deu a chance de viver depois de ser capturado na Guerra do Golfo. Se não me engano, ele serviu junto com o padrasto militar de Kate.

tudo tem uma explicação e cada um deve ter um papel fundamental nisso.

André Cohen disse...

Quando o Faraday falou em enterrar a bomba rapidamente me veio em mente a estação Cisne!!!

Ok,eu não gosto muito do Locke mas ele se achou quando não atirou no outro que mais tarde descobrimos que era Widmore "ele é um dos meus" hahahaha ¬¬. Não sei porque mas nunca fui com a cara do Locke!!!

PS: Mesmo que ele atirasse seria algo do tipo quando o Michael tentou se matar acredito eu!

Sanguinete disse...

"Mesma atriz, duas personagens" ou entao uma personagem, dois disfarces. Essa mulher da biblioteca e do aeroporto, interpretada pela mesma atriz pode ser contratada por widmore(ou outra pessoa) para servir aos propositos necessarios. Lembrem-se que ainda nao sabemos se o grupo foi "selecionado" para entrar no voo 815. E no ultimo episodio ela faz uma pergunta no minimo suspeita a desmond."pq voce esta buscando essa informaçao?"

MPMurad disse...

Richard foi visitar o locke 2 vezes.

A primeira no hospital e a segunda na casa dele quando ele era moleque

Haragutti disse...

Outra coisa também...
O rato que o Faraday usou no teste se chamava Eloise, lembram?
Mais um indício de que a sra. Hawking possa ser mãe dele.
Só é meio estranho colocar o nome da mãe num rato... e se isso for verdade, os dois podem estar bigados.

Farlei Martins Riccio disse...

Davi: duas perguntas para você.

1a) será que a aparição do pai de jack, do irmão do Eko,etc.. nas primeiras temporadas, que achávamos ser fruto do monstro de fumaça, não poderia ser atribuído ao pulo deles no espaço-tempo? Ou seja, eles não poderiam ser viajantes do passado-futuro-passado? Não poderia ter acontecido com eles exatamente o que está acontecendo agora com Locke e o grupo que ficou na ilha?

2a) Será que o fato de Charlote ser a única estar sofrendo o efeito colateral da viagem temporal não seria porque Charlote seria a moça que está na cama em estado físico? Talvez ela esteja num looping de tempo maior que os outros, ou então sendo mantida no espaço-tempo da ilha deliberadamente por Faraday ou Wildmore. Recorde-se também que esse looping e os consequentes efeitos colaterais foram sofridos por Desmond e pelo médico do barco até encontrarem sua constante.

Parabéns pelo blog! Sem dúvida o melhor do gênero na internet.

Sabrina disse...

Rafinha, com certeza é impossível alguém dar a luz ao seu próprio pai, portanto Charles Widmore não é o filho do Desmond.

Outra coisa bem simples. Na Europa não costuma-se dar o nome da mãe ao filho, o mais viável então é que o filho do Desmond chame-se Charles Hume.

Acho que tem gente viajando demais, querendo encaixar todos os personagens em todos os lugares e tempos possíveis.

Juliana disse...

A Ellie deve ser Mrs. Eloise Hawkings que pode ser mãe de Daniel Faraday e/ou Penny. As duas tem semelhança e pode ser que Faraday diz que ela é familiar por lembrar da foto da Penny com Desmond. Ou não quis contar a ela que era sua mãe no passado, pois simplesmente ela nunca soube, ou iria contar mas como não se pode mudar o futuro, foi interrompido pelo Sawyer (destino).
Talvez Widmore e Ellie/Mrs. Hawkings tenham saido da ilha traídos pelo Ben ou mesmo pelo fato dela ter engravidado na ilha e assim corria risco de morte.
Faraday e Juliet na minha opinião sabem mt mais do que falam.
That´s it!
Namaste

Sabrina disse...

Pode crer Adilson, acabei confundindo os eventos. Realmente o avião caiu quando o Des não conseguiu digitar os números a tempo, e isso pode ter sido sim planejado pelo Kelvin.

Outra coisa, porque Os Outros fariam a purgação na ilha toda e deixariam somente os moradores da Cisne vivos?

Podemos concluir então que o Kelvin não era da Dharma coisa nenhuma e sim mais um Outro, e caso isso esteja correto, tudo que ele contou para Desmond pode ser mentira, inclusive sobre o Kazinski.

Ok, podemos ter ume teoria pra como o avião caiu. Falta somente o porque, quem e como colocar no avião as pessoas necessárias, rs.

Outras perguntas que andam meio esquecidas:

1) Onde está e quem é Mattew Abbadon?
2) Pra que diabos serviu aquele rebuliço todo na estação Tempestade?
3) Como Noami tinha a foto de Desmond e Penny se logo após a foto ser tirada, ficou com o Des??
4) Qual a história do Henry Gale verdadeiro?
5) O mistério da gravidez na ilha.


[Jesus... preciso parar de assistir episódios antigos]

Adilson Osanar disse...

poliana:
hehehe! não dei spoiler não... se fala de kelvin conhecer Saiyd, isso aconteceu na primeira ou segunda temporada. desconheço qualquer spoiler, não leio nenhum e quando caio na besteira de ler não é assim tããão spoiler, n revela nada :(

agora o q falaram aí sobre Christian Shepard e Yemi estaram dando voltas no tempo, meio que tem lógica. Mais pelo pai de Jack...

FOI AÍ QUE MINHA CABEÇA EXPLODIU!!
Nunca(q eu me lembre) revelaram a morte do pai de Jack. Ele vivia bêbado, tal como Jack nos flash forwards tentando voltar pra ilha... tal como fará John Locke, ele foi pra ilha num caixão.Os produtores disseram que ele realmente está morto. Mas um monte de gente vê ele, até quem não conhece (Michael, Locke...)
Dois filhos dele foram para na Ilha, de quebra um neto!!

Será que ele em algum momento teve uma importãncia pra Ilha tipo a que Locke tem hoje/ontem/amanhã??

Será que ele também não precisou morrer pra proteger a Ilha e salvar alguem??

Será que o papel de Kate não era criar o neto de Christian Shepard??

ele sempre aparece para ajudar alguem, mas suas ações não modificam nada diretamente...

sinto que em algum ponto no passado da Ilha veremos o pai de Jack.

Sabrina disse...

Ah, outra teoria minha: os Outros e os Hostis não são o mesmo grupo, esclareço:

Hostis: moradores nativos da ilha, moram lá desde que Deus [ou Jacob, rs] criou o universo.

Outros: união dos Hostis com os sobreviventes Dharma da purgação [lembrem que Anne conta ao Ben na escola que estão sendo atacados pelos Hostis].

Ok, no fundo no fundo o pessoal que sobreviveu à purgação se incorporou aos Hostis e virou Hostil também. Mas ando vendo muita gente chamando os Hostis de 1954 de Outros...

rafinha disse...

Alex era filha adotiva de Ben, que por sua vez fez de tudo para que ela ficasse longe de seu amado, Karl, nada impede que Penny seja filha adotiva de Charles Widmore, que também era contra o romance da filha, portanto, não seria tão absurdo que Penny fosse mãe do próprio pai adotivo.

E Marco, você observou bem, será que Adão e Eva da ilha são Desmond e Penny?

Adilson Osanar disse...

bom...

Abadon agora é diretor de uma divisão especial que investiga acontecimentos misteriosos no FBI..rsrs! mas isso é na série Fringe. Como o papel dele é central, acho que não haverá tanto foco assim sobre ele.

Mas minha tese é que ele trabalha pra Widmore e pode ser mais um The Other banido. Isso pode ter rolado na purgação, que por significar limpeza, pode dizer respeito a "expulsão" de alguns integrantes do grupo dos The Others e morte para todos os demais (no caso a Dharma).

Em tempo: sem dar uma de gato-mestre, Sabrina, o parceiro de Kelvin chama-se Radzinski.;D

e no mais considero um exercício que devíamos fazer... rever os episódios antigos... se possível até anotar detalhes da vida de cada personagem e ver onde como e porq a linha de um crusa coma a do outro (Acho que algm fez isso em Heroes uma vez..rsrs)

sim, talvez existia um grupo de hostis pré-others, mais radicais e conservadores..rs

E locke seria líder de um jeito ou de outro... voltar no passado e fazer Alpert visitá-lo não mudou nada, afinal quem recomendou o Walk About na Austrália foi Abadon, sabe lá Jacob porque!

hehe disse...

Caraca veio , to pasmo hueuhehueu, bom vamos lah, se charles for mesmo (que seja uma loucura)filho de des e penny , pode ser assim que tenha ido parar na ilha de alguma forma os dois pombinhos foram pra lá , morreram virarão adão e eva huehuehue, e charles foi parar no camp do outros, assim sobre a aparição dos nigerianos , talvez por algum motivo futuro, algum dos losties(no passado) façam que os niger se encontrem com eles no futuro(no caso na 3 temp), isso talvez explicaria o motivo de waaaaaaaaaalt aparecer já grande para o lock, no caso voltou para ilha enquanto ela ainda estava indo e voltando pro passado e pro futuro, e sabendo já oque teria acontecido. sei lá lost me deixa "perdido" nos meus proprios pensamentos uhehuehue,

Ézio Rubis disse...

Davi, não sei se essa informação é importante, porém ao meu ver a ultima costante por mim notada entre Charlotte e a ilha, so poderá ser.... um URSO POLAR com aquele colar Dharma com a logomarca da Estação Hidra.

Fabi Abrams disse...

Eu acho que o mistério das grávidas já se resolveu, da seguinte maneira: a bomba foi enterrada lá onde se construiu a estação Cisne, mas o vazamento dela não foi totalmente consertado, contaminando o ambiente (á agua ou o solo por exemplo), e por conseguinte as mulheres. Resultado: elas tem o útero precocemente envelhecido e não conseguem segurar a gravidez. Nos homens as consequências seriam outras (aumento na contagem de espermatozóides?! hehe), mas nas mulheres fica mais evidente devido a gravidez.

vin disse...

Olha, eu acho que a questão de tempo em Lost é a mesma que foi apresentada no terceiro livro de Harry Potter: nada pode ser mudado. No filme e no livro Prisioneiro de Azkaban, Harry e Hermione voltam no tempo pra salvar Sirius, e percebemos que o "eu" do presente e o "eu" do futuro coexistem no mesmo tempo, ou seja, suas ações acontecem ao mesmo tempo e o passado não é alterado. Exatamente como em Lost: Locke fala para Alpert ir visitá-lo ao nascer e isso é uma ação que aconteceu no passado, ou seja, a viagem do tempo de Locke não mudou o passado pq a ida de Locke ao passado já fazia parte do passado.

Sobre a exceção, chamada Desmond, faz muito sentido isso de que no final da segunda temporada, a bomba de hidrogênio pode ter viajado no tempo e isso pode ter afetado o brotha, causando essas viagens temporais e provocando aquela habilidade de ver o futuro, fazendo sua mente viajar no tempo.

Quanto a Ellie e Sra. Hawkings, acredito que são a mesma pessoa, sim; e ela pode estar ajudando Ben por uma rixa que deve ter surgido com Charle ou algo do tipo, mas essa história do filho da Pen e do Des serem Charle Widmore não faz sentido simplesmente pq é muito sem noção. Eu até entendi a idéia, e a parte do casal ser aquele casal de mortos, o que seria até romântico xD, mas como já foi explicado, se o baby do brotha fosse o pai da Pennye, Charle não seria chamado por Alpert de Widmore, mas de Humes. E a Penny teria que ser adotada no final das contas.

Certas aparições parecem que são, sim, viagens temporais, tais como a do Walt pro Locke no final da terceira temporada, mas outras não, como o irmão do Mr. Eko, provocada pelo mostro de fumaça, o darkUFO, que fala uma coisa tipo 'então pq vc pensa que é meu irmão?' antes de matá-lo e ainda há outro tipo de aparição, a alucinação, constantemente vivenciada por Hurley.

Quanto a Charlotte, simplesmente não faço a menor idéia pq só ela está assim, mas talvez o cérebro dela num esteja lidando bem com tudo isso, ela tava com dor de cabeça, visão dupla...

Ah gostei da idéia da funcionária da biblioteca ser parte desse quebra cabeça todo, como alguém disse, "dois disfarces, uma personagem", mas me parece improvável.

E o Faraday sabia sobre a bomba de Hidrogênio por causa dos ferimentos típicos do povo lá e pq eles estavam na década de 50.

vin disse...

Mas, Fabi Abrams, a ilha tem propriedades curativas, logo as mulheres não deveriam ser afetadas dessa maneira, não as mulheres da ilha.

rafinha disse...

Fabi, tem uma lógica seu pensamento, mas ainda não ficou claro se o problema com a gravidez sempre aconteceu ou foi só a partir de tal data. Se mulheres grávidas não conseguem vingar desde os primórdios da ilha, é porque a Ilha não quer uma super população, afim de preservar-se e tal, mas por que a Ilha não quer super população se a contagem de espermatozóides é maior?
Mas se a dificuldade em procriar surgiu a partir do surgimento da Iniciativa Dharma e tal, tem sentido o seu pensamento. E talvez a "radiação" da bomba(bomba de hidrogênio tem radiação?) só atinja a gravidez e os fatores de espermatozóide e cura acelerada não tenham sido prejudicados...Vou mais longe, e se o poder de destruição da bomba não for explosões e sim o envelhecimento dos úteros, que seria o não crescimento dos hostis, consequentemente diminuindo a população e em pouco tempo seriam dizimados.
Por que a Dharma iria querer destruir a ilha? É melhor destruir quem não os deixa explorá-la.
E como essa bomba foi parar com os hostis?

Ah e para os descrentes da absurda teoria de que Widmore seja filho de Penny e Des, ficou meio evidente que Desmond só volta para a ilha acompanhado de sua amada.

Davi Garcia disse...

@CrisIamLosT, obrigado pela visita e um abraço para todo mundo por aí :) Sobre a viagem no tempo tornar o caminho para as explicações uma tarefa mais simples, eu não sei se concordo muito. Usar a viagem no tempo é um recurso perigoso e por mais que os roteiristas da série respeitem uma regra, imagino que deve ser bem complicado escrever aquilo tudo avaliando o que poderia ou não criar contradições ou paradoxos. Pra mim, as 'viagens' podem facilitar o nosso entendimento, mas pros caras que fazem a série deve ser bem complicado fazer tudo.

@ Nana Ribeiro, como citei no post, a explicação para o significado do nome Eleanor (que a gente nem sabe mesmo se é o nome da Ellie) veio de uma referência da Wikipedia. Atualizei o post colocando o link (em inglês) com a explicação. Pode não ser nada, mas achei que valia como curiosidade já que Ellie é de fato uma Outra ;)

@ Everson, não diria que a Charlotte se encontrou consigo mesmo até porque não vimos nenhuma indicação disso, mas pensar na possibilidade de que ela possa sofrer os efeitos colaterais por ter viajado para uma mesma época em que sua versão jovem está na ilha (isso se ela tiver realmente vivido lá em alguma época) é plausível para mim.

@ Farlei, eu jamais descartaria essa hipótese do pai do Jack viajar no tempo também, mas sobre o irmão do Eko acredito que aquela cena do final do ep. 3x10 deixou implícito que era uma manifestação do monstro mesmo. Lembra que ele disse, "Você fala comigo como se eu fosse seu irmão?" ou algo assim? Sobre a moça em coma, as imagens deixaram claro que são pessoas diferentes, até porque ao que parece Charlotte e Daniel nunca haviam se encontrado antes de se juntarem na missão do cargueiro.

@ Ézio, não dá para saber exatamente como funciona o lance da constante, mas parece que tem que ser alguma coisa importante para a pessoa e não dá para gente dizer se aquela descoberta da Charlotte tem ou teve algum significado forte para ela. Aguardemos os próximos desenvolvimentos dessa história, até porque tô bastante curioso para descobrir como se explica ;)

@ Fabi Abrams, a noção de que uma radiação possa ter provocado a infertilidade nas mulher é bem forte pra mim também ainda mais agora com a introdução de uma bomba H com vazamento na trama.

Abraços a todos!

Adilson Osanar disse...

rafinha:
Quando penny disse que acompanharia Desmond, ela se referiu a ir até LOS ANGELES. Ela não tem qualquer intenção(e nem ele) de regressar a ilha.

e sim, bomba H tem radiação... mas não é a única coisa que apresenta radiação, ao ponto de faraday só porq viu um The Other afetado pela radição deduzir automaticamente que era por uma bomba H...

e ainda que faça sentido o lance da fertilidade e a radiação, é muito estranho. é o tipo de coisa que médicos (pricipalmente como Juliet) já teriam descoberto se fosse essa a causa.

e sobre Penny e Desmond serem o Adão e Eva da Ilha e pais de Charles Widmore, no sense...
São só nomes. E como o moleque iria existir junto com ele mesmo mais velho no presente/futuro?

Ainda q penny seja adotada, seria um paradoxo. O menino precisaria crescer para adotá-la... nada a ver

Hélcio Moreira Jr. disse...

Quero muito saber como o Widmore saiu da ilha e se tornou rico e poderoso magnata que conhecemos. Mas acredito que ainda levará um bom tempo para essa trama ser retomada.

Não acredito muito nessa teoria do Charlie ser o Charles Widmore. Creio que tenha sido uma homenagem ao roquerio Charlie Pace mesmo, afinal o cara se sacrificou para que eles pudessem se reencontrar.
É algo até um pouco poético, o filho deles compartilha o nome do homem que os separou (Widmore) e do homem que os uniu (Charlie).

Só consegui escutar o último Dudecast hoje e ri muito com a Juliana!

Abraço!

Carol disse...

Acho que Ellie poderia ser um apelido para Elloise.

SUYANE disse...

Episódio esclarecedor! Como já comentado, realmente ninguém sentiu falta de Jack & Cia.

Fiquei boquiaberta e muito feliz ao ouvir "Your name is Widmore? Charles Widmore?" Isso confirma o que sempre pensei sobre ele, pois há bastante tempo tenho a teoria de que ele quer encontrar a ilha para voltar para lá, vide 4x09 - The Shape of Things to Come.

Quanto ao motivo de sua saída, tenho algumas teorias e até já comentei que achava que ele havia saído por ter “movido” a ilha em algum momento no passado e assim como Ben falou, quem mover a ilha não poderá voltar. Davi e Juliana, por favor analisem. Vejamos:

1.Os acontecimentos deste episódio mostram um Widmore jovem e muito arrogante. Ele provavelmente foi, por um período, líder dos outros e talvez, por algum “incidente” teve que mover a ilha deixando seu lar e a liderança com Ben e por isso, está tentando voltar a todo custo. Isso faz sentido diante de suas palavras em 4x09, quando diz que tudo o que Ben tem, Ben tirou dele, e ainda quando grita que a ilha é dele, sempre foi, e será de novo; e então Ben diz que ele nunca vai encontrá-la, ao que Widmore responde que “a caçada começou... para ambos”, já que Ben também quer voltar para a ilha.

2.Uma outra possibilidade seria Widmore não ter sido líder, mas ter perdido uma provável liderança que almejava para o DHARMA Ben (terá sido quando Ben ajudou a exterminar os DHARMA, incluindo seu pai, assim como Locke teria que fazer?), e com raiva, provocou alguma atitude que o levou a sair da ilha com ódio de todos, principalmente Ben (afinal, tudo o que Ben tem, Ben tirou dele), por isso quer voltar para a ilha para recuperá-la, mas quer matar a todos que lá estão.

3. Sempre achei que Widmore, Sr. Paik e Christian Sheppard estavam relacionados e a semelhança entre Locke ter que voltar, dentro de um caixão, e o pai de Jack ter ido (ou voltado) para a ilha (e estar “muito bem, obrigado” por lá) dentro de um caixão são muito sugestivas! Será que o papel de Widmore no passado foi semelhante ao do Ben (sendo líder dos outros, movendo a ilha, saindo, querendo voltar) numa época em que Paik e Sheppard estiveram por lá e conseguiram sair (assim como seus filhos Sun e Jack) e depois quiseram ou precisam voltar (será por isso que Christian também bebia tanto?), todos eles, nem que seja com um deles em um caixão?

E quanto à Charlotte, desisto da idéia dos efeitos serem por ela ter nascido por lá (será que as grávidas morriam nesta época?) e estar simultaneamente na ilha como criança e como adulta, já que, como agora sabemos que era 1954, eles voltaram muito no passado e ela é bem mais jovem que isso. Penso agora que pode ser porque sua mãe Ellie, saiu de lá tempos depois, juntamente com Widmore& Cia, grávida, para não morrer e conseguir ter o bebê fora da ilha. Agora que Charlotte está na ilha, os efeitos de sua gravidez incompatível com o local estão se manifestando. Seria Widmore seu pai? Seria Faraday seu irmão? Viajei na maionese ou pode fazer sentido?

Kleber Anderson disse...

Em primeiro lugar, parabéns como sempre a cobertura do Blog. Vários detalhes que não tinha percebido foram muito bem explicados aqui.

Gostei das teorias levantadas. Foram muito inteligentes. Mas gostaria de sugerir mais uma que percebemos aqui em casa(não consegui ler todos os comentários, mas acho que ninguém comentou): As características fisicas do Wildmore na ilha não são parecidas com Karl (namorado da Alex)? Talvez não seria esta a explicação do ódio que Ben possui ao ex-namorado de sua filha?

Abraço.

SUYANE disse...

Revendo um antigo comentário meu, já descartado, no qual eu pensava que os efeitos em Charlotte se davam pq ela estava simultaneamente na ilha como criança e adulta, revi um detalhe: quando ela conta ao Dan que esqueceu o nome do meio de sua mãe no 5x01 ou x2, relembrei que quando eles chegaram na ilha na 4ª temporada eles faziam exercícios de memória, como se evitassem esquecer pontos de suas vidas. Parece ter uma certa similaridade com o Martin MacFly do De Volta para o Futuro sendo apagado da foto por estar mudando o futuro. No caso de Lost, as memórias estariam sendo apagadas pelas idas e vindas da rua? Será que não há mesmo o risco de criar ruas paralelas?

Sabrina disse...

Adilson, tá certo, Radzinski. Errei de novo, rs.

Sérgio disse...

Alguém me sabe explicar porque é que a farda do Charles Widmore enquanto jovem tem o nome de "Jones"?

vin disse...

Acho que a teoria de que a radiação não procede pq Sun engravidou na ilha e ao sair teve o bebê naturalmente, digo, a radiação a teria prejudicado, não?

Rodrigo Machado disse...

Eu acho que ou essa bomba depois de enterrada muitos anos depois foi onde foi construída a estação Cisne e foi por causa de algum problema com a estacão e a bomba ou só a bomba vazou, que ouve o tal incidente de 1984 onde tiveram que seguir aquele protocolo de digitar os números a cada 108 minutos ou por causa da bomba enterrada algum problema na bomba e/ou problema da bomba ligada a ilha fez com que mulheres não pudessem mais ter filhos. Também acho que os flash-fowards irão nos mostrar os Oceanic indo para ilha e trabalhando infiltrados na iniciativa DHARMA, para terminar a tempoirada com essa história do incidente da estação Cisne ligada a bomba Jughead. Acho que os produtores enfatizaram bastante essa bomba como nome do episódio e as cenas na ilha ligada a bomba não a toa, mas porque essa bomba vai ter uma importância no futuro e eu acho que é o incidente. Além do mais já sei, como foi revelado no Dude, que conheceremos Radzinsky e veremos o jovem Ben (não criança como no S03E20) entre os episódios S05E9,E10,E11 ou E12. pode ser q o final da temporada seja esse nos Flash-fowards.

Sabrina disse...

Gente. será que é pedir demais pra não postarem spoliers nos comentários?

Lembrem-se que nem todo mundo gosta de saber as coisas antes de acontecerem, e pra quem acompanha os comentários, vamos lendo tudo e de repente, sem aviso nenhum, aparece um spoiler...

Chato, muito chato.

henriqueballista disse...

http://www.youtube.com/watch?v=f5TodsfvaIU

pra quem nao se lembra do encontro de richard e locke novo...abraços

Lucius disse...

Charlotte: os efeitos da viagem no tempo não aconteceu ao mesmo tempo com os tripulantes do cargueiro. Antes do médico morrer, alguém já tinha passado mal. E depois uma passageira também começou a ficar confusa.
Radição: foi usada pelo Faraday para fazer a viagem no tempo no laboratório. Pode ser que a radiação da bomba associada com algumas propriedades presentes na ilha cause a viagem no tempo (daí o efeito no Des quando implodiu)e que digitar os números na escotilha impediriam justamente esse incidente;
Faraday: talvez todos esses fenômenos relatados acima tenham um culpado: Faraday e sua interferência no passado (mandar enterrar a bomba; interferir na escavação que foi mostrada no início do episódio).
Adão e Eva: os produtores disseram que iriam abordar esse tema novamente.

Cristiano disse...

Kleber, até onde me lembro, Ben tinha muito medo da Alex engravidar na ilha sabendo q ela, fatalmente, morreria. Por isso ele não ""curtia"" muito o Karl ;]

Vagner Ramos disse...

Lost, só fica melhor!

Amanda disse...

Gente, que viagem dizer q o filho da Penny pode ser o pai dela! Nada a ver...
Em primeiro lugar pq nome do bebê não é só Charles Widmore, ele deve ter o sobrenome do Desmond tbm né, afinal ele é pai da criança!
Como alguém já falou antes, não é só pq tem viagens no tempo q tudo na série tem q ter algo a ver com isso.

Fantastico Mundo de Nina disse...

Olá!!
Sou nova aqui e talvez não tão assidua como vcs.
Mas duas coisas:
- Grande parte de coisas que falam sobre viagem no tempo diz que tudo é um ciclo vicioso: Locke só foi visitado por Richard pq ele caiu na ilha, voltou ao passado e disse ao mesmo para ir visita-lo. É uma constante, nunca muda. Como alguem citou o Harry Potter, no filme mostra uma brincadeira interessante, a propria Hermione joga as pedras neles para eles sairem da casa, ou seja, ciclo vicioso.
- Um fato que nao vi ninguem comentar direito: muitos personagens sao ligados: o Pai do locke causou a morte dos pais do Saywer, Claire e Jack sao irmaos, Kate é ajudada pela ex do Saywer no passado, Lybbi e Hurley eram do mesmo hospicio, Ana Lucia e o pai do Jack se conheciam.... parece que todos tem uma ligação.

Provalvemente há alguns erros pois tudo que eu falei sao lembranças, nao revi episodios!!!

beijinhos!!

rafaelcadena disse...

Hj vendo o filme "Um sonho de liberdade" me deparo com um dos guardas do presídio lendo um gibi de nome "Jughead".
Vale a pena pesquisar....

A cena no momento em q o Tim Hobbins tranca o tal guarda no banheiro e põe um disco em uma vitrola para todos do presídio escutarem.
A cena é rápida, mas o suficiente para ver o gibi. Ele aparece depois mais rapido qdo o guarda o joga no chao ao ouvir a musica.
Será q tem algo nele?
O momento do filme é em algum ano da década de 50 tb!!!

rafaelcadena disse...

Achei o link no youtube da parte do filme em q aparece o gibi Jughead!!
Aos 7:31 !!

http://br.youtube.com/watch?v=qyh13P1QG44

Acho q não tem nada a ver com a série, mas é mais um registro do Jughead na década de 50

Davi Garcia disse...

Rafael, belo registro. Jughead na verdade era o apelido de um personagem de gibi bem famoso que começou a circular nos EUA em 1941. Na Wikipedia tem uma referência bem detalhada sobre o personagem.

http://en.wikipedia.org/wiki/Jughead_Jones

Abraço!

lulu disse...

Olha, pode ter muita gente que foi "banida" da ilha e tentam voltar agora, mas me perguntava como sairam.... Ben não saía e voltava com alguns outros quando quisessem? Vai ver que um grupo saiu p/ alguma missão de recrutar gente e por causa de Ben não puderam voltar.
Isso tem martelado na cabeça depois q vi Ms Hawking nessa temporada e uma certa missão de descobrir onde a ilha tá...

Adilson Osanar disse...

Isso que a lulu disse faz muito sentido mesmo... tipo:

Um precisa do outro pra voltar, e como Ben adora uma troca, prometeu que ofereceria condições para que os banidos voltassem a Ilha caso ajudessem ele a voltar, entre eles pode ser a Mrs Hawking.
Ben pode ter dito que uma vez lá dentro, poderia fazê-los retornar...

Só tem um problema: a Mrs Hawking quando aparece não aparenta muita vontade de retornar a Ilha. O ponto chave é descobrir de lado ela está? se mudou de lado, qual foi o motivo?

Contagem regressiva: FALTAM 3 DIAS!!

Destiny Calls ;D

Jonny disse...

a ellie é a francesa!

Mario disse...

ellie é a ms. hawking com certeza. ela é a mãe de faraday e da penelope. o que faz o faraday irmão dela. o widmore deve ser o pai do faraday também, ele é sinistro.