03/05/2008

Dudecast - 16ª edição

Está no ar a 16ª edição do Dudecast comentando o controverso Something Nice Back Home, 10º episódio da 4ª temporada. Contando com as opinões enviadas por e-mail, debatemos se o episódio foi uma perda de tempo ou um importante desenvolvimento de personagem. Baixe, ouça e divida conosco a sua opinião.

Para baixar direto clique AQUI

(Clique direto ou com o botão direito do mouse escolha as opções 'Salvar como' ou 'Salvar Link como')

OU...

Se quiser ouvir sem baixar, basta clicar no player para ouví-lo direto por aqui.


21 comentários:

Dexter disse...

Ótimo podcast, pessoal! Adorei!!

Me divirto pra caramba com os seus comentários e gostei de ver que, ao contrário da maioria do pessoal vocês gostaram do episódio, assim como eu.

Só gostaria de dar duas pequenas sugestões para melhorar ainda mais o DudeCast!

Teorizem mais, eu acho mmuito legal quando vocês mesmo dão suas opniões sobre como será o final de temporada, o que é o Jacob, o Lostzilla, como será o fim da série...

A a segunda sugestão, é que vocês dêem um parecer sobre o papel de Christian Shephard na mitologia da série. Apesar de que se 'Cabin Fever' for como estou pensando, não haverá jeito de vocês fugirem disso... hahaha

Bom, é isso!
Continuem sempre assim!
Sucesso e até mais

Anônimo disse...

o link para ouvir sem baixar executa apenas a primeira parte do dude cast 16...uns 10 ou 15 minutos..

kaka disse...

O Sawyer sabe quem é o pai do Jack (os dois tomaram uns drinks na 1a temporada), será que é ele quem vai fazer a ligação entre Jack e Claire, será que ele também vai ver o fantasma de Christian Shephard?

Emerson F. Bezerra disse...

Vendo o mobisódio 13, me veio uma questão à cabeça: será que a ilha, além de curar os doentes, ressucita os mortos? O corpo do pai de Jack estava no avião, nunca foi achado. Jacob teria ressucitado ou pegado emprestado o corpo Christian? Estaria ele destinado também a ir para a Ilha?

Dude! We are Lost! disse...

Dexter, nós sempre tentamos teorizar sobre os diversos assuntos que cercam a mitologia da série e se nesse especificamente não fizemos isso, certamente o fizemos e faremos em outros. Sobre esses assuntos que você citou (Jacob, Lostzilla e o C. Shephard já comentamos nossas idéias em outros podcasts, mas certamente voltaremos a fazê-lo em outros, uma vez que a trama continua evoluindo e novas peças surgirão. Obrigado pelos elogios ;)

Anônimo, creio que seja algum problema na sua conexão pois testei o player agora e funcionou direitinho :)

Abraços pessoal!

Wagner Souza disse...

Acho que os episódios de Lost são como o livro Cem Anos de Solidão, impossível captar tudo em uma só leitura. Por isso, assisto os episódios mais de uma vez. E sempre acabo gostando mais na segunda vez que assisto. Achei esse episódio morno, num primeiro momento, e depois de assisti-lo de novo gostei bastante. Depois de ler o blog Lost in Lost do Carlos Alexandre Monteiro, conforme sugeriu a Juliana, volto meus olhos para a série de outra forma. Caiu a minha ficha. Essa “é uma série sobre pessoas. E são elas, seus interesses, pesadelos e reminiscências...” Sempre há o que pensar, discutir ou até meditar sobre um episódio dessa série, seja sobre os mistérios ( ilha, Jacob, monstro de fumaça, etc,) ou o lado humano dos personagens. Aliás, o que é mais interessante que as pessoas, ou melhor, o mistério que se esconde na cabeça delas???
Também gostei pra caramba desse Dudecast!!!
Abraços!!!

Fábio Albuquerque disse...

Meu primeiro comentário. :)

Antes de mais nada, parabenizar aos dudes que mantêm o blog sempre atualizado e com excelentes comentários.

Falando do dudecast#16... vcs leram um e-mail comentando sobre o tal uísque MacCutcheon que foi encontrado pelo Hurley e Charlie fazendo ligação com a suposta presença de Charles Widmore num passado da ilha. Mas o uísque não fora encontrado nas coisas do Sawyer? Tá certo que essas coisas não eram dele, foram todas encontradas no bagageiro do avião. Ou estou errado e teve algum ponto na série em que Sawyer descobriu um antigo depósito de bebidas do Jack Sparrow na ilha. :)

Abraços!

Holly disse...

Muito bom! Adoro vocês, Casal 20!

Sobre pessoas....Acho que este episódio mostrou claramente a evolução e redenção de James e a estagnação da fraqueza emocional de Jack.
Seja qual for a interpretação, tratou mesmo dos altos e baixos pessoais dos losties.
Não foi um dos favoritos da temporada, mas estão exagerando no massacre.

E decididamente: episódio sem Ben não é a mesma coisa...

Alessandra disse...

Eu também gostei do episódio. Só queria comentar que a galera do cargueiro (Miles, Lapidus, Faraday, Charlotte) só fica mais interessante a cada episódio! O Faraday querendo ser amigo (seria por conveniencia? Ele parece que realmente se importa), o Miles e suas visões (de arrepiar...) o Lapidus salvando a cara dos losties (qual o interesse real dele?) e a Charlotte pode ser que tenha muito mais na bagagem... Já não dá pra ficar indiferente ao destino deles no final da temporada. Parabéns pelo podcast, gente! Gostei muito, como sempre!

André Luiz disse...

Muito Bacana! porém-no entanto n entendi o dialogo de Faraday e charlote sobre a Estação Médica de onde se originaria a energia, Já nao foi relatado que viria da estação tempestade segundo Juliet.. ou ela mentiu a esse respeito??

Vanessa disse...

Olá pessoal! Leio o Blog e sempre gostei das discussões levantadas aqui..

Sobre o ultimo ep. tb gostei. Li em algum comentário que esse ep foi importante para explicar o que aconteceu com o Jack do julgamento da Kate para que ele se tornasse o Jack do final da 3ª Temp. Independente de ciúmes, Sawyer, etc.

Alguém, além de mim, ficou com a impresssão de que o barulho do detector de fumaça "lembrava" a maldita contagem de tempo da 2ª temp? Acho que Jack tb se assustou com isso (reparem que ele pára assustado o diagnóstico!)

Mto estranho, mto estranho..

Vamos ver o que vai acontecer no próx episódio...

Abraços!

matheus disse...

coloca o podcast imitando o davi!!!!!!!!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

to doido pra ouvir...

Marlon disse...

Não sei se já foi comentado em algum outro lugar, e é a primeira vez que escrevo aqui, apesar de acompanhar todos os posts depois de cada episódio...
O que quero dizer é: o flash forward no final da 3a temporada é mais forward ainda do que vimos neste último episódio, certo?
Bem seria só isso por enquanto.
Parabéns pelo blog e abaço aos viciados em lost!

Eugênio Hertz disse...

Pessoal, uma pergunta simples. Eu sei que todos voces assistem a serie sempre, mas é evidente que o roteiro ja ta sendo esticado demais.

Um exemplo é essa temporada. No final da passada jack viu o caixao, e so no fim dessa é que voce vai saber o q é que tava la dentro.

O que eu acho é q os produtores estao fazendo de lost uma jogada comercial muito alem do que ela deveria ir. Se voce enxugar o desnecessario em um episodio, vai ver que resta 4 ou 5 minutos no maximo de historia corrente.

O resto sao flashes de todo jeito, sub-historias, galhos, ganchos, que enfim dão ate um tom de dramatizacao, mas cada vez mais afasta mais ainda todos de descobrir o que ha por tras.

E todo ano estão la os 2 macaquinhos , os produtores nas comic-cons da vida prometendo mais um milhao de misterios pra proxima temporada... PORRA isso vai ate quando? Lost vai ser ter um fim como os Arquivos X teve?

Ate mesmo smallville, os diretores ja lavaram...

Tudo porque alem de todas as teorias fisicas e maluquices de Lost, existe uma lei universal... "TUDO DEMAIS É VENENO".

Ou voce assiste lost com a roupa do Kiko (do chaves), ou entao um chapeu de burro...

Nunca vi tamanho mal trato com o telespectador.

Liza disse...

Concordo plenamente com a Holly, no decorrer da série podemos observar a evolução em quase todos os personagens, encarando seus medos e seguindo em frente, isso demostrado de forma mais marcante no Sawyer. Dos principais da série só o Jack permanece o mesmo, com os defeitos e qualidades de sempre, parece mesmo que o doutor não aproveitou sua estadia na ilha, "sempre buscado algo pra consertar" deveria tentar esta receita nele mesmo.
Liza

Mr. Ale disse...

Pessoal, só faltou comentar esse story-line do Milles: "didn't sign up for this" ou seja, afinal por que ele se juntou a equipe do Abbadon? Como chegaram lá? Apenas Naomi e Abbadon conheciam os perfis?
Ainda tenho minha teoria sobre a importância do papel chave do Abbadon como mediador por todos no cargueiro e o resgate dos oceanic 6, o que acham?

Abraços
Mr. Ale

Anônimo disse...

O conflito do Jack com a paternidade vem de longe... muito antes do Aaron. No episódio que ele casa com a Sarah, ele pergunta ao pai mais ou menos o que perguntou a Kate, questionando se conseguiria ser um bom pai. Também em outro episódio em que a Sarah revela uma possível gravidez ele não se mostrou mt feliz com a situação...

Ah tb queria ouvir o cara imitando o Davi.

ana paula disse...

Muito bom o Dudecast! Sempre aguardo ansiosa por eles toda semana pós episódio. Sempre me surpreendo com a dedução de vocês! Captando cada detalhe que a nós, telespectadores, passam despercebidos.

Gosto de todos mas o dessa semana foi especial para mim e para as fãs de Jack e Kate! Foi um episódio inesquecível e temos muito para comentar sobre ele!

Parabéns gente, vocês sabem tudo de Lost!

Anônimo disse...

Alguém pode me dizer porque o monstro da fumaça matou EKO, e não matou os soldados, já que o monstro estava mais nervoso do que antes???

Acho que essa foi mais uma armação de Benjamim, para enganar todos.

Claudia Maria
Fpolis/SC

Silvio disse...

Aê! Dudecast fora de série, como sempre! Ainda não escutei todo, ouço só uma parte de manhã, indo pro trampo... amanhã eu acabo! =P

Continuem o bom trabalho!

Paulo disse...

Belo podcast, parabéns!

Após estes últimos episódios, notei uma coisa, e gostaria da opinião de vocês:
os últimos flashbacks e flashforwards foram quase "duplos", com um personagem principal e um coadjuvante; Sayid-Ben, Desmond-Daniel, Ben-Sayid, Jack-Kate

Talvez demonstrando que a relação entre eles estará mais forte do que nunca na viagem para fora e para o retorno à ilha.

Lembro de ter sido comentado em um podcast anterior a questão do primeiro flashforward duplo, o de Jin e Sun. Na verdade, Sun foi a principal e Jin o coadjuvante.

Será que de agora em diante veremos mais destes relacionamentos futuros e a importância deles para a trama?

Hum???