28/04/2008

Fala Michael Emerson!

Depois do excepcional episódio The Shape of Things to Come (o 9º da 4ª temporada) , a Kristin do E! Online fez um entrevista com o Michael Emerson cuja tradução você confere agora. Há um spoiler no texto para quem ainda NÃO viu o episódio.



Caso você não tenha prestado atenção no episódio 9, Michael Emerson, nosso amado Bennry, apresentou uma impressionante performance que já estava ganhando comentários de indicação ao Emmy antes mesmo do episódio ser exibido, e até onde eu sei, nunca ninguém fez um trabalho melhor humanizando um supervilão.

Conversei com Michael e ele falou comigo sobre a série, o estado mental de Ben da brutal morte de Alex, e, ah sim, sua brilhante explicação sobre o funcionamento do monstro de fumaça.


FAMÍLIA E RISCOS MAIORES

O que se passava na cabeça do Ben no momento em que Alex foi morta?

Ben está em estado de choque. Ben geralmente não... Ben joga em um terreno em que uma variedade de consequências são esperadas, mas nada que esteja fora disso. Nesse caso, algo aconteceu. Ben assumiu o que ele pensava ser um risco seguro, e isso acabou se transformando em um risco terrível. Alguém não jogou de forma justa, portanto esse foi o maior choque que Ben já teve na vida.

No final do episódio Charles Widmore diz, 'eu não matei sua filha, você matou.' Quanto Ben se sente culpado pela morte dela?

Ben é um cara que não aceita as coisas calmamente, e penso que ele tem memória duradoura. Quando Charles Widmore diz que é culpa de Ben - é um tipo de sofismo da parte dele. Ele está sugerindo que tudo o que Ben já fez levou a esse momento, a idéia de que o que somos nos faz culpados. Mas Ben não aceita essa explicação.

Eu acho que Ben sabe que sua filha morreu por uma razão muito particular, e que Charles Widmore é o culpado. Seja lá o que estiver acontecendo entre Ben e Charles Widmore, os riscos/apostas acabaram de subir 10 vezes.

No próximo episódio parece que há uma cena em que Sawyer pode ter a chance de matar Keamy, o responsável pela morte de Alex. Esse é o tipo de coisa que Ben gostaria de fazer pessoalmente, ou o Ben é mais pensador, apenas caçando Charles?

No momento acredito que Ben aceite que ocorra violência. Acho que ele gostaria de puxar o gatilho pessoalmente em qualquer um que esteja conectado. Vamos ver se ele terá essa oportunidade.

Interessante. Você espera ver Danielle e Alex de novo de um jeito ou de outro? E como foi trabalhar com Tania Raymonde e Mira Furlan?

Amo essas duas atrizes, e quando um colega querido se despede você fica triste e de alguma solitário... e percebe o quanto investiu pessoalmente nesses relacionamentos fictícios. Você sabe que ninguém nunca está totalmente morto em Lost, então... não creio que tenhamos visto as duas pela última vez. Mas talvez tenha sido a última vez que as vimos vivas.

Então quer dizer que a Danielle não aparece no próximo episódio mostrando apenas um leve arranhão e indo atrás de Ben ou algo assim?

Não acredito que isso vá acontecer...

Falando em Danielle, eu esperava que ela pudesse matar o Ben.

(Risos) Que desejo estranho esse seu.


JULIET

Bem, eu digo isso com o maior respeito e amor pelo personagem, mas Ben é como se fosse uma barata asquerosa, e ainda assim temos que imaginar que alguém eventualmente o queira. Juliet, talvez?

Bem, Juliet certamente é uma personagem perigosa. Penso que mais perigosa do que sabemos a essa altura, e certamente há questões entre Juliet e Ben que ainda tem que ser resolvidos. Mas você sabe, a existência de Ben pode acabar sendo redimida pela gravidade e necessidade de sua missão.

Falando em Juliet, aquele lance de "Você é minha" abriu muitas questões do que ele quer dela. E então... tenho certeza que Elizabeth Mitchell é mais alta que você, isso já atrapalhou quando vocês estão gravando cenas juntas?

(Risos) Sim, tenho que admitir que não foi um dos melhores momentos de Ben naquele lugar onde Goodwin encontrou seu destino.

Quando Ben sai de sua zona de conforto, como acontece com muitos homems que são geniosos ou homens de sofisticação, há uma parte dele para compensar isso que não foi desenvolvida. Eu acho que o Ben talvez seja socialmente ou emocionalmente subdesenvolvido.

Por isso algumas vezes quando ele se estressa, ele se comporta como um adolescente. E assim ele acaba dizendo coisas desagradáveis... Acredito que ele se arrependa depois, mas ele se comporta impulsivamente algumas vezes. Para um personagem que supostamente é tão metódico e um jogador de xadrez, ele realmente se comporta impulsivamente às vezes.

Ele quer casar com Juliet para que ela tenha um milhão de bebês dele?

Não acho que ele saiba claramente o que quer. Ele só sabe que quer. Ela é um prêmio para ele. Quem sabe como a vida sexual dele é ou seria? Mas de alguma forma ele decidiu que ela tem que ser dele.


MITOS E MONSTROS

Você acha que depois daquela conversa com Charles nós subitamente descobrimos que Ben é o herói da série, mesmo que não soubessemos que ele existia na primeira temporada?

Parece que há algo acontecendo nesse sentido, não é? Porque cada temporada parece focar um passo atrás e evidenciar que o campo de ação da série é maior do que imaginávamos.

Acredito que essa batalha entre Charles Widmore e Benjamin Linus, seja lá sobre o que for, que riscos existam, que jogo seja, acredito que tudo esteja maior. Isso é uma coisa grande e importante.

Não sei se por familiaridade ou instinto, mas acredito que gostemos mais de Ben Linus do que de Charles Widmore. Vejo o Charles Widmore como um vilão maior.

Parcialmente porque Charles é realmente ruim para Desmond, enquanto o Ben sempre foi cortez e gentil. Ele pode bater em você até a morte, mas ele irá agradecê-lo quando tiver terminado.

Sim. (Risos) Isso mesmo. As boas maneiras contam, certo?


Ok, tenho algumas perguntas dos fãs, se você não se importa. Harry pergunta: "Ben controla o monstro? Ou ele é capaz apenas de tirar o monstro da jaula?" Qual é sua percepção sobre isso tudo?

Ben tem conhecimento da mecânica secreta de tudo na ilha, portanto sim, ele pode invocar o monstro - chamá-lo de monstro de fumaça não é o jeito certo, mas ele pode lançar aquela coisa sobre alguém. Mas nós ainda não sabemos qual é a receita ou a fórmula de como isso é feito, e não sabemos que preço é pago. Parece que existem várias forças na ilha, mas que nada acontece de graça. Um preço é pago toda vez que o maquinário funciona. Tudo é barganhando.

Tom pergunta, "Você acredita que entre o tempo em que Ben desapareceu naquele túnel e voltou sujo depois, ele estivesse essencialmente em uma bolha do tempo onde ele planejou um jeito para que Sayid acabasse ajudando-o a derrubar Charles Widmore, ou você acha que isso ocorre genuinamente no futuro?"

Acredito que aquilo ocorre genuinamente no futuro. Mas a passagem de tempo está sendo percebida diferentemente pelas pessoas. Penso que aquele período de tempo quando ele entrou naquele túnel para invocar o monstro e apareceu todo sujo, foi suficiente para que ele cuidasse disso fisicamente.

Acredito que aquela sujeira tenha alguma coisa a ver com sujeira metálica. Acho que o monstro de fumaça está conectado àquele círculo de cinzas que envolve a cabana de Jacob. Eles já estabeleceram que há forças supermagnéticas em ação na ilha, portanto que meio seria melhor para que essas forças agissem que não através dessas pequenas partículas de metal?

Você não quer se juntar aos fãs teóricos? Porque você seria realmente bom nisso.

Nós que trabalhamos na série, somos todos fãs também! Todos teorizam e tentam juntar as peças. Isso deve agradar os roteiristas que nos vêem tentando descobrir as coisas.

Ok, última pergunta de Mark da cidade de Dundee na Escócia: "Onde você acha que Ben fica em uma escala de 1 a 10 onde 1 é o Hurley que é totalmente bom; 5 é o Locke, bom mas capaz de fazer coisas ruins para alcançar seus objetivos; e 10 para Charles Widmore, um vilão efetivo?"

Acho que o Ben não pode ser medido pela sua escala.

8 comentários:

Malucom disse...

Davi,

os roteiristas já falaram que a viagem de tempo em lost é realizada apenas pela consciência, no entanto, esse último episódio insinua que Ben teria feito uma viagem física até o futuro.

Como explicar isso?

Dude! We are Lost! disse...

Pois é Malucom tô louco de curiosidade para ver como será a explicação para isso. Acredito que assim que conhecermos a estação orquídea possamos ter ou começar a ter uma idéia mais clara de como o Ben foi parar em pleno deserto do Saara e etc.

Abraço!

Davi Garcia

anderson disse...

Viram eu tinha razão o bem diz:
não sabemos que preço é pago. Parece que existem várias forças na ilha, mas que nada acontece de graça.
Claire é o preço q a ilha pagou

anderson disse...

viram na entrevista o bem diz:
não sabemos que preço é pago. Parece que existem várias forças na ilha, mas que nada acontece de graça.
o precço q a ilha pediu foi Claire

Rodrigo disse...

O Monstro de Fumaça é formado por partículas de metal, "pó de ferro", foi isso que eu entendi, na visão dele é claro!
Mas é uma opção, controlado no mesmo estilo do Magneto dos x-man, será que estou viajando !!??

Silvia disse...

Se você tem alguma dúvida (se é que isso é possível) quanto à atuação de Michael Emerson, veja qualquer entrevista dele em estado normal (YouTube) - é impressionante! Ele é engraçado e super alegrinho. O que me deixou mais fã dele ainda.

Vanessa - Bauru disse...

Levando em consideração que ben controla o monstro, relembremos na 2ª temporada quando o falecido Eko foi confessar ao Ex-Henry que havia matado 2 outros. Ok, na hora da morte de Eko o monstro pedia que ele "confessasse". Seria uma resposta de Bem ao pedido de confissão de Eko?

vanessa - Bauru disse...

Sabendo que o tempo não muda seu percurso e acaba cumprindo seu percurso, será que Desmond não mudou o passado, o futuro girando aquela chave? Seria porisso que Charles mandou Desmond para a corrida de barcos... para que ele mudasse "as regras"?