08/03/2008

Dudecast - 10ª Edição




Já assistiu The Other Woman, o 6º episódio da 4ª temporada de Lost? Então está na hora de ouvir a 10ª edição do Dudecast! Como de costume, comentamos os principais pontos do episódio e abrimos espaço para as dúvidas e opiniões dos leitores/ouvintes que recebemos por e-mail. E é claro, aproveitamos para dar umas risadas, pois ninguém é de ferro! :p

E não esqueça, estamos esperando a sua participação! Escreva para nós no dudewearelost@yahoo.com.br

(Lembre de escrever de forma bem objetiva. Assim, sobra tempo para lermos mais e-mails)



Clique AQUI para baixá-lo direto
(Clique direto ou com o botão direito do mouse escolha as opções 'Salvar como' ou 'Salvar Link como')


OU...

Se quiser ouvir sem baixar, basta clicar no player para ouví-lo direto por aqui




-->: Quer ser informado toda vez que um novo Dudecast estiver no ar? Então assine o nosso feed escolhendo uma das opções abaixo








33 comentários:

Abner disse...

mtoo bom u dudecast!!!!

Paarbéns Davi e Juliana

abraçoo

Dudu Maroja disse...

Os 4 que chegaram na ilha agora são apenas batedores.. fazendo reconhecimento e tentando achar um meio de trazer mais gente...pra ilha.. o gas serviria de defesa para os outros se por acaso um grupo paramilitar de mercenarios conseguisse chegar a ilha,

O Rascunho do mapa pode ter sido obtido no diario do Black Rock, ou mesmo na hanso foundation, eu acredito que a Widmore tenha adquirido a Hanso foundation por compra agressiva ( compra de mais de 50% das açoes ) e sabendo disso, e dos planos de Widmore, Ben teria meio que isolado a ilha e derrubado a dahrma! ( isso e o que eu acho )

Dudu Maroja disse...

Nao tem como nao confiar no Faraday "carinha de cachorro pidao"

Shender Evil disse...

Ótimo dudecast!
É interessante relembrar os pontos importantes de cada episódios e redicusti-los.
E é legal ver que a maioria das minhas opiniões batem com a de vocês e eu que não to ficando maluco. UHEuheuhE

Abraços!

Carlos Essei disse...

Queridos Dudes,
Ao falar da aparição de Harper Stanhope, não sei se perdi algo, mas ela vem acompanhada das vozes ou sussurros, lembro que sempre que aparece estas vozes/sussurros aparece alguem que teoricamente seria impossível estar ali, como Shennon que estava morta, ou a Cabana de Jaccob para Hugo que supostamente se transporta de lugar e Walt.

Lembro que todos estes acontecimentos veio acompanhado da s vozes. O que me vem em mente é que sempre que acontece as vozes acontece algo sobrenatural, e perante a Harper Stanhope eu penso que ela pode estar morta ou realmente não estar ali na frente de Juliet realmente se usando dos poderes da ilha para aparecer ali, por isso sua aparição repentina e sua expetacular desaparição na frente de todos (Jack e Juliet).

Quanto a forma que Ben supostamente teria se comunicado com eles não acho certo afirmar que realmente seria Ben e por que não Jaccob que está se usando da Harper Stanhope "morta" (mais uma vez deixo claro minha opínião sobre Harper) para se comunicar com Juliet.

Creio que por isso que todos dizem que não seria ela mesmo.

Estou escutando o Podcast e logo trago mais comentários...

Carlos Essei disse...

Falando dos quadros da casa de bem... teve uns que parece ser da infância da Filha da Rousseal/Ben

Carlos Essei disse...

Mas exatamente por Ben estar solto será que não seria mais fácil para se proteger se soltassem o gás? creio que a "missão do gás" seria apenas uma dentre as várias outras que os novos amiguinhos tenham vindo a fazer na ilha.

Quanto ao mapa de Faraday, lembram de quem é o Barco segundo Ben, Wildmore, e ele tem buscado informações sobre a ilha a muito tempo, como comprar o diário do Black Rock, e o que mais ele não possa ter conseguido sobre a ilha..
Até mesmo alguem morto possa der dito a Linus.

PH disse...

era pro Ben não usar ao gás em qualquer outro momento, não era o med o que ele usasse naquele exato momento.

Carlos Essei disse...

Bem como vcs pediram eu sou o Carlos Essei Shibata e teclo do Japão, Aichi Ken, Okazaki shi

Anônimo disse...

Agora falando do flash back da Juliet, por mais que digam que foi redundante, eu não havia deduzido que ela era amante do Goodwen(ou sei lá como escreve) e nem que o Ben era apaixonado por ela, por se parecer com a namoradinha de criança dele.. por mais que não tenha revelado nada tão aparentemente essencial pro momento, é sempre bom ver os outros pontos de vista, não dá pra ter frenesi em todos os episódios, como foi o anterior, e tb ñ achei forçado o físico e a arqueólogoa fugirem, brigarem, etc pra desligar o gás mortífero..

E aquela terapeuta traída tem cheiro de fumaça negra, se bem que se a ilha quisesse mesmo matar os dois, teria ela mesmo mandado algum urso polar ou coisa do tipo e não a Juliet, pra fazer o trabalho.

Bob disse...

O gás não estava prestes a ser liberado. Charlote e Faraday não estavam ali para impedir que o gás fosse liberado, estavam para tornar o gás inerte, ou seja, mesmo que um dia ele fosse liberado não faria mal algum. A contagem regressiva para a liberação do gás se deu porque o Faraday invadiu o sistema, e não porque estava programada pra começar naquele momento.
Eles só estavam se precavendo de uma possível liberação desse gás no futuro pelo Ben.

Bob disse...

O beijo entre Juliet e Jack não foi descabido. Era algo esperado devido ao clima que vinha rolando entre eles desde que se conheceram. E depois do que a Juliet disse, se o Jack não a beijasse, aí sim seria descabido.
Ao contrário de vocês, eu acho que a ilha favorece romances, há todos os ingredientes: as pessoas estão fragilizadas, passam muito tempo juntas, compartilham situações únicas...

Paulo disse...

Mais um otimo dudecast, parabens Galera!!!!!

Rodrigo disse...

Eu achei um tanto cruéis os comentários a respeito desse episódio. Acho que a ansiedade por respostas e a leitura dos spoilers contamina a degustação dos episódios, comprometendo a opinião sobre eles. Um dos pontos mais interessantes desse episódio e que pouco foi sublinhado é que entre Charles Widmore e Benjamin Linus não há vilões e heróis. Os dois estão disputando a ilha. E o diálogo de Ben com Locke esclarece de maneira muito simples as intenções de Widmore "se a imagem da santa atraiu 5 mil pessoas, imagina a ilha..."

Muitos reclamaram das cenas redundantes, mas eu não tinha noção do envolvimento de Juliet e Goodwin e nem da possessividade de Ben. E mesmo que soubesse, a graça está em adentrar nas cenas dramáticas ou românticas e viver aquilo com os personagens. Por isso acredito que a ansiedade retira a calma necessária para apreciar esses momentos. Li um comentário dizendo que o beijo de Jack em Juliet havia parecido falso, muito pelo contrário. Demonstrou um certo tipo de relação entre os dois, uma relação mais madura, mais sutil que não precisa de beijos apaixonados para demonstrar os sentimentos ou a admiração.

Acredito que haja dois tipos de fãs em Lost, os mais apressados, ansiosos e ocasionais que querem respostas e querem montar o quebra-cabeça o mais rápido possível. E outros que se apegaram aos personagens, outros que vêem na montagem do quebra-cabeça um objetivo, mas que também se divertem apreciando cada uma das peças, e mesmo que elas não se encaixem a imagem que elas revelam já basta.

André Catapan disse...

Parabéns pelo ótimo dudecast!
Mesmo quando o episódio é fraquinho e não tem muito o que falar, vocês conseguem nos prender por quase uma hora!
Ahhhh, qual é o nome da música que sempre toca no começo??
Obrigado desde já,
André Catapan - Garuva-SC!

P.S: Manda um abraço pra mim no próximo Dudecast =D!

Patrícia disse...

Alguém viu uma pessoa no meio da mata com as mãos na cabeça atrás do Jack enquanto ele falava com a Kate (29:01). Dude, posta a imagem ai...impossível que ninguém tenha visto essa falha (se é que foi uma)....Bjs

brotha luiz disse...

Não sei se to comentando no lugar certo, mas ainda não vi NINGUÉM citar a pessoa que ta bisbilhotando Ben e Locke quando eles assistem a fita de vídeo do Widmore. CLARAMENTE tem alguém ali atrás de olho em tudo!
Se possível, tentem achar a imagem!
Vlw, abraço pessoal do Dude!!

Leonardo de Leon disse...

muito bom!
Pelotas RS ligada no dude!

Ytsejam disse...

Quem não tinha noção do envolvimento da Juliet com o Goodwin não viu ou não se lembra do "One of Us" onde isso foi mostrado no flashback. De resto tudo o que foi mostrado já tinha sido deduzido sim. A não ser o fato do Goodwin ser casado.

Quanto ao podcast, nada pessoal mas já ouvi melhores. Não tinha muito sobre o que ficar especulando nesse episódio de qualquer jeito então até dá pra entender. E quantos e-mails mais vocês vão ler perguntando sobre o tsunami? Tem gente que parece que acha que só porque já fizeram referências sobre eventos reais na série eles agora vão ter que inserir tudo o que acontece na vida real. Talvez eles mencionem de uma forma meio velada, talvez não. Porque tanta paranóia a respeito disso?

Anônimo disse...

Brotha Luiz tá certo!!!! Tem um vulto muito parecido de alguma pessoa por detrás do Ben na hora q ele mostra a fita pro Locke O.O

Dá medoO.o!

Felipe disse...

Uma outra relação do nome do episódio com o próprio episódio, além das duas já citadas no dudecast, seria a ELA ("the other woman") citada pela Harper na conversa com Juliet sobre Ben.

Valney.gama disse...

Sobre o Ben não sair da ilha.

No episódio 3x09[eu acho - aquele que o Jack opera o Ben], o jack pergunta ao Tom o porquê de o Ben não realiza a operação fora da ilha.

Isso é muito importante, pois quando o Tom vai responder *tcharã* o Jack sem querer corta uma artéria do Ben...

fernanda disse...

Odiei esse beijo estranho e constrangedor, pareceu piedade do Jack! Ele confessou o amor pela Kate, não acho que isso vá mudar. Engraçado vai ser a Kate com ciúmes. Vamos ser sinceros, nem o relacionamento da Kate com o Sawyer nem Jack e Juliet superam Jack e Kate.

Jack e Juliet é meio sem noção, o Goodwin cabou de morrer e ela conheceu o Jack tem o que, 3 semanas? Fora que o Jack ja ameaçou matar ela e tal...

Kate é Sawyer ficam naquela pegação e se comportando como duas crianças, com pouquissimas cenas que presem, que mostrem algum sentimento.

Acho engraçado esse triangulo, deixa a gente na duvida mesmo, mas tenho cereza que no final Jack e Kate ficam juntos. A maneira bonita como a historia deles foi bem construida desde o inicio, com enormes dificuldades me lembra muito a Sydney e o Vaughn em ALIAS. Bem estilo do J.J!

Desculpa gente, eu quase nunca comento sobre Lost, mas quando começo é difícil parar ihihiihi! Parabéns Fernanda, pela análise, falar de amor é bem mais complicado do que se imagina! E parabéns pelo blog e pelo podcast pessoal, nota 10!

fernanda disse...

Ah, e acho que depois do Eggown, parece que o triangulo acaba e fica so entre Jack e Kate mesmo!

E fiquei de queixo caido com a revelação do Widmore!

Patrícia disse...

Atrás do Ben não tem ninguém...é um vaso em cima de uma pratileira. Mas na floresta, atrás do Jack tem sim... (29:01).

Anônimo disse...

Excelente podcast!
Até semana q vem!

brotha luiz disse...

Tem sim alguém atrás do Ben, quase certeza!
Vejam aos 26:08...
parece MUITO ser uma pessoa!

Roque disse...

Oi, gente,
Parabéns pelo dudecast, muito legal como sempre…!
Queria dizer que tenho uma visão diferente sobre o beijo entre Jack e Juliet.
Bom, tá certo que não foi lá nenhum beijo assim, apaixonado. E o motivo é: eles não são um casal apaixonado! Existe uma situação de camaradagem e companheirismo crescente entre Jack e Juliet – desde que ele se identificou com a intensidade com que ela queria sair da ilha. A partir daí, Jack passou a comprar todas as brigas dela, inclusive com seus aliados e frente a Kate, a mulher que ama (mas não possui). E, no momento que Juliet lhe conta sobre Ben, ela quis dizer que não acredita que vá conseguir sair da ilha. Ela está lhe dizendo que não existe absolutamente nenhuma viva alma naquela ilha que se importe com ela e seu destino, a não ser o doutor, que se tornou seu protetor de plantão, e um maníaco obcecado todo-poderoso que acha que ela é sua propriedade! E Jack entende imediatamente o recado e, como todo herói da história (como acho que a Juliana disse), prontamente respondeu ao apelo da donzela em perigo. Com aquele beijo ele quis dizer que estaria com ela até o fim. Como alguém já falou, poderia ter sido um abraço amigo? Bom, um abraço pode ser muito reconfortante. Mas esse é um caso extremo – na ilha, ele é tudo o que ela tem (e o Ben sabe disso!). O beijo é comportado e racional, até meio frio, mas eu acho que sela um tipo de compromisso que um abraço não consegue selar. E se, como alguém falou no dudecast, a Juliet ficou para trás depois da fuga dos 6, este realmente seria um motivo para grande culpa do herói Jack, sabendo que a deixou em situação tão desesperadora.

Rafa Bruno disse...

Mais um excelente dudecast, mesmo com um episódio morno.

Um detalhe que eu não vi ninguém comentar é quando o Locke leva o coelho para o Ben e ele pergunta se ele não tinha nenhum número nele.
Isso com certeza nos remete aquela experiência mostrada na Estação Orquidea.
Mas esse animais teriam alguma 'problema' ou foi apenas uma citação?
Uma outra dúvida é que no vídeo da Orquídea os dois coelhos coexistem fisicamente no mesmo tempo. Como isso é explicado se na experiência do Faraday e do Desmond aconteceu apenas uma viagem da mente?!

A Marilia Santos mandou um e-mail com algumas dúvidas que vcs responderam no Dudecast. Eu tenho algumas opiniões diferenes da dela.
Primeiro em relação ao Frank Lapidius não fazer menção ao Piloto do 815. Não seria por ele já saber quais foram os sobreviventes da queda? Talvez até mesmo pelo próprio espião do Ben, que tudo indica ser o Michael.

Quanto a Eloise, a Marília insinua ter acontecido um paradoxo entre a ratinha morrer antes mesmo de aprender como sair do labirinto.
Porém como foi dito, Faraday iria ensiná-la 1 hora depois. Embora não tenha sido mostrado, mas é totalmente possível ele ter feito isso enquanto a mente do Desmond estaria novamente no futuro e ele acorda novamente em 1996 desorientado perguntando o que aconteceu. Nisso Faraday explica que ele ficou quase 75 minutos apagado. Tempo suficiente para o Faraday ensinar a Eloise e por fim ela morrer.

Agora para os comentários aqui deste tópico.
Para o brotha luiz:
A primeira vez que eu assiti o episódio 4x06 tb fiquei com a impressão que teria alguém obeservando o Ben e o Locke, mas quando revi o episódio e essa cena, percebi que pelo menos pra mim, era uma estátua. Olha os minutos: 26:08 27:30. Está bem claro. Se fosse uma terceira pessoa, eles teria percebido pela proximidade.

Para a Patricia:
Pra mim não é uma pessoa.
É apenas uma folha ou casca da árvore. Mas que parece, até parece.rsrs

[]'s
Rafa Bruno - Guarulhos/SP

Anônimo disse...

Davi,

Ninguem comentou sobre o que o Ben falou pro Locke sobre o Coelho?! O Ben pareceu preocupado em comer um coelho com numero!

Dude! We are Lost! disse...

Esse comentário sobre o coelho, a meu ver foi apenas uma divertida alusão ao que vimos no vídeo da Orquídea e claro àquele coelho que Ben usou para assustar o Sawyer no ep 3x04 "Every Man for Himself". Na minha opinião não tem nada a ver com algum medo do Ben ;)

Abraços!

Davi Garcia

James disse...

galera, num sei se eh impressao minha, mas eu acho q o cara que esta vendado que foi pego por charles widmore, eu acho q ele se parece muito com Mikail Bakuni, oq vcs acham?

ana paula disse...

Também achei esse beijo Jacket sem noção! Tá certo que o Jack é irresistível e a Juliet baba por ele, aí eu até entendo ela ter rapidamente esquecido o Goodwin! Até eu convivendo com o Jack esquecia! Ele defende ela, dá segurança, é um homem lindo, corajoso! Realmente, entendo perfeitamente ela ter se apaixonado pelo doc.
Só achei forçação de barra o Jack ter ficado ali fora e deixado a Kate entrar com a Charlotte, sendo que ele é sempre curioso p saber de tudo que acontece por lá! Não ficou natural, assim como a Kate ter dado as costas p a Juliet, recebendo o golpe na nuca. Totalmente fora do contexto de Lost!
Concordo com o q eu li em outro lugar, que não sabem mais como separar Jack e Kate e inventam qualquer desculpa p mantê-los separados até o FF! Só pode ser isso! Se não, não entendo como!