22/02/2008

Ep. 4x04 - Easter Eggs, curiosidades, repercussão...

Já sabe né? Só leia este post se já tiver assistido Eggtown, o 4º episódio da 4ª temporada. Já viu? Então não esqueça de registrar sua opinião no post de comentário. Já o fez também? Ok, então siga tranquilo(a) na leitura.

Que belo episódio, não? Primeiro por ser o melhor centrado na Kate em toda a série e depois... Bem, se você não leu a sinopse que postamos aqui antes, deve ter dado um salto na cadeira quando a viu falando aquele simples e singelo, "Oi, Aaron" no final, né? Que bomba. E com a explosão dela nossa cabeça girando para tentar entender o significado daquilo tudo. Bom demais, e o pior é que ainda tem gente que diz que Lost é porcaria tsc tsc... Ok, mas sem mais delongas, vamos ao que interessa.

Easter Eggs e Curiosidades



1. O livro que Locke retira da estante e oferece a Ben no início do episódio é Valis do renomado autor Philip K. Dick. Valis é a sigla para Vast Active Living Intelligence System (algo como Vasto Sistema de Inteligência Viva e Ativa). O livro é o primeiro de um trilogia inacabada e segundo a Wikipedia revela a visão gnóstica de Dick sobre um aspecto de Deus. Mas será que o livro guarda alguma relação com a série ou alguns de seus personagens? Bom, uma rápida pesquisa sobre a trama do livro trouxe isso:

"Valis conta a história de Horselover Fat, um sujeito melancólico e obsessivo que tem uma estranha revelação divina. Fat está convencido de que uma entidade superior, que já foi Buda e Jesus, está para nascer a qualquer momento, e não vai descansar enquanto não encontrá-la. Neste 'romance policial teológico', Dick surpreende ao ser narrador e personagem da trama. Impiedosamente honesto, revela-se sem disfarces, sem medo de assumir a própria loucura."

Sujeito melancólico, obsessivo e que tem uma estranha revelação divina. Hum, parece o Locke, não? Lembram que ainda na 1ª temporada ele disse que olhou nos olhos da Ilha e o que viu era lindo? Ou será que a parte do "Impiedosamente honesto, revela-se sem disfarces, sem medo de assumir a própria loucura" seria o oposto do que é o Ben?



2. Canequinha Dharma. Também quero a minha e você?



3. Vinho na caixa? Mais uma 'invenção' que só a Dharma faz para você.



4. Clube de leitura do Sawyer - Livro da vez: "A Invenção de Morel" de Adolfo Bioy Casares. E vejam só que curiosa é a descrição do livro segundo a Wikipedia.

"Conta a história de um fugitivo que se esconde em uma ilha, aparentemente deserta. Aos poucos começa a descobrir os curiosos habitantes da ilha, apaixonando-se por uma jovem. Mas aos poucos descobre a verdade sobre os habitantes,a história do navio fantasma encontrado perto da ilha e a invenção do cientista Morel."

Tudo a ver com Sawyer, não?



5. Momento Relax do episódio: Hurley colocando Xanadu, pequeno clássico musical do cinema que trazia Olivia Newton-John como protagonista. E olha que legal, temos até o videozinho com a música brevemente ouvida naquela sequência.





6. Sawyer inicia mais um golpe em Locke com um... Jogo de Gamão, definitivamente o passatempo predileto de careca. Lembram quando o vimos jogando com Walt ainda na 1ª temporada? O jogo ambém foi visto em uma sequência que trazia Walt ganhando US$ 83 mil de Hurley depois de vencê-lo em uma partida.



7. O baralho é da Dharma mas que tipo de experimento Faraday estava tentando fazer agora, hein?!



8. Nesse episódio ele fez o advogado Duncan Forrester, mas vejam só que achado interessante fez o leitor Scud. O ator Shawn Doyle participou do filme Alta Frequência e nele interpretava um personagem chamado... Jack Shepard! O_o

9. E para fechar, um detalhe sempre importante que esqueci de incluir antes, os números. E se não os vi em nenhuma cena é no mínimo curioso perceber que a quantia pedida por Miles para livrar a cara de Ben, de certa forma traz dois dos misterioso números, afinal, três milhões e duzentos mil dólares pode ser lido simplesmente como US$ 3.2, certo? Se dividirmos o número lendo-o inteiro (32) por 2 temos... 16, ou ainda se o invertermos temos... 23 :)


Repercutindo o episódio

"Eu preciso reconhecer que o 4º episódio desta temporada de LOST foi um filler, ou seja, serviu como ponte para novos acontecimentos e deixou a trama com aparência de estagnada e (obviamente) sem respostas. Mas em Eggtown as aparências enganam. Muita coisa foi confirmada, como o fato de que Jack, Kate, Hurley, Sayid, **** e **** deixaram a ilha em circunstâncias gravíssimas. O Oceanic 6 virou Oceanic 7, já que Aaron foi mais um sobrevivente da queda do vôo 815 que apareceu no mundo. Foi curioso perceber que todos os célebres resgatados estão dispostos a manter a falsa história narrada por Jack sob juramento, custe o que custar. Ávidos por respostas, tenham calma! Estamos apenas começando esta temporada."

Bruno Carvalho (Ligado em Série)

"A surpresa [do episódio] me lembra do que me disseram antes mesmo de Lost estrear em 2004: 'A filho ainda não nascido da personagem de Emilie de Ravin está conectado à história da Ilha." Esse era o conceito original para toda a a série que foi apresentado por J.J. Abrams e sua equipe naquela época e parece ser aposta certa que Aaron, o único a nascer na Ilha ainda seja o epicentro dessa mitologia cada vez mais complexa de Lost."

Kristin dos Santos (E! Online)

"A parte mais importante do episódio, em termos de mitologia, foi o Jack dizer especificamente que o avião "caiu numa ilha no pacífico sul". Até o momento, só sabíamos da farsa da queda em alto-mar, mas parece que após o resgate dos 6 da Oceanic, a palavra "ilha" vai entrar na história oficial, assim como uma localização. E sabemos também exatamente qual a parte oficiosa da mesma história, ou seja, apenas os 6 sobreviveram, todos os outros já estavam mortos desde o dia da queda. Isso levanta uma questão muito intrigante: como eles podem afirmar que caíram em uma ilha, sem revelar a existência dA Ilha para o mundo? Teriam eles "trocado" de ilha antes de serem resgatados? Ou existe uma versão inabitada da ilha que pode ser acessada facilmente pelo resto do planeta?"

Rafael Savastano (Comunidade Lost Brasil do Orkut)

"Agora sabemos: Kate não quer voltar para lá porque não sente a culpa que o médico parece querer exterminar. Se Jack quer ir em busca de um ato de heroísmo em relação à história vivida por eles na ilha, o de Kate já está sendo realizado. E se no fim de "Through the Looking Glass" Jack era o angustiado/arrependido em busca de redenção e Kate a egoísta/conformada, em "Eggtown" Kate é a desapegada, e Jack, um homem que foi incapaz de assumir para si um compromisso que, por laços familiares, deveria ser seu."

Carlos Alexandre Monteiro (Lost in Lost)


Por Davi Garcia

34 comentários:

Anônimo disse...

Porque Oceanic 7??
o Aaron não estaria contado nos Oceanic 6???

ana paula disse...

Adorei o episódio, realmente uma bomba shipper! E eu sou 100% shipper!!!
Amei ver como Jack e Kate estão se relacionando! Adorei a história contada para ela no futuro! E mal posso esperar para ver quando ele aceitar aquele "cafezinho" na casa dela!

Como eu amo JATE!!!!!!!!! JIF!!!!!! Como eu amo LOST!!!!!

Adriano disse...

Dudes,

"Meet Kevin Johnson" (o ep. 4x08) se voces embaralharem as palavras pode ser formado "Knives on John" (Facas em John).

Sera, sera, sera? Ou eu estou viajando?

Anônimo disse...

Como eles disseram que teria uma revelação impactante similar àquela tida quando Michael atira nas duas e manda uma bala contra ele mesmo e que fecharia bem um arco inicial mesmo sem os episódios restantes, pode ser que o Careca não resista a essa temporada. (Mas eu prefiro o John vivo com o grupo que não saiu da ilha)

Nina disse...

Apenas mais uma coincidência (?) no filme Alta Frequência temos a participação de nossa conhecida Elizabeth Mitchell, como esposa e mãe dos dois protagonistas!
O filme também trata de manipulação do tempo, uma vez que o filho conversa pelo rádio com o pai morto há vários anos...
Recomendo! E viva Lost e suas surpresas...
Aliás não vi comentários sobre a volta dos sussurros qdo a Kate vai até a casa do barco!
Muito bom!!

IsraeL disse...

Um pouco off do assunto, mas caiu um aviao na venezuela q tinha o numero do voo sendo 518 (815 ao contrario)!!!

Cabuloso ne nao???

FONTE: http://noticias.br.msn.com/artigo_bbc.aspx?cp-documentid=6313483

Anônimo disse...

Alguem mais reparou nos cortes na cena em que Kate e Sawyer estao conversando na cama? O cabelo do Sawyer nao para de mudar, Lost sempre tinha sido muito cuidadoso nestes aspectos...

Anônimo disse...

Pessoal é neura minha ou vocês também repararam as figuras que estão na última cena acima de Aaron são primitivas e só tinham quatro dedos !?

Abs,

Jagra

Anônimo disse...

Israel- Eu tb pensei nessa relação vôo 815 X vôo 518, pra bom fã isso não ia passar batido.
Ainda tenho dúvidas se o Aaron é o Aaron ou se é o filho da Kate c/ o Sawyer.
Até a parte do julgamento qdo a Kate corta o Jack qdo ele vai começar a falar dos dois sobreviventes que morreram antes do resgate, pensei:
"Claire morre no caminho e Kate fica com o bebê."
O q faz sentido se pensarmos no fato do advogado querer usar o bebê para limpar a barra dela, do Jack ñ querer ver a criança e do enfoque dado à Aaron no episódio (o q pode ser pra despistar).
Mas qdo Kate dispensa Sawyer, assim q ela se vira ela faz umas caretas de enjoada.
Qdo ele volta ao assunto da gravidez ela sabe como aquilo vai terminar então resolve jogar dizendo ñ estar grávida para finalmente saber em q terreno tá pisando.
E qdo Sawyer comemora o fato a cara dela muda na hora, não só pq ele não queria q eles tivessem um filho, mas pq (acredito eu) ela pode realmente estar grávida e acha q não pode contar com ele.
Então tem chances do bebê ser dos 2 tb. E nós mais uma vez ficamos na incógnita.

Ps:Locke RULES!!! Granada na boca do japa foi tudo.
Ben Rules!!! Safo d+.
Cara de corno do Jack sem saber o q dizer sobre a ausência da Kate RULES PLUS!
Xanaduuuuuuuuuuuu...........


Vanessa

Anônimo disse...

vcs tem ctz q a kate fla: "hi, aaron" no fim?
a legenda do meu episodio ta
"hi, earn"

pq será?!?!
;**

Danilo disse...

uma referencia aos bad numbers no episodio eh os "8" que o Jack fala que sobreviveram

Mirelle disse...

Gostei do episódio. E acho q o 'filho' da Kate eh o Aaron da Claire msm. Sério, seria muito tosco Kate ter um filho, com kem ker q seja, e dar a ele o msm nome do filho da Claire? Tipo, nada a ver. E o fato de Jack não kerer ver o bebê, pode ser por como eles sairam da ilha, sei lah, ou pq descobriu q ele era irmão da Claire e tenha feito algo q pode ter levado a morte dela, e se sente culpado e não ker ver o pirralho. Vai saber...
Mas ae tb tem outra coisa, não teria como o Aaron da Claire se passar por filho da Kate pós ilha [a não ser por esse diferença do tempo e sei lah]. Claire jah tava de quase 9 meses qdo o avião caiu, e se, antes de entrar no avião, Kate tivesse jah grávida aquela altura, não seria um fato ignorado... e 9 meses fazem muita diferença pra uma criança... - fez sentido o q eu falei? huahuauh

Evandro disse...

Quero ver a teoria em cima dos numeros da traseira do taxi que leva a Kate embora do tribunal !!!????

Abrs

Tarzan_

Leonardo Souza disse...

Vinho em caixa é normal fora do Brasil :)
Na verdade, não sei se no Brasil tem, mas aqui na Austrália é muito comum.
:)

Scud disse...

Agora q sabemos q a claire nao vai ateh o fim de lost, a previsao do desmond acabou errando, ele disse ao charlie q ele viu ela entrando em um helicoptero e saindo da ilha, quero ver se isso vai realmente acontecer, ae sim o negocio vai ficar bizarro, ela pode entrar no helicoptero e cair com o helicoptero

Scud disse...

E o Capitao Nascimento do Tropa de Elite baixou no Lost no Locke, aquela famosa cena do seu 05 se o Sr deixar a granada cair, o sr vai me explodir, aos seus colegas, aos meus auxiliares, vc vai dormir seu 05, o Locke colocando a granada na boca do Miles eh quase igual a essa cena, vc vai me contar tudo, parece ateh o sayid

Anônimo disse...

e se dividir o número por 4 tem 8 :P

Fábio disse...

tá ficando ridículo esses comentários sobre os números, parece até paródia: "Se dividir dá 16, se dividir por 4 dá oito, o número do Taxi". Sinceramente galera, tem coisa mais interessante em Lost.

Anônimo disse...

cara cadê as crianças que a ana lucia salvou do avião?

Renan disse...

Caro Garcia, aquela invenção de vinho em caixa não é da Dharma hehe... aquilo se chama Bag in Box e existe a alguns anos aqui no Brasil.
Principalmente nas regiões viníferas como a serra gaucha.

André Lelis Gonçalves disse...

"Xanadu or Satan´s DOOM" - Nem um nem outro.. hehehe
no sneak peek do eggtown a música que o Hurley toca é Metallica... podem conferir em http://youtube.com/watch?v=cLAG82P4D-E

brotha luiz disse...

"cara cadê as crianças que a ana lucia salvou do avião?"

Caro anônimo. As crianças estão com o resto dos outros (incluindo Richard), que continuam sua mudança para o tal tempo dos Outros.
Falando nesse pessoal que fica indo e vindo, a ilha ficou pequena demais agora. Todo mundo vai pra todo lugar facilmente. Eu gostava daquela atmosfera de mistério no meio do mato das primeiras temporadas, mas tudo bem.

Uma questão que muita gente tem tido duvida é o fato da historia mentirosa de jack no tribunal ser aceita pelo pessoal do futuro. Acho que eles saem mesmo com o pessoal do cargueiro, mas por algum motivo, eles (Charlote, Frank e outros) que estavam no navio não sairam vivos, ou então têm mantido segredo. Seriam eles parte da organização que a dupla Ben & Sayid tem tentado eliminar? Talvez eles não possam contar nada ao mundo todo. Por isso a mentira sobre a queda em uma ilha no pacífico sul não ser desmentida por ninguém.

Me convenço cada vez mais que haverão mortes no caminho do cargueiro ou do helicóptero para o "continente", o que explicaria Claire dar o bebê a Kate. Mas quem causará essas mortes? Talvez a equipe da Penny? Ou mesmo Michael e Walt? Ou Locke vai tentar evitar que qualquer um saia da ilha?

Sobre Aaron e Kate, a maior surpresa do episódio, acredito que ele é mesmo o filho de Claire. E Jack talvez tenha problemas em ve-lo por ter perdido sua meia-irmã durante o resgate ou mesmo na ilha, o que seria a ele uma lembrança dolorosa.

Abraço pessoal do Dude!

Ricardo disse...

realmente, a música que o dude bota pra tocar mudou do sneak peak pro episódio...

todo mundo falando que a claire entregou o bebe pra kate e tudo, mas por que não levantar a suspeita de ela ter roubado o Aaron por algum motivo??

ham? ham??

Guilherme Kroll disse...

Legal a referência à máquina de morel. Gosto muito desse livro e desde q lost estreou eu acho q eles renderiam a merecida homenagem a esse livros, que inspirou a série e é considerado por muito a trama mais perfeita de ficção-científica da história.

Julio disse...

Davi, vc provavelmente assistiu o filme "Número 23" e ta começando a delirar, que negócio é esse de querer inverter o nº 32? xD
cuidado pra não querer se matar viu xD

ah, e sobre o episódio, Fucking Aaron

Anônimo disse...

Anônimo Anônimo disse...

vcs tem ctz q a kate fla: "hi, aaron" no fim?
a legenda do meu episodio ta
"hi, earn"

pq será?!?!
;**

no meu tbm O_o

WilliamPaiva disse...

Vinho em caixa é uma coisa bastante comum na Europa. Eu já tinha visto muito antes de Lost existir. Definitivamente não é uma coisa que "só a Dharma faz...".

Dude! We are Lost! disse...

Gente, pelo amor de Deus! Todo mundo sabe que existe vinho de caixa (apesar de eu achar que quem compra e bebe é suicida... só serve pra fazer sagú e quentão de tão ruim). :)

O sentido de "invenção" foi "até isso a Dharma fez"... "até vinho a Dharma oferece".

As vezes eu tenho medo de vcs!

Juliana

Anônimo disse...

Acho que não Juliana! Acho que voces não sabiam que existia vinho na caixa e agora esta tentando consertar. ADIMITA que nao sabe! heheehehe Brincadeirinha! Parabens ao site!

Liesl disse...

Vinho em caixa tb eh super comum nos EUA. Sai mais barato comprar a caixa do que a garrafa. A caixa equivale, se nao me engano, a 4-5 litros. O mais popular eh o franzia (franzia.com)

Dude! We are Lost! disse...

Eu sou de Porto Alegre. Num inverno desses, minha mãe comprou vinho em caixa para fazer sagú. Enquanto ela cozinhava, eu estava na mesa da cozinha e tomei um copo para experimentar. Acordei com a cara no prato! Não recomendo. (risos)

:p

Juliana

Luci. disse...

Depois de toda essa história de que o filho não nascido de Claire estaria ligado a história da ilha (como comentaram no começo da série) já dá pra criar uma teoria de que Aaron seria Jacob, vindo do futuro e etc etc etc.

Aff, antes eu achava que era o pai de Jack, depois o próprio Jack, agora acredito que deve ser o Aaron mesmo. Principalmente porque, ao que parece, ele vai ser criado junto com a Kate e longe da mãe, e nada me tira da cabeça que o que aquele vidente falou pra Claire (que o menino não deveria ser criado longe dela) de certa forma era verdade.

Anônimo disse...

Me convenço cada vez mais que haverão mortes no caminho do cargueiro ou do helicóptero para o "continente", o que explicaria Claire dar o bebê a Kate. Mas quem causará essas mortes? Talvez a equipe da Penny? Ou mesmo Michael e Walt? Ou Locke vai tentar evitar que qualquer um saia da ilha?


A EQUIPE NAO E DA PENNY!

Anônimo disse...

Eu também acho que o Aaron é um dos seis. Aí fica faltando um.
Cada episódio está mostrando um dos seis...