15/02/2008

Comentários do episódio 4x03 - The Economist

Se as dúvidas na cabeça de todos os fãs já eram muitas antes, The Economist, o 3º e chocante episódio dessa quarta temporada veio para tornar tudo um exercício delicioso ainda mais complexo. E para quem queria uma resposta, agora sabemos que Sayid também é um dos "Seis da Oceanic" que saiu da Ilha.

Óbvio dizer também que a essa altura a revelação mais chocante vém do fato de que Ben Linus também está fora da Ilha e atuando como uma espécie de mentor 'intelectual' do iraquiano no melhor estilo Arvin Sloane de Alias (a outra série famosa de JJ Abrams) planejando e executando literalmente membros do que parece ser o grupo que busca (ou buscava) obter o domínio sobre a Ilha ou pelo menos sobre o conhecimento do lugar ou mesmo da Dharma e etc. Se a resposta for efetivamente essa, fica claro pelos menos para mim que as aparentes sucessivas saídas de Ben da Ilha - vide a grande quantidade de passaportes e dinheiro encontradas em sua casa na Vila dos Outros - a exemplo de seus companheiros Ethan e Richard Alpert, serviam não apenas para criar uma fachada com fins de recrutamento (lembram da Mittelos Bioscience?), bem como para de alguma forma levantar informações a respeito daqueles que tentavam localizar o lugar que serviu de destino para o Vôo 815. Mas afinal que grupo seria esse? E mais, será que o Ben é um herói no futuro da série ou na verdade sempre foi? Essas são algumas das perguntas de 1 milhão de dólares que ficam no ar.

Há muito o que refletir sobre esse panorama, e há inegavelmente três pontos que considero cruciais no momento e que merecem ser apontados. 1) Ficou óbvio para mim que o bracelete que Naomi usava tem alguma relação com aquele de Elsa (em Lost os closes de objetos nunca ocorrem ao acaso) o que por si só já ajudaria a enxergá-las ou como amigas/parentes ou no mímino como duas agentes trabalhando para o mesmo homem ou grupo. 2) Sabemos que Sayid não aliou-se a Ben por vontade própria já que a segurança de seus amigos (e que amigos são esses? Jack, Hurley, Kate?) é a garantia para que ele continue atuando como uma espécie de 007 iraquiano. 3) A rede de informações que sustenta Ben deve ter um número de ligações infinitamente maior do que podemos imaginar. Será que existe envolvimento governamental na jogada?

Citei Alias antes e é interessante notar como o episódio trouxe todo o clima visto naquela série com reviravoltas, ações inesperadas, jogos de dissimulação, espionagem, contra-espionagem e claro, o bom e velho mistério envolvendo uma conspiração. É bom apontar no entanto que duvido que voltemos a ver qualquer menção sobre essa situação (Sayid trabalhando para Ben no futuro) pelos próximos episódios. Mas isso não importa, pois a graça está exatamente em sentir o gostinho de mais uma camada da história que está por vir. E além do mais por que reclamaríamos, não é? The Economist brindou-nos mais uma vez com outro aspecto positivo da temporada até aqui que é o equilibrio entre as revelações do futuro e o desenvolvimento da trama dentro da Ilha que continua caminhando de forma absolutamente eficiente apresentando-nos a outros momentos igualmente marcantes (quem não curtiu a sequência em que o helicóptero sobrovoa a Ilha e vai se afastando dela?) e sobretudo, só para variar, misteriosos. Que tal falar sobre o fato do aparente desaparecimento da cabana de Jacob? Ou ainda sobre a descoberta de que o tempo na Ilha está cerca de 31 minutos atrás do tempo fora dela? Ou então sobre a curiosa orientação dada por Daniel Faraday a Frank Lapidus indicando que ele deveria retornar para o navio usando a mesmíssima rota que usara para pousar o helicóptero? Bom, é claro que essas e outras tantas perguntas merecem comentários, por isso não perca a 7ª edição do Dudecast que sai no sábado e fique ligado ao longo dessa sexta-feira quando postarei os easter eggs que incluem até passaporte brasileiro de Ben e outras curiosidades sobre esse ótimo episódio. Não perca!

Por Davi Garcia

29 comentários:

Anônimo disse...

No aguardo dos comentários.
Ah e mais uma vez obrigada pela dica do justin tv na semana passada. Hoje eu vi o ep todo e graças a vc.
Tank you!
Cintia

dirTy_DoZen disse...

Davi! Onde vc assiste o episódio ao vivo cara? Pq eu assisto por um site q eh MTO lagado. Já ouvi falar de um programa P2P q tbm dah pra assisti. Eh por ele q vc assiste ou pelo site mesmo? Vlw!

Rubens disse...

Esta temporada está mesmo se saindo melhor que as anteriores... E que final, heim? Especialmente a cena com Sayid olhando a ilha "de cima"...

[ ] Rubens

Anônimo disse...

Adorei essa nova op´cao de ver o episódio ao vivo! Valeu dude!!!Mas tenho 2 dúvidas: Minha conexao é de 600k e mesmo assim ficou partindo as cenas... aconteceu com vocês??? As cenas também ficavam altenando entre o episódio de hoje (4x03) e o anterior. Alguém tem alguma dpca para me dar? Abraços a todos!!!

ze disse...

eu consegui assistir tranquilo, td que vc precisa eh de uma conexão melhor :P

Anônimo disse...

oi pessoas!!! então, a minha sessao ao vivo foi perfeita! adorei. e que ep hanm? dude, chega a me dar uma dor quando acaba ahahahah :P tudiom, lulucool

MaximusPM disse...

Terceira semana q digo isso, mas esses novos episodios nao tem muita cara de Lost. Sei lah, nao tem o mesmo clima.

Comentando coisas mais especificas do episodio... Lost ta pirando demais, e ta cada vez mais pirado. Porém as piras dessa semana ainda não sao tão absurdas.

Quanto ao rbacelete de Naomi/Elsa provavelmente há uma conexão. Deve ser talvez um simbulo da 'organizacao' pra qual trabalham, apesar de q os braceletes eram diferentes.

Eu ainda acho que são as emrpesas widmore.

Quando Ben fala sobre os amigos de Sayid, acho q ele nao se refere a Kate, Hurley, Jack e os outros 2 que teriam saido da ilha, mas acreedito que seja os que ainda estão lah.

Lembra que perguntaram pro Hurley sobre os outros? Se eles ainda estavam vivos e tal?

Eu estava pensando no Oceanic's Six.

Alguem em falou que seriam Jack, Kate, Hurley, James, Sayid e Ben.

Achei Ben meio absurdo, principalmente por ele não ser do avião, então ficaria sem sentido ele ser um 'Oceanic's Six'.

Eu acreditava ser o John Locke, aidna mais que parece q era ele dentreo do caixao no TTLG. Mas eu tava pensando. E se nao for o James o '5º elemento'?

Lembram que Mike e Walt já sairam da ilha?

edgar disse...

coisa de louco esse episodio! sayid matando a serviço de Ben, mostrando mais um Oceanic Six que passa por maus bocados depois de voltar.

o personagem do Faraday é muito bom! todo esquisitao! ehehe

Felipe de Gouvêa disse...

Caraca... não acredito que tem gente criticando o episódio! Um dos melhores de todos os tempos! Na boa, depois de s04e03 vou começar a desconfiar do Sayid. Ele olhava Naomi de um jeito muito estranho, e a toda hora... fora o fato dele dar o seu bracelete para a alemã. E a cara dele ao sobrevoar o mar no helicóptero? Só eu percebi um leve risinho no seu rosto? Algo como "tá tudo indo conforme planejamos"

E ele se tornar o assassino de Ben éuma reviravolta e tanto na série. Só o fato dele mencionar ser um dos Ocenic 6 já deixa o jogador de golfe todo sem jeito... aquele cara tem culpa no cartório, podem acreditar! Será que o nome dele é alguma pista? humm...

CA, vc conseguiu ler o nome do Ben no passaporte suíço? Outra coisa: a produção usou o msmo passaporte de Paulo na gaveta de Ben. "Ah, o cara tá enterrado vivo, não vai mais precisar disso..." haha

Enfim, episódio excelente, como todos os centrados no iraquiano. "Iced Tea?" haha, Locke sacaneando Bakhunin.

A partir de hoje Sayid é um outro cara para mim

_Renatabranco disse...

nossa, quase chorei na cena do helicóptero...

ah, quero dizer que sou mto fã do Sayd e odiei ver ele todo dominado pelo Ben, chorando e sendo esculachado!

Luana disse...

Lost está cada dia mais foda!
A série é perfeita. :D
Eu acho que os amigos que Sayid está defendendo são os que permaneceram na ilha. Os mesmo que depois Jack quer voltar para ajudar, e o Hurley também.
Enfim.. fico perguntando como Ben virou o jogo? Ele era um "prisioneiro" de Locke, de repende está por tras do "matador" Sayid ??
E os Oceanic's Six.. está quase completo hein?!
E o tempo, enfim descobrimos que realmente o tempo na ilha é diferente! 31segundos! =O
Nossa não vejo a hora de ver o proximo episodio!

Anônimo disse...

De tudo que o episódio levantou (e foi muito) o que mais me deichou intrigado, mais que Ben, Sayd, o bracelete e as duas organizações conflitantes foram os 31 minutos de difererença e a necessidade de usar a mesma rota para sair da ilha.(que só pode ter sido fundamentada a partir do entendimento do Faraday sobre a diferença de tempo e a luz na ilha)

Encontrando LOST disse...

bom episódio, mas achei ele meio sem suspense... sei lah, não foi como os primeiros.

concordo com vc luana, e:

- qdo Ben fala dos amigos do Sayid tbm acho q é os q estão na ilha.
- e tbm acho q o Sayid está muito eskesito...
- o helicoptero... será que nós vamos ver ele chegando no navio? e será q se vemos terá uma grande surpresa??
e Faraday falou para ele seguir na msm direção pois ah tipo um escudo invisível na ilha, e em algum lugar ele tem um buraco, que se pode passar, da msm forma que falaram pro Michael sair da ilha.

Joaquim disse...

Pessoal parece q tem gente q ainda não entendeu o q foi passado a respeito de Sayd no futuro apesar de ser claramente mostrado
Ben qdo ouve a notícia q Sayd matou Elsa e está o costurando pergunta se ele tá chorando de dor ou se ele se deixou levar pelos sentimentos mais uma vez e o iraquiano por sua vez responde q ele usou sua "sensibilidade" em seu favor...ficando claro por tanto q ele está servindo Ben pra proteger os seus amigos q eu acredito q sejam os q ficaram na ilha e não os q conseguiram sair dela
e isso só aumentou o meu sentimento por Sayd q apesar de torturador sempre se mostrou um sentimentalóide atrás de uma carapuça de dural
Sayd é o CARA ;)

Mais um ep de tirar o fôlego

Dude valeu pela dica dos eps ao vivo

abraços a todos!!!

Caio Fernando Dainjah disse...

Eu não vou ficar comparando o episódio com os outros dois primeiros. Pra mim a quarta temporada tá mantendo o nível excelente e deve ficar assim a té o fim.

O 4.03 teve muito suspense? Não! Teve muita ação? Muito menos! Mas quem disse que a série roda em torno disso? O episódio teve coisas muito mais interessantes, principalmente no fim.

Quem reclama que Lost tá muito diferente do que era no passado ainda não entendeu uma das coisas principais na série: amadurecimento. Tanto a história quanto os personagens amadureceram muito ao longo desses quase 4 anos.

A série mudou e amudança tá bem clara, mas as características mais importantes foram mantidas e melhoradas.

Pra mim essa 4ª temporada só tá comprovando que Lost é a melhor série de todos os tempos. E que vai demorar muito pra que surja alguma coisa na TV que chegue aos pés dela.

Farley disse...

Tá explicado quem era a pessoa a que Kate se referiu na última cena do último episódio da 3a temporada quando encontrou com Jack no aeroporto de Los Angeles. Acredito que Kate tenha se referido a Ben quando diz: "Ele vai se perguntar onde estou." É provável que Ben tenha tirado os oceanic6 da ilha mas tenha chantageado alguns deles para o seu plano de vingança.

Andre Luiz disse...

Sabendo que a diferença de tempo entre a ilha e o mundo externo é de aproximadamente 31 minutos, penso que provavalmente o Desmond consegue enxergar os dois momentos ou essa diferença de "Fuso-Horario".
Foi como ele previu várias vezes a morte do Charlie.
Pelo que me lembro ele previa a morte dele bem pouco antes de acontecer. Ou estou enganado?

Será?

Anônimo disse...

Mas então o Desmond teria mentido feio quando disse ao Charlie que viu a Claire e o Aron saindo da ilha.

Jax disse...

Cara, o que ninguém comentou ainda é que, se existe uma diferença de 31 min. entre a ilha e o exterior, como é que os caras se comunicam com o navio em tempo real????

E pra quem vier com a explicação de que é pq o telefone hi-teck fura esse bloqueio... então explique pq Charlie conversou com Penny, também em tempo real, através da escotilha submarina!

MaximusPM disse...

Olha, eu acredito q o locke realmente explodiu o submarino...

ele tava molhado quando 'saiu' do submarino pq provavelmente ele plantou o C4 pelo lado de fora, entao teve q entrar na agua por causa disso...

quanto a eles terem saido da ilha... existem outras formas, nao acham?

Afinal eles tavam construindo uma pista de pouso na terceira temporada.

LostFan disse...

Nenhum close em Lost é por acaso, certo? Vcs não acham estranho o fato de haver tantos closes na Naomi, mesmo depois de morta? Será que ela realmente morreu? O tempo é estranho na ilha, mas aparentemente faz uns dois dias que ela morreu, já deveria estar pelo menos cheirando mal, ou não?

Taciana disse...

Davi e Juliana:
em Lost nada é nunca o que parece. Todo mundo sabe que é quase uma armadilha. Oras, está tudo muito encaixado: eles saem da ilha, têm uma vida porcaria, querem voltar, salvar os amigos, o Sayid alia-se ao Ben...Não, não pode ser. Simples demais. Pra mim, o que pensamos ser o futuro de Sayid nada mais foi do que seu passado. O bracelete de Elsa deve ter sido presente do 'chefe misterioso'. Sayid viu o mesmo (ou parecido) bracelete no pulso de Naomi e quis correr para o navio. Por que? Para pegar o 'chefe misterioso'...
Para mim, essa 'fenda' 'furo' (sei lá como chamar)do tempo/espaço é o ponto crucial. (não sei se alguém já tinha postado a hipótese acima, se sim, desculpem o longo texto)
Como falou-se há tanto tempo do Desmond...e se as visões dele não são do 'futuro' e sim do passado?
Ah, e parabéns pelo ótimo trabalho!

Gabriel Anderson disse...

Nossa Taciana, mt bem!! hauhauha
Eu bem q desconfiei do Sayid nesse capitulo, e o q vc falo faz muuuito sentido.

- Sobre o Des ele deveria msm ver o tempo real, enquanto vivia os 31 minutos anteriores.

- tbm acho q foi o Locke q explodiu o submarino

- JAX: a comunicação deve correr em tempo real... pq eh ondas eletromagnéticas, sei lah, mas só quem está na ilha, vive com tempo antes. Ou então tem um esquema pro pessoal de fora não descubrir isso.

-ahhh... pensando agora, os 31 minutos podiam servir para "alguém" mudar o destino do pessoal na ilha.
Pq acontece algo no tempo real, se eles quiserem mudar, tem 31 minutos para alterar isso.

Rodrigo disse...

Galera, atenção na reflexão sobre os episódios...Vocês se deixam levar por cada idéia... Primeiro, não eram 31 minutos e sim 31 segundos!!! Segundo, não existe diferença de tempo, o foguete enviado pelo navio somente desviou sua rota, provavelmente pelo campo magnético que interferiu em seus aparelhos de orientação. Daí ele andou mais e gastou mais tempo, chegando 31 segundos depois.
Por isso Daniel Faraday diz para o piloto seguir a rota indpendentemente do que acontecesse... mesmo que os aparelhos ficassem desorientados ele deveria seguí-los, pois o foguete fez isso e chegou no lugar exato, mesmo que gastando mais tempo.
Peço atenção de vocês, nem sempre estarei aqui para corrigir esses erros, a série viaja muito, mas também oferece respostas óbvias que vocês não conseguem captar.

Rafael R. disse...

Uau Rodrigo, sério que você não estará sempre por aqui para "abrir nossos olhos" para as descobertas?? E se era tão óbvio assim porque você não entendeu hein!?

Tsc Tsc... é cada um que aparece. Todo mundo viu que a diferença de tempo é de 31 minutos e não segundos, portanto não venha querer dar uma de sabe tudo para cima dos outros.

Leonardo D. disse...

Sobre o comentário acima, o próprio Faraday afirma que são 31 minutos. Além disso a perda de rumo não altera a passagem do relógio então não há motivo para perda de sincronização. Isto na verdade me parece um efeito relativístico. Na relatividade especial o tempo passa mais devagar para um objeto com velocidades próximas a da luz, então por exemplo, se um irmão gêmeo embarcar numa nave espacial que viaja a velocidades relativísticas na volta da viagem ele será mais novo que seu irmão. Claramente este não é o caso, pois o foguete não é tão rápido. Na verdade este me parece um efeito de relatividade geral. Infelizmente não sei o suficiente neste assunto para dar uma opinião melhor, mas aí vai meu palpite. Na relatividade geral o tempo é a quarta dimensão (ver comentário feito por Naveen Andrews anteriormente, onde ele fala sobre o tempo como quarta dimensão), se vocês acham estranho por não ter dimensão de comprimento ct é usado (onde c é a velocidade da luz) para formar um quarto eixo espacial (de onde vem a expressão espaço-tempo, pois os dois estão interligados) . Em RG, por exemplo, objetos massivos como buracos negros podem distorcer o
espaço-tempo e modificar a passagem do tempo. Meu ponto é que assim como a ilha apresenta anomalias eletromagnéticas, talvez também apresente anomalias gravitacionais, distorcendo o espaço-tempo. Desta forma não é como se a ilha estivesse 31 minutos no passado (caso contrário não seria possível comunicação instantânea via rádio), mas sim que esta anomalia existente entre a ilha e mundo exterior tenha modificado a passagem do tempo, fazendo que o foguete levasse mais tempo para percorrer o caminho. Isto explicaria o comentário de Faraday para seguir o caminho tomado para entrar na ilha: se encontrassem a anomalia eles passariam mais tempo voando que o esperado e o combustível do helicóptero acabaria. O único porém é que ondas eletromagnéticas como rádio também são afetadas, mas como estas se movem a 300000 km/s talvez o efeito não seja sentido. É isto.

Gabriel Anderson disse...

disculpa ai Dr Sabe Tudo, mas são sim 31 minutos. Ou vc não sabe inglês ou não ouve bem, mas Faraday fala "thirty one minutes"
fora q se "campo magnético que interferiu em seus aparelhos de orientação" o foguete não cairia no lugar certo dãr
presta mais atenção na série, e ve os comentários da maioria das pessoas...

Anônimo disse...

Será que Naomi não tem uma relação com Ruth, a noiva de Desmond largada no altar por ele? Vejam: Naomi é britânica como ela, ela tinha a foto de Desmond por alguma razão, ela tinha um bracelete dado por alguém de iniciais R.G. (não sabemos o sobrenome de Ruth) e as 2 apareceram no mesmo episódio - Cacth 22 - e seus nomes são uma referência a história bíblica das irmãs Ruth e Naomi...
Para mim, a Naomi foi enviada por Ruth. Esta santa do pau oco nunca me enganou...

Dude! We are Lost! disse...

Boa sacada anônimo (por que não colocam seus nomes aqui?), essa é uma hipótese plausível afinal Ruth poderia conhecer a história do ex-noivo com a Penny e de alguma forma envolver-se com Naomi. Vamos aguardar o que a história nos mostrará.

Abraço!

Davi Garcia