31/10/2007

Matthew Fox Cotado para o Filme "Dallas"

Ainda não passa de apenas mais um rumor, mas os sites internacionais estão cogitando a participação de Matthew Fox no filme Dallas, interpretanto o personagem Bobby Ewing. Para quem nunca ouviu falar, Dallas foi uma série de sucesso da CBS e ficou no ar por 14 temporadas, entre 1978 e 1991. Contava a história da família texana Ewing, dona de poços de petróleo. Então já dá para imaginar que os conflitos em torno de dinheiro, sexo e poder eram o centro da trama.
Se esse remake sair do papel, seria interessante ver Fox participando! Tomara que não seja só um boato! Tenho um carinho especial pela série, pois lembro de quando era pequena e assistia com meu avô (também víamos Chips)! :p

Por Juliana Ramanzini

28/10/2007

Pré-estréia da 4ª Temporada

Assim como aconteceu este ano, a 4ª temporada de Lost também terá uma pré-estréia na praia de Waikiki onde ocorrerá no dia 02 de Fevereiro de 2008, mais um "Honolulu's Sunset on the Beach" com a exibição do episódio que abre a nova temporada. A informação é do blog Tail Section, e embora não exista até o momento nenhuma confirmação sobre a aparição de elenco ou produtores no evento, é quase certo que alguns deles estejam por lá no dia. Tá planejando férias para essa época? Bem, o Havaí surge como um escolha óbvia para todo fã, não?

Ainda não há confirmação sobre a data de estréia da 4ª temporada de Lost, mas comenta-se que o mais provável (e eu aposto nisso) é que o dia 6 de fevereiro marque o retorno da nossa viagem à Ilha.

Por Davi Garcia

Entrevista: Nikki Stafford autora do livro "Finding Lost"

Na última 2ª feira postamos sobre o lançamento do livro Descobrindo Lost - O Guia Não Oficial da 3ª Temporada e se o texto já dava uma bela impressão do que trata o livro, que tal uma entrevista com a própria autora?

Nikki Stafford conhece a tv e conhece os fãs da tv. Por vários anos a autora canadense vém combinando seu talento com a escrita e sua sensibilidade para contar histórias e criar guias para séries como Buffy, Xena, Angl, Alias e mais recentemente, Lost. Stafford sabe melhor que ninguém que a base de fãs de Lost é orgulhosa quando o assunto é manter uma gama de conhecimento sobre os mitos, personagens, lugares e mínimos detalhes sobre a série. A autora alcançou sucesso criando livros para um público que sem dúvida poderia ser chamado de difícil de se agradar. Abaixo você confere a entrevista com Nikki onde ela conta como é o processo de criação de livros para fãs tão fanáticos.

Você vê os fãs de Lost tão difíceis de se agradar quanto os produtores dizem ser?

Como alguém que faz parte desse grupo, eu sei que exijo muito dos produtores, e como resultado, provavelmente faço o dobro de pesquisas para os livros de Lost comparando às que fiz para os livros de outas séries. Trabalhei muito para escrever os guias de Buffy, Angel, Alias e Xena, mas quando se trata de Lost, me sinto como uma estudante universitária novamente, checando minhas pesquisas e nunca diminuindo o ritmo por medo de ver o professor encontrando erros no trabalho. Graças a Deus, é recompensador, e mesmo recebendo emails de pessoas apontando erros mínimos que nem deveriam ser considerados como tais ou pequenas coisas que deixei de fora, não recebo muitos mais do que recebi dos outros livros. Na maior parte das vezes recebo emails de pessoas que me agradecem por fazer o trabalho, o qu faz tudo valer à pena.

Com Lost sendo tão complexa, o que você acha que mantém o interesse das pessoas tão vívido quando muitas delas admitem não entender bem a história?

Como eu já disse antes (e também nos livros), Lost é o tipo de série que pode ser vista de duas formas. Você pode assistir a série casualmente (embora ultimamente isso seja bem difícil de se fazer) e curtir o episódio, comentar com a pessoa ao seu lado, e então trocar o canal para ver o ue mais está passando. A série conta com um grupo incrível de roteiristas e atores como nenhuma outra na televisão, portanto a narrativa semana a semana retém a atenção da audiência e os faz voltar semana após semana. Mas se você quer um algo mais da série, então você pode assistí-la, rever o episódio, acessar a internet e discutir sobre ele, pesquisar sobre as referências literárias, históricas e filosóficas em enciclopédias ou sites, tentar encontrar os números do Hurley, etc. Os caras que escrevem a série sabem que há uma grande quantidade de espectadores da série fazendo isso, e por isso começaram a direcionar a história mais para eles, e a colocar mais easter eggs do que havia antes. Você pode fazer a série tão complexa ou descomplicada conforme quiser, dependendo do nível em que assiste. Eu acho que ver a versão complexa é muito mais divertido, e não poderia me imaginar vendo apenas a versão superficial da história, mas sei que muitas pessoas o fazem.

Que outros livros você escreveu?

Escrevi um livro sobre Buffy chamado "Bite Me" (Me Morda) em 1998 e então o atualizei em 2002. Uma versão final com todas as sete temporadas será lançada em breve. Meu primeiro livro chama-se "Lucy Lawless e Renee O'Connor: Warrior Star of Xena", e foi quando estabeleci o jeito que escreveria meus guias de episódio - um sumário pequeno sobre a trama, e mais sobre o que acontecia além da superfície. Escrevi livros sobre Angel ("Once Bitten") e Alias ("Uncovering Alias", co-escrito com Robyn Burnett) em 2004, e então o primeiro "Finding Lost" cobrindo as duas primeiras temporadas que foi lançado em 2006, e o segundo volum cobrindo a 3ª temporada que acaba de ser lançado. Também editei livros que traziam histórias sobre como Xena mudou suas vidas, e outro sobre como Star Trek as afetou.

A edição da 3ª temporada do seu guia de Lost tem alguma diferença em formato comparada ao volume anterior?

Não, ele segue o mesmo formato: um guia para cada um dos episódios, seguidos por um capítulo que destaca alguma parte daquele episódio. Há capítulos sobre o livro "Uma Breve História do Tempo" de Stephen Hawking; sobre a série de tv "O Prisioneiro" (série de tv dos anos 60); "Ardil 22" de Joseph Heller; sobre o filósofo David Hume (sobrenome de Desmond); o Lost Experience, e muitos outros. E também várias notas que chamam a atenção sobre coisas engraçadas que podem ser encontradas em cada episódio.

Com a série mudando o jeito com que lida com o tempo, você se preocupa em ter que voltar para o início e reescrever os guia novamente para ter o contexto exato para tudo?

Na verdade não. Os livros são feitos para serem lidos com a série, portanto se você está assistindo o piloto pela 1ª vez, pode fazê-lo e então abrir meu livro para ler o guia do 1º episódio para descobrir todas as pequenas coisas que pode ter perdido e ter um conhecimento mais profundo daquele episódio. Se eu reescrever esse guia levando em conta o que vá ser revelado na 4ª temporada, por exemplo, isso subitamente traria vários spoilers e o leitor não saberia quando seria seguro começar a ler os livros. Portanto eu gosto deles do jeito que são, e quando novo é revelado, vou siplesmente mencionar o episódio que foi afetado no guia, mas não vou voltar para revelá-lo antes. Os livros passam por um teste de audiência - Fãs antigos o lêem para me dar a certeza que não fiz nada errado, e os novos tentam lê-lo enquanto assistem os episódio para me dar a garantia de que não entreguei nenhum spoiler para eles. É como um experimento de pesquisa.

Os produtores de Lost ou alguém relacionado à série já lhe parabenizou pelos livros?

Ainda não (disse ela esperançosamente). Tenho muito cuidado para não chatear as pessoas da série - você tem que assistir os episódios para entender meus livros, e você certamente não poderia lê-los como substitutos para a série. Estou constantemente tentando ganhar novos fãs para a série atavés do meu blog, onde falo sobre ela semana após semana e encorajo os fãs mais antigos a não desistirem. Não tentei contactar nenhum dos produtores ou alguém do elenco para o livro, porque não é esse o intuito. Não estou à procura de entrevistas, mas sim de um olhar da série sob a perspectiva de um fã.

Quais são suas impressões sobre os fãs? É algo sadio ou algumas pessoas exageram?

Ah, com certeza algumas pessoas vão longe demais e levam muito a sério os personagens ou a série (Já quase vi fãs de Buffy sairem no tapa por causa de um debate sobre Bangel x Spuffy). Mas na maior parte das vezes é divertido. Algumas pessoas se dirigem a mim nas convenções e me pedem para tirar fotos e autografar coisas que não são os livros mas é tudo parte da diversão. Já fui seguida por algumas pessoas nas convenções qurendo começar uma discussão sobre algo que eu escrevi, mas esses geralmente são inofensivos. Já recebi ameaças de um grupo de fãs de Buffy que levaram uma certa história muito a sério, e isso foi doloroso e chato, mas temos sorte pois eles são poucos e ficam longe não aparecendo para arruinar a festa o tempo todo.

Quais são suas impressões sobre as novas séries de 2007, e há alguma pela qual você se sinta atraída para escrever um livro?

Comecei essa temporada da tv sabendo que teria muito tempo para assistir tv (tive meu segundo filho em 23 de setembro). Estava muito empolgada com algumas séries, pouco empolgada com várias delas, e nada empolgada com outras. Passado 1 mês e meio, não consigo acreditar no quanto minhas opiniões mudaram. Pensei que Bionic Woman seria a série mais legal de todas, mas foi um grande desapontamento para mim. Não consigo entender como ela pode ser tão chata. Cane começou bem, mas já a abandonei também. Estava interessada em Chuck, e é uma das minhas favoritas agora. Não me interessei muito por Gossip Girl até uma amiga me obrigar a vê-la, e agora ela é meu guilty pleasure. Reaper é engraçada também (ainda que bem parecida com Chuck), e Dirty Sex Money é igualmente divertida. Journeyman era uma pela qual eu estava muito, muito empolgada, e teve um primeiro episódio excelente, mas tem perdido a força desde então. Ainda estou intrigada com ela, e continuo assistindo. Mas a minha favorita dentre todas é mesmo Pushing Daisies. Essa série é absolutamente brilhante - engraçada, triste, doce, emocionante e estranha. Nunca vi uma série como essa, e estou totalmente empolgada com ela. Aliens in America é outra que não dei muita bola, mas tem sido hilária até agora.

Sobre escrever livros no entanto, nenhuma delas tem o critério que uso. Todas as séries sobre as quais escrevo tem algo além da superfície que pode ser explorada: Lost com seus muitos mistérios e referências culturais, históricas e religiosas tem coisas precisam ser explicadas; Buffy com seu folclore e mistura de lendas é outro exemplo. E mesmo amando Pushing Daisies, ela ainda é uma série em que você diz que há uma referência ao ursinho Pooh, ou algo do tipo, e não dá para escrever mais do que isso. Portanto por enquanto vou ficar só com Lost.

Que outras séries você assiste?

Heroes foi brilhante na temporada passada (exceto pelo final) mas o início dessa 2ª temporada tem sido lenta, mas tenho fé que vá melhorar. Adoro The Office, e 30 Rock. Considero The Wire a série mais inteligente da tv e mal posso esperar pelo início da última temporada em janeiro. Os críticos falam muito que Friday Night Lights foi fantástica na 1ª temporada e então peguei os dvds e vi tudo na semana que antecedeu a chegada do bebê, e agora sexta-feira à noite é dia de ficar no sofá à espera de um novo episódio.

Mas no fim das contas, Lost ainda é minha série favorita, graças a Deus. Chega logo fevereiro. Essa espera está me matando.

Entrevista por Jon Lachonis para o BuddyTv
Traduzida e adaptada por Davi Garcia

25/10/2007

Daniel Dae Kim preso por dirigir bêbado

Daniel Dae Kim, que interpreta o personagem Jin-Soo Kwon na série da ABC Lost, foi preso hoje cedo pela manhã por supostamente dirigir bêbado. Detalhes sobre a prisão não foram liberados ainda, mas a polícia disse que ele foi preso perto das 3 da manhã. Ele foi autuado na Delegacia de Honolulu no Havaí, pagou fiança e foi liberado às 5:05 da manhã.
Kim não disse nada quando saiu da delegacia conduzido por dois policiais até uma mini van que estava esperando por ele do lado de fora. Kim vestia uma blusa polo, short kaki e o cabelo estava maior que o normal. Ele abaixou a cabeça quando passou perto da imprensa e entrou na mini van, no banco da frente do passageiro que rapidamente o tirou de lá.
A prisão de Kim não foi a primeira dentre as estrelas da série. Outros exemplos de encrenca com a lei incluem seus antigos companheiros de elenco Michelle Rodriguez e Cynthia Watros ("Ana-Lucia" e "Libby" respectivamente) que foram presas por dirigirem bêbadas no dia 1º de Dezembro de 2005 quando a polícia parou os veículos delas correndo pela Pali Highway também no Havaí. Ambas foram condenadas e ambas saíram da série perto do fim da segunda temporada. No dia 2 de Setembro de 2006, Adewale Akinnuoye-Agbaje ("Mr. Eko") foi preso por desobedecer um policial e dirigir sem carteira. As acusações contra ele foram retiradas quando Adewale forneceu uma prova que de fato possuía carteira. Ele foi morto na série pelo monstro de fumaça no final da primeira metade da terceira temporada.
Tradução: Carolina Menescal

Novas imagens da 4ª temporada revelam um estranho cenário

Temos postado ao longo dos últimos dias, fotos tiradas pela blogueira Sawyer840 durante sua viagem ao Havaí, e ontem seus mais recentes registros revelam um cenário bastante esquisito que além de mostrar um novo símbolo Dharma, traz ossadas gigantes o_O

Qual o significado dessas imagens não faço a menor idéia, mas será que o mistério da Ilha ganhará ecos de um passado ainda mais distante? A conferir.

Spoilers sobre o 3º episódio

E quem traz a informação é nosso amigo Carlos Alexandre Monteiro do Lost in Lost que recentemente esteve no Havaí e relatou um encontro com um fã da série que teria uma parte do roteiro do 3º episódio cujo nome seria "The Economist" (O Economista), trazendo um flashforward de Sayid vivendo na Alemanha! Lembram daquelas fotos postadas recentemente? E não foi só isso, segundo CA, há indícios de que vejamos uma mudança dos losties para a Vila dos Outros além de um desentendimento entre Sawyer e Kate na ilha. Interessante, não? Tomara que isso se confirme ;)

Por Davi Garcia

24/10/2007

Morte e Libby na 4ª temporada

Nota rápida com spoiler
Segundo Michael Ausiello do TvGuide, realmente ocorrerá uma morte na série até metade da 4ª temporada. Por enquanto nenhuma dica sobre quem será a vítima. Palpites? Outra informação dada por Ausiello, diz que Libby não será vista antes do episódio 7. Hum, será que ela ressurge exatamente no 7º episódio? A conferir.

23/10/2007

"You All Everybody" para matar as saudades

Já que não veremos mais o Charlie na série, que tal matar um pouco da saudade deixada pelo personagem curtindo o clipe do maior sucesso musical de sua banda?





Novas fotos do acampamento da praia e do Kualoa Ranch

Cortesia do fórum Netphoria e do blog Sawyer840 através do Lost Spoilers





Segundo informação da blogueira Sawyer840, a equipe de Lost está novamente filmando no Kualoa Ranch e como seu passeio incluía essa beleza de lugar novas fotos bacanas foram disponibilizadas por ela ;)




22/10/2007

Finding Lost: O Guia Não-Oficial da Terceira Temporada

Quando uma série faz sucesso é de se esperar todo tipo de material derivado. Nesse caminho, acaba de ser lançado o livro Finding Lost - Season Three: The Unofficial Guide (Descobrindo Lost - Terceira Temporada: Um Guia Não Oficial). Quando a autora, Nikki Stafford, publicou o primero volume Finding Lost: The Unofficial Guide, que tinha como tema as temporadas 1 e 2, o livro teve êxito imediato e os fãs de todo o mundo o consideraram a melhor publicação sobre a série do mercado.

O volume de Stafford era o único que se aprofundava em cada episódio, incluindo as referências literárias que apareceram ao longo das duas temporadas, as figuras históricas, a iconografía religiosa e outros materiais que trouxeram mais elementos e informações para os fãs interessados no universo de Lost como um todo.

Em Finding Lost - Season Three: The Unofficial Guide, Stafford continua mergulhando nos mistérios da série para ajudar seus leitores a unir todas as peças. Incluirá as biografias dos novos atores, as análises de dois mundos que se encontraram: o dos Outros e o dos Losties, e as análises de livros. Também, incluirá fotos e as coordenadas das locações das filmagens da série no Havaí, assim como dezenas de fotos exclusivas tiradas no set.

Tanto os fãs casuais quanto os mais interessados que comprarem o livro, obterão mais informações sobre os personagens, sobre seu passado e sobre a ilha, desvendando cada vez mais os mistérios da série.

Fonte: Séries Blog

Tradução e adaptação: Juliana Ramanzini

21/10/2007

Lost concorre a mais um prêmio

Mais uma oportunidade para ajudarmos nossa série favorita a faturar mais um prêmio. O TV Guide está promovendo o Prêmio 2007 de Vídeos Online, e quem decide os melhores é o público que pode votar AQUI quantas vezes quiser.


Lost concorre na categoria Websódios de Drama, ou seja material de séries dramáticas exibido exclusivamente online como o do já famoso e polêmico vídeo da estação Orquídea. Os concorrentes são Heroes, Jericho e Ghost Whisperer. Recado dado, vote já e várias vezes :p

Por Davi Garcia

Informações sobre o episódio 4x07

Spoilers abaixo sobre o 7º episódio da 4ª temporada. Cortesia do blog Lost Spoilers ;)

Diretor: Stephen Semel
Período das gravações: 27 de outubro a 09 de novembro

Personagens que serão vistos:

[HUSTON]
Homem na faixa dos 50 anos, caucasiano, rosto marcado, um homem que imediatamente desmonstra grande autoridade mas alguém com quem você não quer cruzar. Ele tem um trabalho a fazer e não permite que nada atrapalhe - nem mesmo a morte de seus empregados... Ator convidado.

[DOCTOR]
Homem, com 30 e poucos anos, coreano. Profissional e talentoso, uma presença que passa paz em períodos de crise. Trabalhando normalmente em um turno, ele acaba ganhando mais do que barganhou. Deve falar coreano... Ator convidado.

[SHOPKEEPER]
Homem, coreano, qualquer idade. Simpático, disposto a agradar o cliente e fazer uma venda, calmo sob stress, capaz de lidar com clientes difíceis e mantê-los felizes. Deve falar coreano... Ator convidado.

[REGINA]
Mulher, quase 30 anos, qualquer etnicidade. Durona, digna de causar impressão, alguém que pode receber uam ordem e executá-la sem erros mas que agora é apenas uma lembrança do que era; nervosa e paranóica. Boa personagem. Preferia ter uma dublê mas isso não é crucial.

Hum... poucas informações, não? Mas ainda assim já dá pra especular se esse será mais um episódio centrado no casal Jin e Sun, e principalmente se ele trará flash forward. Alguém arrisca um palpite?

20/10/2007

Henry Ian Cusik em 'Hitman'

Nossa leitora Roberta Gomes deu a dica do filme Hitman - Assassino 47, adaptação cinematográfica do jogo “Hitman", que traz no seu elenco Henry Ian Cusick, o Desmond de Lost.


Sinopse: O Agente 47 foi criado para ser um matador de aluguel. Suas armas mais poderosas são a ousadia, assim como o orgulho e o brio que tem na execução de seu trabalho. O número 47 representa os dois últimos dígitos do código de barras tatuado em sua nuca, e é também o único nome que ele possui. Mas o dia passa a ser da caça quando 47 se vê envolvido em um golpe político. Tanto a Interpol quanto os militares russos perseguem o assassino profissional pela Europa Oriental, enquanto ele tenta descobrir quem tramou contra ele e por que estão tentando tirá-lo da jogada. E as maiores ameaças à sua sobrevivência talvez sejam sua própria consciência e as emoções desconhecidas que uma garota bonita e sofrida desperta nele. Direção de Xavier Gens e roteiro de Skip Woods.

Previsão de estréia 21/11/2007 (Original) e 14/12/2007 (Brasil).

Fonte: Cinema em Cena

Novidades sobre as gravações da 4ª temporada

Curioso para saber o que anda acontecendo nas gravações da 4ª temporada? Então vamos às 'pinceladas' com pequenos spoilers :p

Informações recebidas pelo Lost Spoilers dão conta que nas últimas semanas foram gravadas algumas cenas em uma floresta. Nas tais cenas estavam Sawyer, Jack, Kate, Hurley, Claire e o novo personagem feito por Jeremy Davies, o que nos leva a crer que em algum episódio do início da temporada a equipe que foi até a torre de rádio e a que estava na praia se reunirão.

Já Ryan do Hawaii Blog reuniu as seguintes informações recebidas por moradores locais:
  • Movimentação para uma gravação no prédio da Honolulu Brewing Co. na Rua Queen, a mesma vista no último flashback de Charlie.
  • O set de um acampamento militar foi avistado na área Diamond onde haviam alguns soldados metidos na lama. Parte do próximo episódio do Desmond talvez?
  • Ocorreram gravações no acampamento dos Outros que fica no Campo Erdman da Assossiação Cristã. Haviam vários atores no local, sendo que alguns deles já haviam aparecido em cenas da Vila dos Outros e alguns que não eram vistos a muito tempo.
Diário de Viagem ao Havaí

Dando continuidade ao seu relato de viagem ao Havaí, a blogueira Sawyer840 disse o seguinte ontem:

Aloha!
Hoje fiz um vôo de helicóptero sobre Oahu e é tão bonito. Antes de decolar, conheci uma moça que está trablhando no Resort Turtle Bay, um lugar privativo, onde você só consegue entrar se tiver reserva para o hotel ou se tiver ingresso para a praia ou um para o vôo de helicóptero. Ela me disse que uma pessoa de sua família está trabalhando na equipe responsável pelo som em Lost e que mais tarde me daria algumas informações.
Mais tarde, depois do vôo, parei no Rancho Kualua e fiquei sabendo que é lá que Lost está gravando todas as cenas de floresta e que o destroço do avião está em um vale no local. Eles não estão gravando lá todos os dias mas quase. Portanto, finalmente sabemos onde eles se escondem. A área do Rancho Kualua é aberta ao público, mas você só consegue chegar lá usando um jeep especial, porque os caminhos que levam até lá são realmente muito acidentados. Hoje especificamente não havia ninguém da equipe de Lost por ali, talvez eu vá mais uma vez até lá para ver se os encontro.

E agora, algumas fotos de Oahu tiradas do helicóptero. Aproveitem!




Créditos das fotos: Sawyer840

Confessa aí, dá uma mega vontade de fazer um passeio desses, não?

18/10/2007

Segredos das locações - Parte 1

Por Jon Lachonis para o BuddyTv
Traduzido e adaptado por Davi Garcia


Quando se chega ao topo do Kualoa Ranch, um vale cortado por penhascos feitos de rochas em erosão causada pelas chuvas e por uma extensa folhagem, a sensação de que se está na "Ilha" é palpável. Depois de circular pela área do rancho, indo de um lugar ao outro, outro senso surge de imediato: arrumar as locações certas para Lost não é algo simples no dia de trabalho da equipe, é uma absoluta paixão.

"Vamos ter que andar um pouco para chegar à próxima locação, mas é uma bem grande". Me conta o havaiano Ed Kos, proprietário da Hummer Tours. A caminhada é precedida por um pequeno percurso cheio de solavancos em um terreno bastante irregular. As hummers de Ed não são apenas enfeites aqui. Nada que incomode muito, mas certamente não é o passeio mais confortável que poderia se esperar de uma produção da tv.

Quando chegamos à locação, a hammer H2 branca de Ed parece uma caixa de fósforos, e eu estou sem fôlego por ter que subir o monte até uma área de grama rasteira levando minha carcaça a la Hurley. Kos, que é um marinheiro aposentado sequer fica suado. Chegamos a uma área gramada bem familiar onde ocorreu a emboscada no episódio final da 2ª temporada. Ele aponta para o local onde os tubos da estação Pérola estavam e me diz como encontrou alguns deles, e que eles foram feitos com engradados plásticos de refrigerantes de 2 litros usando uma capa de um livro Dharma preso por dentro. Estou no paraíso.

Um pouco adiante fica uma formação rochosa. O rico solo vulcânico é bem escuro. No topo de um monte estão os restos da ponte que Hurleuy e Charlie cruzaram no episódio "Numbers". É estranho olhar ao redor e perceber que não apenas nunca existiu um desfiladeiro embaixo da ponte, como também não havia outro lado. "Eles colocaram um andaime bem aqui", me diz Ed indicando a direita, "e suspenderam a ponte", completou.

Lost Location SecretsClique para aumentar a imagem

Ed então me leva um pouco para a esquerda e abre seu caderno de anotações. Nele estão várias imagens de filmes e séries que tiveram gravações na ilha. Ele pega uma foto de Boone e Shannon escalando o que parece ser um grande monte. Acontece que o mesmo local que serviu para a ponte, serviu para mostrar a lateral de uma escalada no episódio piloto. Ed me conta que encontrou várias locações comparando características da paisagem vista nas imagens com aquelas pelas quais ele passava todos os dias durante os passeios, e que em algumas poucas ocasiões ele topou com a equipe da série trabalhando. Segredos do que viu? Ele não conta. Eu o pressiono para obter alguns detalhes mas ele recusa dizendo, "respeito profissional".

The Sims Lost!

Falando em idéias inspiradas em Lost, enquanto a Ubisoft não lança o jogo oficial da série, a EA Games pegou carona na idéia e vai entrar no mercado com o The Sims Histórias de Náufragos. O game é o terceiro lançamento de uma nova linha de produtos chamada The Sims Histórias, que é um jogo independente da linha The Sims 2, sem pacotes de expansão e de objetos.



A história do jogo começa quando os Sims são levados para uma ilha tropical deserta. Lá eles precisam reconstruir suas vidas em um paraíso inexplorado. O The Sims Histórias de Náufragos apresenta duas formas de jogar. No Modo História, dá pra explorar a ilha, construir abrigos, buscar alimento e tentar tornar a vida dos Sims mais divertida e confortável. Você pode até mesmo desbloquear recompensas à medida que cumpre os objetivos pré-definidos do jogo. No Modo Livre você cria seus Sims e determina como eles vão se virar em seu novo lar, uma ilha deserta. Em um ambiente onde ninguém pode desanimar, você decide o que vai acontecer nesta história. No Brasil, segundo o site da EA Games, The Sims Histórias de Náufragos tem lançamento previsto para 2008.
Nos EUA, foi lançado o The Sims 2 Castaway, para consoles Wii, DS, PS2, PSP e cujas imagens estão logo abaixo!


Olhando as imagens, fica clara a inspiração em Lost. Os cenários são parecidos, lembrando os destroços do avião e o navio Black Rock.


Fontes: EA Games, Séries Blog

*Agradecimentos a Marcos Zaydovicz Filho pela correção de algumas informações!

Por Juliana Ramanzini

17/10/2007

'Homenagem' de Heroes à Lost?

Lembram quando no início da 3ª temporada vimos pela 1ª vez a Vila dos Outros perdida no meio da floresta da Ilha? Bem, vejam o que um fã de Lost e provavelmente de Heroes fez com uma cena exibida no 3º episódio da 2ª temporada da série cujo criador diz adorar Lost. É ou não uma 'homenagem' ?



Os comentários sobre a nova temporada de Heroes e várias outras séries você confere AQUI.

Por Davi Garcia

Mais Rumores sobre a 4ª temporada

Tudo o que você lerá abaixo são rumores compilados pelo The ODI do que poderemos ver ou não na 4ª temporada, portanto podem haver spoilers. Em verde, meus breves comentários sobre cada um deles.

1) Os integrantes da fragata estão à procura de alguém e eles devem estar presentes em um grande arco que deve durar praticamente toda temporada. Vamos obter algumas respostas sobre quem é a tal pessoa e por que eles a procuravam nos últimos episódios da temporada. Algumas pessoas de fato vão deixar a ilha, mas nenhuma delas deve fazer parte dos losties e sim do grupo da fragata, e a saída deles pode parecer sem importância à primeira vista mas terá um grande papel mais tarde.

Segundo uma fonte do blogueiro The ODI que seria ligada à produção da série, a leitura que ele faz é a seguinte: “... eles estão procurando alguém e iremos gostar deles mas perceberemos que eles não são de confiança porque estão lá por outro motivo que será explicado por Ben (em um flashback) e no episódio da Dharma que mostrará a ilha antes da chegada de Ben”.

Esse seria de fato um belo argumento para as motivações da chegada desses novos integrantes e se houver uma relação com o passado da Dharma melhor ainda. Imaginando quem pode ser a pessoa que eles procuram, um dos primeiros nomes que me vém à mente é o da Danielle Rousseau. Não seria interessante descobrir por exemplo, que a equipe da fragata estaria ligada ao mesmo grupo original da francesa que chegou à ilha 16 anos antes e que pelo que sabemos teve um conflito violento com o pessoal da Dharma? Hum...

2)No primeiro episódio em que Michael reaparece, o veremos no fundo do poço tomado pela culpa de suas ações.

Alguém sinceramente vê alguma possibilidade diferente para o retorno de Michael? A única dúvida que permance é como e em que tempo ele será visto.

3) Veremos o templo em algum momento da primeira metade da temporada (8 episódios) e ficaremos surpresos.

Sabemos que as temporadas de Lost notabilizaram-se por introduzirem novos cenários, portanto não seria assim uma grande novidade, embora fique no ar a curiosidade sobre o que de tão surpreendente esse novo lugar teria. Seria um portal de saída da ilha? Brincadeirinha :p

4) Desmond vai desempenhar um importante papel nessa temporada e Penny aparecerá mas não na ilha. Além disso veremos quem é o homem com quem ela iria se casar.

Novamente, vejam o que diz a fonte de ODI sobre isso: “Depois que Desmond sai da prisão, Penny o localiza nos EUA. Ela o pergunta porque ele nunca escreveu para ela, e se ele teve a chance de ler “Our Mutual Friend” (o livro que Desmond guardava). Desmond então pergunta como ela o encontrou e ela responde que com bastante dinheiro e determinação, acha-se qualquer um. Ela então descobre que seu pai tinha dito a ele que ela havia perdido as esperanças e estaria noiva de outro homem. Ela então nem confirma nem desmente isso, dizendo apenas que não marcaram a data do casamento”.

Bom, eu sinceramente acho que esse rumor especificamente é furadíssimo, pois já vimos essa situação entre Desmond e Penny no início da 2ª temporada. Eu espero sim, que o ‘brothá’ desempenhe um papel importante e que de alguma forma vejamos seu reencontro com Penny mas por outros caminhos...

5) Sawyer NÃO filmou um flash forward e esses segmentos tem sido mantidos sob sigilo com conhecimento de uma equipe bem reduzida.

Como vocês devem lembrar, várias pessoas no Havaí informaram terem visto Sawyer em gravações externas, agora se são flash forwards ou não só saberemos no próximo ano. Eu sinceramente espero que sejam flashes futuros, pois não vejo muitas possibilidades do que mostrar no passado do bad boy.

6) Nenhuma confirmação sobre alguma possibilidade de vermos Nathan Fillion (Kevin, o ex-marido de Kate)

Bem, já sabemos que Kate aparecerá em cenas envolvendo um julgamento, portanto é correto supor que vejamos seu ex-marido por perto, embora eu ache que vê-lo ou não seria irrelevante.

7) As gravações envolvendo as cenas entre Jack e Kate no episódio do julgamento podem acabar não sendo exibidas.

Muito estranha essa informação, a não ser que tenham mudado a história do episódio em questão e vejamos mais um flashback de Kate, o que de fato invalidaria um encontro com Jack.

8) A tal morte mencionada por Jorge Garcia no fórum Fuselage (oficial da série) vai ser de um grande personagem homem e que é um dos queridinhos do público. A tal morte deve ocorrer na ilha mais ou menos no meio da temporada. Nomes para a possível vítima? Sawyer, Hurley, Sayid ou Jin.

Em uma série que tem como um dos pilares a luta pela sobrevivência, é natural na minha concepção que alguns personagens morram no decorrer da trama, mas não acredito nem por um segundo que Hurley ou Sawyer corram riscos. Sayid ou Jin? Talvez com algum peso para o iraquiano.

Agora a questão principal. Quanto disso tudo é verdade? Certo é que essas informações surgidas no blog Lost Rumors teriam sido passadas por um extra da série, o que em teoria diminuiria o grau de confiabilidade das mesmas, afinal, como um extra teria acesso a tantos pontos chave da trama, não é mesmo? Bem, de qualquer forma, teremos que esperar para ver, mas é divertido especular e imaginar essas situações.

Por Davi Garcia

Mais uma nova personagem na 4ª temporada

Mais uma novidade para a 4ª temporada de Lost. Segundo Michael Ausiello do Tv Guide, a atriz Andrea Roth (a Janet Gavin da série Rescue Me) vai ter um papel recorrente na série. Como de praxe, poucos detalhes foram dados sobre a personagem, mas sabe-se que um recente casting indicava uma personagem com 30 e poucos anos descrita como uma terapeuta durona, prática e linda que tem uma tendência de ser super controladora e obsessiva. Interessante, não? Resta imaginar em que grupo ou situação ela será vista. Um palpite? Flash forward de algum personagem que já conhecemos. Quem sabe o Locke abalado por ter deixado a ilha hein?!

Por Davi Garcia

16/10/2007

Alex no Clip da Banda Maroon 5

Sempre procuramos divulgar os trabalhos paralelos dos atores e atrizes de Lost. Dessa vez, quem se aventurou por outros segmentos foi a atriz Tania Raymonde, que interpreta a Alex, filha da Danielle. Ela é a protagonista do clip Won´t Go Home Without You, da banda Maroon 5. No vídeo, ela aparece totalmente diferente da Alex que estamos acostumados. Veja o clip!

15/10/2007

4ª Temporada: Primeiras imagens e o título do episódio de estréia!

O blog Darkufo postou as primeiras imagens da 4ª temporada, que foram publicadas pelo TV Guide. As fotos são inéditas e esperamos que logo logo outras sejam divulgadas, já que alguns episódio já foram gravados! E segundo a revista, o nome do primeiro episódio será "The Beginning of The End", ou seja, o começo do fim... é de arrepiar!


Na foto acima vemos que Desmond já reencontrou o grupo que ficou na praia e eles foram rumo ao destroço do avião...O que foram fazer lá? What a hell! o_O

Logo abaixo você confere os scans da revista (clique para ampliar a imagem) e pode ler a matéria que confirma o nome do primeiríssimo episódio da nova temporada.



Ansiosos?


1º Encontro Detonando LOST - Salvador (Bahia)

Atenção galera de Salvador! Recebemos o aviso e estamos repassando o convite para o 1º Encontro Detonando LOS. Não deixe de participar!

Dia: 28/10/2007
Horário: 15:00h
Local: Mega Store Saraiva - L2 - Salvador Shopping
Entrada Franca!!!
Contato: Ângelo Costa angelog12@yahoo.com.br
Agenor Sodré agenorso@yahoo.com.br

O Peso da Espera

Artigo da Revista Variety
Tradução por Carolina Menescal

Aconteceu há mais ou menos uma semana atrás. Estava no trabalho, dando uma olhada em várias telas com segundos e terceiros episódios de séries que voltaram agora na temporada de outono. Não senti muita vontade de ver nenhuma delas e a medida que meus pensamentos desviavam para outro assunto eu me senti animada ao pensar "Ei, espera um pouco...".
A nova temporada está chegando, pensei, e isso significa que novas aventuras de Lost estarão no ar em breve...
Por um segundo, pirei, meu coração disparou e corri para o computador para olhar a data de estréia. E então cai na real. Mais. Quatro. Meses. Ou pelo menos três e meio. Lost não voltará até o começo de Fevereiro. (Eu já sabia disso, claro, mas depois de assistir tantas outras séries direto você geralmente tem que se beijar do lado da cabeça para ter os neurônios funcionando direito novamente).
A espera vai valer a pena, sem dúvida. Nossos heróis - produtor executivo/co-criador Damon Lindelof e produtor executivo Carlton Cuse - estão usando esse tempo para montar cuidadosamente um mapa do quanto podem revelar em cada um desses 48 episódios restantes.
A decisão da ABC de seguir o estilo da série '24 Horas' com episódios consecutivos sem repetições faz muito sentido. É muito bem pensado e racional, mas quando nós estávamos aplaudindo essas decisões uns meses atrás, acho que nenhum de nós, fãs, tinha idéia de como seria insuportável esperar tanto.
Mas para a minha sorte, Lindelof e Cuse foram legais e gentis o suficiente para responder meu e-mail suplicante. Antes de termos uma data pré-determinada, "era complicado para nós descobrirmos o quão rápido poderíamos ir em relação às revelações. Isso nos permite ter um plano estabelecido e mais oportunidades de organizar e formar uma estratégia.
"Voltar ao ar mais tarde" significa que os escritores terão quase terminado com os scripts de todos os 16 episódios quando a série reestrear. Os escritores voltam a discutir a série na metade de julho; as filmagens começam em agosto e eles esperam estar produzindo os episódios 12 e 13 quando o primeiro for ao ar em fevereiro.
Lindelof nota que a forma de contar a estória de Lost apresenta muitos desafios, principalmente no começo de cada temporada. Não existe o título 'Quatro meses depois' que possa criar uma nova referência para os personagens ou para o enredo. Até mesmo '24 horas' da Fox tem que apertar o botão resetar no começo de cada temporada. Mas em Lost, a temporada começa com a necessidade de continuar a partir dos momentos que não foram mostrados quando os créditos do último episódio da temporada anterior apareceram.
Agora que a linha de chegada já pode ser vista, Lindelof e Cuse tem um controle melhor sobre a histórias que eles precisam contar e sobre como os pontos que eles soltaram até agora devem ser ligados. É bem improvável que eles tivessem tentado a seqüência do flash-forward com Jack e Kate no último final de temporada se eles ainda não tivessem certeza sobre a data do final da série, Lindelof conta. Seria descuidado mostrar uma visão do futuro sem ter firme controle sobre para onde os personagens estão indo.
"Na maior parte dos dramas a história te leva do ponto A para o B e depois para o C. Na nossa série você vai do A para o B e depois nós vamos dar uma olhada em V e depois voltar para o C. Você não pode fazer esses desvios de caminho se você não tem um bom sentido sobre aonde estão todos os pontos da estória por completo," conta Lindelof".
É como fazer uma viagem de carro de Los Angeles até Nova Iorque," diz Cuse. "Você sabe que vai parar em Nova Iorque. Mas agora você olha para o seu intinerário e sabe que vai ficar em Cleveland por umas três noites e que vai ficar em Detroit umas duas noites..."
Lindelof permitiu que a série e seus personagens tivessem vida própria em diversos momentos até agora. Ele destaca as entradas de Elizabeth Mitchell como Juliet e Michael Emerson como Ben para o elenco como situações onde os atores era tão bons para os papéis que os escritores só tiveram uma escolha: expandir para além dos planos iniciais as estórias e partipações deles na série.
"Ben só iria estar em três episódios da segunda temporada," Lindelof conta. "Agora é impossível imaginar a série sem ele."Com o intervalo entre produção e estréia da temporada, o escritores de Lost terão que trabalhar em condições sigilosas numa tentativa de evitar ao máximo que informações sobre a trama vazem, certo?
Sim e não. Sim, eles têm tentado esse ano se preocupar com a distribuição de materiais da série fora do círculo daqueles-que-precisam-saber, diz Cuse. Toda a informação para a seleção de novos atores que eles divulgam é baseada em dados extremamente gerais. Porém, às vezes acontecem umas decepções aqui e ali.
"Sempre escrevemos um lado falso para as coisas que mandamos para as agências de talentos," conta Cuse. "Estamos escolhendo personagens sob falsas pretensões... inventamos coisas que são parecidas com os papéis que realmente queremos."
"Você só vai assistir 'O Sexto Sentido' pela primeira vez uma vez. Só vai existir uma vez quando você assiste o filme e não sabe que Bruce Willis está realmente morto," Lindelof diz. "Isso que nos faz nos vangloriar de fazer a série, essas viradas e surpresas que te pegam. Acredito que existe muita responsabilidade por parte dos fãs e da imprensa de não destruir a experiência das pessoas de assistir a série."
Ao mesmo tempo, Lindelof acredita que a política de 'silêncio de rádio' que ele e Cuse estabeleceram desde o fim da última temporada só encoraja os fãs a procurar mais informações sobre a nova temporada. Eles precisam ser habilidosos e divulgam novidades que eles sabem que vão acabar se espalhando como o retorno de Harold Perrineau ao elenco fixo da série na próxima temporada.
Lindelof está animado com uma série que está por vir em breve de 'curtinhas' originais e exclusivos de Lost para celulares nos Estados Unidos (os anteriormente já mencionados 'mobisodes' episódios para celular) em um acordo da ABC com a Verizon (acredito que eles também irão disponibilizá-los na ABC.com e/ou no Itunes em algum momento). Eles irão rolar em série como parte da preparação para estréia da quarta temporada. Os 'curtinhas' que contarão com a participação de todos os membros do elenco irão fornecer aos fãs uma olhada em "algumas partes bem interessantes do quebra-cabeças de Lost", Lindelof promete.

13/10/2007

Quando começará a divulgação da 4ª temporada?

Alguém já percebeu que só restam quatro meses para a volta de Lost? É verdade. Claro que ainda tem a perguntinha sobre em qual dia da semana a série será exibida, mas a medida em que o tempo passa, a espera começa a ficar mais parecida com a de um hiatus (intervalo) 'normal'.

Com a proximidade do retorno de Lost, a quantidade de novidades disponíveis tende a aumentar e não vai demorar muito para os poderosos da ABC começarem a fazer a divulgação da quarta temporada. Mas quando ela irá efetivamente começar? Talvez mais cedo do que você pensa.

Se você não se lembra, tem um promo comemorando o aniversário da queda do vôo 815 da Oceanic (veja o promo no menu ao lado). Escondido nos últimos frames dessa promo tinha um dos famosos 'easter eggs' de Lost. Uma olhada muito rápida no número "6", que você só pode ver se congelar a tela, dando pause. Muitas perguntas foram levantadas sobre se esse "6" significa alguma coisa ou não. Existem alguns boatos rolando sobre essa discussão. Alguns dizem que essa foi uma simples homenagem ao fato de que Lost vai terminar na sua sexta temporada. Outras fontes dizem que esse 6 é simbólico para a data da volta de Lost, quarta-feira, 6 de Fevereiro, uma data que tem sido especulada, mas não confirmada.

Os fãs de Lost que estão muito ansiosos por uma olhadinha rápida na quarta temporada podem ter seu desejo realizado em novembro, se outro boato for verdade. A história é a seguinte: como parte da divulgação do DVD da 3ª temporada*, a ABC estará liberando alguns clipes da nova temporada de Lost, que está atualmente gravando o seu sexto episódio. O que será mostrado ou quanto será mostrado ainda não foi revelado, mas fontes dizem procure 'por algo' durante o mês.

A hora certa para começar a divulgação intensa seria mais ou menos perto do lançamento do DVD da 3ª temporada. Lost está sendo comercializada como uma série de 'mid-season' (que só vai ao ar uma vez ao ano) e sendo 'mid-season' ou não, a regra geral é começar a divulgar a próxima temporada de uma série perto de um lançamento bem-sucedido de box de DVD.

*Lembramos que o DVD foi lançado no Brasil antes de ser lançado lá fora.

Fonte: Buddy TV
Tradução: Carolina Menescal

12/10/2007

Minkowsky já tem rosto

Lembram do misterioso Minkowsky, o sujeito que atende à ligação de Jack no final da 3ª temporada prometendo resgate? Pois é, aí do lado você confere quem será seu intérprete. Segundo informação do Hollywood Reporter, o ator Fisher Stevens (que já participou da série Law & Order e até mesmo do filme brasileiro O que é isso, Companheiro?) dará corpo e voz ao novo personagem cujo nome conforme lembra a matéria do HR, já foi associado ao do matemático alemão Hermann Minkowski, cuja teoria de espaço quadrimensional inclui as três dimensões do espaço mais uma do tempo, idéia aliás que fora utilizada por Einstein em sua teoria da relatividade. Interessante, não? E como na série os nomes nunca são escolhidos ao acaso, espere ver mais um mistério sendo elaborado em cima do tema.

Por Davi Garcia

10/10/2007

Se a inveja matasse...

...eu certamente não teria feito esse post :p

Realizando o sonho de todo fã de Lost, o blogueiro Sawyer840 aproveitou o passeio que está fazendo pelo Havaí para registrar visitas a sets e locais já usados para a gravação da série. Já havíamos postado no último final de semana, algumas fotos tiradas por ele que promete novas além das que você confere abaixo junto de seu relato.

"O trânsito no Havaí é realmente complicado. Todas as ruas tem nomes estranhos e pode acontecer de você olhar o mapa, mas acabar perdido. E foi assim que fiquei quando dirigi rumo à North Shore. Levei mais tempo para chegar lá por causa do sistema confuso da estrada para localizar meu caminho, mas ainda assim fiquei feliz. O cenário da costa leste é realmente maravilhoso. Dá para tirar fotos de cada vista ao longo da costa oceânica. Tirei mais algumas do acampamento e de outras locações de Lost."


"O pier fica dentro de uma propriedade privada e só é possível tirar fotos de bem longe. Quase toda locação de Lost de alguma forma fica escondida em propriedades privadas. Acho que para a 4ª temporada elas são ainda mais escondidas que antes e quase todas em Honolulu. Falei com algumas pessoas por aqui que sabiam onde aconteciam as gravações da série e mesmo elas confirmam que agora ninguém sabe onde estão filmando."






"O acampamento da praia vista na série, não fica em um lugar apenas, e eles gravam em locais diferentes ao longo da costa. Alguns lugares ficam cheios e eu os evitei. Encontrar a praia principal é realmente mais difícil, e mesmo os moradores locais tem dificuldade para localizá-la. Para chegar lá é preciso ter olhos atentos: no mapa você verá uma ponte marcada e antes dessa ponte há uma pequena rua chamada Papa'iloa e seguindo por ela você chega a uma área de estacionamento e a um acesso à praia, virando à esquerda chega-se ao acampamento."



Agora diz aí. Dá ou não dá uma mega inveja?

Por Davi Garcia