06/11/2007

Michael Emerson, greve de roteiristas, mobisódios...

O site Starpulse recentemente teve a oportunidade de conversar com Michael Emerson, que interpreta o malvado Ben Linus em Lost, enquando ele estava gravando no Havaí. Não, nós não tivemos o prazer de sentir brisas e temperaturas agradáveis através conversa pelo telefone, mas ele falou sobre a série, seu personagem e como os diferentes formatos de mídia culminaram na greve dos roteiristas.
Enquanto discutia o final surpreendente do último episódio da terceira temporada de Lost, Emerson destacou, "Acho que eles estão direcionando a série para o caminho certo. Espero que essa greve não interrompa a temporada."
Então o quanto Lost será afetado pela greve? Afinal de contas, novos episódios só começam a ir ao ar em fevereiro. O elenco e a produção estão atualmente filmando o episódio sete da nova temporada, e eles talvez tenham mais um script completo pronto para ser filmado.
Emerson explicou, "Acho que eles estão contando com um horário ininterrupto de gravação para assim ter episódios suficientes para colocar no ar de forma contínua. Se passarmos muitas semanas sem gravar, Lost está vulnerável porque não temos scripts em estoque para poder gravar."
"E se os roteiristas pularem fora, não existe nem alguém para revisar e melhorar os scripts nem nada disso. Lost iria ficar parado. Só estou supondo, mas acho que Lost poderia continuar por 8 ou 10 dias depois da greve começada. Daí todos nós teríamos que ir para casa, acredito."
Para aqueles que estão ansiosos para ver a nova temporada podem esperar ver "mobisódios", os chamados episódios para celular, muito em breve. Durante as 13 semanas que antecedem a estréia da quarta temporada a emissora vai liberar um mobisódio por semana, "que são meio que cenas de Lost," explicou Emerson. Eles duram entre dois e três minutos e você pode baixá-los pelo celular (só disponível nos Estados Unidos) e pela ABC.com.
"Claro que essa é uma ferramenta interessante, mas é um dos problemas que geraram várias greves, não só essa greve de roteiristas, mas também a greve que tem chance de acontecer no próximo verão (americano), de diretores, atores e de todo esse pessoal envolvido no ramo," Emerson disse. "Toda essa nova mídia é confusa, afinal ninguém ainda definiu regras e fórmulas. Estamos em um período de transição, acredito."
Afinal, o que Emerson pensa sobre o que os roteiristas estão fazendo?
"Acredito que eles têm que fazer o que eles têm que fazer. Existem muitas mídias e novos sistemas de transmissão por aí que ainda não temos nenhuma forma de controlar," ele disse. "Se a imagem ou estória que você está contando vai ser baixada pelos celulares e outras telinhas por todo o planeta, os atores, diretores e roteiristas tem que encontrar uma forma de ter participação nos grandes lucros vindos desses tipos de mídia. Acho que é isso que eles estão procurando fazer."
Fonte: Starpulse
Tradução: Carolina Menescal

Nenhum comentário: