15/10/2007

O Peso da Espera

Artigo da Revista Variety
Tradução por Carolina Menescal

Aconteceu há mais ou menos uma semana atrás. Estava no trabalho, dando uma olhada em várias telas com segundos e terceiros episódios de séries que voltaram agora na temporada de outono. Não senti muita vontade de ver nenhuma delas e a medida que meus pensamentos desviavam para outro assunto eu me senti animada ao pensar "Ei, espera um pouco...".
A nova temporada está chegando, pensei, e isso significa que novas aventuras de Lost estarão no ar em breve...
Por um segundo, pirei, meu coração disparou e corri para o computador para olhar a data de estréia. E então cai na real. Mais. Quatro. Meses. Ou pelo menos três e meio. Lost não voltará até o começo de Fevereiro. (Eu já sabia disso, claro, mas depois de assistir tantas outras séries direto você geralmente tem que se beijar do lado da cabeça para ter os neurônios funcionando direito novamente).
A espera vai valer a pena, sem dúvida. Nossos heróis - produtor executivo/co-criador Damon Lindelof e produtor executivo Carlton Cuse - estão usando esse tempo para montar cuidadosamente um mapa do quanto podem revelar em cada um desses 48 episódios restantes.
A decisão da ABC de seguir o estilo da série '24 Horas' com episódios consecutivos sem repetições faz muito sentido. É muito bem pensado e racional, mas quando nós estávamos aplaudindo essas decisões uns meses atrás, acho que nenhum de nós, fãs, tinha idéia de como seria insuportável esperar tanto.
Mas para a minha sorte, Lindelof e Cuse foram legais e gentis o suficiente para responder meu e-mail suplicante. Antes de termos uma data pré-determinada, "era complicado para nós descobrirmos o quão rápido poderíamos ir em relação às revelações. Isso nos permite ter um plano estabelecido e mais oportunidades de organizar e formar uma estratégia.
"Voltar ao ar mais tarde" significa que os escritores terão quase terminado com os scripts de todos os 16 episódios quando a série reestrear. Os escritores voltam a discutir a série na metade de julho; as filmagens começam em agosto e eles esperam estar produzindo os episódios 12 e 13 quando o primeiro for ao ar em fevereiro.
Lindelof nota que a forma de contar a estória de Lost apresenta muitos desafios, principalmente no começo de cada temporada. Não existe o título 'Quatro meses depois' que possa criar uma nova referência para os personagens ou para o enredo. Até mesmo '24 horas' da Fox tem que apertar o botão resetar no começo de cada temporada. Mas em Lost, a temporada começa com a necessidade de continuar a partir dos momentos que não foram mostrados quando os créditos do último episódio da temporada anterior apareceram.
Agora que a linha de chegada já pode ser vista, Lindelof e Cuse tem um controle melhor sobre a histórias que eles precisam contar e sobre como os pontos que eles soltaram até agora devem ser ligados. É bem improvável que eles tivessem tentado a seqüência do flash-forward com Jack e Kate no último final de temporada se eles ainda não tivessem certeza sobre a data do final da série, Lindelof conta. Seria descuidado mostrar uma visão do futuro sem ter firme controle sobre para onde os personagens estão indo.
"Na maior parte dos dramas a história te leva do ponto A para o B e depois para o C. Na nossa série você vai do A para o B e depois nós vamos dar uma olhada em V e depois voltar para o C. Você não pode fazer esses desvios de caminho se você não tem um bom sentido sobre aonde estão todos os pontos da estória por completo," conta Lindelof".
É como fazer uma viagem de carro de Los Angeles até Nova Iorque," diz Cuse. "Você sabe que vai parar em Nova Iorque. Mas agora você olha para o seu intinerário e sabe que vai ficar em Cleveland por umas três noites e que vai ficar em Detroit umas duas noites..."
Lindelof permitiu que a série e seus personagens tivessem vida própria em diversos momentos até agora. Ele destaca as entradas de Elizabeth Mitchell como Juliet e Michael Emerson como Ben para o elenco como situações onde os atores era tão bons para os papéis que os escritores só tiveram uma escolha: expandir para além dos planos iniciais as estórias e partipações deles na série.
"Ben só iria estar em três episódios da segunda temporada," Lindelof conta. "Agora é impossível imaginar a série sem ele."Com o intervalo entre produção e estréia da temporada, o escritores de Lost terão que trabalhar em condições sigilosas numa tentativa de evitar ao máximo que informações sobre a trama vazem, certo?
Sim e não. Sim, eles têm tentado esse ano se preocupar com a distribuição de materiais da série fora do círculo daqueles-que-precisam-saber, diz Cuse. Toda a informação para a seleção de novos atores que eles divulgam é baseada em dados extremamente gerais. Porém, às vezes acontecem umas decepções aqui e ali.
"Sempre escrevemos um lado falso para as coisas que mandamos para as agências de talentos," conta Cuse. "Estamos escolhendo personagens sob falsas pretensões... inventamos coisas que são parecidas com os papéis que realmente queremos."
"Você só vai assistir 'O Sexto Sentido' pela primeira vez uma vez. Só vai existir uma vez quando você assiste o filme e não sabe que Bruce Willis está realmente morto," Lindelof diz. "Isso que nos faz nos vangloriar de fazer a série, essas viradas e surpresas que te pegam. Acredito que existe muita responsabilidade por parte dos fãs e da imprensa de não destruir a experiência das pessoas de assistir a série."
Ao mesmo tempo, Lindelof acredita que a política de 'silêncio de rádio' que ele e Cuse estabeleceram desde o fim da última temporada só encoraja os fãs a procurar mais informações sobre a nova temporada. Eles precisam ser habilidosos e divulgam novidades que eles sabem que vão acabar se espalhando como o retorno de Harold Perrineau ao elenco fixo da série na próxima temporada.
Lindelof está animado com uma série que está por vir em breve de 'curtinhas' originais e exclusivos de Lost para celulares nos Estados Unidos (os anteriormente já mencionados 'mobisodes' episódios para celular) em um acordo da ABC com a Verizon (acredito que eles também irão disponibilizá-los na ABC.com e/ou no Itunes em algum momento). Eles irão rolar em série como parte da preparação para estréia da quarta temporada. Os 'curtinhas' que contarão com a participação de todos os membros do elenco irão fornecer aos fãs uma olhada em "algumas partes bem interessantes do quebra-cabeças de Lost", Lindelof promete.

3 comentários:

Stone Sam disse...

É, desculpem-me por estar postando isso nesse espaço, mas estou votando em Kate na enquete e, ainda assim, ela aparece com 0%!

O que está acontecendo?!

Dude! We are Lost! disse...

A enquete é uma ferramenta do Blogger e as vezes dá esses erros. Hoje cedo foi um problema postar a enquete pq ela não aceitava mais do que 5 opções. Ou seja, vamos esperar ela atualizar e ver se tudo volta pros eixos!

Richie disse...

nem é tão ruim assim...
comas novas temporadas estreando, tirando heroes, e novas series, da pra aguentar mais sem lost...
o foda é só os spoilers que tão fracos....
maldito silencio de radio deles....