07/02/2007

Exibição de “Not in Portland” em Harvard

Matéria do jornal The Herald Newspaper
Traduzido e adaptado por Davi Garcia

Para cerca de 200 estudantes (ou leia-se sortudos) de Harvard e fanáticos por Lost, era um sonho virando realidade. Segunda-feira à noite no teatro Sanders, o produtor executivo da série ( e ex-aluno de Harvard) Carlton Cuse apresentou o episódio que vai ao ar hoje nos EUA. No evento ele ainda respondeu algumas perguntas feitas por alguns fãs.

Sobre as histórias dessa temporada
“Depois dos seis primeiros episódios, essa temporada trouxe várias pessoas nos perguntando, ‘Quando vamos ver o pessoal da praia de novo? Quando vamos voltar às histórias de Charlie, Claire e Hurley?’ Bem, vamso voltar à praia, mas não imediatamente. Mas, quando a temporada acabar, vamos ter descoberto como Locke chegou à cadeira de rodas e como Jack fez aquelas tatuagens. Se você gostou o final da 2ª temporada, acho que vocês não vão ficar desapontados”.

Sobre os flashbacks
“Todos os roteiristas brincam dizendo que em algum momento vamos ficar sem idéias e teremos que fazer um flashback onde Jack perde as chaves de seu carro. E é exatamente por isso que trouxemos novos personagens. Os flashbacks são sempre feitos para dar pelo menos algum senso de unidade temática, algo que se relacione ao episódio e reflita com o que os personagens estão lidando na ilha”.

Sobre as pistas escondidas na série
“Há apenas uma pista que colocamos na série que passou despercebida pelos fãs. E foi algo que escondemos tão bem, uma pequena mensagem em um quadro... Fora isso, as pessoas encontraram tudo. Digo a vocês que há algo escondido no episódio de hoje. Um anagrama que é uma pista para o que vém pela frente”.

Sobre Stephen King
“Tanto Damon (Lindelof) quanto eu somos grandes fãs de Stephen King. Damon particularmente, é um grande fã da série de livros ‘A Torre Negra’. Admitimos que pegamos e roubamos muito do que ele faz. Nosso grande modelo para Lost é, provavelmente, seu livro ‘Depois da Meia Noite’”.

Sobre os mistérios da ilha
“Algumas vezes somos acusados de não fazer com que nossos personagens discutam sobre os mistérios da ilha, mas não podemos fazê-los ficar obcecados com o monstro, pois a série é sobre isso, e uma vez que revelarmos os mistérios, nada mais sobra. A série é em seu núcleo, guiada pelos personagens. Mas não se preocupem, o monstro ainda está lá e vai voltar”.

Sobre o fim da série
“Saiu por aí que a série teria 100 episódios. Eu penso que a série se sustente com mais, mas é importante que exista um final à vista, e ele existe”.

7 comentários:

ceci disse...

msg em um quadro..??? verdade não lembro d ter lido algo sobre isso..

acho que agora todos vao querer rever os episodios antigos pra procurar essa tal msg...



é hoje galeraaaaa...
é hojeeee

Psico disse...

OMG!

alguem ja sabe qual é a pista do quadro que ele referiu?

abraço

f.f disse...

Só uma coisa nova: que quadro? Que pista? =o

Anônimo disse...

Quadro, só em flshback. Ou será aquele quadro de Velasquez (no promo canadense do Futher Instructions) que acabou não aparecendo?

Là vamos nós procurar um quadro perdido em mais de 50 episódios!

Caetano disse...

Para o anônimo ai de cima.

Tem grandes chances de ser aquele quadro mais ele não foi ao ar nos episódios, o jeito seria saber se no canal canadence que passou a promo eles tinham algum comercial q aparecia o quadro.

Anônimo disse...

Tem um post no Dude, que mostra o promo do canal canadense (aparece antes do Lock abrir os olhos) e ainda um outro post para discussão sobre esse quadro.
Foi muito comentado em diversos fóruns, pois a pintura de Velásquez havia sido modificada e as proporções do corpo lembrava muito a Kate.
Aí no episódio... nada. Ficamos esperando os futuros episódios e nada.
Sinceramente, já assisti todos os episódios umas 8 vezes e nunca vi um quadro que tivesse um destaque mínimo. Sem falar que o único quadro comentado por fãs de Lost foi mesmo esse... e convenhamos, com a legião de fãs que Lost tem, é difícil passar qualquer coisa.

danielle disse...

Na verdade não é um quadro, é um outdoor...

Há teorias que a pista é uma foto do Walt ((num outdoor)) taxado como desaparecido no flashback do Charlie...

Mas uns amigos vendo a série no outro dia viram que num outdoor da compania aérea tinha o símbolo da Dharma no canto do outdoor... será que é essa??? :D