08/02/2007

Curiosidades do 3x07 “Not in Portland” – SPOILERS

Aposto que você ainda está recuperando o fôlego depois de assistir o retorno de Lost, não é mesmo? Pois bem, quem já leu o comentário que fiz, deve concordar que o episódio é repleto de detalhes e referências que podem (ou não) dar dicas concretas sobre os mistérios que cercam os acontecimentos da ilha, bem como apontar um caminho para o que veremos de agora em diante. E quem já teve uma ótima sacada com relação a isso foi DocArzt do The Tail Section, que além de chamar atenção para o livro (“Uma Breve História do Tempo”, de Stephen Hawkings) que o vigia Aldo lia antes de ser surpreendido pelo trio Alex, Kate e Sawyer, conseguiu também identificar que parte exata dele ele via quando foi interrompido.

Clique na imagem para aumentá-la

Usando um e-book (versão digital do livro), DocAzt descobriu que Aldo lia o capítulo 7 – Buracos negros não são tão negros. Esse capítulo dentre outras coisas analisa como os buracos negros podem modificar o tempo, bem como o espaço. Nas imagens abaixo retiradas também do Tail Section, dá para ver as páginas com mais detalhes.

Clique nas imagens para aumentá-las

Pois bem, se levarmos em consideração o fato de que o anagrama decorrente da palavra Mittelos, pode resultar nas palavras ‘Lost Time’ (Tempo Perdido), parece bem óbvio que as páginas do livro podem efetivamente funcionar como dicas que apontam um novo mistério: O tempo na ilha é de alguma forma manipulado (por algo ou alguém), ou aquele lugar simplesmente tem uma característica bizarra relacionada ao mito do Triângulo das Bermudas? Ok, é certo lembrar que os produtores já negaram em outros momentos que a explicação do que é aquele lugar foge disso, mas é muita coincidência darem essa ‘dica’ no episódio não acham?

Outra curisiodade interessante que 'Not in Portland' traz é referente a Edmund Burke, nome do ex-marido de Juliet, mas também de um personagem histórico bem famoso do pensamento político da Inglaterra e autor de várias frases marcantes, como por exemplo, "Todos os que se arruinam o fazem pelo lado das suas propensões naturais". Ok, mas o que isso tem a ver com Lost afinal? Pois bem, o fato é que considero a frase de autoria do inglês Burke bem parecida com uma das que foram vistas naquele vídeo usado para fazer lavagem cerebral em Karl... “We are the causes of our suffering”, que no bom português significa ‘Somos a causa de nossos sofrimentos’. Há uma evidente semelhança de significados entre as duas frases não é mesmo? É claro que no fim das contas isso pode não ser nada, mas cá entre nós, duvido muito que essas semelhanças não sejam feitas para nos remeterem à análises mais profundas sobre o universo mitológico contruído em torno da série.


E, para finalizar, outro nome que surgiu despertando curiosidade foi o do representante da Mittelos Bioscience, Richard Alpert, que assim como Edmundo Burke, também ficou famoso. O verdadeiro Alpert (hoje guru Baba Ram Dass!) era filho do fundador da Faculdade de Medicina Albert Einstein e trabalhou como professor para o Departamento de Relações Sociais, o Departamento de Psicologia, para a Escola de Graduação em Educação e Serviço de Saúde da Universidade Harvard, de onde acabou demitido do cargo nos início dos anos 60 junto de seu colega Timothy Leary depois de fazer experimentos sobre os efeitos de drogas psicodélicas em cobaias humanas! Agora diz se isso não tem tudo a ver com o que já sabemos da Dharma Initiative, sobretudo depois deste 7º episódio e das cenas envolvendo lavagem cerebral com Karl? Tudo bem que pode parecer exagero ou simplesmente ‘viagem’ de quem se empolga com as pesquisas que Lost nos proporciona, mas que isso é muito divertido ninguém nega certo?

Por Davi Garcia

Achou mais alguma coisa interessante nesse episódio? Conte nos comentários.

24 comentários:

Bruno disse...

e o tal do Jacob?

Anônimo disse...

hauhuahauhua... eu não acredito q esse docazt descobriu isoo!!!!

Jefferson disse...

Eh impressao minha ou no onibus q mata o Burke tem uma propaganda de chocolates Apollo??

Nao vi quadro a quadro, mas, pelas cores aparenta ser isso.

Hehehe adoro viajar com Lost xD

Jefferson disse...

Aproposito, na conversa de Tom, ate o pto q ele eh interronpido, ele disse q nao sairam da ilha pra operar o Ben "pq dpois q o ceu ficou roxo..."

Sera q dpois do incidente na escotilha o outros ficaram presos na ilha e a "unica" saida q tinha, e q foi usada por Michael, fechou apos a explosao na escotilha?????

Felipe disse...

Tinha uma propaganda da barra de chocolate Apollo sim.

Eu percebi outra coisa: Os bad numbers estão de volta:

O número quatro aparece no cartão da Juliet, quando ela vai passar ele para entrar no laboratório...o próprio 108, aparece como o número de batimentos cardíacos do Ben, e o 23, o número da sala em que o Karl está.

Fábio Martins disse...

Será que sou o único que achou este episódio bem fraquinho? Nossa, achei bobo demais. Sem sal, sem timing e uma tremenda encheção de lingüiça. Uma pena...

Raoni disse...

ESSA ACHO QUE NINGUÉM PERCEBEU!!!
EXATAMENTE AOS 25'33" APARECE UM ROSTO REFLETINDO AO LADO DA CABEÇA DE CARL, E, DIGAM-ME SE ESTOU LOUCO, MAS EU ACREDITO QUE SEJA DO "BIN LADEN"!!!!!!!!! VEJAM ISSO!!!
Outro detalhe é que a cela em que ele foi aprisionado é a de n. 23... Alguma relação com Valenzetti?
Acredito, ainda, que o anagrama pode ser da palavra CHNOLOGIES, que aparece aos 07'14".
E sobre o yin-yang dentro de um octogono que surge dentro do quarto da Rachel aos 01'54"?

Raoni disse...

Perdão... a palavra que aparece é HNOLOGIES.

Rodrigo Rech disse...

A Mittelos (ou seja, os Outros lá na ilha - ficou claro devido ao Ethan aparecer) faz pesquisas sobre longevidade, extensão da vida, porém a pesquisa apresenta efeitos colaterais, principalmente nas mulheres (como podemos perceber naquela cena em que o Alpert mostra um útero de uma mulher de 27 anos aparentando ser de uma com 70 anos). Acho que eles continuam as pesquisas originais da extinta(?) Dharma sobre o assunto...

A Juliet pesquisava um tópico relacionado, que era permitir engravidar sem a necessidade de um útero. Ela fez isso com ratos machos em laboratório, e conseguiu fazer o mesmo com a irmã dela (que provavelmente teve câncer no útero e precisou remover o mesmo).
Devido a essa revolucionária pesquisa, a Mittelos se interessou no trabalho da Juliet, e levou ela para a ilha para trabalhar no projeto de extensão da vida.

Isso pode explicar várias referências da série: porque eles pegam as crianças (elas nao cresceram ainda :-), o interesse no bebê da Claire, as referências sobre o tempo (lá as pessoas envelhecem mais devagar, ou mais rápido - Lost Time heheheh); inclusive pode explicar aquela questão do Walt crescer mais rápido do que o normal para alguns meses na ilha, isso se ele voltar na série).

Lembrando ainda que no Lost Experience havia várias referências sobre projetos de extensão da vida...

Vinicius disse...

Mto bom David! Nao sou mto de comentar mas comecei a acompanhar seu blog e to gostando mto! Parabens!

Telio disse...

Olá Fábio, não digo que vc é o "ÚNICO", mas são muitas poucas pessoas que acharam o ep. ruim.. Podem até não ter achado "excelente", mas sem sal, sem timing, encheção de linguiça, acho meio dificil.. Será que vc não viu muito spoilers antes do ep?

Abração!

george disse...

Eu gostei, alias cada vez gosto mais de Lost!!!!

Eduardo Rocha disse...

Dr. Shepard e Dr. Burke... são os nomes dos dois principais médicos de Grey's Anatomy, também da ABC.

Aposto que é só tiração de onde...

Ranyere disse...

fábio, deve ser o único, pq eu só vi elogios desse episódio!

aliás pra quem quiser ver Kate e Sawyer resgatando Karl com a Alex, legendado no YouTube, ta ae:
http://www.youtube.com/watch?v=Gd2w-Mn3Lls

^^

51/50 disse...

eu lembro quando eu fuçava no site da hanso foundation, e tem o quadro de diretores, e um deles se chama Jacob

Alex disse...

Fábio então pare de assistir a série,vá assisti 24 horas(blergh) ou Heroes,que é novidade,pois esse foi um tipico bom episódio de Lost.

Thiago Elias disse...

E ainda tem outra que acho que ninguem lembrou ainda..rs.
No episódio 13 da Segunda Temp. aos 37 min + ou -, Estão Sayid e Hurley, com o rádio adaptado, e recebem um sinal com uma música bem antiga..
Hurley diz que pode estar perto, então sayid fala que pode estar vindo de qualquer lugar, pq frequencias assim estão acima da ionosféra..
Aí o Hurley manda: Ou podem estar vindo de qualquer época... !

Será que esse dialogo foi colocado no 2x13 por acaso !? ..rs

Abração
Thiago Elias

Victor Eduardo disse...

Simplismente mto bom esse episódio!!

Hj verei novamente pra atestar todos esses detalhes que li nos comentários aqui, como "a sombra de Bin Laden", "propaganda de chocolates Apolo", e ver com mais calma tbm as msgs do video que o namorado da Alex, Carl, estava forçado a ver..

É muita informação pra um episódio só... e outra coisa, não é relevante, mas o Ethan parecia mais gordo (pelo menos no rosto), nos flash-backs de Juliet..

AH!! outra coisa, o que ele fazia no início do episódio, quando no 1º flash-back ele cruza no corredor com Juliet, pois, até então eles não se conheciam! Ele sai da porta direita, no fim do corredor, e ela entra na porta esquerda (se não me engano). O que ele fazia por lá... trabalho de espionagem? Soh pode neh! E que lugarzim feio aquele do primeiro flash-back... a luz com mau contato.. parece uma pensão de 5ª.

Sei lá.. são mtos detalhes.. e cada detalhe em LOST definitivamente, fazem toda a diferença!!!

Até breve, e que venha LOST S03E08

Fábio disse...

Oi, Telio,

Eu nunca vejo spoilers. Desde a primeira temporada. Gosto de ser surpreendido, mas acho que os produtores (e principalmente os roteiristas) estão decepcionando muito. Gosto muito da série, mas acho que a terceira temporada está se perdendo... Uma pena.

Abraços

Alex,

O fato de gostar de uma série não impede que goste ou desgoste de outras. Paixão e fanatismo eu só tenho pelo Flamengo. Não admito torcer por outro time, mas me dou ao luxo de gostar de outros seriados. Pois cresci assistindo séries e não comecei a ver este tipo de atração a partir de Lost. Portanto, seu conselho é dispensável.

E acho que generalizar algo como "típico bom episódio de Lost" é simplificar demais uma série que é (ou era) tão fenomenal e complexa quanto o Lost.

Dexter disse...

Não vim aqui comentar o episódio, mas sim a galera que disponibiliza estes textos. Parabéns um banho de cultura, a partir de um Seriado, algo completamente fictício, todos aqui acabam puxando fatos, escritores ou seja lá o que for da nossa vida real, parabéns vai pra quem escreve um roteiro assim e principalmente para quem consegue pescar os fatos na tela e traduz tão bem aqui no SITE. BB

vanessagummo disse...

Achei o ep. ótimo, cheio de informações que estão sim fazendo a diferença: o fato do Ethan aparecer novamente, depois de nos passar tanto terror na primeira temporada é demais.

Foi um flashback de um dos "outros"!! Quer melhor??

Teve uma morte: o chatissimo Dani, e antes ainda levou uma puta surra do Sawier com direito a choque e tudo...

Alem de todas estas outras informações que vimos lá e ficamos sabendo oq significa aqui, no Dude!

Ótimo trabalho meninos!! Lost continua me deixando instigada a querer saber mais e mais!!

Israel disse...

ei pessoal a glr inverteu o video do Karl com a lavagem cerebral e viram q o audio contem mensagens escondidas... algo como "Only fools are slaved by time and space"
vejam ai

http://www.youtube.com/watch?v=gwWhM8Xb_oQ&eurl=

Germano José disse...

Ae, pessoal so mais um comentário. A pessoa q aparece no tempo 25'33'' é uma dos irmas De Groots e outra no tempo 25'22' aparece a imagem de um senhor de barba branca na tela. Tenho certeza q é Alvar Hanso. E outra qdo a frase "Onlu fools ara slaved by time and space" aparece um zunido. Parecido com o som das turbinas de um avião. Concordam? té mais

Gustavo disse...

flando do lost time ali:
black rock tem umanagrama tb
bark clock..
pode ter alguma coisa a ver..