15/12/2006

Comentário: "Lost Tem um Ombro Amigo: o Globo de Ouro"

Por Ricardo Henriques
Quando saíram as indicações para o último Emmy rolou o maior chororô entre os fãs de Lost. Pudera, a série foi solenemente ignorada nas categorias principais, tendo sido nomeada "apenas" para algumas categorias técnicas. O mais expressivo era ter Henry Ian Cusick (vulgo Desmond) concorrendo a melhor ator convidado (justo, tanto que ele foi convidado a entrar pro elenco fixo... pra ser mal aproveitado, mas isso é outro assunto). Até para mim, o mais crítico (ou chato, ou tacanho, ou tosco, ou exigente, fica a critério do leitor) fã de Lost, pareceu injusto. Afinal, se Lost havia tido seus tropeços, ainda era seguramente um destacado membro do top 5 de qualquer aficcionado. Pois com as indicações do Globo de Ouro reveladas, é hora do fã de Lost tomar a atitude inversa e agradecer a forcinha. Forcinha indevida, mas bem-vinda. Um voto de confiança. Um tapinha nas costas e um recado dito em tom afável: "Você está mal das pernas, mas eu ainda gosto de você. Volte aos seus melhores dias e vamos premiá-lo novamente". Não digo que tenha sido uma indicação injusta. Mas tampouco seria injusto se Lost não figurasse na lista.
O segundo ano de Lost passou por algum desequilíbrio, uma certa pasmaceira, mas o bom nível dos episódios finais devolveu o embalo à trama. Aí veio uma grande mancada. Dividir a série em duas semi-temporadas poderia até ter sido um sucesso, mas pra isso esses seis primeiros capítulos teriam de funcionar melhor em conjunto. Como se fossem de fato uma temporada. A impressão foi que não houve uma adequação artística à estratégia, apenas mudaram o calendário de exibições. Tanto que o fim do sexto episódio, que teria de trazer um potente gancho para deixar todos ansiosos, certamente provocou mais bocejos do que soluços. Agora vai ficar difícil, depois de meses de intervalo, manter os índices de audiência costumeiros. Que dirá voltar aos índices da primeira temporada.
Deve ser observado que as indicações a uma premiação televisiva não devem ser dadas apenas porque uma série acumula fãs, faz referências culturais ousadas, gera repercussão e deixa as pessoas malucas, fazendo suposições, criando teorias e alimentando o mercado paralelo, consumindo livros, jogos e caixas de DVDs abarrotados de extras. Claro que tudo isso é importante. Mais do que isso, é um diferencial, é o que faz uma série virar cultura geral. Nesse ponto Lost continua fazendo sua parte. O problema é que também devem ser avaliadas outras questões: qualidade dos roteiros, elenco afinado, excelência de produção e... regularidade. Esse é o ponto fraco de Lost atualmente. Bons episódios perdem força ao serem mesclados com episódios-tampão. Episódios-tampão não são poupados por conta dos bons episódios. Muito pelo contrário, sofrem com a comparação. Parece besteira, mas Lost começa o campeonato com o jogo ganho e, por relaxamento dos produtores, ou esgotamento de fórmula talvez, vai perdendo pontos pelo caminho. No Emmy, onde tudo é mais conservador, o castigo já apareceu. O Globo de Ouro mostra-se mais condescendente. Mas vale destacar que Família Soprano sempre foi reverenciada pelo prêmio. Só que bastou uma temporada mais fraca e a fila já andou. Ou seja, Lost está com crédito. É hora de parar de perdê-lo e voltar a acumular "milhagens".
As indicações de 24 Horas e Grey's Anatomy à melhor série dramática já eram mais do que esperadas. E muito justas, diga-se de passagem, por mais que alguns fãs do gênero ficção científica não suportem tais seriados. 24 Horas é uma série que soube se reinventar para não cair na rotina (embora proporcione algum deja vu em determinadas situações) e fez o que hoje é quase impossível, aumentar sua audiência com o passar dos anos. Quem acompanha os índices de Lost sabe que é algo bem complicado. Grey's Anatomy começou despretensiosamente e de repente (com a sempre válida ajuda do Super Bowl) estourou, passando a ser o carro-chefe da ABC. Não à toa foi colocada para concorrer com os então reis do Primetime, os legistas de CSI. Não só concorrer, como vencer, semana após semana. São as duas grandes favoritas.
Big Love, série polêmica sobre um homem que tem três esposas, pegou a vaguinha fixa da HBO, que costumava ser de Família Soprano. Uma estranha surpresa previsível, digamos assim. As duas outras vagas serviriam não só para agraciar outros dois programas, mas também para definir qual linha os votantes seguiriam. Poderiam ter apostado nos textos bem escritos e nos protagonistas hipnotizantes de House e Dexter. Mas o hype falou mais alto e a imprensa estrangeira de Hollywood optou por Lost e Heroes, que, mais que programas de TV, são ícones de cultura pop. Trarão mais visibilidade à cerimônia, gerarão mais repercussão. E se por um acaso a zebra falar mais alto e resolverem premiar uma série nesse estilo, Heroes está na crista da onda, e nem assim Lost terá força pra levar o troféu pra casa. Quem sabe em 2008...
Mas o maior dos presentes aos fãs de Lost (embora muitos irão mais desdenhar e zombar que comemorar) foi mesmo essa estranha indicação de melhor atriz para Evangeline Lilly. Quer dizer, estranha em termos, já que a Kate teve muito espaço nos 6 episódios da mini-temporada, com direito a gritos, lágrimas e beijos apaixonados. O que a imprensa especializada americana costumam chamar de "cenas de clipe do Oscar". Tudo bem, ela é linda, muito simpática (difícil ver alguma entrevista dela sem querer pegar no colo e levar pra casa... não que eu precise ver uma entrevista dela pra ter essas vontades, claro), mas qualquer pessoa com um mínimo de critério sabe que ela é uma atriz bem fraquinha. Nem é culpa dela, coitada, até dia desses ela fazia comercial de Disk-Amizade no Canadá. Que pelo menos sirva de incentivo para que Evie (sim, íntimo) se esforce ainda mais e estude para que um dia possa fazer valer a indicação. Chances de vitória? Em um mundo normal, não existiriam. Mas tirando Edie Falco (Família Soprano), nenhuma das demais indicadas é uma atriz de muitos atributos. Sempre pinta aquela vontade irresistível de fazer uma moça bonita subir no palco pra chorar abraçada à estatueta. Nesse caso, nenhuma delas fica tão bem em um vestidinho de festa quanto a nossa Kate.
Mais do que a série e Evangeline, dois atores mereciam uma indicação, mas não obtiveram sucesso. Michael Emerson (vulgo Henry Gale, Ben Linus para os íntimos) deu show na segunda metade da temporada passada e no comecinho dessa, conseguindo ser assustador até mesmo com um vestuário de tiozinho gerente de loja de auto-peças. E Matthew Fox, que vinha sendo indicado constantemente, continua impecável no papel de Jack, o maior (e mais complexo, no bom sentido da palavra) mala da TV Americana. Ambos têm o azar de concorrer em uma das categorias mais disputadas do Globo de Ouro (embora ao meu ver Patrick Dempsey, o McDreamy de Grey's Anatomy, esteja bem abaixo do nível dos dois). E de certamente não ficarem nada bem em um vestidinho de festa.

34 comentários:

juliana ramanzini disse...

Ricardo tocou em 3 pontos importantíssimos:

1) Apesar de todas as críticas de fãs e entendidos... Lost ainda tem prestigio suficiente para figurar entre as 5 melhores séries. Apesar das escorregadas, todos confiamos na capacidade dos produtores e roteiristas de virarem o jogo! Go Lost!

2) Evie pode não ser a melhor atriz do mundo. Todos sabemos que ela é uma inciante! E ser indicada para um prêmio desses no seu primeiro trabalho é um feito digno de reconhecimento e aplausos. Não estou julgando o talento da moça. Mas, ela já é uma vencedora por esse simpls fato e, com certeza, abriu portas para realmente se tornar uma grande atriz! Que Deus coloque bons diretores no seu caminho...

3) Injustiça esquecerem Michael Emerson e Matthew Fox! Eu não sou muito fã do personagem "Jack"´... mas o ator Fox é excelente e merecia ser reconhecido. Michael Emerson nem se fala... acredito que todos vcs vão concordar com isso!

Nos resta torcer pra que as indicações não seja interpretadas como "está tudo maravilhoso... não vamos mexer em time que está ganhando"! Gostaria que Lost crescesse cada vez mais em qualidade e conteúdo!

Mesmo assim... ficamos felizes por ver nossa série favorita entre os 5 mais... só lamento por Dexter! Merecia estar lá tb!

Anna disse...

Parabéns Ricardo!
Captou realmente a essência deste fato. Não consigo mais ver o pessoal matendo o pau em Lost só por prazer da crítica e do impacto que ela causa... nem reconhecem os méritos!

Gostei bastante da indicação da Evangeline Lilly. Sou cinéfila e nela consigo perceber uma atriz em desenvolvimento. E a aplaudo por isso...
Lost ainda tem fôlego e respira bem, obrigado!

Roberto Franco disse...

acho q os caras q indicam ficaram indgnados com a atitude dos roteristas ao matar as mocoilas q traziam problemas FORA das gravacoes... indicaram a morta lah XD auhauahua

Anônimo disse...

eu acho a evangeline lilly uma ótima atriz, de verdade.

Anônimo disse...

Concordo com vc Juliana

Fernanda disse...

Evangeline é bem fraca mesmo!
E tambem fiquei chateada por não ver Dexter entre os indicados de melhor série de drama, mas pelo menos indicaram Michael C. Hall

Anônimo disse...

Eu acho a Evie ótima atriz...
u.u

Anônimo disse...

A Evangeline Lilly é uma ótima atriz sim. Não acredito que ela vença, acredito que a Arquette vai ganhar. Mas a indicação foi merecida. Ela tá evoluindo bastante, e deu um show nesse começo de temporada. É ridículo esse "preconceito" que vocês tem com ela.

"qualquer pessoa com um mínimo de critério sabe que ela é uma atriz bem fraquinha "

Os jurados do Golden Globe não tem mesmo o mínimo de critério. Eles não entendem nada de cinema e televisão. Hahaha!

Você são demais!

Anônimo disse...

Eu discordo de você. Acho q foram bem merecidas as indicações.
Acho q o pessoal ta exagerando falando q essa 3a temporada do Lost é mto fraca. E qto ao q vc chama de episódios-tampão eu acho q tem um monte deles tbm na 1a e na 2a temporada. E eu acho q isso faz parte de qquer série. Fica meio forçado uma série q tenha todos os seus capítulos com acontecimentos surpreendentes.

Eu dou parabéns pro Lost, merecidas indicações!!! E estou louca pra q volte a 3a temporada!!!

Anônimo disse...

pelo visto, ta cheio de astros de hollywood aqui.... falr q evie não é a melhor atriz do mundo, e q não merecia a indicação, é uma coisa...... falar q ela é bem fraca.... sem considerar, inclusive q esse é o primeiro trabalho dela e já estréia como protagonista da série de maior sucesso dos últimos tempos, é inveja na certa....

Anônimo disse...

qualquer um que entenda o mínimo de tv e cinema sabe que essas premiações se baseiam muito mais em questões políticas e econômicas do que no talento dos atoes. Evie é atriz de um trabalho só. Dizer que ela é espetacular é forçar demais a barra!Ela pode vir a ser um dia. Por enquanto ela é só uma boa atriz.

Paulo disse...

Ela é fraca sim!
Vocês assistem tv alem de lost?
acordem!
Ela é fraca e bem limitada!
Parabens pelo texto

Anna disse...

Independente das questões "políticas ou econômicas" que definem os rumos da premiação o fato é que "fraca" a Lilly não é.
"Atriz de um trabalho só" mas com grande evolução como atriz (é só comparar a primeira e terceira temporadas).

Ao contrário de algumas pessoas, adorei esta terceira temporada. Mais densidade nas relações, mais força nas personagens te dando a sensação de que o cara está mesmo no limite das forças naquele "lugar dos infernos".

Não tenho certeza, mas se o Globo de Ouro levar em consideração o ano da série e não a temporada (seria então final da 2ª e início da 3ª), Lost tem um bom espaço e ótimas chances na minha opinião, apesar de "24 horas" ter o peso de uma série que conseguiu se "reinventar" e melhorar. Um feito!!!!

Anônimo disse...

Paulo disse...
Ela é fraca sim!
Vocês assistem tv além de lost?
acordem!
Ela é fraca e bem limitada!
------
E vc assiste alguma coisa além de TV?
Não a melhor, mas "fraca e limitada" é um pouco demais.

Paulo disse...

Com certeza meu amigo, to respondendo por educação, porque acho ridiculo ficar postando anônimo mas ok.
Sim assisto alguma coisa além de tv!
Fraca e limitada sim! Ela começou agora e acho ela ainda muito fraca, tem muito tempo pela frente. Mas agora ela é muito, digamos "crua"!
E foi indicada? tudo bem, agora vencer esse premio eu acho muito dificil.
E se vencer eu perco meu total respeito pela premiação GG.

Anônimo disse...

Ela é boa atriz sim gente.
Mas naum é uma da melhores. Acho que ser indicada ja ta bom para o inicio da carreira dela. Agora ganha? Dificil heim..

Anônimo disse...

Sinceramente?
Esse post do Dude foi meio tosco.
Pq vcs nao procuram ser um pouquinho mais impessoais de vez em quando?

"Evangeline é muuuito fraca"
"Jack é o maior mala da tv americana"
Ah, façam-me o favor!

Bernardo disse...

Já que o anônimo te incomoda, meu nome é Bernardo, prazer!!!!
No "crua" concordo contigo, pois se pressupõe que não está pronta... ainda.
Já "limitada" (restrito, confinado, acomodado) e fraca (débil, insignificante, sem força); de jeito nenhum.
Tb acho que ela não ganha, mas só a indicação pelo motivo que seja (econômico, político ou artístico) já lhe dá mérito.

Mas sem estresse, são opiniões e discordâncias. Nada mais saudável!

Anônimo disse...

poww.. dizer q o 6º episódio morgou eh foda! deu sim foi um puta gancho.. to loco pra que chegue fevereiro pra ver o q vai rolar com o Ben!!!

Felipe disse...

Não acho que a Evie seja uma atriz ruim...

Mas que a atriz que faz a Sun é milhões de vezes melhor que ela, isso é... Logo, merecia mais.

Patypaty disse...

Poxa...discordo com esse tal de Ricardo. Não acho que o Jack seja um mala. Ele tem qualidades e defeitos como qualquer um. Aliás, isso que faz ele com que ele seja tão humano. Tem momentos que dá vontade de dar um beijo nele e outros que dá vontade de socar...É de longe o personagem que mais gosto.
Creio que pra esse povo que critica o Jack, ser legal é ser malandro e fazer piadinhas o tempo todo.
Acho que o Matthew está arrasando no papel e o Michael "Ben" idem. Foi injusto esquecê-los mesmo.
Já Evie concordo que ela está crescendo. Da primeira temporada até aqui ela vem amadurecendo como atriz. A gente não pode exigir muito dela já que é seu primeiro papel. Creio que ela não vai ganhar o prêmio não, mas pelo menos ser indicada já é uma vitória!
Um grande abraço para todos!

Anônimo disse...

A Evi é boa atriz, ela só não tanta experiencia como outras.

Pedro disse...

Sinceramente?
Esse post do Dude foi meio tosco.
Pq vcs nao procuram ser um pouquinho mais impessoais de vez em quando?

"Evangeline é muuuito fraca"
"Jack é o maior mala da tv americana"
Ah, façam-me o favor!



Isso é uma coluna, e não sei se você sabe mas colunas nem sempre agradam a todos, como no seu caso.
E caso você não tenha notado, a maioria concorda com o Ricardo.
Tudo bem discordar, mas falar que é "tosco" é um pouco demais.

Anônimo disse...

Eu também não gostei desse post não...

Dani disse...

Evie, Mett Michael são


P E R F E I T O S!!!!!


Nada a ve ficar criticando eles!

Simplesmente

P E R F E I T O S!

Anônimo disse...

Mett é?
não conheço

jeni jeni disse...

o matthew fox não é um bom ator, muito pelo contrário. darei com meu controle remoto na cabeça dele se ele continuar andando pelo cenário em todo cena mais "tensa".

ok, isso não justifica minha posição. mas, ainda assim, devo dizer que matthew fox não é um bom ator.

jeni jeni disse...

ah! evangeline, creio, além de não ter talento não tem carisma.

e henry ian cusick e michael emerson são as duas melhores coisas que essa série ainda tem pra oferecer (tirando o charme de sayid, é claro).

Clarisse disse...

Ótima análise crítica da série. Realmente tem faltado algo nos últimos roteiros, aquilo que cativa, que faz não aguentar de curiosidade pelo próximo episódio. Você citou os "episódios tampão" e eu lembrei de outra série que cativou fans, Aqruivo X, da qual aidna sou fã (apesar "daquilo que não deve ser nomeado": as temporadas 8 e 9). Durante 5 anos Aqruivo X não teve episódios tampão, ou eram mitológicos ou "monstro da semana". Tudo bem, nem sempre o monstros da semana eram muito bons (nem sempre eram montros ou fantasmas ou seres fantásticos ou conspirações) mas episódios para "preencher tempo" mesmo só foram surgir no 6o ano. Comparando os dois casos, Cris Carter, criador de Arquivo X imaginava 5 anos de série e em seus cinco anos "Clássicos" Arquivo X foi ótimo (perfeito na minha opinião) e depois começou a decair (jump the shark), mas com grandes momentos como A Viagem, Requiem. Desde a primeira temporada de Lost eu pergunto: quanto tempo conseguirá manter um padrão de qualidade? Manter o mistério e a curiosidade, antes de começar a virar paródia de si mesma?

Alexandre Veira disse...

Uma boa análise Ricardo, mas "bem" pretensiosa.
A parte "qualquer pessoa com um mínimo de critério sabe que ela é uma atriz bem fraquinha..." foi no mínimo "arrogante".

Eu, que estou então entre aqueles que não têm um "mínimo de critério", não a vejo como uma atriz tão "fraca" assim. Lost se mostrou uma prova de fogo no qual tenho certeza que os "fracos" sucumbiriam e não evoluíram como atores. É na segunda opção que vejo a Lilly.

Alexandre Veira disse...

Sobre o que a Clarisse falou da comparação Lost e Arquivo X:

São estruturas de séries diferentes. Em Arquivo X, um elenco principal se relaciona em estórias independentes ou co-dependentes. Sabendo o eixo da série, brilhante por sinal, os capítulos vinham com toda a "leveza" da novidade.

Lost segue um ritmo no qual os episódios dependem um do outro. O que chamam de episódio "tampão"? Se estão ligados, como saberemos se o que foi mostrado ali não é importante?
Não curto muito Tv, mas sou fanático por séries e filmes. Dessa experiência posso dizer uma coisa: dificilmente uma série, no estilo de Lost, consegue superar o impacto da primeira temporada.
Sem falar no "efeito colateral" da superexposição. Hoje em dia é quase impossível se manter longe de spoilers, fotos promocionais, fóruns de discussão.E quer queira, quer não, saber quem vai morrer, quem vai viver, com quem fulano fica, coisa e tal; elimina boa parte do mistério, dando uma sensação de "clichê" mesmo quando não há.

Aposto em Lost. Não acho que esteja se perdendo, mas apenas mudando de rumo, focando o lado mais emocional e entrelaçando os mistérios lançados nas temporadas anteriores com as personagens e seus dramas. E no final das contas, não se pode agradar a todos. Sorte minha que estou com aqueles que aprovaram!

Anônimo disse...

não acho que até agora Evie mostrou muita coisa em Lost, até porque a personagem não pediu muito, mas vou torcer por ela.... acho que ela nunca será uma grande atriz, mas eu adoro ela....
qto ao Matthew Fox e Michael Emerson fazem falta nesta lista sim!!!!
Fox é um grande ator sim e Jack não é mala não, Hugh Laurie como House é tão mala qto Jack e faz muito sucesso... Jack é um homem como outro qualquer.... só que 10x mais lindo.... hahahahahaha!!!!
vamos torcer por Lost!!! e de quebra por Evangeline!!!

Anônimo disse...

Só concordei com a parte q diz q dá vontade de levar Evie pra casa..........

Anônimo disse...

E eu também não gostei desse post não.. foi muito metido pro meu gosto..