17/07/2006

Comentários do episódio 2x19 - "S.O.S."

Depois de ver o 'S.O.S.' já imagino alguns dos comentários que virão classificando esse episódio como 'encheção de linguiça', 'paradão' ou o mais comum de todos, 'sem graça'. Fazer o que né?! A esses recomendo de antemão que revejam o episódio antes de tirarem conclusões precipitadas. Ok que o ritmo foi mais lento que os 2 últimos, mas achei absolutamente necessário termos sim um flashback do casal Rose e Bernard. Demorou mas quando veio, mostrou que de fato é bastante relevante para o contexto da trama central. É impresionante como os roteiristas trabalham certos fundamentos e características das personagens com uma antecedência interessante. Esse episódio provou que os caras tem sim desde o início da série, um desenho esquemático das direções que planejam tomar, e se não todas, pelo menos algumas. Mas por que digo isso? Basta lembrarmos de quando a Rose surgiu lá no 1x04 "Walkabout" envolta em uma grande cortina de mistério. Desde aquela época ela já demonstrava uma grande fé que àquela altura poucos tinham. Agora sabemos o porquê, já que como Locke, ela também tem uma ligação bastante forte com a ilha.

Assim como já fora mostrado antes no episódio 2x06 "...and Found", mais uma vez tivemos a oportunidade de saber como um outro casal da série se conheceu. Se no caso do casal coreano, o clichê tomava corpo, mas nem por isso tornara aquele episódio desinteressante, aqui posso aplicar a mesma análise. Gostei da maneira como Rose e Bernard se encontraram e de como o relacionamento deles sempre se mostrou maduro e forte. Mais forte ao que tudo indica pelo lado de Bernard que deu mostras seguidas de que realmente preza a mulher que ama, e isso pôde ser evidenciado de algumas maneiras. Primeiro ele insiste em casar-se com ela mesmo depois de saber que ela tinha uma doença grave, em seguida deposita sua fé na ajuda de um curandeiro e já na ilha não mede esforços para tentar tirá-la de lá até descobrir a verdade sobre o porquê da implicância inicial dela com o plano do tal S.O.S., onde por fim dá sua prova final de amor pela esposa ao aceitar ficar na ilha já que pelo menos segundo a fé dela, esse era o único caminho para ficarem juntos e com saúde. Gostei do desenvolvimento da historinha do casal, e desde já desejo ver mais deles pela frente.

Atendo-me à análise dos outros aspectos, quero destacar a grande participação (mesmo que silenciosa) dos sobreviventes chamados camisa vermelha, aqueles que funcionam como meros figurantes e que dessa vez mostraram suas caras em vários momentos. Outro ponto que merece comentário, é que as indicações mostram que de fato não é só Rose quem já comprou a idéia de permanecer na ilha, Eko de fato constrói uma igreja (como fora especulado) e dá mostras de dividir a mesma idéia. O fake Henry Gale só pra variar deu mais um show nos deixando ainda mais intrigados. O que afinal ele esconde? Por que aquele riso de satisfação? Ele nem precisava provar de novo que é uma personagem riquíssima para a série, mas o fez outra vez mesmo que participando pouco desse episódio. Aliás que atorzaço esse Michael Emerson não? O cara passa tudo no olhar e nas expressões faciais. Sensacional.

Sobre o lance Jate (Jack e Kate na rede) do episódio o que vou dizer? Tá foi legal, mas na verdade entendo que esse foi apenas mais um passo para a longa história que vai rolar entre os dois repleta de conflitos, até quem sabe, um final feliz. Achei interessante o Jack tomando a atitude de ir floresta adentro em busca do Michael e do Walt, porque de fato já soava mais que estranho ninguém se interessar por resgatar, ou no mínimo procurar saber o que aconteceu com eles. Como o episódio mostrou no final, temos Michael de volta e com ele a possibilidade de descobrirmos coisas mais interessante sobre os 'Outros'. Que venha o "Two for the Road".

Por Davi Garcia

18 comentários:

Fernanda disse...

Aiii Amei! Lógico né?

Adorei a história do Bernard e da Rose, todo aquele sacrificio era
pra tirar a rose da ilha
Num momento EMO eu chorei em todos os flashbacks dos dois, hahahahaha!
Henry...tenha medoooooooo! MORRO de medo dele!! Ele dando aquele
sorrisinho pro Locke...medonho!
Quanto a Rose, outro milagre da ilha han? E ela falando com o Locke
medo!!! Ela sabe que ocorreu um "milagre" com ele tb
A-M-E-I a cena da rede! AMEI!! Foi tudo é mais um pouco! E depois a
kate caindo em cima do Jack...UIIIII!! Amei!!
Assim como Matthew fox deveria ser proibido de usar camiseta cavada,
tb deveria ser proibido de gritar na chuva...jesus...quase morri!
Oq foi aquele final? QUERO MATAR O MICHAEL...que ÓDIO!! Atrapalho o
momento!!! Raiva!


Antes que alguem pergunte...
O nome da musica que toca na escotilha é: These Arms Of Mine do Otis Redding

Juliana disse...

Jate? Skate? Sorry... o episódio foi de Bernard e Rose! Linda a cena do pedido de casamento! Chorei!!!!! Rose revelando que tem uma doença terminal e a reação de Bernard otimista, apostando no futuro. Esse aspecto da personalidade dele se mostrou presente e marcante nas suas cenas no episódio! Ele lutando contra o destino, buscando uma maneira de voltar para casa. Rose resignada com seu futuro. E mais uma vez, o acidente e a ilha mudando o destino das pessoas. Adiante, percebemos que essa resignação dela nada mais é do que a certeza de que (mais uma vez) a ilha “faz milagres”.
Mais uma cena ótima Jack x Sawyer, sendo que o primeiro tem levado a melhor no quesito piadinhas infames. Acredito que essa tensão vai explodir nos próximos episódios! Vem pancadaria por aí. Falando em piadinhas, Rose dizendo para Bernard no caminho para a casa do curandeiro... “we are lost”... foi ótimo (detalhe importante, pois lembrou muito o flashback da Claire com o tal médium, a reação dos dois foi idêntica!).
Eko e Charlie estão construindo mesmo a tal igreja (frase da semana by Eko “pessoas se salvam por meios diferentes” – ou algo assim )
Locke totalmente paranóico com o tal mapa e a revelação de que Rose sabia que ele era paraplégico.
Kate finalmente revelou a Jack que encontrou outra escotilha com Claire e Danielle. E por Deus, pq Jack e Kate não se pegam logo! Aff... \o/
Finalmente, o retorno do Vincent e do Michael.
Se a primeira temporada foi “do acidente”, a segunda “da escotilha”, esse episódio dá a entender que “os Outros” serão o eixo da terceira temporada.

Fuzzy.Reuptake disse...

Bom... o lance da Rose ter sido curada nao acredito q tenha sido por PURO MILAGRE, mas SIM pelo magnetismo da ilha. O Curandeiro falou q há vários pontos na Terra com magnetismos diferentes, e esse inclusive foi um dos motivos pelo qual ele nao pode curar a Rose. O magnetismo do ponto onde eles estavam na Austrália não "batia" com ela. Achei interessante o Bernard ter falado q se nao fosse por ele, ela não estaria onde estava, o q em primeiro momento soou como: se nao fosse por ele, ela nao teria sofrido um acidente de avião que os levasse a ficar perdidos numa ilha misteriosa no meio do nada (o q seria uma coisa horrível). E num segundo momento soou como: se nao fosse pelo Bernard, ela não teria sido curada!
Assustei quando ela falou pro Locke: Honey, you and I know this is not gonna take that long... Se referindo à cura da perna dele... hueah enfim... achei um episódio não tão "frenético" como seus antecessores, mas forte, massivo, com bastante coisa q te faz ficar o_O.
É isso! ^^

Felipe

lost addicted disse...

* também choreeeei *
* amei Dr. Giggles *
* amei Jack I-N-S-A-N-E debaixo da chuva *
* esse homem quando enlouquece fica ótemo *
* sim, fernanda, medo, muuuito medo, de Henry Gale *
* o sorriso e os olhos do prazer mórbido *
* aliás, não sei se já rolou por aki mas tem um podcast com o Deus Actor Michael Emerson * worthwhile *

http://www.prestonandsteve.com/audio.php

Carlos Alexandre Monteiro disse...

Davi,
Muito bom o comentário. Só queria deixar aqui uma pergunta: serei eu a única pessoa que acha o Michael maneiro ? heheh...

abraços!

lost addicted disse...

* eu quero ESGANAR o Michael *
* ficou tanto tempo desaparecido - tinha que aparecer justo NAQUELA HORA ? *

Davi Garcia disse...

Olha CA, eu devo admitir que embora não tenha nenhuma afeição pelo Michael, também não o considero o 'mala' que a maioria diz que ele é. Acho que se os produtores não tiverem mentido, teremos um Michael mais interessante daqui pra frente. Quem sabe sendo mais sombrio e mais participativo a opinião das pessoas muda né? Ah e se ele parasse de gritar Walllllttttt também ajudaria :P

Guilherme Boca disse...

Engraçado que, ao contrário dos outrs promos que nos enganam, o desse episódio mostrou basicamente toda a ação do episódio... valeu mesmo pelo FB e só!

Fernanda disse...

É o!! Michael podia ter chego numa outra hora! ódio dele!!

Anônimo disse...

Eu tenho MEDO do Michael Emerson. Tá bom que existe gente que consegue sorrir só com os olhos, mas ele consegue sorrir maliciosamente-sarcasticamente-intrigantemente tudo de uma só vez. GRANDE adição ao elenco.

Fran disse...

eu tb não tenho nada contra o michael se for pra culpar culpem o JJ rsrsrsrsrsr
mais gostei desse ep bem mais do que o anterior, como disseram anteriormente aquilo não foi milagre foi a força do magnetismo que curou a Rose.
vcs falam do Jack mais a kate é uma banana tb....com um homem daqueles e só pega a faca e mais nada affffffff

Lucas Tonin disse...

Alguem notou o emoticon :( na foto da sinopse?
Haha!

Peter B. Parker disse...

é o episódio mais fraco da temporada junto com o do hurley.achei completamente desnecessário o flashback da rose e do bernard.o episódio poderia ter passados em ele tranquilo que não faria diferença.
o que salvou esse episódio foram as partes da ilha que não incluem a construção do tal s.o.s.
de resto....

Beta Cipriani disse...

A cena da rede "tá, foi legal"??
Como assim??? Meu Deus, quando eu digo que toda mulher tinha que ter um Foxy em casa....
;)

Amarula disse...

EI! O Michael é da hora! Vcs vao ver como ele vai ser importante para a trama... As mais malas sao a Kate e a Sun.

Samir disse...

Uma vez eu li em uma revista que "Os Outros" pedem que o Michael mata Ana Lucia e Libby em troca de Walt..ouviu falar sobre isso?

Dra. Dyke disse...

Concordo com a Roberta.

Dr. Jack nervoso = véri véri séqsi...

_CaFé_ disse...

Oh Deus, q episódio foi esse?!?!
D primeira eu tava achando muito paradão, mas parando para olhar direitinho até q foi bem importante. Vejamos: o magnetismo curador da ilha (nada d milagre) presente d novo; a linda história d amor d Bernard e Rose (q pedido fofo!); o fora do Jack no Sawyer (anda saidinho esse Jack hein, primeiro o poquer, depois essa. Sawyer deve tá p...da vida, já é o terceiro ep. seguido q ele toma na cara); a cena da rede, da chuva, da fogueira (meu credo, qdo é q esses dois vão se entender?!); Michael d volta (não sou mto fã dele não, mas acho q ele vai ser imprescindível daqui pro final, desde q não fique gritando Waaaaaaaaalt); e finalmente akele risinho sarcastico, malicioso, cínico e todos os adjetivos possíveis do "Henry" (q ator!! Como é q a pessoa consegue ser tão convincente sem dizer uma única palavra?!?!).
Enfim, só aguardando o próximo ep. q vai passar na AXN, uma retrospectiva básica d tudo q rolou, parece inútil mas é nessas horas q aparece um detalhe desapercebido...
Ansiosíssima pelo final!
BJUU procês =)