31/07/2006

Comentários do ep. 2x20 - "Two for the Road"

A 2ª temporada já nos deu de tudo um pouco, trama mais complexa em torno do mistério da ilha, novos personagens, conflitos, reencontros e algumas descobertas supreendentes. E é falando nessas últimas que vou focar esse comentário que deve ser breve. Two for the Road é um soco no estômago. Um daqueles episódios para deixar nosso queixo caído com as reviravoltas que apresenta (isso claro se você fugiu dos spoilers), quer elas tenham te agradado ou não.

Quem em sã consciência poderia dizer que o Michael entraria numa espiral tão radical? De um pacato pai que buscava meios de estabelecer uma relação com o filho Walt na 1ª temporada, passando por um homem tentando sobreviver em meio ao desepero pelo sequestro do garoto pelos Outros até finalmente transformar-se em assassino a sangue frio. Que virada não? Devo confessar que à princípio não entendo as razões para tal mudança, visto que haviam outros meios de se tentar recuperar o Walt. Mas é igualmente verdade que em termos de narrativa é interessante termos mais um personagem em conflito, como também é certo dizer que não sabemos exatamente o que aconteceu com ele durante sua peregrinação pela floresta. As indicações que temos por enquanto é que desde o 1º momento em que ele reapareceu na floresta para Jack e Kate já estava mentindo e colocando em prática o ardil que culminaria na traição maior. Não sei se vocês concordam, mas penso que ele nem tinha um plano todo elaborado em mente, dado que até reluta em atirar na Ana Lucia sem contudo deixar de ser extremamente frio na execução dela e depois da Libby.

Mas vamos aos pontos que merecem discussão:
  • Que diabos fizeram Ana Lucia e Libby na série? Será que foram limadas por puro capricho dos produtores que não gostaram de ver as duas atrizes envolvidas com problemas de justiça?
  • É implicância minha ou a morte da Libby foi de fato absurda e totalmente desnecessária? Lugar errado na hora errada e só isso? Morre uma personagem que poderia render pelo menos algumas novas linhas dentro da trama (com Hurley e seu aparecimento na clínica psiquiátrica) e nós temos que simplesmente nos conformar?
  • Ana Lucia nunca emplacou na série e isso imagino ser consenso geral, mas aqui também cabe a pergunta: Precisava morrer assim sem nunca dizer a que veio? Seu papel foi só o de irritar grande parte dos fãs e por fim servir como guarda-costas para o pai do Jack e mais nada?
  • Atenção Srs. JJ Abrams, Damon Lindelof, Carlton Cuse e demais: Vocês forçaram a barra dessa vez hein? Aff...
Não tenho objeções à mortes dos personagens, mas entendo que um pouquinho mais de coerência não faria mal algum. Até porque sair eliminando fulano e siclano é fácil, o desafio é contextualizar a morte de forma que existam explicações minimamente plausíveis que sustentem a ausência deles. Em resumo digo que gostei da virada do Michael para o 'lado negro da ilha' , mas não gostei de como as coisas se desenrolaram para morte de duas personagens que podiam não ser elementares à trama, mas que acrescentavam muito às sub-tramas da série.

Two for the Road deixa um gosto amargo na boca de quem vê por causa de seu desfecho, mas ao mesmo tempo nos revela coisas de peso tais como a confirmação clara de que Henry Gale é um Outro e principalmente que sua missão era 'pegar' Locke, um dos sobreviventes tidos como "bom", termo que já fora mencionado por Goodwin à Ana Lucia no episódio 2x07 e agora volta à tona. Outro ponto interessante é o de que o pai do Jack fora à Austrália em busca de uma filha, que certamente deve ser uma das sobreviventes (Claire talvez?) ou então alguma nova personagem que ainda não conhecemos. Imagino eu que ninguém duvida que isso não vá ser explorado mais à frente.

Bom, fico por aqui na esperança de digerir melhor os acontecimentos desse episódio e quem sabe vê-lo com mais simpatia depois de revê-lo.

Por Davi Garcia

45 comentários:

Cacau - Manaus disse...

Eu ainda não assisti, tô esperando baixar pra ver todas essas "surpresas" (o que pra mim já não é mais porque eu sou uma devoradora de spoilers ehehehehehe). Mas eu li no Blog do Aussiello (não sei se é assim que se escreve) no site do Tv Guide que ele fala da morte da Ana Lucia mas não fala nada da Libby. Eu tenho a impressão que ela não morreu não...

Juliana disse...

Isso que o Davi tava bloqueado e sem inspiração pra escrever! :)
Enfim... não gostei da forma como mataram os personagens. Como já disse na LB, achei a atitude do Michael extrematente radical. Ok... Waaaaaaaaaaallllt pode estar sendo ameaçado, blá blá blá... mas, do chato que ele é... esse salto pra assassino psicótico... ai... não desceu legal. Concordo que o epi foi um soco no estômago. Agora estou cada vez mais ansiosa pelo epi final no qual a Libby aparece com o Desmond. Sobre o pega do Sawyer e da Ana... pena que não mostraram mais :p
Pois é, na ilha de Lost, quem se diverte vai pro céu mais cedo! \o/

davi disse...

Oi Cacau, eu li as declarações dos produtores no blog do Ausiello também, mas embora não mencionem a Cynthia Watros(Libby) imagino que ela não seja mais regular na série. Talvez apenas uma recorrente aparecendo em flashbacks não? Ela tomou 2 tiros, acho que não dá pra salvar...e por enquanto fico com a idéia de que ela também morreu.

Agora sobre os caras dizerem que a Michelle Rodriguez desde o início estava contratada para fazer apenas 1 temporada não sei se engulo... Tudo bem que eles até falam que todo mundo ia pensar que ela foi limada por causa dos problemas na justiça e tal, mas é coincidência demais né? Mas enfim...

davi disse...

Ah e pra quem não leu as tais declarações do Damon Lindelof e do Carlton Cuse aí vão elas.

Ausiello: Was it always your intention to use Ana Lucia as a one-season character?
Damon Lindelof: A lot of this is going to sound like spin, so all we can give you is our word that this is exactly what happened. Around late February of last year, we started throwing our respective lines in the water to find the leader of the tail section, who we knew was going to be a Latina woman and who would be conceived as a romantic foil for Jack. We wanted her to be in her mid-thirties and be a detective from the LAPD. So we started putting out feelers unofficially because we wanted her to show up in the penultimate episode of last year. That way, when we started our plan for Season 2, it wouldn't feel like we had pulled her out of our asses. So, right around that time...
Carlton Cuse: I got a call from Michelle's agent saying, "Would you guys be interested in Michelle Rodriguez? But she's really only interested in being on the show for a year."
Damon: So we basically said, "A year is not necessarily ideal for us, but let's bring in Michelle and have the meeting." And she came in and met with Carlton and I and then, in the last 15 minutes, J.J. [Abrams] happened to be across the way doing some Alias stuff and he came over and sat down with her and we just hung out with her and chatted. It turned out that she worked in Hawaii on Blue Crush and knew a lot of people down there. But she made it very clear in that meeting that she's sort of a nomadic spirit and she did not want to commit to doing any more than [one season]. She wanted to do one kickass arc, as she described it, and we basically started to wrap our brains around her energy and say, "Yeah, we'll bring you on the show and then we'll kill you off at the end of the year." And she was totally cool with it and we were totally cool with it, and we parted ways and talked amongst ourselves. Obviously, the network and the studio normally don't want to get into a situation where they're not making multiyear deals, but we assured them that this was in fact the plan, and that even if Michelle was a rocking sensation on the show, we were going to stick to the plan. So they signed off on it and made the deal accordingly.

Ausiello: And then the DUI...
Carlton: Then she got this DUI and Damon and I looked at each other and we were like, "Oh, great. Everybody is going to think we're killing her off because she got a DUI." But there really wasn't anything we could do about that. I mean, the story was set. We had made plans. With Lost, we think it out well ahead of when we actually shoot it. We thought about altering our plan, but [this] was in fact what was best for the show. The fact that she got a DUI would come and go and what would live on would be the show, and our plan was still the best plan for the character. Ironically, we actually thought about changing it the other way around once [the DUI] happened, but it really was the best story. We wanted to tell the best story.
Damon: And obviously that decision was further mitigated by the fact that Libby is shot at the same time as Ana Lucia. Basically then we said, "Oh, s--t. Both Michelle and Cynthia were busted the same night for DUI and we've got this story point coming up where they essentially both get shot at the same time, so it's going to look like this is the Lost producers attempt to say, 'Don't drive drunk!'" But as Carlton says, all it created in us was [the thought that], "Maybe we shouldn't do the plan now, 'cause people are going to think this is a reaction to [the DUIs], as opposed to this [plan] existing prior to that event."
Carlton: As you'll see, everything that happens for the rest of the season all sort of falls from this event. And we're not doing ourselves or the fans of the show or the show itself any service by altering those plans because of Michelle's extracurricular activities.
Damon: Not to mention that we didn't even know if that option would be available to us. We were still functioning under the auspices of that meeting, which was Michelle saying, "I want to do a year and then move on."

Ausiello: Did you meet with Michelle to make sure everyone was still on the same page?
Damon: Michelle happened to be [in Los Angeles] and she came by to see us. We basically said to her, "So we’re going to stay on course." And at that point, Michelle was kinda like, "Hey, I'm living in Hawaii...." She might have been able to wrap her brain around [staying] a little bit longer on the show, but she did not say, "I want to stay on the show!" She was basically like, "Yeah. That's a good plan."
Carlton: And once we told her what was happening, she was incredibly supportive. She thought it was sort of a kickass way to go, and she got very on board with the idea of how she was going to be exiting the show.

Ausiello: Rumor has it she was a hard-ass on the set and everyone hated her. Care to set the record straight?
Damon: We're not in Hawaii on the set so all we can speak to is our working relationship with Michelle and what we have heard from the other actors and directors on the show, and we never heard anything remotely resembling that she was a hard-ass. You know, she's Michelle. She's got a very playful spirit. But she's totally professional and got along well with all the other actors. We get calls over the course of our career about difficult actors. We did not get those calls about Michelle.

Anônimo disse...

"Quem em sã consciência poderia dizer que o Michael entraria numa espiral tão radical?"

Eu.

Adam disse...

Realmente esse episódio deixou um gosto bem amargo,e analisando a cena depois do choque, eu achei o jeito que elas morreram péssimo,principalmente a Libby,oque ela fazia com aquela almofada????? e ainda caiu no chão com a almofada ¬_¬"

Eu também não to engolindo essa saída da Michelle Rodriguez,acho que a personagem Ana Lucia era essencial pela sua personalidade,mas desde o começo a participação dela pra mim era suspeita, ela é uma péssima atriz(mas em Lost quem não vira bom ator com personagens tão bem escritos?) acho que ela também nunca trabalhou em uma série de tv,sempre fez filmes forçados como ela,eu ficava meio inseguro como se ela deixa-se o programa a qualquer momento :P
Mas enfim,oque está feito está feito,e espero mesmo que isso tudo foi planejado!

Obs: Será que vocês poderiam traduzir e colocar no blog oque o Damon falou? .__.

Juliana disse...

Adam, Davi já deu resumida: a saída de Michelle Rodriguez já era prevista por opção da atriz; que eles se preocuparam com a notícia da prisão das duas e a óbvia associação que fariam entre o fato e a morte dos personagens; que a Michelle não tinha problemas no set como diziam os boatos... basicamente isso...

Adam disse...

ok juliana! ;D

e lembrei também que vcs não podem colocar no blog pq seria spoiler!

tinha esquecido, desculpe x__x

Fernanda disse...

Meu deus! Nem sei oq pensar...to chocada!!
Que horror! Meu deus!!!!!
Sério...nem sei oq pensar!
Ahhh Sawyer e Ana foi HOTTTTTTTTTTTT, apesar de ter sido totalmente "hã?" foi hot!! Adorei!
Meu santo deus, não sei oq pensar! Fiquei chocada com o jeito que elas morream! Terrivel!

Ricardo disse...

"Adam:
eu achei o jeito que elas morreram péssimo,principalmente a Libby,oque ela fazia com aquela almofada?????"

Não era almofada, eram os cobertores que ele tinha ido buscar pra fazer o piquenique com o Hurley.

Ricardo disse...

*ela tinha ido buscar...

Ricardo disse...

Pra mim deve ter sido algo como um trato do Michael com Os Outros. Se ele desse um jeito de libertar o "Henry" e levar ele de volta, eles devolviam ou deixavam ele ficar junto com o Walt.


Pra mim, ou ele matou a Ana Lucia pra poder libertar o "Henry" ou Os Outros disseram pra ele que ela não era um dos "bons". Na hora de matar a Ana Lucia ele estava tremendo, dava pra ver que ele não queria fazer aquilo, estava fazendo obrigado pelos Outros, talvez pelos motivos que eu disse. Já a Libby acho que ele matou sem querer, estava com tanto medo, tão apavorado por ter matado a Ana Lucia que se assustou com ela e acabou atirando.

Joachim Bach disse...

Na minha opinião, esse episódio representou uma guinada na 2ª temporada, que até agora teve mais enrolação do que ação. Acho que vamos ver mais coisas interessantes nos próximos episódios do que temos visto até agora. Não acredito que AL e Libby tenham morrido por causa da ocorrência policial, ia ficar muito na cara e se a Michelle Rodriguez suspeitasse disso, poderia até armar um barraco. E a Loira que faz a Libby já está escalada pra outra série, pior pra ela. Só uma coisa me deixou intrigado: se AL tivesse matado o Henry, o Michael ia ter que imaginar outro jeito de ajudar os Outros. Sorte(?) dele que bem naquela hora ela resolveu ficar boazinha... Michael provou ter um excelente timing pra se aproveitar das situações... Acredito que ele não pretendia matar AL e muito menos a Libby, mas a chance que apareceu pra ele impunha esses assassinatos (o que fica mais claro ainda quando se percebe que a Libby morreu só porque pintou lá na hora H), então ele não teve outra opção a não ser puxar o gatilho. Mas uma coisa é certa: se a Libby não morreu, como andam dizendo por aí, o Michael vai tentar matar ela de novo antes que ela dê com a língua nos dentes.

Fiquei um pouco triste com a morte da AL, ela era uma das minhas favoritas, e, além disso, os Losties perderam uma guerreira de peso... Ela vai fazer falta na guerra que está pra acontecer.

E esse blog é show de bola, parabéns aos comentaristas, vocês escrevem muito bem.... :)

Joachim Bach disse...

Ah, só mais uma coisinha... Lembram do ep 2x09, em que o Michael aparece tcndo com o alguém que lhe chamou de "pai"? Eu acho que ele ficou sabendo de muita coisa naquele chat e já estava mancomunado com os Outros desde essa época...

Laurinha sawyer disse...

Episodio fodastico ^^

Miks =] disse...

Episodio fodastico mesmo!
Decidi n devorar mais spoilers... pelo menos vou tentar!!!
Puuutz o Michael.. aff eu ja odiava ele antes, agora entao!? e pela promo, mais ainda!! >/
Nem sei mais oq falar.. tou apopletica com esse eps!! muuuito bom, de um jeito meio tragico. rs
Sana sex? esperava mais.. ¬¬

Adam disse...

Ricardo era os cobertores mesmo :P

tinha visto sem legenda primeiro x__x

Jorge horacio disse...

poww axo q a libby nem morreu!! e pow a ana lucia teve importância na serie sim! e nao morreu a toa vc vê q o michael matou quem ele tinha menos contato tipo naum matou o pessoal das antigas! enfim fuiii

51/50 disse...

eu nao acho q forçaram a barra por terem matado esses personagens, jj abrahms ja tinha dito q eles ja tem toda a historia, entao consequentemente existem razoes para essas mortes, ou pelo menos uma delas, já q a atriz q faz a libby foi escalada pra outra serie, e aceitou pelo jeito.....kero ver se o hugo vai enlouquecer de vez

obs: não sei porq nao me aceitaram ainda na comunidade do lost brasil no orkut, virou clube fechado é?

ronald disse...

Eu também acho que a Libby vai sobreviver de alguma forma. Não se esqueçam que essa ilha faz milagres. A Ana Lucia já foi tarde......

Toka do La-Rocca disse...

Pessoal, eu sou péssimo como fisionomista, mas é impressão minha ou a mulher que o pai do jack foi ver, era a ex-mulher do jack????

Anônimo disse...

Será que agora a Kate vai contar pra alguém sobre os disfarces que ela encontrou na escotilha?

toka: não era.

davi disse...

Toka do La-Rocca, eu tive a mesma impressão de 1ª, mas depois já achei que não era a Sarah ex-mulher do Jack. A única certeza é que fizeram isso pra nos confundir.

Anônimo, seria o momento exato da Kate falar sobre os disfarces não? Aliás isso já deveria ter vindo à tona, mas acredito que explorem isso nesse final. Aguardemos...

Pedro.Paulo disse...

Davi, Parabéns cara, vc escreve realmente muito bem! Consegue comentar o episódio sendo completamente imparcial, Parabéns mais uma vez!

Pois é, a Kate conta da escotilha, mas não conta dos disfarces... e cai no plano mal feito do idiota do Michael... fora que eles não sabem contar né? 2 armas só? E aquelas todas que eles pegaram quando fizeram a Kate de Refém? Eram de plástico? ¬_¬'

Anônimo disse...

Kate conta pro jack sobre a escotilhas, as roupas e a barba... veja de novo o capitulo

Toka do La-Rocca disse...

Acho que problemas com matemática, assolou todos na ilha... pensem:

Henry disse pra Ana Lucia que eles tinham matado dois dos outros. Mas vejamos, morreram o Nethan, o goodwin, os dois que Mr Eko matou a paulada e mais uma mulher que Ana Lucia matou com uma pedra.

Não esqueçam que a Kate contou para o Jack sobre os disfarces...

A pergunta que eu me faço agora é: O que Henry e Goodwin quizeram dizer sobre pessoas "boas"???

Boas de coração?
Boas para o experimento?

Façam suas apostas...

Juliana disse...

Que eu me lembre... a Kate comentou sim com o Jack sobre a escotilha e os disfarces no epi 2x19! (quando os dois estão na floresta)

Anônimo disse...

sicRano

Ricardo disse...

toka do la-rocca, acho que o Henry quis dizer que a Ana Lucia tinha matado dois dos Outros, que foram o Goodwin e a mulher com a pedra. Por isso ele chamou ela de assassina.

Toka do La-Rocca disse...

ricardo, mas ele fala: "Vocês mataram dois dos nossos, duas pessoas boas!"
a não ser que a legenda esteja no plural e ele tenha falado no singular.

Faz mais sentido o que tu falou. De repente é no singular mesmo.

8run3v3s disse...

a Kate flou pro Jack sim sobre os disfarces!!!

no ep. 2x19

i essi ep. eh mt fd mesmo!!!

***(SPOILER)***











será que o Eko vai morrer?? olhem bem a propaganda do 2x21...

e na propaganda soh aparece a Ana Lucia morta, nd de Libby

Ricardo disse...

toka, acho que ele falou no singular, mas quem sabe. Pelo menos no singular faz mais sentido.

Alex disse...

Toca - Segundo a Ana Lucia, e segundo o que aqueles episódios deram a entender, a Nathan não era um dos outros... e sim q a Ana L tinha se enganado quanto a quem era um "outro"...

Penso eu que o Nathan estava no avião...

marcelo disse...

Ah eu também entendi que o Nathan era um sobrevivente, porque qual seria o propósito do Godwin matá-lo se ele também fosse um Outro?

Toka do La-Rocca disse...

alex, com certeza nathan era um dos outros, mas estou falando do nathan que sequestrou a claire e não do nathan que ana lucia prendeu no buraco.

Ricardo disse...

O Nathan que sequestrou a Clarie era um dos outros, o Nathan que foi jogado no buraco pela Ana Lucia, pelo jeito não era. Porque ele não seria morto pelo Goodwin se fosse.

Paula disse...

Eu sinceramente, adorava a Ana Lucia, acho q era um personagem essencial sim, e ainda tinha muito a acrescentar... Fiquei chocada com a saída dela da série e sim, sou da turma q nao engoliu essa de contrato de só uma temporada...

Uma pena, pq a série perdeu uma personagem interessantíssima.

Rodrigo-Natal disse...

Decepção... extremamente decepcionado com a morte das duas...
Ainda podiam render muito mais!

BRENO disse...

ESSE CAPITULO SÓ VENHE PROVAR QUE PERDEMOS O NOSSO TEMPO QUANDO TENTAMOS DESCUBRIR MISTERIOS OU UMA RESPOSTA.E AFINAL DE CONTAS LOST SÓ E UM SERIADO.
NOTA PARA O CAPITULO:0000000000000
NEM TENTARAM DISFARÇAR QUE AS DUAS FORAM MORTAS POR CAUSA DE PROBLEMAS PESSOAIS COM A JUSTIÇA.

Paulo de Tarso Duarte disse...

Olha tenho uma visão totalmente contrária, inclusive a sua Davi.
Ana Lucia saiu pq tinha contrato de 1 ano pq ela pediu, se o personagem foi desenvolvido a contento é discutível, mas sua morte têm um certo fundamento sim, se for vista de um outro ponto de vista e nas entrelinhas!
Sugiro até observarem com atenção, novamente os diálogos.
Mchael talvez tenha feito o trato com os outros para pegar o Walt, mas matar Ana Lucia não foi idéia da hora. Isto provavelmente tb estava no trato. Fica muito provável por causa do diálogo dela com Henry Gale, qd vai matá-lo. Reparem o que Henry diz sobre ela. Fica meio sub entendido que ela não era mais um dos "bons" para os outros. Fora que, por sua experiência como policial e possível treinadora de uma tropa como combinou com Jack, ela poderia atrapalhar o plano deles com relação aos sobreviventes. Libby é que foi morta pelo acaso, Michael assusta-se com sua chegada abrupta e dispara!
Existem alguns mandamentos implícitos, e quem já serviu nas forças armadas, já teve turma de rua e brigava muito, deve saber, que diz mais ou menos isto: numa grupo ou equipe elimine sempre o chefe responsável pelas ações ou o luatador mais forte. Ana não era a liderança intelectual, nem a mais forte, mas era treinada, forte, determinada e instável, o que poderia atrapalhar os planos dos outros com os sobreviventes. Todos sabemos que a liderança implícita está em Jack, Locke, Kate, Sawyer e Sayd, mas pelo menos os 4 primeiros são considerados "bons" e interessam aos outros (Sayd é que não fica claro). O restante considerados "bons" não são líderes e são manipuláveis ou considerados menos resistentes.
Claro que Ana Lucia seria um impecílio aos planos dos outros. Novamente digo, revejam o diálogo dela com Henry Gale, dá a entender que ela não era mais considerada "boa" pelos outros!

Outra coisa que gostaria de comentar:
Tirando aqui o Dude aonde a maioria dos comentários são digamos assim, mais adultos e observadores, no Lost in Lost ele tb consegue ser assim (apesar de que, aparecem comentários que ficam difíceis de acreditar)
No tal do Lost no Séries e Etc... desisti pq fica claro em seu mural, que ou são crianças tecendo comentários, ou não observam e absorvem coisa alguma do episódio e da série ou (e isto é duro e chato de se falar, mas necessário) grau de entendimento básico mínimo (é não é da série, é de compreensão de texto mesmo, escrita, educação) pq são os comentários mais inacreditáveis que já vi!
Parabéns pelo blog!

Paulo de Tarso Duarte disse...

Ô Toka !
Quem raptou a Claire
foi o

ETHAN!

CaoL disse...

Porra, esse episódio foi massa :D

tudo bem que já tinha papado vários spoilers por aí (malditas visitas à LB), mas foi um puta susto, não epserava que fosse ali, assim, pá pow...

achei legal a libby ter levado bala, isso pode causar uma nova recaída do hurley e potencializar os segredos do coitadinho.

de resto, aquele olhar o Mr. Eko na promo da semana que vem ... me deu um meeedo =D

amo vocês, lixo dúdico

sonia esteves disse...

Tenho viajado cada vez mais nos episódios, e dessa vez, ouvindo Henry Gale dizer à Ana Lucía que Goodwin acreditava na recuperação dela e que essa escolha o fez perder a vida, só me faz acreditar que cada um envolvido ali teve um indicador (dos others). Viagem? Talvez, mas não creio que esses diálogos sejam superficiais qto parecem.

Espero que esclareçam na 3ª temp.!
8)

Anônimo disse...

Tive extamente a mesma impressão do autor do texto.
Também não faço objeções à morte dos personagens todavia faltou coerência sim! A outra vai lá buscar os colchões pro "lachinho" com o Hurley e pluf, morre. A Ana Lúcia (apesar de odiada) tinha personalidade própria, atitudes impulsivas e podia com certeza nos proporcionar muitas cenas interessantes. E derrepente também vai embora assim, acho que sua personagme ainda tinha muito por fazer na série. E a Libby toda misteriosa, na minha opinião ela lembra do Hurley na clínica, mal mostra a que veio?
Não gostei nem um pouco do episódio. O único mistério a refletir foi a tal filha do pai do Jack, que acredito ser umas das "ilhadas", quem sabe a Claire?

Gabriella disse...

o episódio foi mtoo bom, o melhor em teempos!
acho q Ana Lucia tinha mto ainda para revelar
uma personagem com personalidade e ação
eu gostava dela e mais ainda neste episódio
vi em uns spoilers q Michael fez um trato com os outos para eles o entregarem Walt
parece q um dos outros vai entregar Walt para Michael colocálos em um barco e diz q nunca voltem ali ou mencionem..
na minha opinião, foi por isso e ele matou Ana Lucia
sem deixar de lado o q Henry falou, q eles acharam q ela era um dos 'bons' mas se enganaram, pq ela matou dois dos outros ('pessoas boas')
então por isso acho q Michael matou ela (já ele ele fez o tal trato..)
e sobre a Libby, com certeza ela ainda teria muito mais a revelar
o por que ela tava no mesmo hospicio q Hurley e escondeu isso d todos (principalmente dele)
por que ela queria tanto se aproximar de Hurley etc..
não engulo a idéia d q Ana Lucia teria q fazer só uma temporada..
e se assim fosse teria que dar um desfecho melhor e mais explicado para a pesonagem

o blog ta demais!
comentários e tudo
descobri ontem (o.O) e amei
estou assídua já!