08/04/2006

Naveen Andrews à vontade em Los Angeles

Da Associated Press

Santa Monica, California - Naveen Andrews está a poucos passos da praia com nada mais que um copo de água. Mas a água é importada da Europa, Naveen usa uma jaqueta de couro e a costa ao lado do restaurante onde ele está é parte de uma bem localizada área no sul da Califórnia.

Ele no final das contas não está totalmente 'Lost'. A estrela do drama sensação da rede ABC sobre um grupo de sobreviventes de um desatre de avião perdido em uma ilha misteriosa, disse que se encontrou quando veio para Los Angeles.

"Eu realmente nunca senti que tivesse um lugar para chamar de lar, e mesmo tendo nascido na Inglaterra nunca pensei em Londres como lar," disse Naveen.

Los Angeles é rotineiramente rotulada por pessoas de fora e até por alguns moradores, como um emaranhado urbano bizarro com muitas avenidas, e pouco coração de uma grande cidade. Naveen no entando pensa diferente. "Ela meio que tem um elemento acolhedor, e isso atrai pesssoas sem raízes," ele disse.

Na sua recente visita ao lar vindo de Lost, que é filmada no Havaí, ele arranjou tempo para promover a minisérie da rede ABC Os Dez Mandamentos, à qual ele estrela ao lado de Dougray Scott e Omar Sharif.

Primeiro foi o trabalho que levou Naveen a Los Angeles e depois o amor que o manteve por lá. Ele e a atriz Barbara Hershey fizeram juntos em 1999 o filme "Drawning in Dry Land", que trazia a história de um motorista de taxi e uma mulher que o levava para um passeio. "Nos conhecemos, acabamos tendo um relacionamento, e por isso fiquei," disse ele. Eles ainda estão juntos, e ele nunca teve dúvidas sobre deixar Londres para trás.

"Era terrível, para ser sincero," ele diz complementando que seus ancestrais indianos o deixaram sem nada em um país dominado por atitudes retrógradas relacionadas à raça e classes sociais. "Os EUA tem esses problemas também, mas há um senso de possibilidade aqui... na Inglaterra o sistema de classes tem mais de 200 anos e não vai se modificar em breve. Você não sente isso aqui. Há um sistema econômico de classes aqui...mas você não sente que vá ficar preso nisso para sempre como você sente na Inglaterra. Você sente que pode quebrar as barreiras nesse país," disse Naveen que trocou seu sotaque britânico por um do Oriente Médio para fazer Lost.

O ator de 37 anos francamente reconhece que seu comportamente contribuiu muito para sua infelicidade. "Eu basicamente matei minha carreira na Inglaterra. Eu costumava beber, usar drogas e tudo mais, e eles (os produtores britânicos) tinham que lidar com isso," disse Naveen que ganhou atenção em 1996 ao fazer "O Paciente Inglês."

Ele achava que precisava estar em outro lugar, uma rua em que não houvesse um Pub. "Aqui esse excesso de bebedeira é bastante reprovável. Não é legal sair andando pelas ruas bêbado," comenta o ator que diz ter abraçado a sobriedade "facilmente e felizmente," depois que conheceu Barbara.

Vários projetos se seguiram, incluindo o filme de 1994 "Bride and Prejudice" (no qual ele encarna um tipo Bollywoodyano), e aí veio o papel de Sayid, um ex-soldado iraquiano com um passado obscuro e um improvável cabelo sexy na série Lost.

Naveen diz estar feliz por fazer parte de um projeto de tamanho sucesso ("É bom estar empregado") e diz ter gostado de ver Sayid se apaixonar por uma outra sobrevivente. Ele decidira desde o início que Sayid "teria muita alma e seria romântico. As coisas que eles (os produtores) o deram, eram coisas importantes, tecnicamente ele era muito habilidoso, um ex-membro da Guarda Republicana, mas tudo isso era muito chato para mim."

Então ele não se vê como um herói macho man de ação?

"Por Deus, não", ele diz, com uma resposta acentuada por uma boa risada."Eu não consigo sequer mudar uma lâmpada. Você acha que estou brincando. Barbara é quem faz isso."

Ele diz ter gostado de ver o improvável romance entre seu personagem e Shannon (Maggie Grace), uma loira americana egoísta ter tomado corpo já que fora ele quem sugerira isso aos produtores.

Eu disse, "não seria louco se seu iraquiano da Guarda Republicana tivesse um romance com alguém que parecesse a Miss America?", ele relembra. "Se eles tivessem se conhecido de outra maneira, não haveria chances de ficarem juntos."

O romance no entanto logo teve fim quando Shannon foi acidentalmente morta, tornando-se mais uma personagem excluída da série. Naveen considerou a morte dela "brutal e totalmente desnecessária. Eu não consigo entender porque eles precisam se livrar das pessoas."

Ele fica apreensivo sobre o futuro de Sayid? "Não há nada que eu possa fazer sobre isso, então por quê ficar apreensivo?"

Naveen faz um outro homem também militar em "Os Dez Mandamentos," Menerith, um personagem ficcional que faz parte do exército do faraó do Egito e é cunhado de Moisés (Dougray Scott). A minisérie dirigida por Robert Dornhelm e produzida por Robert Halm Sr. e seu filho Robert Jr., vai ser exibida em 4 noites a partir de 15 de abril na rede ABC e será seguida pela versão épica de 1956 de Cecil B. De Mille.

O ator que foi criado sob a doutrina metodista, disse que a visão da minisérie sobre Moisés, joga luz sobre o quão improváveis e dogmáticas suas profissões de fé devem ter sido vistas por seus contemporâneos. É uma obra apropriada, ele diz.

"Nós parecemos ser vítimas do dogma religioso, tanto do cristianismo bem aqui e claro no Oriente com a ascenção do fundamentalismo islâmico," completa ele.

Mas o objetivo primordial de qualquer projeto, ele diz, "é contar uma história, uma boa história. É isso que temos com o velho testamento e com o novo testamento, uma bela história."

7 comentários:

Barbara disse...

Ai,Amei! Amo o Naveen!!!

Danielle Mistica disse...

Nossa, como o naveen eh arrogante. Achar santa Mônica legal? Que superficialidade. E ainda questionar pq diabos os produtores mataram a Shannon? Qual eh a dele. Acho q as indicações subiram a cabeça. Ele que tome cuidado, pq gente boa eh o que não falta a essa série, mais um morrer não faz tanta diferença assim nao. Aff, ele era meu favorito, q decepção!

EX Comentarista Alice disse...

Voces querem me martar né?

nem li a reportagem, mas só a fotinho básica me deixou zonza!
Quando tiver folego leio tudo!

Juliana disse...

Resposta pra Barbara ali em cima:

Qual o problema de achar Santa Monica legal? Se vc nao acha, cada um com seus problemas neh?

Sobre questionar a morte da Shannon, EH O Q TDS FIZERAM NAO SO ELE. Eu tb acho q a morte da Shannon foi a coisa mais estupida e sem sentido ate agora nessa serie.

O Sayid nao eh mais o seu favorito?
óóóóótimo, menos uma!!!!! ahuahuahuahauauhaua

Naveen Rules!!!!!!!!!!!

Juliana disse...

DESCULPA, A RESPOSTA NAO FOI PRA BARBARA E SIM PRA

DANIELLE MISTICA

Anônimo disse...

Eu amo o Sayid, gostaria de um dia poder falar com ele pessoalmente!!!!!É o meu favorito na série, e o mais LINDÃO tbm! rsrsrs

Brenda disse...

oiiii, eu amo o Naveen ele é maravilhoso,sou louca por ele, meu sonho é conhece-lo, principalmente lhe dar um super beijo na boca!!!
Naveen e Celly!!!
LOVE YOU!!!