17/04/2006

Comentários do episódio 2x07 - "The Other 48 Days"

Eis aí um episódio que merece comentários por toda temporada, The Other 48 Days ou simplesmente Os Outros 48 Dias, não superou o episódio Piloto, mas conseguiu manter com sobras todo aquele clima tenso e de adrenalina a mil que a estréia da série nos trouxe. À época da exibição na tv americana eu estava tão ansioso, que acabei não resistindo e li a descrição do episódio em um fórum americano antes mesmo de assisti-lo e por mais incrível que possa parecer, já que sabia o que veria, fiquei literalmente preso aos acontecimentos dos Tailes e nem vi os pouco mais de 45 minutos passarem. Das cenas da queda, passando por aquela em que o pessoal sai da água e chega à praia, aos ataques noturnos dos ‘Outros’, foi tudo muitíssimo bem feito. Produção realmente esmerada, e certamente um forte candidato a prêmio de melhor episódio de série dramática no Emmy deste ano.
Esse episódio obviamente não nos trouxe respostas definitivas, mas é justo dizer que alguns esclarecimentos nos foram dados, e fatos foram confirmados (Eko não era surdo-mudo ou cego antes da queda como se chegou especular, Bernard é o ‘tio’ bonzinho que pensamos que fosse e Ana Lucia tinha motivos para ser a antipática que vimos nos episódios anteriores). Novas dúvidas porém, pairam no ar, e as maiores delas são: O que afinal os ‘Outros’ querem dos sobreviventes? Qual era o objetivo dos ataques? A lista com os nomes dos passageiros já estava com eles antes da queda ou foi o Goodwin quem lhes deu? E finalmente, qual o real significado das palavras do Goodwin de que “alguns não eram boas pessoas”?

E dessa forma chego ao ponto que mais me chamou a atenção neste episódio, o início da tentativa de humanização da Ana Lucia e a oportunidade de vermos o que deu motivos para que ela fosse a mulher durona que mostrou ser nos episódios anteriores. Particularmente gostei de três cenas específicas dela. A 1ª quando promete à garotinha que a levaria de volta à mãe, a 2ª na qual desmascara o Goodwin e o encara de igual para igual e por último a cena em que ela desmonta emocionalmente e chora sendo consolada pelo Eko que até então também tinha ficado mais de 40 dias sem falar depois de matar 2 dos ‘Outros’. É evidente que só com esse episódio não dá pra virar fã da personagem, mas pelo menos parece que a barra dela se alivia um pouco.

Por fim, como os eventos mostrarão, ficará claro que foi realmente ela quem atirou na Shannon, e o peso da consequência disso vai trazer uma nova dimensão à Ana Lucia dentro da trama. Aliás a você que está lendo este pequeno comentário e acompanha a série pelo AXN, antecipo que ela ganha relativo destaque nos episódios finais da temporada. Finalizo, dizendo que o The Other 48 Days foi sem qualquer dúvida um dos melhores episódios não só dessa temporada, mas também de toda série. Pelo menos até agora...

Por Davi Garcia

5 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com vc!!
Esse eh um dos melhores episodios!! Ameeeii!!

Ronald disse...

Nossa aquela sequência inicial foi maravilhosa, e serviu pra mostrar que não foi um mero acidente já que todos deveriam ter os corpos destroçados no impacto. Muito bom episódio, concordo que mereça prêmio.

Jooliana disse...

Tenho uma dúvida besta sobre o 2x18 mas vou perguntar aqui senão ninguém vai ver, tá?

A cadeira de rodas do Locke não tinha sido queimada junto com a fuselagem do avião na primeira temporada? Como é que no 2x18 Jack sugere que ela seja usada?

Erikinn disse...

Eu amei esse episodio!! Assisti 3 vzs pelo computador ontem (qndo terminei de baixar) e hoje nao via a hora de ver pelo AXN!
Sem duvida, foi um dos melhores episodios mostrados ate hoje!!!

Boa sorte com o blog!
bjs

Marisa disse...

jooliana, eu tammbém tive essa dúvida da cadeira de rodas, mas acho que de repente havia uma outra cadeira não? É a única explicação que vejo ou então foi furo mesmo.