24/04/2006

Comentários do ep. 2x08 - "Collision"

Image Hosted by ImageShack.us

Bem, se você não gostava da Ana Lúcia antes, imagino que passe a gostar ainda menos depois desse episódio... ou não, como é o meu caso. Na minha humilde opinião o flashback dela conseguiu sedimentar com bastante eficiência as razões do seu comportamento rude e autoritário na ilha, que na verdade como vemos na parte final, era um mero escudo que a protegia de suas fraquezas emocionais decorrentes de traumas passados, como a perda de seu bebê depois de um tiroteio por exemplo. Sim, ela era uma policial durona no melhor estilo The Shield (aquele seriado policial exibido no AXN) o que não deixa de ser uma ironia, já que Michelle Rodriguez ganhou fama fazendo exatamente este tipo de papel.

O episódio pontua bem o que caracteriza esta 2ª temporada, e mais uma vez centra as atenções para o desenvolvimento psicológico de seus personagens, bem como os relacionamentos advindos da interação, agora nova entre o grupo dos "Tailies" e o pessoal que conhecemos da 1ª temporada. Nisso destaco a chegada do Mr. Eko com o Sawyer nas costas e o posterior e breve, porém marcante encontro dele com Locke. Uma reunião que não tenho dúvidas, renderá muita coisa interessante nos episódios que vém pela frente. Falando sobre o Mr. Eko aliás, devo dizer que o sujeito ganha cada vez mais minha simpatia, não apenas por manter aquele ar de mistério, mas por ser ao que tudo indica um dos, senão o mais equilibrado dos sobreviventes. Suas ações na ilha (como ter se importado tanto pelo Sawyer) ao diálogo travado com Jack mostram bem que tipo de pessoa ele é. Um religioso talvez? Um ex-guerrilheiro convertido? Os episódios vindouros mostrarão, mas não me resta dúvida que ele vai dividir muitas das atenções que até então apenas o Locke tinha.

Image Hosted by ImageShack.us

E sobre os re-encontros na praia, não há muito a dizer diferente de que foram bastante emocionantes e belos. Quer seja do casal Sun-Jin ou do mais esperado Rose-Bernard, as cenas foram muitíssimo bem conduzidas, mesmo que sem diálogos, pela trilha sempre competente de Michael Giacchinno. De fato, às vezes imagens valem mais que palavras, e estas na praia sem dúvida se enquadram nessa categoria.

Image Hosted by ImageShack.us

Finalizando, gostaria de destacar que gostei de como toda aquela ação de Sayid cativo, Ana Lucia durona e irracional foi bem desenhada. Dos diálogos entre os dois, passando pelo flashback dela e lembrando de tudo que já sabemos sobre o Sayid, acho que a frase dele exemplifica bastante como se sentem essas duas almas perdidas na ilha: mortas em virtude de erros e acontecimentos do passado. Ele por ter sido torturador, ela por ter matado um homem a sangue frio. Gostaria de ver esse aspecto de culpa que ambos carregam sendo explorado mais à frente, e por que não, ver a redenção definitiva de ambos. Façam suas apostas.

Por Davi Garcia

8 comentários:

Adam disse...

Davi seus comentários são demais! sempre é exatamente oque eu penso! muito bom. ;D

Ester disse...

Eu tb passei a ver Ana Lucia com outros olhos...muitas vezes, determinadas atitudes servem exatamente como um escudo, para que as situações dolorosas sejam evitadas, e certamente foi o caso dela. Apesar de ainda achá-la um pouco "durona", pelo menos agora é compreensível.
No mais, comentário perfeito - como sempre - com o destaque para o desenvolvimento dos personagens Sayid e Ana Lúcia!
Em tempo, a cena final foi fantástica...

Marcus disse...

Ôpa! gostei muito do seu blog, estou acompanhando Lost também. Parabéns!

Posso fazer uma sugestão?

Essa página do Ilead que abre junto com seu blog é por causa do Nedstat basic, que vc tem ali em baixo do contador. Se você remover o código dele do seu template, a página do Ilead nunca mais aparece.

Um abraço, continue firme comentando sobre Lost!

Camila disse...

ADOREI o seu blog, absolutamente fantástico!!! Só não concordei quando você disse que o episódio ao qual conta a história de Ana Lucia, que foi exibido nessa última segunda feira, 'explicou' o porquê do comportamento autoritário dela. Pra mim, esse episódio fez com que eu gostasse menos ainda dela! Não vejo a hora dela sumir do seriado.
Enfim, o Mr. Eko é definitivamente o personagem que eu mais gosto da ilha, como vc mesmo disse, o mais equilibrado lá. Eu já sei mais ou menos quem ele é e o passado dele, andei lendo algumas coisas e achei bem interessante. Não vejo a hora de passar o episódio na televisão!!
Parabéns mais uma vez pelo blog!

Forte abraço,

Camila

Thomás disse...

É, realmente esse blog é fantástico!
Vcs conseguem traduzir em palavras oq mais destaca no episódio.
Conheci esse blg a mais ou menos uma semana, desde então to achando maneiro visitá-lo, pois noticias são boas... eu num gosto mt de Spoiler, mas nao consegui resistir a alguns
uhauahuaha
Continue assim, está mt bom

RaF disse...

Oi, seu blog tah mto bom. Continue assim!
Eu costumo ver Lost sempre no AXN, mas... qual o número desse canal 'ABC' ?
Qualquer coisa responde por e-mail: rafneves_1@hotmail.com

Dude! We are Lost! disse...

Raf, ABC é um canal americano (que produz Lost)! Normalmente, após a exibição dos episódios, eles são disponibilizados na internet e o pessoal faz download! Na verdade, quem diz no Brasil assistir pela ABC, baixa pela internet! ;)
Gostaria de aproveitar e agradecer todas as manifestações de carinho e todos os elogios! Estamos muito felizes com o blog e mais ainda com os posts de vcs! \o/

diariodonassib.blogspot.com disse...

eu meemocionei muito no rencontro da rose com o bernad,foi muito emocionante ela ter esperado esse tempo todo para rever o marido.