13/04/2006

Analisando os segredos da escotilha

Será que a rotina de digitar a sequência dos números no computador não serve para nada?

Texto por Gael Fashingbauer e Jon Bonné da MSNBC

Em um recente episódio de Lost, o prisioneiro da escotilha que diz se chamar Henry Gale fez uma revelação chocante a Locke. Enquanto Locke estava preso na misteriosa porta de isolamento, Gale ficou no computador enquanto o contador ia zerando, mas em vez de digitar os misteriosos números de Hurley, Gale afirmou que ficou apenas parado em frente à tela.

"O contador chegou ao zero e então algumas estranhas figuras surgiram," Gale disse a um Locke chocado. "E então as coisas ficaram realmente interessantes." Gale afirmou que "após alguns sons bem altos e um zumbido como de algo magnético, o contador simplesmente reiniciou a contagem de 108 minutos novamente. "Eu não digitei os números, e não apertei o botão" o provável 'Outro' disse.

Se isso é verdade, o mundo de John Lock acaba de ser chacoalhado. O intenso sobrevivente implorava para entrar na escotilha mesmo antes de saber o que havia dentro dela. Uma vez lá dentro ele ficou tão entusiasmado pelo filme da Dharma Initiative, que ele imadiatamente disse, "Vamos ter que ver isso de novo." Quando Eko apareceu com uma parte extra do filme, mesmo sendo apenas uma pequena adição que dava um aviso sobre o uso inapropriado do computador, Locke ficou fascinado. Então ouvir que toda sua cuidadosa rotina na escotilha para digitar os números pode ser para nada, tinham que ser chocantes.

É claro que Henry Gale tem se mostrado como um grande mentiroso. Começando pelo fato de seu nome nem ser Henry Gale - ele roubou o nome de uma carteira de motorista de um homem que presumivelmente ele matou. E ele nem chegou na ilha através de um balão - esse foi o transporte do verdadeiro Henry Gale. Sua esposa não morreu e ele nem tão pouco cavou sua sepultura - de novo, era o verdadeiro Henry Gale quem estava enterrado.

Se o falso Henry Gale está mentindo sobre o contador, então ele deseja que Locke e o outros ignorem a contagem, significando que ele sabe o que vai acontecer. Se a contagem for tão perigosa como alguns acreditam - explosão nuclear, liberação de uma arma biológica ou outra coisa que possa destruir a escotilha e a ilha - Gale poderia estar querendo morrer . Se ele está dizendo a verdade, então talvez o contador da escotilha seja apenas outra versão do Experimento Milgram, o famoso teste feito em Yale onde pessoas achavam estar dando pesados choques em outras. Não havia choques, as 'vítimas' eram atores, o que não fez da experiência menos convincente para os participantes.

Mas o mais importante, se ele está dizendo a verdade, o quanto mais da ilha também é falso? Seriam todos os sobreviventes apenas ratos em um grande labirinto, sendo observados e forçados a fazerem exercícios sem sentido por pesquisadores?

Arr! O capitão do barco é o Gerald DeGroot?

Essa tem sido uma das teorias dominantes sobre a ilha e a estação Cisne, reforçada pelo filme da Dharma sobre os esforços de Gerald e Karen DeGrooot para construir "uma grande comunidade de pesquisa" para estudar entre outas coisas, pscicologia e parapsicologia. Os DeGroots pareceram ser os tipos que sonhariam com experimentos de comportamento malucos a serem administrados a qualquer um que aceitasse 5 dólares e todo suco de laranja Tang que pudessem tomar.

Presumindo que o barbudo do barco que raptou Walt seja mesmo Gerald DeGroot, a coisa pode ficar mais interessante, mas os céticos dentre os perdidos - Jack em particular - tem bons motivos para achar toda a configuraçã oda escotilha fabricada, incluindo os hieróglifos bizarros que todos parecem traduzir como algo relacionado à morte. Provavelmente tais símbolos tenham passado despercebidos para a maioria (e certamente para os
losties, a não ser que Sayid ou hurley revelem ter doutorado em egiptologia) com exceção dos viciados em captura de tela que puderam apareciá-los, mas certamente constribuem para o mistério.

E sobre os misteriosos sinais indicando QUARENTENA? Desmond disse que seu antigo parceiro de escoltilha, Kelvin, morreu; sua morte foi causada pela mesma 'doença' que Rousseau afirma ter matado grande parte de sua equipe? Nós sabemos do flashback recente da Claire que a ilha possui uma instalação médica. Então há realmente uma doença, uam arma biológica controlada pela equipe da Dharma? Se há, onde está a evidência?

Deixando de lado os mistérios da estação Cisne e seu conteúdo - chuveiro, máquina de lavar, coleção eclética de discos, os supostamente simbólicos livros e as tais portas de isolamento - há também a questão das outras estações da ilha.

Além da estação usada pelos tailies como abrigo (A Flecha), a existência de outras era mera especulação até o episódio recente em que Claire, Kate e Rousseau descobrem a estação Staff, marcada com um Caduceu estilizado da Dharma.

Se o filme de orientação deve ser levado a sério, há u mtotal de 6 estações na ilha. A audiência até agora conhece três, já que além da Staff (que notadamente tem uma função médica, suficiente o bastante para manter Claire cativa enquanto o bebê Aaron ainda estava no seu útero) o verdadeiro propósito das demais, e suas localizações permancem um mistério.

O que nos traz ao recente mapa visto refletido na porta de isolamento que marcava as estações Staff, Flecha e Cisne, além de uma quarta - Flame (Chama) - e possíveis localizações de pelo menso mais duas. O mapa não apenas dava um curioso layout octagonal para a ilha (real? simbólico?), mas suas anotações abriram várias possibilidades. Pelo menos um 'incidente' é descrito como tendo ocorrido em 1985 envolvendo "AH/MDG". Apostamso dinheiro que Alvar Hanso é o tal AH; MDG pode ser o misterioso "Magnus" mencionado no mapa, ou talvez um DeGroot, ou ainda eles são a mesma pessoa.

Outras anotações referem-se a fechamento da "Intranet Dharmatel" e a misteriosos "avistamentos" que são mínimos durante o "procedimento de lockdown e re-estocagem". O que poderia significar quase qualquer coisa: avistamento do monstro de fumaça (Lostzilla)? Reposição de todo aquele molho ranch e barras apollo que impedem Hurley de entrar em uam dieta mais severa?

Quanto mais se esmiuça o enigma da escotilha/Dharma, mais perto nos aproximamos de duas possibilidades: Ou havia uma comunidade científica utópica que deu errado, provavelmente por causa de equívocos dos cientistas com coisas que não conseguiam controlar (como a "terapia genética e extremas mudanças climáticas" que adaptaram ursos polares ao pácifico sul), ou os DeGroots estão conduzindo um grande jogo de manipulação da mente no melhor estilo RPG Dungeous & Dragons.

Pegue uma dessas teorias e você ainda estará cercado por mais perguntas do que respostas. Talvez a solução seja que ambas estejam corretas. Os acontecimentos da escotilha são parte da vertente mental do experimento dos DeGroots: podemso assustar as pessoas forçando-as a pressionar um botão a cada 108 minutos? A resposta parece ser "sim", mas por quanto tempo esse procedimento deve continuar?

Suponha que o urso polar faça parte da seção zoológica do experimento. Suponha também, que a Dharma esteja estudando crianças om estranhos poderes (alguém falou em parapsicologia?). Eles de alguma forma planejaram colocar Walt, que mostrou traços de seu 'poder' mesmo quando ainda estava na sua casa na Austrália, no mesmo vôo da grávida Claire que ouvira coisas estranhas de um vidente sobre seu filho ainda por nascer. Já que os poderes de Walt parecem envolver controle de animais de alguma forma (apesar dele não conseguir manter Vincent longe de problemas) é possível que a Dharma queira criar uma forma de controle sobre isso e usá-lo como um tip ode domador de animais. É incerto ainda que tipo de poderes o bebê Aaron pode ter, mas pelo que o vidente disse ele é ou um salvador ou um demônio. De qualquer forma, ele pode ser útil.

Atraído

O magnetismo já foi mencionado algumas vezes na série. O falso Henry Gale disse ter ouvido um zunido magnético antes do contador de reiniciar e as portas voltarem ao lugar. Seria apenas coincidência que o carregamente de comida Dharma tenha sido jogado na ilha quando as posrtas de isolamento estavam abaixadas? Talvez algum tipo de controle magnético explique, ou então o pessoal da dharma não queira que ninguém saia da escotilha enquanto a comida é lançada.

Finalmente, voltamos à descrição da estação Cisne pelo Dr. Marvin Candle no filme orientação. Como Candle diz, a estação foi designada não para psicologia, mas para pesquisa da "singular flutuação eletromagnética emanando desse setor da ilha." Essa afirmação levanta a suspeita de que a ilha possa ser a responsável pelos acidentes de transportes. O vôo 815, o avião dos traficantes nigerianos, o balão do verdadeiro Henry, o navio de Danielle Rousseau, tudo teria sido atraído pela ilha como se fosse um tipo de triângulo das Bermudas.

Ainda não está claro porque a ilha atrairia o balonista Henry Gale, Rousseau e os traficantes de drogas, mas é fato que muitos dos passageiros do vôo 815 tem motivos para serem atraídos para lá. Além de Walt e Claire/Aaron, Hurley parece ter sido amaldiçoado pelos números que controlam o computador da escotilha, Jack já conhecera antes o Desmond que vém a ser o morador da escotilha e John Locke que tinha paralisia foi de alguma forma curado pela ilha. A ilha pode ter atraído outras coisas por mero acidente, mas 'quis' o vôo 815, talvez o bastante para ter alguém reunindo seus passageiros mesmo antes do avião decolar.

Jon Bonné é editor de Lifestyle do MSNBC.com Gael Fashingbauer Cooper é editor de televisão do MSNBC.com

Original em inglês no MSNBC.com

3 comentários:

Sérgio disse...

Curti, muito legal! Parabens!

Anônimo disse...

se o capitao do barco é o Gerald eu nao sei, mas na balsa que leva o Walt eu poderia jurar q vi uma loira, q poderia mto bem ser a Karen Degroot. Se for ela mesma, pode ser q o Gerald ta la, mas nao acho q seja o capitao.

No ep 15, ele diz 'vc sabe oq ELE vai fazer qd souber disso'. Ele se refere a algum superior, e o Gerald é um superior, oq contradiz o fato dele ser o cara. Ele pode estar se referindo ao Gerald como ao Alvar Hanso...

misterioss

ManoWell disse...

Uma coisa me intriga e que até agora não foi muito evidenciado. No episódio da queda da cauda do avião, quando ocorre o rapto das crianças e um dos "outros" e morto, é encontrado com ele um canivete do US Army, que é mostrado por Ana Lúcia mais tarde. O assalto a balsa contruida por Michael pareceu uma operação tipica militar. No episódio em que Claire se lembra de momentos passados no complexo "STAFF" aparece um militar fardado conversando com o médico de Claire. Na própria escotilha foi encontrado um arsenal de armas de fazer inveja a qualquer exército. Existe a Dharma, com seus experimentos que aparentemente deram errado, com alguns cientistas sobreviventes na ilha; existem os sobreviventes do Voo da Oceanic 815, existe a francesa sobrevivente do naufrágio, que está a muito mais tempo e no meu entender tem muito mais coisa para contar, e possivelmente há presença militar envolvida também, talvez com o propósito de impedir a Dharma de desenvolver algo de poderoso. Esta série está prevista, segundo os autores para 6 temporadas. É esperar para se deliciar com essa série maravilhosa que no meu ponto de vista é a melhor já realizada pela televisão.
Abraços.....